História The Song - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Elsword
Personagens Add, Aisha, Ara Haan, Chung, Elesis, Elsword, Eve, Personagens Originais, Raven, Rena
Tags Chura, Edd, Elsha, Hentai, Plágio É Crime, Reva
Visualizações 15
Palavras 478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Harem, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Como odiava...


Aisha entrou em uma vã, não muito longe daquele local, as janelas estavam fechadas e impedia de ver do lado de fora, observou a pessoa abrir a portinha daquela "parede" que tinha entre os passageiros e os dois bancos de motoristas a frente.

- Vamos, aquele menino deve desmaiou, mande alguém buscá-lo, rápido, se não ele morre. - disse simples e rápido, fechando a janela e retirando aquela máscara, deixando seus cabelos vermelhos caírem. - Ha... Já estava me sufocando com isso. - encarou a mascara em mãos, jogando-a em qualquer canto, retirando aquelas luvas pretas. - Bem, prazer, Aisha, querida. - estendeu as mãos, fazendo a garota encarar a mesma com uma expressão um tanto assustada. - Ora, eu não vou te machucar. - sorriu, balançando a mão, Aisha apenas continuou a encarando. - Bem, vejo que ficarei no vácuo. - riu e abaixou a mão, retirando o casaco de lã preto, aparecendo sua blusa azul. - Não lhe julgo, afinal acabei de quase matar seu amigo e te sequestrar. - balançou a cabeça, para arrumar os cabelos sem a ajuda de suas mãos.

O caminho todo foi em silêncio, Aisha ficava apenas olhando suas próprias mãos, que nelas continha o coelho de pelúcia, enquanto a moça encarava a garota sorridente.

[•••]

A vã parou, fazendo o corpo de Aisha ir um pouco para frente, por conta do freio, assim, tirando-a dos seus devaneios.

- Chegamos. - a moça sorriu, descruzando suas pernas, ficando meio em pé dentro daquela vã. - Sorry, querida, mas preciso tampar seus olhos. - falou sorridente com uma venda preta, passando por cima dos olhos de Aisha, amarrando atrás de sua cabeça. - Ta apertado demais? - observou Aisha mover sua cabeça em modo negativo. - Ótimo, agora Vamos.

A moça guiava Aisha pela cintura, pois a garota insistia em não pegar em sua mão, entraram naquela casa que parecia estar abandonada a muito tempo.

- Demorou! - a voz se fez presente, mesmo que Aisha estivesse sem enxergar, deu para perceber de quem era.

Inconscientemente ela deu um passo para trás.

- Oh! Hiro-chan, está assustando ela. - deu para escutar o riso dela. - Desculpa a demora, houver alguns imprevistos e o transito não era dos melhores.

- Tsc... - resmungou, fazendo Aisha se encolher.

- Ah, sim! Esqueci! - retirou o pano da visão de Aisha, fazendo-a enxergar aquele local...

Acabado...

Era o que estava.

O local estava acabado, algumas partes do teto estavam substituídas por madeiras, havia teias de aranhas a qualquer canto, os moveis estavam desgastados e quebrados, mas o que mais lhe chamou a atenção foi a pessoa que estava a sua frente...

Hiroki...

Seus cabelos estavam maiores, sua barba parecia não ter sido feito a meses e seus olhos mostravam que não dormia bem.

- Olá, Aisha, filha querida. - sorriu... Ah... Aquele sorriso...

Como ela odiava ele...


Notas Finais


Hei, hei, eu não apareci nas primeiras notas, né?

É por que não tem muita coisa pra dizer, sorry, bem, eu já estou fazendo o próximo, alias... Quem aqui joga Elsword void? ADC linha Rose : RoseQuartzH

:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...