História The snow and you - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Adrenalina, Bangtan Boys, Bts, Drama, Esporte, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Neve, Romance, Snowboard, Suga, Taehyung, Tragedia, Yoongi
Visualizações 113
Palavras 2.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá...
Não demorei de novo ~yeah~
Como no anterior o próximo cap não está TODO escrito buuuut ele está encaminhado então tudo na paz sob o sol...

Alô, alô foi aqui que pediram uma pizza de treta com borda recheada de "fudeo"?

Espero que gostem e boa leitura :)

Capítulo 8 - Eight


Estava feliz e triste por não ter que ir ao treino, feliz por poder finalmente descansar e triste pois mesmo isso gastando minha -pouca- energia, eu amo estar treinando, porém teria que me conformar, Yoongi-hyung me proibiu de ir ao treino e ele até reforçou isso me mandando uma mensagem.

"Não se atreva a aparecer no treino, se recupere primeiro para depois voltar as atividades."


Razão ele tinha, eu não podia simplesmente voltar a treinar igual um louco sendo que o motivo do meu desmaio foi por fraqueza.

Desci as escadas depois de ter lavado meu rosto, indo direto para cozinha tomar café da manhã mas tive uma supresa.


-O que é tudo isso?- A mesa estava repleta de frutas, havia dois bolos, sucos, pães de todos os tipos e  Kyung ainda colocava coisas em cima da mesa.-Pra que tanta comida?


-Pra você ficar forte ué.- disse simplista- Fiquei muito assustada com seu desmaio e se depender de mim você nunca mais vai desmaiar por fraqueza.- ela sorria terna


-Ah, sim. Vou desmaiar de tanto comer dessa vez.- Ela bateu com o pano de secar os pratos (que se  encontrava em seu ombro) em mim.- Ai- reclamei mas ela somente riu.


-Deixe de falar bobagens e coma.-disse autoritária.


-As vezes eu fico confuso, você manda e eu obedeço e não ao contrário,  você está mais para minha mãe. - fiz um bico para comove-la, que funcionou.


-Eu vou cuidar de você como uma mãe.- ela sorriu bagunçando meus cabelos.


Kyung é a sorte da minha vida, ela cuida de mim melhor do que ninguém,  uma verdadeira mãe, eu fico feliz por ela morar comigo.


Comi quase tudo que havia ali, comi dois pedaços de cada bolo, tomei os sucos, provei dos pães,  eu me sentia cheio, se antes eu não comia direito agora eu havia passado da conta. Fui para sala junto de Kyung assistir a um programa que passava na TV.


Meu celular vibrou indicando que havia uma nova mensagem.


"Você vai a festa, não vai? O treino foi bem chato sem você chegando atrasado. Vou te esperar na festa em, se cuida.


-Yoongi"


Sorri.

Yoongi é um amigo atencioso e cuidadoso, um verdadeiro irmão mais velho.


Eu estava ponderando sobre ir ou não a essa festa,  já faz um tempo que não saio para me divertir,  seria uma oportunidade. Por um segundo me perguntei se Jungkook iria mas logo pensei que um chato que nem ele não deve nem sair.


A festa seria amanhã, eu teria o dia todo para pensar mas eu já havia me decidido, eu iria a festa. Não sei dizer qual foi a última vez que sai para me divertir,  eu precisava disso.


Agora era só esperar por amanhã e ver no que essa festa iria dar.


[...]




É engraçado a minha capacidade de estar atrasado para tudo. Eu havia chamado um táxi para me levar até a festa -que chegaria em breve.-, Yoongi iria me levar mas acabou não podendo vir me buscar pois estava envolvido demais nos preparativos da festa.


Eu corria pela casa tentando achar os acessórios que faltavam para estar finalmente pronto mas parece que tudo some quando eu mais preciso.


-Kyung, pelo amor de Deus diz que você sabe onde está meu relógio dourado.- fui até a sala onde ela se encontrava.


-Sim, está na caixa de jóias.- disse ela calma sem nem ao menos me olhar.


Corri em direção a meu quarto para achar o bentido relógio.

Em vão pois não o encontrei.


-NÃO ESTÁ AQUI.- gritei para Kyung que sem demora apareceu na porta do quarto.


-Deixa que eu acho pra você.-Disse ela indo até a caixa a pegando.


-Duvido, o relógio não está ai.- disse indo até sapateira pegando um tênis e o calçando.


Quando me virei Kyung segurava o relógio e me olhava com tédio.


-Você disse que não estava aqui, certo?- ela soltou uma risada.


Revirei os olhos.


-Se eu não estivesse tão atrasado eu discutiria com você sobre essa macumba.-disse pegando o relógio de suas mãos e o colocando.


-Mas espera, eu não tinha te visto, -segurou o meu braço.- da uma voltinha.- revirei os olhos mas dei a volta que ela pediu.- Você está muito lindo, hoje sim você beija muitas bocas.


-Que isso mulher? Ta muita ousada.- soltei uma risada com suas palavras.


-Essa produção toda é pra alguém especial?-Me olhou maliciosa.


-P-pra quem seria?-soltei uma risada nervosa.


-Jungkook talvez.- fingiu uma tosse


-QUE? Kyung você está equivocadissima nos seus pensamentos, Jungkook é um amigo e olhe lá.- Comecei a arrumar as mangas de minha blusa.


-Eu sei disso mas admita ele é um garoto muito lindo.- Disse ela tirando minhas mãos e ajeitando melhor as mangas


-Err.. p-pode s-ser.- soltei rápido e gaguejando.


Kyung apenas soltou um riso anasalado.


-Dê uma chance, Jungkook é realmente um ótimo rapaz e eu vejo o quanto ele gosta de você, o quanto ele se preocupa, até por que se não se preocupase ele não ficaria no hospital com você todo aquele tempo... Bom só estou dizendo, Jungkook é um garoto muito bonito, se você der mole.- chegou mais perto de mim e susurrou.- vai perder em.


Kyung saiu do quarto me deixando extremamente vermelho e pensativo.


Que Jungkook é bonito eu já sei, eu 'convivo' com ele, oras... Eu o vejo -quase- todos dias.


Mas ele não é só bonito, ele também é talentoso e engraçado... Bom talvez ele tenha muitas qualidades.


Mesmo meu orgulho sendo gigantesco para que eu possa admitir, eu pensei muito naquele -quase- beijo, talvez eu quisesse muito provar dos lábios dele, só curiosidade mesmo mas eu jamais admitira isso em voz alta, não mesmo.


Terminei de me arrumar, ajeitei os últimos fios rebeldes do meu cabelo, o táxi já me esperava para me levar para a festa, antes de sair me despedi de Kyung que me disse mais alguns elogios e disse algo sobre pegar o Jungkook com vontade e beijar muito ele, não escutei pois sai antes que ela concluíse a frase.


Yoongi havia me mandando o endereço e eu somente ditei para o motorista, era uma meia hora da minha casa até o local, então somente me encostei no banco e me permiti pensar até chegar no meu destino. Porém só uma coisa passava em minha mente.


Jungkook irá a festa?


Sem muita demora eu já estava a frente do lugar onde a festa aconteceria,  como eu estava atrasado -para variar- a festa já estava acontecendo -talvez a uns quinze ou vinte minutos- desci do taxa pagando o motorista e agradecendo logo em seguida.


O lugar parecia realmente chique, luzes de várias cores iluminavam o lugar do lado de fora, indicando que ali acontecia uma festa, a música eletrônica extremamente alta podia ser ouvida do lado de fora do lugar.

Agradeci mentalmente por treinadores não precisarem pagar, afinal era uma festa para relaxarmos, provavelmente o dono do ginásio estava bancando tudo.


Falei o meu nome ao enorme segurança que se encontrava na entrada do lugar, ele logo achou meu nome olhando para mim sorrindo me dizendo um 'pode passar', eu adentrei o lugar, por muito pouco não coloquei as mãos nos ouvidos por puro extinto, a música era alta do lado de fora mas lá dentro era trinta vezes pior, tocava uma batida sem letra e mesmo assim as pessoas estavam no meio da pista dançando com copos de bebidas nas mãos, a maioria estava se pegando em cantos ou nos sofás que aquele lugar disponibilizava.

Meus olhos corriam aquele lugar na esperança de encontrar alguém conhecido ou encontrar uma cabeleira preta, um corpo encolhido no canto tomando refrigerante olhando assustado para tudo e todos mas somente tropeçei meus olhos na cabeleira castanha que se encontrava no bar. Reconheceria aqueles cabelos de quilômetros de distância.


-Já começou a beber é?- cheguei assustando Yoongi que bebia algo desconhecido.


-Lógico, agora me diz o porquê de você ainda não estar bebendo.-ele me olhou sorrindo.


-Acabei de chegar, eles não dão bebida na entrada- soltei um riso.


-Vamos mudar essa situação.- Ele chamou o barman e pediu o mesmo que ele bebia para mim.


-Ta querendo me embebedar, é?- sorri de lado.


-Talvez.- devolveu o sorriso mas o dele havia uma malícia maior. 


Bebi mais três copos daquele bebida que eu não fazia a mínima ideia do que era, não me sentia bêbado somente animado. 

Mais três copos, talvez agora eu estivesse animado demais, bem próximo de bêbada


-Yoon..gi vamos dançar?- falei colocando a mão na coxa de Yoongi para chamar sua atenção.


Ele deu um pequeno salto pelo contato tão repentino mas ao olhar para mim sorriu.


-Você já está bêbado? Que fraquinho você é, não tem nem graça.-Ele disse colocando a mão sobre a minha.


-Quem disse que eu to bêbado? -olhei para os lados.- Não tô vendo ninguém aqui, quem te disse essa mentira?


Yoongi somente ria do meu jeito de ficar animado. -sim, animado. Eu não estou bêbado.-


-Vai dançar comigo ou não?- Olhei para Yoongi me levantando.


-Não tenho muitas escolhas.-Yoongi se levantou ficando a meu lado, andando comigo até a pista de dança que se encontrava lotada.


A música era animada e meus passos mais animados ainda, não era nenhuma coreografia ou algo do tipo eram somente passos aleatórios que eu fazia de acordo com a música,  Yoongi dava alguns passos mas mal se mexia, eu sentia seu olhar queimar sobre mim.


-Eu sou fraco para bebida e você para dança- falei perto de seu ouvido por conta da música absurdamente alta.


-Não sou fraco para dança mas eu prefiro te ver dançar.- ele quase susurrou em meu ouvido.


-Por quê?- talvez a bebida estava fazendo efeito demais.


-Por quê você fica muito sexy enquanto dança.-Yoongi disse em meu ouvido mordendo o lóbulo de minha orelha.


Eu sentia que naquele momento eu não tinha lucidez, Yoongi se aproximou mais de mim colando nossos corpos e colocando sua mão em minha cintura.


-Sabe Jimin -susurrou em meu ouvido- você está muito cheiroso.-ele passou o nariz de leve no meu pescoço me arrepiando.- e você está extremamente gostoso.-ele apertou minha cintura.


Por um momento eu esqueci que era Yoongi ali e que ele é como meu treinador e um irmão mais velho, eu só conseguia aproveitar aquele momento, mesmo eu tendo essa carranca difícil de ser tirada eu gosto de ser dominado mas isso em momentos íntimos e era exatamente o que Yoongi fazia agora, mordendo minha orelha, dando beijos, mordidas no meu pescoço e leve chupões abaixo de minha orelha,  seria mentira se eu disesse que não estava gostando.


Nem eu sabia direito o que estava fazendo,  eu não estava completamente bêbado mas estava me deixando levar por aquela sensação boa de mordidas, beijos e chupões mas minha lucidez não estava completamente fora de mim, eu estava no meio da pista de dança me agarrando com Yoongi -nem me lembro em que momeno entrelacei minhas mãos em sei pescoço- quando abri vagarosamente meus olhos -sendo que eu nem me lembrava de tê-los os fechado- não sei se a bebida estava me fazendo ver coisas mas jurei ver Jungkook entre todas aquelas pessoas nos olhando e saindo correndo quando nossos olhares se cruzaram.


Me afastei de imediato de Yoongi que me olhou confuso, sem nem ao menos dar uma explicação ou me importar fui atrás do vulto que vi passar pela porta do estabelecimento.


Saindo do lugar não havia ninguém na rua, ninguém na frente da boate -ninguém que meus olhos pudessem encontrar.- Senti minha mão ser puxada com um pouco de força.


-O que aconteceu? Por que você saiu correndo?- Yoongi me fitava confuso.


-Eu tive a impressão de ver alguém.-continuei correndo meus olhos para todos os lados.


-Quem? Jungkook? -Quando ele proferiu o nome dele o olhei de imediato.- sabia.- soltou um riso anasalado.- Qual o problema se ele viu a gente?


-N-nenhum.-minha voz saiu trêmula e falha mesmo sem motivo aparente. 


Realmente não tinha nenhum problema, Jungkook e eu não éramos nada um do outro, porque diabos eu estava preocupado com o que ele iria pensar?

'Talvez minha preocupação fosse o que ele iria sentir e não o que ele iria pensar.


-Yoongi desculpe,  eu vou pra casa, tudo bem? Acho melhor eu ir antes qu...-minha fala foi cortada.


Yoongi atacou meus lábios, ele me beijava com toda vontade amor e.... força do mundo, parecia que ele esperava por isso a muito tempo. Tentei resistir no primeiro momento mas depois me deixei levar, afinal o que tem de errado em ficar com alguém?


Ao me separar do beijo e abrir os olhos eu descobri o que tinha de errado.


Um Jungkook parado, com expressão seria e olhos marejados nos encarando do outro lado da rua, isso é o que tinha de errado.


Errado até demais.


Era errado em um nível extraordinário.


Meu pensamento voava em tantas perguntas e uma delas era:


"Por que estou preocupado sendo que nós não temos nada?"


Não sei exatamente o porquê mas ver Jungkook daquele modo me incomodou, eu me sentia a pessoa mais errada do mundo mesmo não estando fazendo nada de mal de fato.


Jungkook deu alguns passos em nossa direção.


-Se eu soubesse que foi pra ver isso que eu vim teria ficado em casa.-Jungkook disse antes de sair andando.


Eu me sentia péssimo, mesmo sem motivo.


-Ah, qual é Jungkook, vai me dizer que está magoado?-Yoongi iniciou provocações.


Jungkook se virou fitando Yoongi que caminhou devagar para perto dele.


Segundos depois da aproximação de Yoongi só se ouviu o barulho de latas de lixo caindo, Jungkook havia dado um soco em Yoongi que o fez cair em cima de latas de lixo, isso foi o estopim para Yoongi se levantar e partir para cima de Jungkook.


Eu não sabia o que fazer, não sabia como agir, se me metia ou não, eu só conseguia pedir para que eles parassem mas eles não me ouviam. 

o meu medo no momento é que ele saía machucado.

 


Notas Finais


Opa galero... tudo bom?
Eu nem ia postar o capítulo hoje maaaas eu decidi postar. ~to de bom humor today.

Eu dei uma boa revisada mas as vezes eu deixo passar alguma coisa então se encontrar um erro perdoa. ♡

Momento propaganda ^^

Seu colorido e o meu preto e branco: https://spiritfanfics.com/historia/seu-colorido-e-o-meu-preto-e-branco-9277347

The our cappuccino: https://spiritfanfics.com/historia/the-our-cappuccino-9299664

My sadist: https://spiritfanfics.com/historia/my-sadist-9343245


Obrigada por ler e até o próximo capítulo. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...