História The son of satan ? - Capítulo 26


Escrita por: ~ e ~hentai

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys
Exibições 73
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Pow, olha quem voltou e-e
Não postei mais capítulos nesses dias porq eu estava viajando, fui pra Caiobá <3 Lugar maravilhoso :3
Cheguei hoje mesmo, e vou postar um capitulo novo u-u
Aah, e no meio da viagem, pensei em uma nova fanfic, mas essa não vai ser sobre k-idols u-u <3 aheuhas
Ela ainda está em andamento, mas espero que vocês gostem
Boa leitura
Tchau mozoes

Capítulo 26 - Capitulo 26


VOP JUNGKOOK

​Fui até o mundo dos mortais, atrás de Lilth, a encontrei em cima de um prédio, sentada na beirada, observando cada detalhe. -À anos que eu não venho pra cá. -Parece que ela notou minha presença, me aproximei e me sentei ao seu lado.

-Olha só pra eles, tão inocentes, realmente acham que somos os culpados de tudo. "Oh Lúcifer, anjo caído, traidor que fez Eva pecar". Que bobeira. -Falei, caçoando.

-Se eles soubessem de apenas 1% de toda a verdade, se a mente deles não fosse tão fechada assim, talvez entenderiam. Mas são meros humanos, nada mais. -Ela se levantou.

-Onde vais? -Perguntei.

-Hora de começar a agir. -A mesma pulou do prédio, no momento, me assustei, mas logo, grandes asas negras saíram de suas costas e ela levantou voo, se distanciando rapidamente.

VOP TAEHYUNG

​Iria fazer horas que eu não via mais o Hoseok, horas não... dias! Já desanimado de procurar, passei por coincidência pela caverna de tortura de asmodeus, pai de Hoseok, ouvi gemidos de dor conhecidos, com cuidado, entrei lá dentro, me deparei com ele, amarrado à correntes no ar, ensanguentado, prestes a morrer. -Hoseok?! -O chamei, pra ter certeza do que estava vendo.

-Ta-Tae... -Sem forças, ele tentava falar. -Fu-fuja antes que ele volte. -Devagar ele levantou a cabeça e deu uma jogada nela em direção a porta.

-Eu não vou te deixar aqui sozinho! O que aconteceu? Me conta! -Insisti.

-Não dá! Apenas fu-fuja! -Ele repetiu que eu fugisse, foi aí que a grande porta se abriu, arrepiei por inteiro, mas era apenas a mãe de Hoseok, Metzli.

-Metzli! Me explica o que está acontecendo aqui! -Fui até ela.

-Taehyung, você é maluco? Não deveria estar aqui! -Ela falou, encostando em meu braço.

-Muito menos você, não é? -A mesma assentiu.

-Se asmodeus descobrir que venho até aqui pra curar Hoseok, serei torturada até a morte. -Ela falou.

-Mas porque estão fazendo isso? -Perguntei.

-Asmodeus acha que Hoseok foi o culpado pela libertação de Lilith. -Respondeu em tom baixo.

-O que? Mas todos sabemos que os culpados foram Jungkook e Jimin! -Falei.

-Mas não pra ele. -Ela falou, limpando o sangue no corpo de Hoseok com um pano úmido. -Por saber que meu filho se relacionou com Jimin, tudo que o bastardo se envolve, asmodeus julga Hoseok como se fosse culpado do ato.

-E  você vem aqui fazer isso todo dia? -Perguntei.

-Sempre que precisar. Não vou deixar meu filho apodrecer num lugar como este. Asmodeus não sabe o que... -Sentimos a terra começar a tremer.

-O que está acontecendo?! -Me escorei na parede.

-Eu não sei! Me ajuda a tirar o Hoseok daqui, rápido! -Assenti com a cabeça e a ajudei, ele caiu nos meus braços.

-Toma, leva ele para um lugar seguro, primeiro vou ver se está livre lá fora pra vocês dois passarem sem serem pegos. -Saí correndo e fui até lá fora, vendo a confusão, me assustei, mas voltei um pouco pra trás, para chamar Metzli pra sair. Com o braço de Hoseok sobre seu ombro, ela saiu com ele.

Foi quando avistei Yoongi vindo em minha direção. -Onde você estava Taehyung? -Ele perguntou.

-Depois eu te explico, agora me diz, o que está acontecendo aqui. -Perguntei.

-Ela voltou. -Respondeu.

-Ela?

-Kayle. -Falou.

VOP KAYLE

​*meia hora antes do tremor no inferno*

​Eu estava presa nas correntes ainda. Foi aí que uma luz, que quase me cegou, apareceu, iluminando o lugar inteiro.

​-Kayle. ​-Uma voz grossa e alta falou meu nome.

-Quem é você? -Perguntei.

​-Sou aquele que tem o nome acima de todos os nomes.

​-Não vai me dizer que é... -Fui interrompida.

​-Eu sou Deus, e tenho quase a certeza de que você não deveria estar aqui.

​-Não, eu não devia.

-Chanyeol anda preocupado com você. Precisarei de sua ajuda.

​-Ajuda? Ajuda com o que?

​-Irei liberta-la daqui, Lilith irá fundir o inferno com Seul, causando catástrofes, você deve impedir.

​-Como vou fazer isso? Eu não posso fazer muito contra Liltih

​-Você é filha de um filho meu. Você é uma híbrida, como dizes que não pode contra Lilith?

​-Eu não sei...

​-NUNCA DÚVIDE DE ALGO DITO POR MIM! VOCÊ TEM QUE SALVAR SEUL, SEU IRMÃO! SEU PAI! ​-Ele alterou a voz

                                                                                             ​[...]

VOP YOONGI.

​Corremos até onde estava formando fumaça, foi aí que Kayle apareceu. -Kayle, você está bem?! -Perguntei, a mesma me fitou, sem falar nada, apenas assentiu.

-Chamem o Namjoon. -Ela ordenou.

-Mas...

-AGORA! -Gritou. Taehyung foi atrás de Namjoon enquanto eu fiquei com ela. -Preciso falar com você Yoongi. -Ela falou, com uma expressão séria. -vamos até o reino de seu pai. -Assenti. Quando chegamos, fomos até meu quarto, ela me contou o que havia acontecido enquanto estava lá. O que me deixou surpreso.

-Então quer dizer que... se Lilith encontrar a árvore da vida...

-Está tudo acabado. Sim. -Ela finalizou.

-Quem vai conseguir parar ela? -Perguntei

-Ele disse que eu serei capaz disso... mas..

-E você é! -Segurei em suas mãos. -Kayle... por favor, salve Seul. -Olhei em seus olhos. Ao perceber que coloquei toda minha confiança nela, a mesma me surpreendeu com um beijo lento. Nos afastamos por alguns segundos, mas logo em seguida, eu a beijei, deitando a mesma sobre a cama, ficando por cima dela. Retirei minha camisa, a mesma fez o mesmo.

-E se nos pegarem? -Ela sussurrou.

-Não tem problema. -Respondi e ela riu soprado.

VOP KAYLE.

​Aquela não seria uma boa hora pra transar, mas, não dava mais pra resistir, Yoongi já tinha me ganhado. Novamente trocando de posição, fiquei por cima dele, bem em cima de seu membro que senti ereto. Desabotoei sua calça e a retirei, quando nos vimos já nus, ele me penetrou, não podendo segurar um gemido alto. Indo cada vez mais rápido, aquilo me dava prazer, Yoongi era muito bom no que fazia. Quando chegamos ao nosso limite, ficamos deitados, um ao lado do outro. -Porque não fizemos isso antes? -Ele perguntou.

-Talvez porque você me odiava. -Respondi com um sorriso.

-Quem disse que ainda não odeio? -Falou, ficando com a expressão séria, o que fez eu tirar o sorriso do rosto. -Não conte à ninguém o que aconteceu aqui entre a gente. -Ele se sentou na cama.

-Isso se o reino inteiro não ouviu. -Falei.

-Isso só foi um passa tempo, não pense outra coisa. Ainda não vou com a sua cara. -Abotoando a camisa, ele se levantou e saiu do quarto.

-Filho da puta.

 

 

 


Notas Finais


Oin e-e
espero que tenham gostado
Yoongi é um desgraçado memo viu? :v
eu matava


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...