História The Sweetest Sin - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Richard Armitage
Personagens Personagens Originais, Richard Armitage
Tags Richard Armitage
Exibições 41
Palavras 611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


hey hey,mais um capitulo o/
Ficou pequeno,mas o próximo vai ser maior,prometo

Capítulo 33 - Denuncia


Fanfic / Fanfiction The Sweetest Sin - Capítulo 33 - Denuncia

(Sophie's POV)

Depois de dar aulas maravilhosas e fui pra casa:

-oi mãe 

-ola

-o traste apareceu?

-não

-ai meu deus 

-também estou bem preocupada com esse sumiço dele 

-ainda bem que só com mais um salário da escola e eu consigo o dinheiro pra ir embora,vai partir meu coração deixar as crianças,mas vai ser melhor pra nós duas 

-só as crianças?

-quem mais seria?

-não se faça de besta Sophie,você sabe de quem eu to falando 

-claro que eu vou ficar triste em deixar o Richard aqui,ele me ajudou muito,virou meu amigo,mas eu tenho que seguir em frente mãe 

-tem mesmo,ir embora de Vancouver,arrumar um homem que realmente te ame e que me de netos 

-mãe!HAHAHA

-eu quero netos ué,imagina que lindo você ensinando ballet pra uma menininha 

-eu nem sei se vou arrumar alguém mãe haha 

-vai sim,você é linda 

-você é minha mãe

-e sou sincera hahaha 

-eu vou fazer o jantar hahaha 

Fui fazer o jantar e alguma coisa estava me incomodando,uma preocupação que não sei dizer ao certo de onde surgiu me deixou nervosa,mas continuei fazendo o jantar,comi,tomei um banho,vi tv com a minha mãe e fui deitar.

[...]

Sexta-feira,acordei cedo,me arrumei,e fui tomar café,queria ir pra missa:

-já está acordada?

-vou na missa 

-ah sim

-quer ir?

-posso?

-claro mãe haha 

-tudo bem então,vou tomar café e vou me arrumar 

-ok 

Tomamos café juntas e fomos para a igreja,mas para a minha surpresa,era o outro padre que estava lá recebendo os fiéis e quando me viu,fez uma cara estranha,então entrei na igreja com a minha mãe e sentamos próximas ao altar:

-cade o Richard?

-eu não sei mãe,ele deveria estar aqui

-vai ver ele ficou doente filha

-é,pode ser

Assistimos a missa e quando estávamos saindo,o padre me chamou:

-com licença,você é a moça que sempre está com o Richard né?

-sim,sou eu,Sophie,por que?

-prazer Sophie,me chamo Marcus

-prazer padre Marcus 

-desculpe perguntar,mas qual a sua relação com o Richard?

E agora,o que eu respondo?

-bem,de início eu vi pra igreja pra buscar ajuda,ele se empenhou e acabamos ficando próximos,diria que somos amigos

-ele te falou se ia viajar ou passar alguns dias foras?

-não,com certeza ele teria me avisado se tivesse ido viajar,ele também não tem motivos pra viajar,não tem parentes,não tem ninguém

-hm,isso só confirma nossas suspeitas 

-suspeitas de que?

-o Richard está desaparecido

Eu gelei,devo ter ficado da cor de uma folha de caderno novinha:

-como?

-o dia que você veio na missa das 13h e perguntou sobre ele,eu achei que ele estivesse fora por conta do orfanato,mas ele não voltou pra igreja

-meu deus,vocês tem que contatar a policia-minha mãe falou 

-já fizemos isso,mas eles queria ter a certeza de que ele não tinha ido viajar,por isso quis perguntar a você Sophie 

-foi ele mãe,foi o Jasper 

-quem é Jasper?

-meu marido,ele está com o Richard 

-por que ele estaria com o Richard?

-ciume doentio 

-você em certeza?

-absoluta,eu marido disse que ia viajar,ele nunca sai de casa,ele só pode estar com o Richard 

-você pode ir comigo a delegacia pra contar isso ao delegado?

-com todo o prazer 

-ok,eu vou tirar a batina e vamos até a delegacia 

-eu espero 

Ele saiu e eu olhei incrédula pra minha mãe 

-ele foi longe demais,agora eu quero esse monstro mofando na cadeia-falei 

-foi longe demais mesmo 

O Padre apareceu e fomos para a delegacia e eu contei o que eu sabia:

-você sabe que seu marido vai preso né?

-é tudo que eu mais quero,eu quero fazer outra denuncia a ele

-você tem certeza minha filha?-minha mãe pareceu preocupada 

-tenho,quero acabar com isso de vez

-pode falar Sra McGuinnes

-ele me agride.


Notas Finais


Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...