História The Teacher - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias 100%
Tags Allybrooke, Camilacabello, Dinahjane, Fiftharmony, Laurenjauregui, Normanikordei, Norminah
Exibições 93
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Violência
Avisos: Bissexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpinha a demora mi amores, ainda estou sem celular, então...

Paciencia com os cap pequenos, assim que eu pegar meu celular novamente vou fazer cap maiores, prometo!

IHHHHH, ACHO QUE VOU DAR UMA VIAJADA PRO TAL ESTADO QUE FAZ 40° HAHA.

diga de onde vocês são, quero saber aonde voces habitam haha

Capítulo 16 - Miss u


                        POV  Normani

-Lauren?  Vem pra minha casa agora!

-O que houve, Bear?  Por que está  com essa voz de choro?

-Em casa te explico, mas vem logo.

Desliguei a chamada e joguei meu celular em qualquer canto da sala,  eu não  estava acreditando em tudo que estava acontecendo,  como assim Siope era o pai biologico do Anthony? Como ele poderia ter feito toda aquela crueldade com a Dinah? Como eu nao notei isso antes e vivi com um monstro desse do meu lado por tanto tempo?

Todas essas perguntas rodavam nos meus pensamento e eu nao conseguia obter respostas concretas sobre isso, eu nao conseguia acreditar em tudo que Dinah sofreu nesses tempo todo desde a morte de seu pai, ate a fuga pra Miami.

Depois de quase meia hora chorando pela sala,  a campainha toca e corro pra atender sabendo que era Lauren.

-Bear,  o que houve?  Vim correndo pra cá depois de recebi sua ligação.

-Siope é  um monstro, Lauren, ele é  um montro!

abracei Lauren o mais forte que pude e chorei tudo o que tinha pra chorar nos ombros da minha amiga,  ela afagou meus cabelos e fazia um barulho de chiado na intensão de me acalmar. Depois de alguns minutos ali chorando, eu e Lauren fomos pra cozinha e ela me ofereceu um copo com agua e açúcar na tentativa que aquilo me acalma-se .

-Mani...  Agora que você está mais calma,  voce pode me explicar o que houve?

-Siope -pausei, respirei fundo e continuei - Ele é pai  do Anthony.

Lauren arregalou os olhos e abriu a boca em um perfeito 'O' e pediu pra que eu prosseguisse com um gesto das mãos.

-A alguns anos atrás , ele invadiu a casa da Dinah completamente bêbado , violentou ela.

-Não... Sempre achei que Siope nao prestava,  mas chegar a esse ponto? Não,  nao acredito nisso - Lauren negou com a cabeça  e continuou - Quem te contou isso?

-Dinah!

-Meu deus... -Lauren  sussurrou como se estivesse falando com ela mesma.

-E tem mais...

-Mais?!  -lauren gritou

-Sim...  Depois disso tudo, ela engravidou, o pai dela faleceu na frente dela, a mae dela obrigou ela morar com ele e por dois anos,  ele a violentou e agrediu ela.

-E como ela escapou disso? Como que ela nao encontrou com ele ainda?  -lauren perguntou curiosa e com um tom de espanto - Ou ja encontrou?

-Nao!  Nao encontrou -respirei fundo- e esse é  o medo dela, de encontrar ele por ai, por que ela me disse que Ally ajudou ela a fugir da Califórnia pra cá, ela é  uma foragida -fiz aspas com os dedos- e o medo dela é  que ele faça  algo com ela, ally ou pior..
-Anthony... -Lauren  completou.

-Exatamente! E agora ela quer se afastar de mim, Lauren, isso nao pode acontecer!

- Calma Bear...

-Eu tento,  Lauren,  mas nao consigo! Como vou olhar pra ele depois que ele voltar dessa viagem a Nova Iorque? Eu nao vou conseguir.

-Vai sim... Olha, talvez tenha sido melhor essa viagem de última hora, foi bom ele ter ido nessa inspeção de advogados,  assim você  pensa no que fazer quando ele chegar.

-minha vontade é  de matar ele, Lauren!

-Nao pensa nisso. Pensa no que vai fazer com a Dinah, ela é  mais importante agora.

-Você  tem razão...

.......

2 meses, 8 semanas, 60 dias sem falar com a Dinah,  sem ter noticias dela, sem ver ela. Eu perguntava sempre ao Anthony  como ela estava,  mas parece que o garoto foi instruído a nao falar nada.

Ja era quase 17:00 e Anthony ainda estava na creche, eu nao podia ir embora enquanto estivesse uma criança comigo, e logico que eu não deixaria meu pequeno sozinho.

Ia ligar pra mae dele da secretária, ja que era regra ligar pro responsável caso passase do horario. Assim que ia discando o número, o portão da creche foi aberto com uma rapidez aparecendo uma baixinha com a respiração ofegante como se tivesse corrido uma maratona.

-Ally!

-Mani, oi. Vem príncipe, vamos pra casa -Ally disse ja puxando a mão do garoto e saindo.

-Ally, espera! Por favor!

-Mani, eu nao posso, me desculpe! -Ela dizia com o semblante triste, como se quisesse falar comigo mas nao podia.

-Por favor..  Me diz como ela esta, por favor! Eu te imploro!

Ela exitou um pouco, mas não cedeu, apenas colocou Anthony no banco de trás do carro que era de Dinah, deu a volta no carro, abriu a porta e entrou, pelo retrovisor me olhou como se me pedisse desculpas por tudo aquilo e partiu.

-Droga!

...

Cheguei no meu apartamento exausta! Subi pro meu quarto arrancando minhas roupas e indo direto pro banho. Tomei um banho rapido e desci pra assistir qualquer porcaria que estivesse passando na TV  a cabo.

Depois de ficar horas e horas ali sem fazer nada, a campainha tocou e eu levantei  devagar pra atender,  assim que abri nao pude  deixar de me surpreender com a pessoa em minha frente.

-Siope?!

-Oi, meu amor.


Notas Finais


Ih... Todo mundo gorfando com a chegada desse cara ai

Vejo vocês no twitter @beyftdinah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...