História The Story in Black and White (Imagine Jimin-BTS) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Chimchim, Imagine Jimin, Jimin, Min Suga, Min Yoongi, Namjin, Park Jimin, Suga, Você
Exibições 399
Palavras 2.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOIEE MONAMUUREEEES
ESSE E O ÚLTIMO CAPÍTULO DESSA SEMANA, OS PRÓXIMOS SO NA SEMANA QUE VEM (Aviso nas notas finais).
LEIAM COM AMOR ESSE CAPÍTULO POR QUE EU ESCREVI ELE COM AMOR~ <3

Capítulo 2 - Caneca Voadora


Fanfic / Fanfiction The Story in Black and White (Imagine Jimin-BTS) - Capítulo 2 - Caneca Voadora

(···) 7:00min. A.M

  Por que esses sapatos são tão desconfortáveis? Devia ter comprado um mas largo. Eu estava caminhando lentamente para a estação de metrô. Hoje teria aula de matemática e eu sinceramente não estava com ânimo algum....
- Por favor não esteja cheio. - Cruzei meus dedos torcendo para o metrô não está cheio como ontem.
   Ao chegar na estaçõe notei claramente que estava cheio -Que dececionante dona sorte-. Andei vagarosamente passando pelas inúmeras pessoas que ali havia cuidadosamente. Quando eu estava preste a entrar naquele metrô -horrivelmente cheio- alguém esbarra em mim e acaba soltando uns dos meus chaveiros que sempre ficavam pendurados do lado direito da mochila. Me abaixei com cuidado para não ser pisoteada ali mesmo.
     Peguei.
   Me levantei e notei a falta de algo. O metrô já havia começado a se locomover e as portas já estavam fechadas. Um desespero correu pelo meu corpo.
     EU VOU ME ATRASAR!
   Comecei a olhar envolta do local. Tantas pessoas, pelo menos alguma delas poderia me ajudar. Me aproximei de uma senhora a perguntando quando sairia outro metrô para o centro de Seul.
- Acho que daqui umas 2  horas minha jovem.
     2 horas!?
     Eu não tenho 2 horas!
   Sai da estação correndo a procura de um ônibus. Nada passava. Olhei as horas, 7:30.
     Eu to morta.
   Oque eu irei dizer? "Me atrasei porque abaixei para pegar meu chaveiro e perdi o metrô"?. Eu estava tão desesperada que comecei a andar em círculos na espera de um milagre.
- Táxi! - Uma mulher chamou a atenção de um taxista. Uma ideia veio a minha mente.
     Foi mal tiazinha.
   Assim que o táxi parou corri na direção do mesmo antes da mulher.
- Centro de Seul, por favor! - Disse ofegante após entrar e bater a porta. O motorista me olhava assustado.
- Eu chamei esse táxi! - A tal mulher gritou batendo do outro lado do vidro irritada, tranquei a porta como um flash.
- Olha eu sou uma estudante que vai chegar atrasada e preciso chegar rápido, olha - Mostrei o dinheiro que eu tinha na carteira. - eu tenho dinheiro, então por favor, ACELERA!
- Sim Senhora. - O motorista acelerou e eu abri o vidro do carro em movimento e gritei.
- EU SINTO MUITO MINHA SENHORA! - Conseguir ouvir de longe a mulher gritar um "Vai se ferrar!"
     Ótimo, agora eu sou uma estudante roubadora de táxis.

(···)

- Cadê a Miyuki? - Perguntei a Hana depois de a cutucar várias vezes seguidas, ela estava irritada pois disse que não gostou da nova "mamãe".
- Você não a conhece (Sn)? Ela ontem faltou pois ia pra uma de suas noitadas, acha mesmo que uma garota de 17 anos em ressaca viria para a escola?
   Miyuki Yume, nossa amiga que vamos dizer era a tal "Mal Caminho". Sempre em baladas, bebedeiras, ela era louca. Para muitos Miyuki era apenas a "garota das baladas", mas para nos que éramos amigas dela,  era meio diferente. Mas a mesma sempre foi uma boa amiga.
- Ah, tinha esquecido disso.
- E como vai sua leitura romântica?
- Vai bem, acredita que os personagens principais nem se tocaram? Ficaram so na base do olhar! Eu não entendo isso.
- Acho essas histórias bem melosas.
- Hana, você nem lê livros!
- Leio mangás.
- Tanto fa-
- Senhorita (Sn) e Senhorita Shimizu, - Hana revira os olhos. - gostariam de contar a turma oque  conversam tanto? - Perguntou o professor irônico.
- Não acha que se quiséssemos falar para todos oque conversávamos, estariamos falando com eles? - Hana respondeu o professor de matemática com pura grosseria.
- As duas, pra fora. - Ele abriu  a porta nos expulsando. Eu nem havia o respondido como Hana! Já iria me defender e o mesmo deu dois tapas na porta.
- Vamos! Eu não tenho o dia todo!
   Foi com essas últimas palavras que fomos expulsas de sala. Encarei a cara de Hana que estava calma como se não tivéssemos acabado de sermos expulsas da sala de matemática.
- Por que você o enfrentou!?
- Ele me irrita, e olha pelo lado bom, não temos que ver a aula daquele chato irritante.
- Mas vamos perder matéria, como também se a diretora ou outro professor nos ver fora de sala estamos ferradas.
- Relaxa (Seu apelido).
- Vamos para o pátio.
   Caminhamos até o pátio pensando que o local estaria vazio, mas estávamos erradas, havia 7 garotos perto das árvores.
- Quem são? - Perguntou Hana.
- Devem ter sido expulsos de sala também. - sentamos de costas para o "grupinho" de garotos.
- (Sn) vamos hoje a noite  naqueles trens parados que fomos semana passada? - Fiz uma careta nojenta. Nesse dia eu vomitei ao sentir o cheiro do cemitério que ficava a caminho de lá. Má lembrança.
- Se passarmos por outro caminho sem ser a do cemitério eu irei. - Ela sorriu.
- Fechado, passo na sua casa as 19:00 horas.
- Tudo bem. Por que quer ir lá?
- Da para ver muitas estrelas de lá, amo estrelas.
- Ei você não me contou oque houve ontem.
- Oque ouve ontem? - Hana tombou a cabeça para o lado.
- Madrasta, Nova Mamãe. - Tentei a lembrar. Ela parece ter lembrado e fez uma cara irritada.
- EU ODIEI AQUELA MULHER, (SN), O-DI-E-I!
- Oque ela fez?
- Ela é uma nojentinha!
- Seu pai realmente não escolhe muito bem....
- Vamos para o refeitório? Já vai dar a hora do intervalo.
- Tudo be-
   Senti algo bater fortemente em minhas costa, oque me fez grita e me assustar virada para trás.
- Me desculpa, meu amigo te acertou sem querer. - Um garoto de cabelos marrons pediu desculpas em nome do amigo.
- Eu estou bem, não foi nada.
- Quem são vocês? - Hana perguntou se levantando juntos comigo.
- Eu sou Jimin, Park Jimin. - O garoto de cabelos marrons disse.
- Sou (Sn), e essa é a Hana. - A garota sorriu falso. Acho que ela não gostou dos garotos.
- Esse são: kim Taehyung, Kim Namjoon, Jung Hoseok, o arremessador de bolas de futebol, Kim Seokjin, Jeon Jungkook e Min Yoongi. - Ele disse apontando para cada um deles.
- Você gosta de desenhos, (Sn)? - O tal Taehyung me perguntou.
- Sim eu gosto. - Ri de sua pergunta aleatória e o garoto me abraçou apertado.
- Então vamos ser grande amigos.
- Solta ela seu idiota, vai assustar a garota. -Yoongi puxou Taehyung.
- Vamos (Sn), já vai dar a hora do intervalo. - Hana saiu me puxando.
- PERA, PERA, PERA. - Seokjin segurou meu braço direito.
- Oque foi?
- Esse cabelo, menina, tá parecendo que você levou um choque. - Ele começou a passar as mãos tentando arrumando minhas madeixas.
- Acho que e porque eu fui atingida por uma bola de futebol. - Sarcasmo.
- DESCULPA! - Os 6 Gritaram juntos. Eu ri.
- Pronto. - Ele deu mais algumas arrumadas e me olhou. - Esta linda.
- Obrigada. - Corei levemente.
- Eu sou gay, antes que você pense algo. - Ele riu da minha cara de surpresa.
- Ooow, Eu na-
- Vamos (Sn)! - Hana me puxava novamente.
- Até mais!
   Caminhamos até o refeitório passando pelas salas vendo que todas estavam em aula. Chegamos no local e sentamos, logo saquei meu livro da capa azulante e Hana seu celular.
- Hana oque você está jogando? E aquele jogo que você estava tentando bater o recorde? - Ela me olhou por cima do celular e disse:
- Meu pai acabou de dizer que irá sair com a nojenta da namorada e é para eu fazer o almoço.
- você sabe cozinhar?
- Aí (Sn), silêncio por favor, antes que eu surte.
- Tudo bem. - Ri baixo para ela não se irritar e voltei a ler meu livro,
Mas logo fechei novamente e peguei meu celular ligando e vendo que continha duas mensagens, resolvi abrir uma.

(Você recebeu uma mensagem de: YanJin.)

" Vou chegar mais tarde hoje, seu almoço esta na geladeira. Se cuida <3."

   Minha tia iria chegar mais tarde hoje, certo.
   Ouvi o sinal tocar e vários alunos entrarem pela imensa porta daquele refeitório.
- Esse lugar parece um formigueiro. - Comentei comigo mesma
   Havia mais uma mensagem, abri rapidamente.

(Você tem uma mensagem de: Omma.)
    
Mãe?  Quase nunca me manda mensagens.

"Olá minha linda, a omma so esta mandando uma mensagem pra dizer que eu e seu pai te amamos muito <3."

   Desliguei o celular pegando o livro e o abrindo a onde havia parado.
- "eu não te amo como você me ama Richard! - Lucy sai do cômodo batendo a porta." Qual o problema dessa Lucy? Fazem um casal tão lindo, mas essa mulher não colabora!
   Peguei minha mochila para guardar meu livro mas resolvi organizar minha mochila, coloquei o livro ainda aberto em meu colo e fui organizando meus cadernos na mochila -Que por sinal também estão muito bagunçados- e o restos das coisas. Eu estava indo colocar o livro na mochila quando sinto algo ser arremessado em minha cabeça -Doeu- depois quebrar.  Um líquido escorria da minha cabeça para o meu corpo. Café.
     Café
     Café
     Espera, POR QUE TEM CAFÉ EM MIM!?
- Mas oque!?
- Oque é isso? - Hana Perguntou surpresa.
   Me levantei calmamente ouvindo barulho de cacos, respirei fundo e virei meu rosto visualizando 7 garotos pedindo desculpas.
- (Sn). - Hana me chamou. Me virei olhando o meu livro azul em suas mãos encharcado de café.
     O meu... maravilhoso..... livro....
   Respirei fundo contando até cem mantendo a calma.
     1
     2
     3
     Senhora Choi vai me matar!
     4
     5
     Eu não vou poder pegar mais livros!
- (Sn) não foi por querer. - Jimin e os 6 se aproximava passando as mãos pelo meu rosto é braços tentando tirar um pouco do excesso do líquido morno.
- Eu esbarrei no Jimin que estava com uma caneca de café e aí caiu tudo em você, desculpa. - Jungkook se desculpava.
- (Sn).... - Hana sabia que eu estava preste a surtar, não por eu está encharcada de café e sim pelo livro arruinado.
- HOJE E OQUE? O DIA DE JOGAR COISAS NA (SN)!? QUAL O PROBLEMA DE VOCÊS!?
- Calma, não foi de propósito
(Sn). - Namjoon tentou defender seus amigos.
- EU NÃO TO NEM AÍ! TA VENDO AQUELE LIVRO ALI? - Apontei para o livro nas mãos de Hana que continuava calada provavelmente apreciando a "Briga". - VOCÊS MOLHARAM ELE E AGORA EU VOU  TER QUE ME RESOLVER COM A VELHA CHATA DAQUELA BIBLIOTECÁRIA!Não, é isso.... - Peguei o livro da mão de Hana. - Vou dizer que quem estragou esse livro foi você Park Jimin!
- Me desculpa (Sn)!, olha pelo meu lado, eu também fiquei sem meu café.
- CAFÉ E O CARALHO, EU TO COM UM INCHAÇO NA MINHA CABEÇA! NÃO CAIU SO CAFÉ  NA MINHA CABEÇA NÃO, TÁ? A CANECA VEIO  JUNTO TAMBÉM!
   Puxei Hana e corremos para a biblioteca. Eu toda melada  e molhada  com um livro com algumas  folhas rasgadas e completamente molhado de café tentando explicar para Senhora Choi oque ouve.
- Então esta me dizendo que um garoto derramou café em você é no livro? - jimin chegou na hora Berrando:
- NÃO FOI POR QUERER, O CAFÉ PRATICAMENTE PULO DO COPO
- É O JIMIN TA CERTO! - Jungkook defendia o amigo.
- FICA QUIETO AÍ QUE QUEM TÁ TODA MOLHADA DE CAFÉ SOU EU
- VOCÊS ESTÃO PERSEGUINDO A (SN) É !?
- Vamos pra aula logo. - Suga se pronúncia.
- Eu acho que vocês estão fazendo muito escândalo. - Disse Hoseok.
- EU ACHO QUE VOCÊ DEVIA TOMAR NO CU! - Hana realmente estava irritada.
- SE EU FOR PROIBIDA DE PEGAR LIVROS AQUI, VOCÊ ME PAGA PARK!
- EU JÁ PEDI DESCULPA!
- CHEGAAAAAAA! - Ah velha Choi gritou. - TODOS PARA DETENÇÃO POR 4 HORAS! AGORA!
- OQUEEEEE!? - Todos gritaram.

(···) 6 horas depois.

*Ligação on*

- Acabei de vestir a roupa e já estou arrumada, Hana.
- Eu já estou indo, so falta meus sapatos.
- 4 horas de detenção cansa, minha bunda ainda dói de tanto ficar sentada....
- Depois de tanta briga, graças ao Jimin você ainda poderá pegar livros lá.
- Não sei oque iria fazer naquela escola sem poder ler lá.
- SAI DAI GATA MISERÁVEL!

Plaff

- Eita meu jesus, tá tudo bem Hana?
- A gata quebrou o.... SAI FILHA DA PUTA.
- Hana?
- Ela quebrou o vaso de flores da mesa.
- Meu deus!
- Essa gata não é de deus não. (Sn), Eu to indo, so vou....

PUFF

- Essa gata so destrói as coisas! Enfim, estou indo.
- Prende essa gata numa corda, por que , meu deus.

*Ligação off*

   Terminei de amarrar meus tênis e deitei em minha cama.
     Aqueles garotos vão  trazer problemas. Problemas divertidos.
   Resolvi colocar minha roupa suja de café para lavar. Descia as escadas e fui até a lavanderia. Limpeza profunda, limpo em imediato, eram tantos sabão, peguei um qualquer. Arrumei os ajustes da máquina de lavar e a liguei. Nunca tinha lavado roupa em toda minha vida, mas era assim que sempre via minha tia fazer. Sai e fui em direção às escadas.

Ding Dong

- ABRE QUE EU QUERO IR LOGO!
- JÁ VOU! - Gritei para Hana pegando meu celular e as chaves e saindo.
- Minha gata quebrou o.vaso da mesa e a  jarra de suco.
- Que gata agitada  - Rimos juntas. Caminhamos até a moto da garota. Droga ela sabe dirigir e eu mal ando de bicicleta,
- Suba minha  donzela. - Eu subi com cuidado.
- Lembra, não é pelo caminho do cemitério.
- Ok.

(···)

- EU DISSE PRA NÃO PASSAR PELO CAMINHO DO CEMITÉRIO!
- EU NÃO PENSEI QUE VOCÊ IA VOMITAR EM MOVIMENTO.
   Hana acabou passando pelo caminho que pedi para não passar e resultou em o cheiro do cemitério me enjoando e vomitando com a moto em movimento.
- Vamos subir logo no trem.
   Corremos até os trens  e notamos que o céu estava mais estrelado hoje. Tão bonito.
- Sobe você na frente. - Falei a Hana.
- Ok. - Ela subiu. - Vem, sobe.
- Calma.
   Assim que subimos notamos que no vagão  ao lado avião sombras e como duas pessoas curiosas andamos cautelosamente até o outro vagão.
- Mas oque... é isso? - Estava escuro, então eu me aproximei até lá com Hana calmamente e as sombras se mexeram nos assustando.
- AAAAAAAAAH - Eu e Hana gritamos e nos abraçamos.
- Aí meu Jesus!
- Não mata a gente. - Pedi chorosa.
- Tenho muito oque viver ainda!
- Oque vocês estão fazendo? - Abri os olhos ao perceber que a voz era conhecida.
- Jimin?
- Oque esta acontecendo? - Hana me soltou.
- Oque vocês estão fazendo
aqui? - Pergunta Hoseok.
- Viemos ver as estrelas e vocês?
- Ah mesma coisa. - So estavam ali: Jimin, Taehyung, Yoongi e Hoseok.
- Cadê o resto? - Hana se referiu a Seokjin, Namjoon e Jungkook que não estavam presentes.
- Jin e Nam estão juntos e Jungkook ficou fazendo lição de casa. - Taehyung respondeu.
- Eu estou com sono. - Suga coçou os olhos.
- Quando você não tá? - Retrucou Jimin.
   Sentamos todos juntos encima do grande trem.
- O céu e realmente muito bonito daqui, não acha? - Perguntei a Jimin que estava do meu lado esquerdo.
- Sim, muito bonito. - Ele sorriu. Os olhos de jimin se fecharam tanto que  pareciam apenas linhas desenhadas, aquilo era fofo.
- Ah, sobre o café. - Começou.
- Esta tudo bem.
- Mesmo? Eu não queria molhar seu livro, foi sem querer.
   Jimin continuava a falar e eu não prestava atenção em nenhuma palavra que ele dizia. Oque eu realmente estava prestando atenção era nos detalhes do rosto de Jimin sobre a luz da lua. incrivelmente lindo.
    Quem realmente é você Park Jimin?


Notas Finais


Escrevi esse capítulo as 4 horas da madrugada.
Pretendo postar 2 capítulos por semana ok?
Karina laaaaaaai
Ke
O JIMIN APARECEU FINALMENTE
*Solta confetes*
JSBKABWKWBSNSB

KISSUS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...