História The Son Forgotten - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ansel Elgort, Cara Delevingne, Dylan O'Brien, Emma Watson, Lily Collins, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos, Tyler Posey
Personagens Ansel Elgort, Apollo, Ariana Grande, Cara Delevingne, Dylan O'Brien, Emma Watson, Lily Collins, Niall Horan, Personagens Originais, Tyler Posey, Zayn Malik
Visualizações 17
Palavras 912
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


o/

Capítulo 28 - Waking up


 

Noah  P.V.O

 

Minha cabeça doía como se houvesse sido pisoteada por mil pégasos, comecei a abrir os olhos encarando o teto do chalé percebendo que eu estava sozinho no mesmo, tentei me levantar mais assim que fiz um mínimo esforço para me levantar meu corpo todo doeu me fazendo desistir. Fiquei alguns segundos deitado até que resolvi tentar mais uma vez o que no fim obtive sucesso mais como consequência meu corpo todo doía a ponto de me fazer desmaiar. Meio relutante peguei uma muda de roupas na minha bolsa que ficava no pé da cama e em seguida caminhei para o banheiro sentindo a cada passo uma pontada na cabeça fora a dor torturante por todo corpo.

 

Logo após o banho resolvi continuar no chalé, no estado que estava se eu tentasse caminhar mais alguns passos provavelmente desmaiaria por sorte a água quente ajudou a aliviar a dor. Meio sem ter o que fazer resolvi tirar um cochilo, mas quando eu estava preste a ficar sonolento ouvir a porta do chalé sendo aberta mais ainda sim continuei com os olhos fechados.

 

— NOAH — Escuto me gritando e pouco tempo depois sinto o peso dela em cima de mim o que me fez soltar um grunhido de dor.

 

— Aira dá pra sair de cima de mim — Falo mal humorado abrindo os olhos.

 

— Já vi que não acordou de bom humor — Diz se sentando na beirada da cama — E ai como você estar?

 

— Com dor... Muita dor — Respondo sorrindo cansado.

 

— Eu resolvo isso — Diz estendendo a mão com sua aura rosa passando por cima da minha cabeça até meus pés.

 

No mesmo instante em que Aira passou sua aura em mim senti todo meu corpo relaxar e toda dor sumir.

 

— Obrigado — Agradeço sorrindo.

 

— Sem problemas — Diz se sentando na outra ponta da cama — Ainda bem que você acordou agora eu não preciso ameaçar o Seth de transforma ele em um roedor se ele não fosse embora.

 

— Como assim, ele veio hoje aqui? — Pergunto dando risada.

 

— Hoje não porque ainda estamos no horário do café, como eu não estava com muita fome só comi uma torrada e tomei um suco ai vim arrumar minha cama que eu deixei bagunçada — Diz apontando pra sua cama que parecia que um furacão havia passado de passagem.

 

— Você consegue tirar a dor de uma pessoa mais acorda na hora pra que né — Falo dando risada recebendo um olhar ameaçador dela mais logo começou rir junto comigo.

 

— Falou a pessoa dias dormindo — Diz fazendo biquinho como se fosse uma patricinha.

 

— Ei três dias não são muita coisa — Falo imitando ela  e logo começo a dar risada.

 

— Então... Digamos que você dormiu um pouquinho mais que três dias — Diz ela sorriso sem graça como se estivesse indecisa em falar ou não.

 

— Ué quando então, quatro? — Pergunto confuso.

 

— Assim... Contando com hoje você dormiu por uns... Doze dias — Diz por fim me fazendo arregalar os olhos.

 

Estava surpreso, fazia um bom tempo que eu não usava minhas habilidades de cura, pois aconteceram dois casos onde eu acabei desmaiando por conta disso. Em um dos casos eu curei alguns dos meus irmãos de Hécate e no outro me curei de um corte que havia feito sem querer, nos dois casos logo após usar minha habilidade sentir minha cabeça girar e pouco tempo depois minha visão escurecer me fazendo desmaiar. O principal porem foi que nesses dois casos no primeiro apenas fique três dias desacordado e no segundo apenas dois dias, agora DOZE DIAS... ISSO É DEMAIS.

 

— Tá isso realmente é algo novo — Falo sorrindo nervoso.

 

— O pior é que tem mais coisa — Diz sorrindo de lado me analisando — alguns dias atrás Quíron disse que os deuses lhe enviaram uma mensagem avisando que por os dois chalés já estarem prontos eles iriam adiantar a vinda deles.

 

— E quando eles irão vir — Falo engolindo em seco.

 

— È... Amanhã, e os semideuses do acampamento júpiter e da escola New Gods irão chegar em algumas horas — Diz dando risada nervosa.

 

— COMO ASSIM AMANHÃ — Grito arregalando os olhos outra vez.

 

— Amanhã ué e não se esqueça dos outros semideuses que chegaram hoje — Fala se levantando da cama — A é quase me esqueci, as caçadoras e amazonas só iriam vir depois da chegada dos deuses mais resolveram que chegaram amanhã cedo.

 

— Ok, eu preciso de um pouco de ar — fala me levantando e me espreguiçando — Eu vou pro lugar secreto... Que na verdade não é tão secreto já que quase todo mundo sabe onde ele é — Falo vendo Revirar os olhos e sorrir.

 

— Eu vou terminar de arrumar minha cama e me preparar para chegada dos semideuses já que fiquei responsável por apresentar o chalé para eles — Suspirando cansada.

 

— Se quiser eu te ajudo — Falo dando de ombros.

 

— Não precisa o Scott e mais dois de nossos irmos vão está lá e pra falar a verdade eu só estou fazendo drama mesmo — Diz gargalhando no final sendo acompanhado por mim.

 

— Não vou nem falar nada, até depois então — Falo indo até a porta do chalé e em seguida saindo do mesmo.

 

Enquanto caminhava recebia alguns olhares de poucos campistas que andavam mais o que estranhei era que aqueles olhares não eram de ódio, repulsa, medo... Ou qualquer coisa do tipo, eram olhares curiosos como se eles estivessem tentando entender algo ou sei lá, deixei isso de lado e caminhei para meu lugar secreto passando pela parte da praia que estava vazia para despistar qualquer um que quisesse me seguir.

 


Notas Finais


A tradução pro titulo no caso seria "Despertando"... Só isso mesmo, na verdade nem sei porque to falando isso mais tudo bem kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...