História The snake of the night (yaoi) - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Sexo, Shounen Ai, Yaoi
Exibições 438
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Josei, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem♡

Capítulo 39 - Bananas e lolicons


Fanfic / Fanfiction The snake of the night (yaoi) - Capítulo 39 - Bananas e lolicons

Satanás lhe disserá para se arrumar. Iriam passear novamente, parece.

Bom, você estava completamente grudento e cheirando a canela (o cheiro dele). Seu humor está no modo "me chama de chocolate e me faz derreter", em outras palavras você está EXTREMAMENTE SUBMISSO.

Talvez porque você foi preenchido com amor (semen) dele.

Por um lado, você odeio isso! VOCÊ SE SENTE INFERIOR ÀQUELA CRIATURA BISSEXUADA! VOCÊ ODEIA SE SENTIR INFERIOR A ALGUÉM! Mas por um lado, isso era uma coisa boa! VOCÊ ESTAVA SEMDO COMO SEMPRE QUIS SER, pelo menos desde que assumirá seus sentimentos! VOCÊ ESTAVA SENDO MELOSO COM ELE!

  Você estava sorridente, conseguia falar mais de três frases sem chinga-lo♡. Isso era um progresso imenso! Mesmo assim, não sabia o que fazer nas horas em que ele era irritante. Nesses momentos, VOCÊ TINHA MUITA VONTADE DE AMARRA-LO E O IRRITAR DE VOLTA, MORDE-LO... Tortura-lo um pouco talvez... Você se pergunta como seria o rosto dele chorando. Lágrimas transparentes brilhando e escorrendo dos olhos azuis inchados, com certeza ele estaria com o nariz escorrendo. Seria uma coisa interessante de se ver.

Você o deixou escolher a roupa enquanto se lavava. você estava realmente amigável, tanto que não se importava de vestir uma blusa roxa com bolinhas amarelas.

Você toma um banho bem tomado! Havia uma ala para o chuveiro e outra para a banheira. Você nunca gostou de banheiras, são anti higienicas, ainda mais essa pequena e vitoriana!

Você retira toda aquela "coisa" que estava em seu bumbum enquanto a água escorria. O vermelho já havia se tornado a cor natural de seu rosto.

Você coloca o roupão e sai.

Satanás estava deitado de costas na cama enquanto comia uma banana, mordidas pequenas e delicadas para um bicho daquele tamanho.

- ... - Ele demora um pouco a falar - A roupa... aqui... - Ele desvia o olhar e volta a comer a banana.

- Ah sim.. - Você se aproxima e passa uma vista pelas roupas.

Não foi uma escolha tão ruim.

Uma blusa branca de mangás compridas, "esporte fino", e um short. A única coisa que você não gostou muito foi da cueca. Era uma tanguinha cor de rosa, mas parecia uma calcinha. Você olha para aquela peça de roupa íntima e olha para ele.

ELE REALMENTE ACHA QUE VOCÊ VAI VESTIR ISSO?

Ele sorri para você.

Sim, ele acha que você vai vesiti-lo.

Você olha para a coisa cor de rosa.

Sim, você vestiu aquilo na frente dele apenas por causa de um sorriso. Ele apenas lhe observava colocar os shorts e a blusa.

- Q...que foi..? - Você pergunta já vestido.

- Nada... - Ele parecia está fantasiando com algum universo paralelo - Quer um pouco...? - Ele estica outra banana.

- Acho que sim... - Você a pega, a descasca e antes de você coloca-la na boca, o dedo dele alcança sua língua primeiro.

- Lamba... - Ele segurava seu queixo enquanto o dedão adentrava a sua boca.

- ... - Os olhos azuis lhe furavam e lhe dominavam, como se falassem "me da sua bunda muleke".

Você se sentia um objeto nas mãos dele. Você lambe aquele dedo que se retira logo em seguida.

Eles voltavam a lhe encarar. Seu rosto estava vermelho e sua respiração pesada. Você começa a lamber aquela banana. Ele segura a sua mão e você continua aquela seboseira. Ele se próxima e abre a boca, coloca aquela lingua pra fora e morde aquela banana cheia de baba.

Oh coisa nojenta... nojentamente excitante...

Você coloca a mão naquele rosto e o beija. Beija novamente levemente. Sua língua o beija também. Seus olhos se abrem de relance, AQUELE BICHO ESTAVA COM OS OLHOS ABERTOS. Era estranho, era excitante. Você passa os braços ao redor e antes de volta e a beija-lo ele coloca a mão na frente.

- Você ainda está dolorido, não... ? - Ele lhe desenrosca - Não íamos passear...?

- ... Sim... - Seu rosto estava vermelho e meio rabujento.

COMO ELE OUSA LHE RECUSAR?!  PERVERTIDO MÍSTICO IRRITANTE... Irritante e... (((lindo...?))).

Mas num ponto ele estava certo. sua costa de velho doia ainda, juntamente com seu traseiro recém limpo.

Ele se levanta e caminha em direção a porta. No momento em que ele vira de costas, você dá um soco em si mesmo.

"ONDE VOCÊ TÁ COM A CABEÇA?? VOCÊ QUER FICAR SEM BUNDA??", você se autorrepreende. Admitir que gosta de ser domado por aquele bicho era uma coisa extremamente humilhante para você.

- Aki-chan? - Ele lhe chama na porta.

- Ah.. Sim...

"Porque ele apenas não se jogou...? EM PRIMEIRO LUGAR, ELE QUE COMEÇOU!", você pensa irritado.

- J...

- Oi...? ♡ - Ele lhe joga um sorriso pontiagudo.

- E.. Eu...

CRACK!!!

Um barulho vem do andar de baixo.

- Hein?! - Ele arrega-la os olhos e abre um buraco negro no chão, em volta de si mesmo - Já retorno♡. - Ele é sugado.

- ...

" Eu quero fazer novamente!" ou "Não está doendo! Está tudo bem fazermos!"? Era algo desse tipo que você pensava em falar? DEIXA DE SER RETARDADO E SEGURA ESSA RABIOLA! Você estava cada vez mais sucessivel a ele... como se você quisesse seduzi-lo...

Você da tapas no próprio rosto, esquece essas caramiolas que vinheram do país do arco-iris e se dirige para fora do quarto. O que aquele bicho estava fazendo?




- Mitescere! Mitescere! Hehe *(se acalme! Se acalme!)*


Vozes eram escutadas desda escadaria. Era aquela mesma língua endiabrada, mas com um sotaque muito bonito.

Você conseguia entender poucas coisas, o que era estranho já que você so escutava "EEVUSTICKABHABSJA".

- AH! Sit scriptor videre! parva Orientales? He he he

J estava conversando com um homem de cabelos azuis e olhos verdes. O homem tinha uma caixa enorme de chocolate embaixo do braço e usava um sobretudo preto. Ele rapidamente larga Satanás e se direge a você.

- "Parvo", hm?

- Hein?!

- 你是中国人,不是吗?*(você é chinês, não é?)*

- youve 'umquam tale bonum... - J coloca a mão na cabeça como se estivesse repreendendo-o.

- Eh..? - O homem fala.

- 我日本! *(eu sou japonês)* - Você responde em chinês. ESSES SÃO OS PRESTÍGIOS DE SER UM ALUNO EXEMPLAR! VOCÊ SABIA FALAR ITALIANO, INGLÊS, CHINÊS E FRANCÊS! VOCÊ SIMPLESMENTE PODE SE ACHAR À VONTADE!

- Ah, sim... me desculpe... - Ele começa a falar em japonês - Sempre tive dificuldade para identificar humanos...  - Ele coloca uma mão na bochecha - Aqui.. - Ele retira um pirulito do bolso - Pra você♡ - Ele se agaixa um pouco e o balança.

Você sentia pé de galinha com tal situação.

-...

- Não vai pegar, criança? - O homem de cabelo azul era extremamente suspeito.

Haviam dois lolicons agora. Um de cabelos pretos e outro azul.

- Não..obrigado... - Você da Passos para trás.

- Akira, isso é meu "amigo". - Ele aponta para aquele bicho - Ele veio me entregar um coisa e já está de saida♡. Não é?

- HA... Então esse é o seu "único amigo"...

- HEY!! - Ele reclama.

- Hehehe Meu nome é M - O homem ri e aponta para o próprio rosto - Me chamar de "Sr. M", criança hehehe - Ele olha para J - Tenho que falar com o "Japonês - chan" antes♡. Não  é, Sr.J?

Satanás franze a testa.


Notas Finais


Ate a proxima, espero que tenham gostado♡ se gostarem comemtem/favoritem♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...