História The Souls- Temporada 2: K I N D N E S S - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Exibições 19
Palavras 391
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi! Desculpa a demora do cap (que ainda vai demorar um pouquinho mais). Já to postando esse mini-capítulo agora para não levar pedrada de vocês depois :3
Beijinhos de canela

Tenham bondade

Capítulo 11 - Nunca mais.


Fanfic / Fanfiction The Souls- Temporada 2: K I N D N E S S - Capítulo 11 - Nunca mais.

-Sinto muito, mas não podemos fazer nada pelo senhor.

O policial falou, se encostando na cadeira, atrás de sua escrivaninha muito bem organizada. Wallace estava indo para a delegacia dia após dia, e nada. Já haviam se passado meses e ele ainda não havia encontrado seu filho. Ele simplesmente sumiu.

-Eu estou nessa fila aqui desde as 7:30 da manhã...- Wallace falou lentamente, com raiva. Katia olhava para ele e para o policial. Ela o havia acompanhado até ali... estava realmente muito preocupada. Johnnatan, além de seu ajudante, era seu amigo, e ela o tratava quase como se fosse um irmão mais novo ou até mesmo... filho.

-Olha, o senhor não tem condições financeiras para iniciar uma investigação, sr. Wallace. –o policial falou, sem reação, e co tédio na voz- Não temos pistas, ou onde procurar. O senhor mesmo poderia começar uma, sabia? Mas a realidade é dura: enquanto o senhor não tiver o dinheiro, nós não podemos...

-ESCUTE AQUI, SEU FILHO DE UMA VADIA- Katia se levantou, interrompendo o policial- JOHNNATAN É UM BOM GAROTO. SE ALGUÉM SUMIU COM ELE E VOCÊS FICAREM AI, COM A BUNDA NA CADEIRA O DIA INTEIRO, SEM FAZER NADA, EU JURO QUE SOCO TUA CARA TÃO FORTE, QUE VOCÊ VAI SE ARREPENDER DE TER NASCIDO!

O policial chamou outros guardas, que estavam ali no canto, observando a baderna.

-Tirem eles daqui. Estão proibidos de voltarem a delegacia. Eu tenho assuntos maiores para resolver- os policiais pegaram Katia pelos braços e acompanharam Wallace até fora do recinto. Katia gritava e se esperneava, fazendo o trabalho deles ser muito mais difícil.

-EU QUEBRO SUA CARA! EU JURO! ME SOLTEM! ME SOLTEM!- Katia gritava, chutando os policiais, mas não adiantou. Wallace saiu pacificamente, mas quase que com lágrimas nos olhos. Ele sentia tanta falta de seu filho...

Wallace se sentou na calçada, enquanto Katia quase foi jogada para fora. Ela brandava e batia contra a porta, insultando e amaldiçoando a delegacia, mas então parou. Nada iria adiantar. Entre lágrimas, se sentou ao lado de Wallace e encostou sua cabeça no ombro dele. Ele responteu o ato abraçando ela, e se levantando devagar, enquanto ela chorava.

Andaram lentamente por entre a rua, ainda abraçados. Nada iria adiantar. Nossa, Johnny lhe fazia tanta falta... deixando um imenso vazio em seu coração. E infelizmente, nada iria mudar aquilo.

Nunca mais.

 


Notas Finais


Ai, gente, meu fells.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...