História The stylist - Jung Hoseok - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Coréia Do Sul, J-hope, Seul
Exibições 59
Palavras 1.465
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora, mas na semana é realmente difícil rs

Capítulo 2 - Capítulo DOIS


(...)

- Até mais tarde, (S/N). – Park Jimin foi o único que falou algo quando se despediu de mim. Eu o retribui com um sorriso. Todos os outros membros apenas fizeram seu típico cumprimento em silêncio. Ah, aquele esquisito também ficou sorrindo feito um louco novamente, J-hope, se não me falha a memória.

(...)

(S/N): É um mais esquisito do que o outro.

(SUA MELHOR AMIGA): Ahhh, mas você sabia como era o kpop quando aceitou esse emprego.

(S/N): É... Mas, ver todo o circo tão perto de mim foi um baque. HAHAHAHHA

(S/M/A): HAHAHAAH, cuidado pra não ser despedida logo no primeiro dia. Você ainda nem me disse o nome da banda.

(S/N): Eles não estão aqui. Eu estou indo no hotel pegar meus pertences e fechar a conta, hoje eu começo a dormir no apartamento. Se você não tivesse perguntado, eu não teria lembrado de dizer o nome HAHAHHA É BTS ou Bangtan Boys, sei lá.

(S/M/A): Ahhhhhh eu já ouvi falar dessa banda. São bem famosos, até. Acho que já vieram aqui no Brasil...

(S/N): Ei, a gente se fala depois? Acabei de chegar no hotel e vou resolver logo essas pendências. Beijo.

(S/M/A): Ok, beijo!

(...)

O bom desse trabalho estava no fato de que eu não teria que me preocupar com acomodação, nem alimentação; sem mencionar que o salário era excelente, valia a pena. O contrato tinha um ano de validade, então eu iria juntar todo o dinheiro que eu pudesse para abrir minha própria loja de roupas, acredito fortemente que seria o suficiente já que eu tinha uma boa quantia na poupança, pois desde nova estive trabalhando.

(...)

- OI! – Jung Hoseok falou quando me viu chegando em seu apartamento, na verdade, nosso apartamento. Droga, ele estava sorrindo aquele sorriso idiota de novo.

Que retardado!

- OIIII! – Exagerei em meu sorriso, a intenção era zoar com a cara de Hoseok.

- Você só tem uma mala?

- Ah meu Deus! – Levei uma mão à cabeça, fingindo preocupação. – Acho que esqueci a outra lá embaixo.

- Não se preocupe, eu posso ir pegar pra você.

Mas será possível, ele não para de sorrir nunca?

O rapaz saiu às pressas em direção ao elevador e eu fiquei apenas o observando com um sorriso muito estridente. Depois de entrar e fechar a porta, meus olhos percorreram a sala de minha nova moradia, era incrivelmente linda, limpa e espaçosa. A sala possuía uma televisão muito grande, sofás cuidadosamente brancos e uma parede de vidro que permitia-nos ter uma visão ampla da cidade lá em baixo.

- Você já chegou... – Suga falou e eu não consegui perceber sua emoção, se era positiva ou negativa. Ele interrompeu a vistoria que eu estava fazendo na sala.

- Ham... Sim.

- Que ótimo, hoje à noite nós temos um evento. Tem algumas roupas lá em cima, os meninos estão esperando para você nos direcionar na escolha... – Ele passou os olhos pela cozinha. – Só falta o J-hope. Você o viu? – Neguei com a cabeça. – Então vamos logo com isso, depois você acha uma roupa pra ele. – Assenti.

(...)

- V, correto? – Falei segurando uma muda de roupas. – Eu acho que essa pode combinar com você. Você quer provar? – O garoto de cabelos laranjas assentiu e pegou a cruzeta que eu estava segurando, indo para atrás de uma parede que havia no quarto.

Nós estávamos agora no quarto em que, segundo os garotos, era meu escritório. Era espaçoso e haviam muitas araras com roupas de todos os tipos; o quarto era todo espelhado, tinha máquina de costura, tecidos, linhas, enfim... tinha tudo que eu poderia precisar. E um sofá, no qual os meninos estavam sentados me observando.

- Com licença, senhorita (S/N), mas eu não achei a sua mala. – J-hope chegou de repente na porta do quarto em que nós estávamos, ele estava ofegante.

- Mala? – Falei sem me lembrar que eu tinha enganado o pobre rapaz, mas logo me dei conta. – Ah, tudo bem. – Falei e voltei ao que estava fazendo, sem lhe dar importância. – Muito bem... o próximo é você Park Jimin. – Jimin me respondera com um sorriso fofo.

Nós estamos há duas horas tentando escolher roupas para esses meninos, mas está sendo mais difícil do que os seminários da faculdade. Eles não cooperam em nada e Hoseok, o bobo da corte, me interrompe a cada palavra. Eu os encarava com a cara fechada, eles percebiam e se calavam, mas quando eu virava as costas podia sentir que J-hope estava fazendo alguma palhaçada, e assim todos começavam a rir de novo.

Que saco!

(...)

Foi difícil mas eu terminei. As horas passaram voando e logo já era noite.

- Jungkook, eu preciso apenas terminar uma coisinha na sua blusa. – Falei enquanto estava com uma agulha na boca e as mãos na roupa de Jungkook.

- Meninos, vamos! – Era a voz do manager os chamando lá da sala. – A van está esperando vocês.

- Pronto, Jungkook. – Sorri para ele.

Quando desci as escadas, todos estavam um ao lado do outro e modéstia à parte, suas roupas estavam esplendorosas. Como sempre, Hoseok estava fazendo brincadeiras com seus colegas; o olhei e revirei meus olhos. Esse garoto não me entra.

- Aí está a responsável! (S/N), eles estão fantásticos. – O manager me falou e, se curvou; retribuí o mesmo gesto e sorri.

- Ham... Eu preciso ir hoje para este evento? – Temi a resposta do manager, pois a coisa que eu mais queria era poder deitar na minha cama e descansar depois de uma tarde inteira trabalhando com crianças de dez anos.

- A senhorita deve acompanhar os meninos sempre que eles saírem com as roupas que a senhorita escolher, mas como hoje foi seu primeiro dia de trabalho, abrirei essa exceção. Bom descanso! – Meus músculos relaxaram de felicidade e eu dei um leve sorriso. Acenei para os meninos que se dirigiram para a porta.

(...)

Finalmente um bom banho quente. Estou exausta, mas ainda sim feliz. Ter um espaço com material necessário para criar minhas próprias roupas era fantástico. Depois de comer uma salada tentei achar algo interessante na televisão, mas sem sucesso e enfim, deitei-me na cama de casal mais macia que eu experimentei – e olha que já experimentei algumas – e aí sim adormeci.

(...)

Meu Deus, que horas são?

Desci as escadas e vi a festa. Hoseok era a música. O ódio por esse menino só aumentava. Enquanto Suga e Namjoon estavam sentados com um ar de cansaço no rosto mudando os canais da televisão, Jung Hoseok estava rindo – para variar – e cantando. Eles usavam ainda as mesmas roupas que eu escolhera mais cedo.

Ele parou quando me viu na metade da escada. Eu estava de camisola. Que droga, esqueci de vestir algo por cima. Todos me olharam, pois perceberam o silêncio de J-hope em minha direção; eu estava de cara fechada.

- Desculpe. – Jung Hoseok murmurou.

Com muita raiva, eu apenas voltei para o meu quarto, e pude continuar de onde tinha parado.

(...)

- Bom dia, (S/N). – Jin estava colocando o café em cima da pequena mesa na cozinha.

- Bom dia, pessoal.

Todos estavam na mesa rindo.

- Qual a piada? – Continuei depois de me sentar.

- Você vai adorar... – Jung Hoseok falou entre risos.

- Ham... Com licença, meu celular tá tocando. – O interrompi e subi as escadas com pressa para esperar que todos acabassem o café da manhã. Hoseok me irritava de uma maneira inexplicável.

(...)

- (S/N), nós estamos indo pro estúdio. Provavelmente só voltaremos no final da tarde. – Namjoon falou do lado de fora do meu quarto.

- Ok.

(...)

(S/N): Se você o conhecesse não estaria dizendo que eu estou exagerando.

(S/M/A): Você que é muito rabugenta HAHAHAH Parece que tem 80 anos.

(S/N): HA HA.

(S/M/A): Então, quando você vai conhecer a noite sul-coreana? Não tem nenhuma festa boa perto de onde você mora?

(S/N): Não faço ideia. Estou morando aqui há um dia. Mas, no final de semana irei dar uma procurada com certeza.

(S/M/A): Chama o Hoseok.

(S/N): Muito engraçada.

(...)

Minha mãe me ligava perguntando se estava tudo bem, se eu estava comendo, se eles estavam me tratando bem, e essas coisas que mães se preocupam. Conversar com (S/M/A) era uma válvula de escape que eu poderia usufruir para expressar todos os sentimentos que eu tinha por Hoseok: raiva, raiva e raiva.

(...)

- Hey, stylist, você já está conosco há uma semana. – V falou e todos bateram palmas. Sorri com a boca fechada.

Nossa, uma semana. Grande bosta. Aliás, por que stylist em inglês e não no idioma nativo deles? Nunca irei entender essas pessoas.

- E é por isso que hoje nós iremos jantar fora. – Namjoon falou e mais palmas.

Se eles bateram palmas mais uma vez, terei que tomar medidas drásticas.

(...)


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo novo =)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...