História The stylist - Jung Hoseok (J-hope) - BTS - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Coréia Do Sul, Jhope, J-hope, Jung Hoseok, Kpop, Min Yoongi, Romance, Seul, Stylist, Suga, The Stylist
Visualizações 2.044
Palavras 1.066
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


=)

Capítulo 5 - Capítulo CINCO


- Vamos pessoal! – O manager falou gritando da sala de estar, como sempre, nos avisando que a hora de ir para o local do show havia chegado.

Apesar de ainda ser de tarde e ter sol, os meninos me alertaram que sempre saiam mais cedo em dias de apresentações para evitarem atrasos e subir mais uma vez em cima do palco para checar se estaria tudo nos conformes. Eu sendo uma boa subordinada, apenas obedeci. Todos seguimos em direção ao local do show.

Já estávamos no espaço em que aconteceria o show do BTS e antes de entramos, notamos a longa fila que ainda estava crescendo. Nossa, eles realmente fazem sucesso. Fomos direto para o imenso camarim em que os garotos iriam ficar e guardei minha bolsa.

- Vem com a gente. – J-hope falou enquanto puxava a minha mão para irmos em direção ao palco. Não pude argumentar, pois ele segurava minha mão direita muito forte.

Eu estava de frente para um grande espaço vazio em cima do palco junto de todos os outros meninos. Era fantástico. Fiquei admirada quando os técnicos testaram os efeitos que seriam utilizados mais tarde, como, as luzes, alguns sons e fumaças.

O relógio já nos avisava que a noite havia chegado e então, a hora para que os garotos subissem ao palco chegou.

- Boa sorte, meninos. Vocês irão arrasar. - Falei enquanto eles estavam em uma grande roda de mãos dadas.

- Claro que iremos, nossas roupas estão maravilhosas. – Jimin me respondeu e todos concordaram, batendo palmas e rindo.

Durante o show, eu fiquei nas laterais do palco os observando. Eu nunca tinha visto nenhuma apresentação como aquela. Seus movimentos eram tão envolventes e sincronizados. A música era cem por cento chiclete. Eles eram fantásticos. Se eu estivesse me apresentando no lugar de um deles não aguentaria nem por dois minutos. Assim que acabavam uma música já engatavam em outra e sua coreografia continuava perfeita, sem erros perceptíveis. Fiquei totalmente encantada. Os gritos dos fãs também transmitiram muita emoção. 

- Parabéns. Vocês... – Palavras me faltaram. – foram incríveis.

Todos me agradeceram e então o manager entrou no cômodo em que estávamos para dar os parabéns. Esperei que todos eles tomassem um banho e trocassem suas roupas. Foi até que rápido, sabendo que são um bando de homens suados que terminaram um show há poucos minutos. Voltamos para casa na mesma van que eles sempre usavam. Me sentei ao lado de Yoongi. Gostava de sua conversa, e da maturidade que ele mostrava em comparação com os outros.

- Quando tem de novo?

- Você gostou mesmo. Quer dizer que não foi fingimento? – Suga riu.

- Claro que eu gostei. Eu não minto. Quando eu não gosto, eu digo e ponto.

- E do J-hope, você gosta? – Olhei para ele e revirei meus olhos fazendo com que o rapaz sorrisse. Voltei meu olhar para a janela e Suga me ofereceu um fone de ouvido. Seguimos escutando uma música, da qual o garoto disse se chamar First Love.

A volta para casa não poderia ter sido mais animada e dessa vez nem Hoseok me tirava do sério. Quando chegamos em casa, comemos sanduíches e bebemos refrigerantes. Muito saudáveis, parabéns. Como todos estávamos cansados em vista de termos saído de casa muito cedo, fomos logo dormir.

Demorei muito para dormir, estava me sentindo ansiosa. O motivo eu não sabia, mas de vez em quando essas crises de ansiedade me perseguiam. Acho que era alegria devido ao show ter sido um sucesso e claro, minhas roupas terem sido um sucesso. Antes da performance dos garotos, eu estava imaginando milhares de problemas, como, por exemplo, que eles ficariam todos pelados em cima do palco por que as roupas poderiam magicamente rasgar, e pensava que seria demitida e nunca mais seria contratada por ninguém. Aquilo estava me enlouquecendo, mas tudo correu no caminho oposto do meu medo: havia sido um sucesso.

Para a minha triste surpresa, quando acordei de madrugada, vi que o banheiro de meu quarto estava vazando água da parte de trás do vaso sanitário, então resolvi não usar. Me dirigi para o andar de baixo, em busca do banheiro que havia próximo a sala. Todavia, tive uma surpresa ainda maior na sala de estar.

Na metade da escada, eu pude ver muito bem o que estava passando na televisão: um filme pornô. Havia alguém no sofá, só que não pude identificar. Eu sabia o que estava acontecendo ali, aquele barulho era conhecido para mim – eu não sou nenhuma virgem. Poderia ser Jimin, Jungkook, Jin ou Hoseok - devido ao cabelo escuro. Fiquei sem reação, mas então comecei a tossir anunciando que estava na sala.

Jung Hoseok, que estava sem blusa, se virou para mim e buscou desesperadamente fechar a televisão, mas acabou aumentando o volume. Ele me olhou, mas eu voltei para meu quarto gargalhando com aquela cena. Quer dizer que debaixo dessa carcaça de palhaço existe alguém que pensa em sexo?

- Senhorita (S/N), por favor me desculpe. Não é o que você está pensando. – Hoseok falou já dentro de meu quarto. Eu estava na cama rindo muito de sua constrangedora cena.

- O que é essa gosma branca em sua barriga? – Falei parando de rir, fingindo que realmente estava vendo alguma gosma branca. Hoseok procurou com um certo desespero algo que pudesse incriminá-lo em seu abdômen, mas não encontrou. Isto me fez retornar ao estado de riso em que Jung havia me encontrado quando chegou a meu quarto.

- Se-senhorita (S/N) por favor, a senhora não pode contar para ninguém.

- Ai Hoseok, você é mesmo um idiota. Por que você não se masturbou dentro do seu quarto? – Hosoek estremeceu de vergonha quando eu falei a palavra masturbou. – Não precisa ficar assim, isso é a coisa mais natural do mundo. Todo mundo faz isso, o seu pai faz isso e a sua mãe também. E tem mais, seu pai faz isso pra sua mãe e sua mãe faz isso pro seu pai. – Ele permanecia calado, Hoseok estava constrangido de uma maneira que eu desconhecia, nunca tinha o visto daquele jeito durante esse curto espaço de tempo em que eu estive dividindo a casa com os garotos. Tudo que eu conhecia dele era seu jeito estúpido de fazer graça em todos os momentos. – Vá dormir, se não contarei tudo para todos amanhã. – Falei contendo o riso e ele foi correndo para seu quarto.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. =)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...