História The story of us - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Tags Emma Swan, Regina Mills, Swanqueen
Visualizações 266
Palavras 2.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei, demorei né?
Não se preocupem que a curiosidade de vcs sobre Emma se declarar ou não será desfeita nesse capítulo.
Ainda tem muitaaaa coisa pela frente.

Obs: não revisei, e não esqueçam que idéias, sugestões, críticas boas ou não são sempre bem vindos.

Boa leitura (👀📖)

Capítulo 9 - Pushin' me away,every last word,every single thing you say


POV  REGINA


"Emma: É... Porque eu te... " - de repente Emma foi interrompida pelo toque de seu celular - Ótimo  -disse irônica. 

"Ligação on"

Mary: EMMA, ONDE VOCÊ TA?  ACORDARMOS E SÓ VIMOS SUA CAMA BAGUNÇADA, ACONTECEU ALGUMA COISA COM SUAS FILHAS? 

Emma: Mary, calma... Ta tudo bem comigo, eu tive uma emergência, mas daqui a pouco tô voltando pra casa. -disse secando as lágrimas. 

Mary: Aaaaatah, acredito... -disse irônica - Vamos te esperar, até mais. 

Emma:Hahahahahaha até logo. 

"Ligação off"

Antes de largar o celular, Emma olhou no visor. 

Emma: 7h00 ...vou fazer um café pra você e vou correndo pra casa... - levantou da cama- ...porque eu não sou a chefe da empresa que posso ter alguns atrasos hahahaha. - Emma riu fazendo eu rir também - Vamos, levanta dessa cama e se arruma que eu vou fazer um café pra você. - disse saindo do quarto. 

Regina: Nossa, agora é a assistente que manda na chefe? Hahahahaha. - rimos. 

(...)

Me arrumei e cerca de 20 minutos depois fui até a cozinha, me deparei com uma mesa bem exposta, mas havia somente uma xícara. 

Regina: Ué, você não vai tomar café? 

Emma: Não, obrigada, eu só estava esperando você chegar, agora eu preciso ir pra casa... -disse pegando seu celular e suas chaves que estavam em cima do balcão -...Ah, e quanto a esse inchaço aí, chega na empresa e vai direto a sua sala, vou ver se com remédio consigo resolver isso antes que a Ariel te veja. - disse indo em direção a porta. 

Regina: Hahahahah pode deixar e... -disse me aproximando de Emma-... Muito obrigada, mais uma vez você me salvou. -involuntariamente a abracei e Emma retribuiu com um abraço apertado, porém não demorou muito para que nos soltassemos e ela se dirigisse até a porta. 

Emma: Imagina, não precisa agradecer..bom, eu vou indo, até logo. - levantou a mão para abrir a porta, mas eu fui em sua frente e abri. 

Regina: Tchau. -então ela virou se e foi embora. 


Pov Emma 

Meus movimentos eram involuntários, caminhar, entrar no carro, dirigir... Durante todo o caminho até em casa eu fiquei pensando : mais um abraço de Regina, mais um abraço de agradecimento, claro que eu estava feliz, mas eu queria mais, e nunca poderia ter, acorda Emma, você não é o tipo de mulher chique e sexy que Regina gosta, você é só uma caipira que não sabe nem como se portar em um restaurante...tenho que agradecer Mary pelo resto da vida, se ela não tivesse me interrompido eu teria cometido o maior erro da minha vida, meu Deus, eu quase me declarei, onde eu estava com a cabeça? Com uma simples frase eu quase coloquei tudo a perder. 

Ao estacionar o carro na garagem do meu apartamento, já comecei a me preparar para o interrogatório, porém eu não estava com tempo e muito menos com disposição para contar tudo. Mal entrei no apartamento e eles começaram. 

Killian: ONDE VOCÊ ESTAVA EMMA? 

Mary: PORQUE DEMOROU TANTO? 

Ruby: SENTA AQUI SWAN, CONTE-NOS TUDO, NÃO NOS ESCONDA NADA. - falou autoritária apontando para uma das cadeiras que haviam em volta da mesa. 

Emma: Eu não tenho escolha né? Vocês vão me atormentar a semana toda se eu não contar. 

Ruby: Ah, disso você pode ter certeza. - sentei e enquanto tomávamos café contei tudo para eles, as reações foram as mais diversas: risadas, gritos, surtos e Ruby até esqueceu do seu café para ouvir cada detalhe...eu contei tudo mesmo, claro que era antiético eu contar essas coisas sendo que Regina também era chefe de Mary e Ruby, mas todos eram meus amigos amigos de infância, compartilhavamos todos os nossos segredos e agora eles me acolheram no apartamento deles, e além de tudo eu confiava neles, sabia que não contariam a ninguém. 

Mary: Meu Deus. -ela só conseguiu pronunciar essas palavras. 

Killian: Aí Em, eu não acredito.

David: Ainda estou digerindo tudo, mas Regina é a maior pé de cana hahahahahaha. 

Ruby: GENTE, EU NÃO VOU PODER MAIS DORMIR, OS MAIORES BABADOS DA ON-E ESTÃO ACONTECENDO DE MADRUGADA AGORA. -disse realmente frustada arrancando risos de todos- EU TÔ FALANDO SÉRIO. 

Emma: Mas...você sabe né? Esse é o tipo de "BABADO"...-fiz aspas com os dedos- ...que não pode sair daqui. 

Ruby: Claro que eu sei Swan, pode ficar tranquila. 

Emma: Ótimo, agora eu vou me arrumar porque já estou atrasada. - fui até meu quarto, escolhi uma roupa e tomei um banho rápido, fiz a maquiagem simples de todo dia. 

(...)

Felizmente chegamos na empresa pontualmente, fui direto a sala de Regina e para minha surpresa ela já estava lá. 

Regina: Primeiro atraso ein, vou descontar do seu salário. -disse em tom de brincadeira. 

Emma: No que depender de MIM não vai mais se repetir. -enfatizei a palavra, também falando em tom de brincadeira e Regina riu- Ah, eu trouxe a pomada pra ver se conseguimos disfarçar esse inchaço. 

Regina:Ótimo, porque se a Ariel me ver assim, ainda mais em plena segunda-feira... Aí já viu né? Hahahaha -Regina, ela fechou os olhos assim que comecei a passar a pomada no machucado. 

Emma: Bom...não ficou perfeito, porque realmente estava muito inchado, mas deu pra disfarçar um pouco...-tirei um espelhinho da minha bolsa e entreguei para Regina- Dá uma olhada. 

Regina: Nossa...tá ótimo, melhor do que eu esperava... Como você conseguiu isso? brincou e rimos. 

Emma: Ora, eu faço mágica. -então nós paramos de rir e ficamos nos encarando sérias por alguns segundos...pouquíssimos segundos que foram o suficiente para que eu me perguntasse o que Regina estaria pensando.

Regina: Eeer...Emma, eu não lembro se tenho algum compromisso essa semana, você poderia checar pra mim? - era perceptível que ela havia dito isso para cortar o momento, posso dizer "constrangedor" que estávamos tendo ali. 

Emma: Ah, claro, posso sim. -fui em direção a minha mesa e liguei meu computador- Regina...temos uma reunião daqui a pouco com Ariel, Elsa e Ruby. 

Regina: Ah não, agora pela manhã?  Me diz que você tá brincando. 

Emma: Infelizmente não estou brincando hahahaha. 

Regina: Droga, eu não tenho escolha. 

(...)

"Na Reunião"

Chegamos na sala de reuniões e todos os olhares se direcionaram para Regina imediatamente. 

Ariel: QUE ISSO NO SEU OLHO REGINA? O QUE ACONTECEU? - se levantou e gritou tão alto que Ruby chegou a dar um pulo de sua cadeira. 

Regina: Areil, sem escândalos, não foi nada...portas de vidro, sabe como elas são perigosas. 

Ariel: Portas de vidro?  Conta outra né Regina, não nasci ontem e te conheço, garanto que se meteu em alguma briga por causa dessas vagabundas que você insisti em se envolver. 

POV REGINA 

A última coisa que eu queria hoje era me estressar, mas a Ariel estava me provocando, ela tinha essa sensação de posse sobre mim, desde criança ela era assim e eu só não a tirava dessa empresa porque ela havia passado dos limites, e eu ainda estava com dor de cabeça insuportável, então resolvi respondê-la. 

Regina: ESCUTA AQUI ARIEL, EU BRIGUEI E POR QUAL MOTIVO NÃO TE INTERESSA, VOCÊ PODE SER MINHA PRIMA, MAS ISSO AQUI É UM AMBIENTE DE TRABALHO EU TE PROÍBO DE USAR ESSES TERMOS NA FRENTE DOS OUTROS FUNCIONÁRIOS E MUITO MENOS FALAR COMIGO COMO SE EU FOSSE PROPRIEDADE SUA... PORQUE EU NUNCA FUI, NÃO SOU E NEM VOU SER, ACEITA ISSO DE UMA VEZ POR TODAS. 

Ariel: Tudo ben, CHEFE. - falou em tom irônico e se sentou envergonhada. 

POV EMMA 

Eu não soube como reagir durante a discussão entre Regina e Ariel, apenas olhei para Ruby que estava tão perplexa quanto eu, após Ariel sentar se novamente, todos também sentaram. 

Regina: Bom... Vamos esquecer as questões PESSOAIS... -enfatizou a palavra e encarou Ariel - ...E vamos começar nossa reunião. 

(...)

Eu estava me esforçando para prestar atenção em tudo e ajudar Regina no que fosse preciso, mas eu não estava conseguindo, eu estava com muito sono devido a noite cansativa e Regina não estava diferente, porém tentava manter se atenta... Eu não conseguia parar de bocejar, eu até tentava disfarçar, mas as vezes percebia Ariel me encarando. 

Ariel: Mas que falta de profissionalismo ein? -gritou me encarando. 

Regina: O que foi agora Ariel? -disse frustada. 

Ariel: COMO ASSIM O QUE FOI? A SUA ASSISTENTE TÁ QUASE DORMINDO AÍ, QUERIDA... LUGAR DE DORMIR É NA SUA CASA TÁ? AQUI É UMA EMPRESA SÉRIA, NÃO É QUALQUER BOTECO QUE TEM LÁ NO FIM DO MUNDO DE ONDE VOCÊ VEIO...REGINA VOCÊ TÁ DE PARABÉNS, ALÉM DE VOCÊ MESMA SER UMA IRRESPONSÁVEL AINDA CONTRATA UMA UMA CAIPIRA QUE LEVA TUDO NA BRINCADEIRA TAMBÉM. 

Regina: Ariel, JÁ CHEGA, QUAL O SEU PROBLEMA? 

Ariel: Eu não tenho problema algum, já você... ESSA EMPRESA TÁ UMA BAGUNÇA, SE NÃO FOR EU DAR UM JEITO EM TUDO, olha Regina, se a sua mãe descobre dessas suas irresponsabilidades... 

Regina: VAI LÁ, CONTA TUDO PRA ELA, VOCÊ TA DOIDA PRA FAZER ISSO HÁ MUITO TEMPO. 

Ariel: Não... Não se preocupe, eu vou dar mais uma chance a você e a essa caipira irresponsável. 

Regina: NÃO FALE O QUE VOCÊ NÃO SABE, A EMMA TEVE UM FIM DE SEMANA COMPLICADO. 

Ariel: Ora, mas não foi você mesma que falou para esquecemos os "problemas pessoais"?

Regina: Já chega, essa reunião acabou, vamos para minha sala Emma. 

Ainda perplexa, levantei de minha cadeira e segui Regina, após entrarmos na sua sala, Regina bateu a porta e se jogou em sua cadeira visivelmente frustada. 

Emma: Regina...eu tô muito envergonhada, foi por minha culpa que a última discussão começou, desculpa mesmo, eu não queria causar esse transtorno. 

Regina: EMM, PARA... -gritou me interrompendo e consequentemente me assustando -...para de se culpar, não foi culpa sua, a culpa foi toda minha... Você está cansada e com sono porque passou a madrugada cuidando de mim, eu só tenho a te agradecer, NUNCA que eu iria te culpar. 

Emma: É, mas a Ariel... -me interrompeu novamente. 

Regina: Não se preocupe com a Ariel, ela tem essa sensação de posse sobre mim, desde criança, ela sempre foi "apaixonada" por mim, mas eu nunca quis nada com ela, aí ela vive com essa "frustação", mas não se preocupe com ela ta bom?  Quem dá as ordens aqui sou eu, ela não vai te prejudicar. 

Emma: Mas ela mencionou sua mãe, então...Ela ainda tem algum poder aqui na empresa? 

Regina: Sim...realmente ela ainda não se desligou totalmente da presidência, ainda acha que se tiver algo errado ela pode interferir, as vezes nós até discutimos porque ela me deu esse cargo, mas está sempre me vigiando, sei lá, as vezes eu me sinto pressionada. 

Emma: Nossa...deve ser dificil mesmo. 

POV REGINA 

A tarde recebi um e-mail de uma empresária muito importante, ela queria falar comigo pessoalmente o mais rápido possível, mas eu teria que ir até a cidade que ela morava, ótimo... Ela era importante e se achava importante mesmo, eu não estava nem um pouco afim de viajar, mas se bem que a cidade que ela morava não era tão longe e um negócio com uma empresária dessas provavelmente seria imperdivel. 

Estava decidido, eu iria, porém...ainda não sabia se Emma estaria disponível para uma viagem e eu realmente queria que ela fosse comigo, ela seria uma grande ajuda nessa reunião...Emma havia ido levar uns catálogos para Ruby há um tempo atrás, então decidi ligar e pedir que ela viesse logo para cá, precisava falar com ela, pois a empresária pediu urgência. 

"Ligação on"

Ruby: Olá. 

Regina: A Emma ainda tá aí com você? 

Ruby: Ah Boss, a "salvadora" tá aqui sim. 

Regina: Do que você chamou ela? 

Ruby: De Emma. 

Regina: Ótimo, peça para que ela retorne logo para cá, preciso falar com ela. 

Ruby: Ok Boss. 

"Ligação off"

Ruby: Sua amada está a sua procura. -disse com um sorrisinho. 

Emma: Shiuuuu, Ruby eu já disse que aqui na empresa você não pode tocar nesse assunto nem em pensamentos. E que loucura é essa de me chamar de salvadora? 

Ruby: É o que você é loira, a Salvadora... Sempre que a super Boss ta em perigo você a socorre. E não está mais aqui quem falou. 

Emma: É bom mesmo...bom, vou indo qualquer coisa que precisar é só ligar.- então fui em direção a sala de Regina - Com licença, me chamou Regina? -disse entrando na sala. 

Regina: Sim, eu preciso falar com você, sente-se por favor. Então... Eu preciso viajar para comparecer a uma reunião muito importante e eu gostaria de saber se você pode ir comigo, vamos ficar somente uma noite fora, é coisa rápida, é a 200km daqui, vamos no meu carro mesmo... É que a empresária é dessas meio "chatas" sabe? Ela quer me ver pessoalmente e para isso tinha que ir lá, mas negociar com ela vai valer a pena. 

Emma: E...essa viagem seria quando? 

Regina: Ela quer me ver o mais rápido possível, se você estivesse disponível para irmo amanhã e voltarmos na quarta seria ótimo. 

Emma: Por mim tudo bem. -dei um leve sorriso. 

Regina: Tem certeza?  Você não precisa de um tempo para falar com suas filhas e seus amigos? 

Emma: Não, as minhas filhas eu só vou poder ver sábado mesmo...-por um momento fiquei triste - ...mas quando eu sair daqui eu ligo para deixar um recadinho para elas. 

Regina: Você sente muita falta delas né? 

Emma: Muita...além do medo de perder elas de novo, mas não adianta, eu não posso criar elas grudadas em mim pelo resto da vida.

Regina: Entendo... Você é admirável mesmo. -mais uma vez ficamos alguns segundos nos encarando. - Então...tudo certo para a viagem? 

Emma: Sim. 

Regina: Então... Eu vou te liberar mais cedo hoje, para você arrumar suas coisas e também...Descansar, eu, você... E Ariek, sabemos que você está precisando. -rimos. 

Emma: Mas ainda são 16h, você não vai precisar da minha ajuda aqui? E também a Ari... -Regina me interrompeu. 

Regina: EMM, VAI, EU TÔ MANDANDO. - tentou parecer autoritária, mas não aguentou e começou a rir- Esquece a Ariel tá?  Você é MINHA assistente, então eu estou mandando você ir para casa e descansar, porque amanhã eu vou tomar seu tempo de novo hahahahaha. 

Emma: Tudo bem, e que horas vamos sair? 

Regina:Amanhã despois do expediente, saimos daqui 18h00, você vai para casa, se arruma e la por... 19h30 eu passo lá no seu apartamento. 

Emma: Ótimo...então, eu vou indo, qualquer coisa que a senhora precisar é só me ligar. -disse abrindo a porta. 

Regina: Senhora? Me senti velha. 

Emma: Hahahahaha tchau Regina. -disse saindo da sala. 

Ao passarpelo corredor vi Ariel saindo de sua sala, pronto, lá vem bronca. 

Ariel: Espera aí... Você ta indo embora? Ou...você foi demitida? 

Emma: Não Ariel, eunão fui demitida, minha chefe me liberou mais cedo, temos um compromisso importante amanhã. 

Ariel: Aaaah é?  Que bondosa essa sua chefe. -nem me deu tempo de responder e seguiu em direção a sala de Regina. 

POV REGINA 

Estava distraída  na minha sala quando Ariel entrar porta a dentro. 

Ariel: QUE ABSURDO É ESSE REGINA? 


Notas Finais


Nossa esse capítulo foi cheio de treta entre Regina e Ariel, essa ruiva ainda vai aprontar muitooo

E aí gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...