História The suicide - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 6
Palavras 1.969
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Mutilação, Necrofilia, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Tentando


 Acordo, vou direto para o banheiro fazer minhas higienes matinais, coloco uma blusinha pequena, uma calça meus tenis. Desço as escadas, o almoço está pronto. Hoje será meu primeiro dia na escola,estou ansiosa porém muito nervosa, como será os professores? Como será meus colegas? Ai meu Deus! Mal posso esperar! Pego minha mochila, e coloco tudo dentro

 -Filha! Já acordou? 

 -Já mãe! Estou ansiosa!

 -O almoço já está pronto, pode comer agora se quiser

 -Ok, obrigada mãe, quero chegar cedo para saber mais sobre a escola!

 -Entendi, fiz coxinha de frango para você levar para a escola! 

 -Sério? AAAAAAAH! É O MEU LANCHE PREFERIDO! OBRIGADA MÃE VOCÊ É A MELHOR! 

 A abraço e ela também me abraça. Faço meu prato, como mais que tudo, depois saio de casa 

 -Boa sorte filha!

-Obrigada mãe E saio de casa 11:30...

 No caminho encontro garotas da minha escola, elas olham para mim e para meu corpo e fazem cara de nojo, mas não me importo, continuo indo para escola até uma delas chegar em mim e perguntar:

 -Você é aluna nova? 

 -Sou sim! Você também é? 

 -Não sou não

  -Ah entendi Assim que chego na escola, ela sai correndo e grita: -AGORA GENTE! Várias pessoas começam a jogar bolinhas de papel em mim, uma delas acerta o meu olho me fazendo derrubar os livros e meus materiais. Todos riem da minha cara. Pego minhas coisas e vou para a sala, procuro não me importar com isso nem me deixar a levar por essa. 

 Na sala sento no canto e no fundo, um garoto chega e mim e fala: 

-Oi, eu vi o que fizeram com você, você se machucou?

 -Não, ta tudo ótimo- sorri para ele 

-Ah sim... Qual seu nome?

 -Mel! E o seu?

 -Paulo! Vamos ser grandes amigos Mel... 

 -Tomara!

 Ele iria falar alguma coisa mas a professora o interrompeu: 

 -Paulo! Pro seu lugar agora! 

 Ele sussurra para mim baixinho

 -Mais tarde nós conversamos

 Fiz que sim com a cabeça 

 A professora nos da boas vindas para mim e para todos, e o sinal bateu na hora que ela iria dar lição 

 Saio da sala e sento em uma mesa sozinha, procuro Paulo mas não o encontro, então como as coxinhas,até uma menina chegar em mim e perguntar:

 -Você já tentou fazer uma dieta? Você está gorda e horrível!

 -Não e não tenho vontade nenhuma!

 -Se você quiser,posso te apresentar minhas amigas ana e mia, elas vão te ajudar a emagrecer e você ficará perfeita e todos pararão de te zoar

 -Não obrigada, detono as coxinhas e vou embora, fico pensativa mas ignoro. Volto para a sala meus pensamentos estão a mil, mal consigo prestar atenção na aula, até o sinal bater

 Acho a menina que disse sobre a ana e a mia e vou falar com ela 

 -Oi, pensei bem sobre isso, acho que vou me tornar amiga delas!

 -Isso é bom! Você ficará linda! -Quando posso começar?

 -Amanhã você pode ir na minha casa para eu te mostrar as dietas?

 -Claro! 

 -Ok, te vejo amanhã  -Tcheu

 Volto da escola e vou para casa, minha mãe me abraça feliz 

 -Que bom que você voltou!

 -Sim! Senti sua falta mãe!

 -Também senti! Ela me da um beijo na testa, e logo me chama para jantar: 

 -Ah mãe não estou com fome, comi biscoitos hoje na escola, quero descansar e dormir um pouco 

-Ah,entendo, então bom descanso minha princesa,a mãe ama muito você!- 

ela me abraça e da um beijo em minha testa 

-Também amo a senhora! Subo as escadas me jogo na cama com mochila e tudo e durmo  

Dia seguinte

Me levanto da cama, meu estômago esta roncando mas eu não posso me render a comida, bebo um copo de água e vou para o quarto me arrumar, me olho no espelho e começo a chorar. Parece que eles tinham razão, nunca vou ser linda de verdade, estou longe disso. Me visto e saio de casa, caminho até chegar na casa dela

Bato na porta

Toc toc

Ela me atende

-Mel!- ela fala e eu fico surpresa por ela já saber meu nome

-Oi

-Sou Gabrielly, pode me chamar de Gaby

-Ta, Gaby..

-Pode entrar

A sala dela é espaçosa, linda, parece uma mansão!! Tem vários lustres pequenos e uma pequena mesa. A casa dela não deve dar nem 2 da minha

-Espere, vou buscar o caderno

-Ok

Me sento no sofá, começo a xeretar as coisas e acho fotos de modelos magras e bonitas e isso me decepciona, fico vendo até ela voltar com o caderno

-Pode ficar com ele pra você!

-Muito obrigada mesmo!

-De nada

Dou uma olhada nas dietas e fico admirada, mas não falo nada,até porque preciso e quero ser bonita e perfeita. Volto para casa e vejo com mais atenção:

1° dia

Café da manhã: água a vontade

Almoço: cafe preto sem açúcar/ uma maçã

Janta: chá sem açúcar (200 ml)

Obs: caso sair da dieta por algum motivo, no dia seguinte tomar apenas água e leite, é permitido exercícios em excesso e o uso de remédios para o emagrecimento

Eu consigo, vou começar

Mel bebe o cafe e come uma maçã pequena e vai para a escola. A mãe de Mel da um beijo na filha e ela vai para a escola

No colégio 

Paulo chega e conversa com ela:

-Você é tão linda,sabia?

-Não Paulo, não exagere!

-Não estou exagerando, é verdade, você é perfeita do jeito que é!

-Não, estou longe disso

Os dois ficam em silêncio...

O sinal bate. Eles vão para a sala e Paulo novamente fica longe de Mel

A professora começa a dar aula, Mel sente uma vontade enorme de comer algo mas sabe que tem que controlar a fome. 

O sinal bate

Gaby e Mel se encontram 

-Oi!

-Oi

-Como esta indo?

-Estou fazendo tudo bonitinho, mas ainda estou com muita fome

Paulo chega na hora

-Meninas! Olha trouxe pizza de calabresa!

Mel não resiste e da uma mordida, Gaby a puxa pelos braços e a leva para o banheiro 

-Você está louca?

-Louca por que? Eu estava com fome!

-Com fome? Então por que não bebe uma água? E enquanto o bebedouro enche sua garrafinha, por que você não faz uns exercícios? Quer se tornar a menina gorda e feia, que todos a desprezam? É isso que você quer?

Mel começa a chorar

-Você tem razão! Sou uma fracassada que não sabe nem se controlar

-Pare, venha aqui, vou te ajudar

Gaby segura os cabelos de Mel e Mel força um vômito. Gaby enxuga suas lágrimas e da um beijo em sua bochecha

-Não se preocupe, você vai ficar bonita!

Elas saem do banheiro, Paulo vem correndo perguntar para a Mel o que havia acontecido 

-Ah... Coisas de mulher Paulo!

-Hum entendi- diz ele devorando mais um pedaço da pizza- Você quer?

-Não obrigada

O sinal bate e todos vão para sala, todos começam a rir de Mel e a jogar lixo e outras coisas nela, ela começa a chorar e a se sentir uma inútil, mas continua na sala. O horário bate, Mel vai para a casa de Gaby. Ela sai da escola e vai direto para a casa dela

Elas sobem e vão para o quarto. Elas fazem vários abdominais e polichinelos até a mãe de Gaby bater na porta:

-Meninas, comprei uma pizza, vamos comer!

Mel sussurra no ouvido de Gaby:

-E agora? O que vamos fazer?

-Vamos comer apenas um pedaço, depois eu te falo o que fazer

-Ok

Descemos as escadas, Mel come apenas metade de um pedaço e sai correndo para o banheiro, Gaby vai em sua direção 

Gaby bate na porta

-Gaby?

-Mel

-Pode entrar

Mel força mais um vômito, se sente péssima e quase desmaia, mas consegue se levantar

-Vou para casa

-Entendo,até mais

-Até

No caminho sinto minhas pernas doerem muito, minha pele está ficando amarelada e com algumas manchinhas, estou odiando isso

Ao chegar em casa a mãe de Mel a manda imediatamente comer, Mel faz um chá e faz flexões de braço enquanto ele não fica pronto. Ela o toma, escova os dentes e dormeMe levanto da cama, meu estômago esta roncando mas eu não posso me render a comida, bebo um copo de água e vou para o quarto me arrumar, me olho no espelho e começo a chorar. Parece que eles tinham razão, nunca vou ser linda de verdade, estou longe disso. Me visto e saio de casa, caminho até chegar na casa dela

Bato na porta

Toc toc

Ela me atende

-Mel!- ela fala e eu fico surpresa por ela já saber meu nome

-Oi

-Sou Gabrielly, pode me chamar de Gaby

-Ta, Gaby..

-Pode entrar

A sala dela é espaçosa, linda, parece uma mansão!! Tem vários lustres pequenos e uma pequena mesa. A casa dela não deve dar nem 2 da minha

-Espere, vou buscar o caderno

-Ok

Me sento no sofá, começo a xeretar as coisas e acho fotos de modelos magras e bonitas e isso me decepciona, fico vendo até ela voltar com o caderno

-Pode ficar com ele pra você!

-Muito obrigada mesmo!

-De nada

Dou uma olhada nas dietas e fico admirada, mas não falo nada,até porque preciso e quero ser bonita e perfeita. Volto para casa e vejo com mais atenção:

1° dia

Café da manhã: água a vontade

Almoço: cafe preto sem açúcar/ uma maçã

Janta: chá sem açúcar (200 ml)

Obs: caso sair da dieta por algum motivo, no dia seguinte tomar apenas água e leite, é permitido exercícios em excesso e o uso de remédios para o emagrecimento

Eu consigo, vou começar

Mel bebe o cafe e come uma maçã pequena e vai para a escola. A mãe de Mel da um beijo na filha e ela vai para a escola

No colégio 

Paulo chega e conversa com ela:

-Você é tão linda,sabia?

-Não Paulo, não exagere!

-Não estou exagerando, é verdade, você é perfeita do jeito que é!

-Não, estou longe disso

Os dois ficam em silêncio...

O sinal bate. Eles vão para a sala e Paulo novamente fica longe de Mel

A professora começa a dar aula, Mel sente uma vontade enorme de comer algo mas sabe que tem que controlar a fome. 

O sinal bate

Gaby e Mel se encontram 

-Oi!

-Oi

-Como esta indo?

-Estou fazendo tudo bonitinho, mas ainda estou com muita fome

Paulo chega na hora

-Meninas! Olha trouxe pizza de calabresa!

Mel não resiste e da uma mordida, Gaby a puxa pelos braços e a leva para o banheiro 

-Você está louca?

-Louca por que? Eu estava com fome!

-Com fome? Então por que não bebe uma água? E enquanto o bebedouro enche sua garrafinha, por que você não faz uns exercícios? Quer se tornar a menina gorda e feia, que todos a desprezam? É isso que você quer?

Mel começa a chorar

-Você tem razão! Sou uma fracassada que não sabe nem se controlar

-Pare, venha aqui, vou te ajudar

Gaby segura os cabelos de Mel e Mel força um vômito. Gaby enxuga suas lágrimas e da um beijo em sua bochecha

-Não se preocupe, você vai ficar bonita!

Elas saem do banheiro, Paulo vem correndo perguntar para a Mel o que havia acontecido 

-Ah... Coisas de mulher Paulo!

-Hum entendi- diz ele devorando mais um pedaço da pizza- Você quer?

-Não obrigada

O sinal bate e todos vão para sala, todos começam a rir de Mel e a jogar lixo e outras coisas nela, ela começa a chorar e a se sentir uma inútil, mas continua na sala. O horário bate, Mel vai para a casa de Gaby. Ela sai da escola e vai direto para a casa dela

Elas sobem e vão para o quarto. Elas fazem vários abdominais e polichinelos até a mãe de Gaby bater na porta:

-Meninas, comprei uma pizza, vamos comer!

Mel sussurra no ouvido de Gaby:

-E agora? O que vamos fazer?

-Vamos comer apenas um pedaço, depois eu te falo o que fazer

-Ok

Descemos as escadas, Mel come apenas metade de um pedaço e sai correndo para o banheiro, Gaby vai em sua direção 

Gaby bate na porta

-Gaby?

-Mel

-Pode entrar

Mel força mais um vômito, se sente péssima e quase desmaia, mas consegue se levantar

-Vou para casa

-Entendo,até mais

-Até

No caminho sinto minhas pernas doerem muito, minha pele está ficando amarelada e com algumas manchinhas, estou odiando isso

Ao chegar em casa a mãe de Mel a manda imediatamente comer, Mel faz um chá e faz flexões de braço enquanto ele não fica pronto. Ela o toma, escova os dentes e dorme




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...