História The Snow Boy - Yoongi - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Suga
Tags Bangtan, Bts, Colegial, Hentai, Min Yoongi, Mistério, Revelaçoes, Romance, Suga
Visualizações 205
Palavras 1.848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Esporte, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Appa is my hero


Fanfic / Fanfiction The Snow Boy - Yoongi - Capítulo 31 - Appa is my hero

Depois que tomamos banho, comecei  me arrumar para o trabalho e Yoongi apenas se vestiu e secou o cabelo. Ele saiu e fiquei terminando minha maquiagem.

Já com a bolsa de baixo do braço, fui até o quarto de Youra para vê-la. Ia abrir a porta, mas esta já estava aberta, as cortinas também e o quarto era iluminado pelo sol. Fui para a sala e ví Yoongi sentado no sofá com ela no colo, não deixei de reparar que a pequena estava chorando.

- Ei, filha. O que foi? - Sentei ao lado deles e levantei o rosto dela, que estava no peito do pai.

- Ela teve pesadelo e quando fui a olhar ela estava chorando na cama. -  Yoongi respondeu por Youra.

- Conta para a omma, aí o pesadelo nunca mais se repete. - Passei a mão no rostinho dela.

- Eu não lembro, omma. Eu estou com medo.

- Não lembra? Oh, filha... Appa e omma estão aqui com você, 'tá bom? Não precisa ter medo.

- Uhum... Appa é meu herói. - Apertou Yoongi e ele sorriu mostrando os dentes.

- Eu sempre vou proteger minha princesinha de todos os males.

A campainha tocou. Quem seria às oito da manhã? Eu estava indo atender a porta, só que a senhora Pearl foi antes.

Escutei uma voz feminina e logo que ela entrou na sala reconheci. A mãe do Yoonie. Levantei para ir cumprimentá-la.

- Ayumi! Que bom te ver! Não sabe quantas lágrimas esse menino derramou por você.

- Ah! Sim. Posso imaginar. - A respondi sem jeito logo que me soltou do abraço, Yoongi veio com Youra no colo para abraçar a mais velha.

-Youra-ah, esta aqui é a vovó. Mãe do appa. - Yoongi falou. Youra estava tímida e abraçou mais forte o pescoço dele, tentando esconder o rosto em seu pescoço.

- Você que é a linda Youra que seu appa tanto falou? Deixa a vovó ver seu rosto! - Ela passou a mão nas costas de Youra e a pequena pisou Yoongi todo para esconder o rosto.

- Youra, preciso trabalhar com essa roupa. Fala com a vovó, vai. - Yoongi falou com a feição séria. Bem o conheço e sei que está ficando bravo.

- Filha, não precisa ficar tímida. A vovó quer te conhecer. - Falei perto do ouvido dela. Yoongi virou para mim me encarando e tentei puxar Youra do colo dele.

- Eu vou contar até três. Se você não falar com a vovó, vou te colocar de castigo no quarto. - Yoongi ditou com a voz grossa. - Um...

Assim que ele começou, Youra virou e olhou a mãe dele. Ela abriu um sorriso enorme e se aproximou mais de Youra.

- O que acha de irmos no parquinho antes da escola? - Ela sugeriu. Estava falando a língua de Youra, pois na hora a pequena abriu um sorriso enorme.

- Vamos, por favor.

Yoongi a pôs no chão e a pequena deu as mãos para a avó a puxando para ver as bonecas dela. Fiquei de frente para Yoongi e tentei ajeitar sua camisa social com as mãos.

- Ayumi. - Segurou meus pulsos. - Deixa, não precisa se incomodar. Faz parte de ser pai. - Ele estava rindo. Me aproximou pela cintura e me beijou.

- Quer que te dê carona para a empresa? - Falei rente seus lábios.

- Pode me deixar na oficina? Tenho que pegar o carro.

- Posso. - Selei nossos lábios e saímos com os dedos entrelaçados.

[...]

Faziam dois meses que eu tinha voltado com Yoongi. Ele estava me surpreendendo cada dia mais e eu estava super orgulhosa, assim como com Youra. A gente finalmente estava tendo tempo um para o outro, a mãe dele nos ajuda muito e Youra agora é praticamente melhor amiga de Pearl.

Yoonie organizou toda nossa viagem para Orlando. Ele não só quer levar Youra para os parques, mas quer tirar férias em família e ver jogos de basquete. Acabei gostando de basquete de tanto que ele assiste.

Nossa sexta-feira já tinha começado bem, a nossa última antes de viajar. Youra acordou cedo, tomou banho com o pai, ele a deu almoço e a levamos para a escola. Ele passou a tarde adiantando alguns trabalhos no computador, ficou no escritório todo fechado, fui em silêncio para abrir as janelas pois ele tinha acabado de atender o celular.

Estranhei assim que o escutei fungando.

-Muito obrigado por me ligar. Boa tarde.

Ele abaixou a cabeça apoiando a testa na mesa, passou as mãos nos cabelos e as parou na nuca. Me aproximei preocupada e apertei a mão em seus ombros fazendo massagem.

-O que foi, Yoonie? - Perguntei em tom calmo.

Ele aprofundou o choro. Dei um beijo no braço dele, logo me abraçou. Alguma coisa aconteceu para ele estar assim. Sentei em suas pernas, ele apertou mais o abraço e correspondí fazendo carinhos nas costas e cabelo dele.

- Quer conversar? - Perguntei para ele. Só escutei seu choro saindo, ele estava sensível e não conseguia falar. - Levanta daí e vamos deitar um pouco, vem.

Levantei pegando as mãos dele e o puxei para nosso quarto. Ele engatinhou na cama e se encolheu todo, deitei atrás dele o abraçando e coloquei o rosto na curva se seu pescoço.

- Shhh... Calma. Calma. - Cochichei e ele apertou minha mão que o abraçava.

Ficamos quietos por um tempo até que ele caiu no sono. Não queria o deixar sozinho e não fazia ideia o que o deixou assim. Fui um instante no escritório e peguei seu Iphone. Era uma ligação da escola que estudamos.  Não sabia se ligava ou não. Preferi deixar quieto.

- Com licença, dona Ayumi.

- Senhora Pearl, pode entrar.

- Eu já terminei todo o serviço e deixei comida pronta no congelador. Algo mais?

- Não. Aproveita sua sexta-feira, por favor. Terá quinze dias de férias enquanto viajamos.

- Sim senhora, obrigada. O Seu Yoongi já tinha me dito da viagem. Vão com Deus.

- Ah, obrigada. - A abracei e logo ela saiu.

O email de Yoongi estava todo lido e nada mais entrava. Acho que ele terminou o trabalho. Tomei uma xícara de chá gelado e fui para o quarto. Ele estava encolhido na cama, peguei um cobertor e fui o cobrir.

-Yuyu... - Chamou com a voz rouca de sono.

- Diga, meu amor.

- Deite aqui comigo. - Esticou o braço para que eu deitasse na manta com ele. Deu um beijo em minha testa e me agarrou com as pernas e braços.

- Por que estava chorando? Me deixou preocupada.

- Lembra que eu queria levar Youra para conhecer o zelador? Aquele foi nosso "cupido". - Sentia seu queixo encostando em minha cabeça enquanto ele falava.

- Eu lembro sim. Você estava procurando por ele?

- Sim. Ele morreu há dois anos de Alzheimer. - Disse soluçando.

Aquela notícia me fez chorar, mas afetou especialmente Yoongi. Ele gostava muito do zelador, até chamou para nosso casamento. Ficamos os dois chorando juntos na cama até que meu celular tocou o alarme. Era hora de buscar Youra.

- Vou buscar a pequena. - Avisei.

- Vou com você. Será que podemos passar na escola?

- Com Youra?

-Sim. O zelador foi enterrado no quintal florido que ele tanto amava. A casa dele ainda tá esperando por um novo zelador.

- Vamos sim.

[...]

Nós fomos buscar Youra, ela dormiu no carro. Paramos no estacionamento na frente da escola, Yoongi saiu com ela dormindo no colo, fomos andando de mãos dadas e o portão logo foi aberto para nós.  Algumas crianças estavam fazendo aulas extras - Ballet, judô e etc. - O diretor logo apareceu e veio nos cumprimentar.

- Vocês dois se casaram, então? - Perguntou assim que nos viu.

- Sim. - Respondi.

- E presumo que essa pequena dorminhoca seja a filha de vocês.

- Ela é. Assim que tiver idade vamos a colocar aqui. -Yoongi respondeu com voz triste. Meu coração está apertado em vê-lo assim.

- Bem, não dava para ficar pulando muro para ir cuidar do nosso querido zelador, então colocamos um portão simples. Me acompanhem.

Andamos até a casa de vosso velho amigo. Yoongi deixava lágrimas escorrerem enquanto andávamos pelo jardim da frente da casa. Passamos por dentro dela, tudo arrumado e ela estava toda adaptada para um idoso. Youra despertou na hora certa e a peguei um pouco para Yoongi descansar o braço.

- Fiquem à vontade, estarei lá na frente. - O diretor andou com as mãos nos bolsos, antes de adentrar a casa virou para nós.  - Vocês foram os únicos que vieram o visitar. Tenho certeza que ele teria ficado muito feliz em ver vocês juntos e com Youra no colo.

Ficamos a sós, Yoongi abaixou de frente a lápide e chorou baixinho. Disse belas palavras e logo pegou Youra, a colocou sentada em sua perna.

- Este aqui era um grande amigo do appa e da omma. Se não fosse por ele, acho que eu nunca teria tido coragem de pedir sua omma em namoro.

- Sim. Ele era uma pessoa maravilhosa, Youra. Ia amar ter te conhecido e você à ele.

- Eu catava flores para você e fazia lanches aqui, lembra Yu? - Me olhou e abaixei ao lado dele.

- Lembro. A gente vinha na maioria dos recreios e ficava com ele, corríamos pelo jardim e já até dormimos aqui vendo as estrelas.

- Nosso último dia de aula. Parece que foi ontem.

Nós brincamos um tempo com Youra no meio das flores, ele mesmo estando triste, não deixou de fazer a filha rir. Ele estava fazendo cavalinho com ela nos ombros e me juntei para uma selfie.

[...]

Depois do jantar, estava brincando de bonecas com Youra no chão da sala. Yoongi que tinha chorado muito, caiu novamente no sono enquanto via um jogo de basquete na televisão. Ele estava deitado tão bonito. Lindo! Mas precisava acordar para fazer as malas, partimos amanhã cedo.

- Youra. Vem aqui. - Chamei a pequena e ela veio me abraçar.

- O que foi, omma?

- O appa está muito triste hoje. Vai lá acordar ele para dizer que o ama, vai.

- Ele não vai ficar bravo que acordei ele?

- Não tem como. Vai lá, filha.

Youra correu para o sofá e logo sentou na barriga de Yoongi. Toda fofa, passou as pequenas mãos no rosto dele e chamou com uma voz calma.

- Appa... Appa...

- Youra-ah... - Falou cheio de sono. - Appa está cansado.

- Appa. Acorda.

- Para, Youra. Estou ficando bravo.

- Mas eu vim para dizer que te amo. Omma disse que não ia ficar bravo comigo. - Fez manha.

- Ah, não. - Puxou Youra e a apertou num abraço. - Appa também ama você, meu amor. - Ele deu um beijo na cabeça dela e logo os dois estavam dormindo juntos.

Não me incomodei em fazer todas as malas. Estava terminando a minha quando ele veio calmo para o quarto.

- Eu quero mais um bebê, Yuyu.

- Mais um? Só Youra não está bom?

- A gente sempre pensou em ela ter um irmãozinho. Por que não agora?

- Agora? Tipo, agora?

- Agora. - Falou afirmando com a cabeça e mordendo o lábio de baixo. - Acabei de colocar Youra na cama. Vamos?

- Vamos... - Sorri e fui para perto dele iniciando um beijo.

Ele me guiou até a cama, deitamos e aproveitamos a noite juntos. Acabamos dormindo sem roupa, apenas cobertos pelo cobertor.


Notas Finais


Yoongi querendo mais um filho... Isso vai render, meu povo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...