História The Teacher - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Fifth Harmony
Exibições 173
Palavras 1.466
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey sweets eu voltei com um pouquinho de POV LAUREN agora.

Capítulo 5 - Capítulo Quatro



LAUREN POV
A casa estava uma completa bagunça.
- Passou um furacão por aqui? - perguntei oque fez Vero explodir em gargalhadas - Cadê a Lucy?
- Foi para o trabalho a mejera da patroa dela ligou e mandou ela chegar imediatamente antes que a demitisse, parece que outra garota tinha se atrasado também e a cobra loira já estava a ponto de assasinar alguém e foi descontar a raiva na Lucy
- Ao menos ela foi trabalhar, coisa que certas pessoas aqui deveriam fazer
- Eu tentei arrumar um emprego mas não tenho vocação pra isso
- Ah claro você só come e dorme o tempo todo
- Eu não sou tão folgada assim
- Claro que é, você deveria ao menos tentar trabalhar ao invés de ser sustentada por sua noiva. A propósito quando será o casamento?
- Daqui dois meses, ainda estamos organizando as coisas. E quanto a ser sustentada pela noiva, você sabe que a Lucy não se importa com isso
- Claro que não, já se acostumou com você é a única coisa que ela pode fazer é arrumar essa bagunça
- Eu não sou tão bagunçeira assim, foi o Rex que fez essa bagunça
- Isso mesmo, coloca a culpa no cachorro - falei rindo e me deitando no sofá, senti algo quente em minhas costas e puxei a coisa revelando uma blusa do Capitão América completamente molhada de suor - Eca! - falei ao ver que minhas costas estavam molhadas do suor de sua blusa - Veronica!
- Essa blusa não é minha
- Ah! Claro que não é, como se a Lucy fosse largar uma blusa encharcada de suor aqui no sofá
- Mas é sério, essa blusa não é minha
- Ok, vou fingir que acredito - falei jogando a blusa no chão, a casa estava uma completa bagunça cheia de roupas sujas espalhadas nos móveis e no chão e restos de comida. Deitei a cabeça em uma almofada que fez um barulho estranho - Mas oquê foi agora? - tirei a almofada e vi um pedaço de pizza esmagado no sofá
- Tá bom, fui eu que deixei essa pizza aí
- Você é muito nojenta sabia disso
- Não tenho culpa. Cresci com um garoto
- É, eu também. Mas não sou tão porca assim como você. Me diz quando foi a última vez que você tomou banho?
- Eu? Faz dois dias
- Como a Lucy aguenta dormir ao seu lado?
- Eu troco de roupa e passo perfume
- Eu fazia isso, mas com cinco anos. Sabe oque é uma criança de cinco anos? Pois é, era essa idade que eu tinha quando fazia isso. E minha mãe sempre descobria que eu fazia isso e me obrigava a tomar banho
- Você vai fazer isso?
- Vai logo tomar banho Veronica, eu arrumo essa bagunça
- Tem certeza? Tá muito bagunçado é capaz de ter alguma coisa morta aí debaixo dessa roupa
- Vai logo antes que eu mude de ideia - Vero correu para o banheiro levando bem a sério o meu "antes que eu mude de ideia" levantei do sofá e fui até a área de serviço. Vi um balde grande e azul completamente vazio, achei um lugar para colocar aquelas roupas imundas. Peguei o balde e fui até a sala, peguei todas aa roupas do chão e as do sofá e coloquei no balde. Mas ainda tinham mais roupas, levei o balde até a área de serviço. Ele estava muito pesado então demorei alguns minutos para ir até lá. Coloquei todas as roupas na máquina de lavar separando as brancas das coloridas. Deixei a máquina fazendo seu trabalho enquanto eu fui para sala pegar o resto de roupas que faltava. Quando voltei as roupas já tinham lavado e eu coloquei o "second round" na máquina. Estendi as roupas lavadas mas pelo visto o varal não caberia para todas as roupas. Voltei para sala com uma vassoura, varri a casa toda e juntei as sujeiras de restos de alimento e poeira e as joguei no lixo, nada a comentar sobre os móveis fiz uma cara de nojo quando vi eles livres daquele monte de roupas da Vero e algumas da Lucy. Imagine um sofá cheio de restos de comida sendo que algumas delas eram bolo,pizza e nachos. Agora imagine você tendo que limpar esse sofá. Imaginou? Muito nojento né. Mas oque você não faz pelas amigas, depois passei pano na casa e deixei as roupas restantes em uma cesta, até as outras secarem.
- Uau! Você deu uma de Cinderela e arrumou tudo isso aqui? - Vero perguntou me fazendo rir um pouco, finalmente ela tinha tomado  um banho e agora estava vestindo um short jeans e uma blusa com um coelho e uma faca ao seu lado escrito "Mate o coelho" - Você realmente tomou banho não foi?
- Sim, olha meus cabelos estão molhados - ela disse sentando-se ao meu lado
- Vai pegar as roupas do varão e estender as que falta
- Por que você não faz isso?
- Porque não sou sua empregada
- Nossa, magoei - Vero falou e foi até a área de serviço. Agora eu conseguia achar o controle da TV, ele estava no raque ao lado do aparelho de som que cheirava a lustramovéis. Peguei o controle e liguei a TV estava no canal Cartoon Network
- Por que está nesse canal? - perguntei quando vi Vero voltar a se sentar com a cesta com as roupas secas
- Os desenhos são muito bons
- Vero, você tem quantos anos?
- Vinte e cinco
- Tudo bem, você ainda assiste Hora da Aventura?
- Não tem idade para assistir Hora da Aventura ou Gravity Falls
- Você ainda assiste Gravity Falls?
- Pois é né. Eu não posso deixar de ver o Dipper e a Mabel
- Meu Deus Vero
- Ah fala sério, você é professora do ensino fundamental menor e não assiste desenho?
- Eu sou uma professora do ensino fundamental menor e não uma criança do ensino fundamental menor
- Ah! Você é muito chata! - Vero disse indo para seu quarto guardas as roupas limpas
- Eu não sou chata - falei cruzando os braços e mudei o canal, mas passei para Nickelodeon - Fala sério Vero - mudei o canal e foi o canal do Disney Channel - Veronica aqui não tem canal de adulto?
- Claro que tem, a Fox é um exemplo deles
- Só falta você assistir a Discovery Kids também
- Eu assisto, lá passa Barney. É uma recordação de infância e você não vai assistir nada agora
- Por que?
- Os Feitiçeiros de Warvely Place começam daqui cinco minutos
- Porra Veronica, eu quero assistir o jornal eu posso?
- Não, não pode nós vamos assistir a Selena Gomez como Alex Russo - Vero disse pegando o controle, cruzei os braços quando ela mudou de canal. Aproveitei e me deitei no sofá, quem sabe eu dormia. Mas isso não aconteceu, eu prestei atenção na série que Vero estava assistindo. Era até meio que interessante por mais que fosse chato contar a história de três adolescentes feitiçeiros sendo que o mais velho é um nerd certinho, a do meio é a garota mais irritante do mundo e o mais novo é um completo imbecil. Eu acabei dormindo no sofá e acordei quando Lucy chegou.
- Lauren, não aguentou a Vero e acabou dormindo? - Lucy perguntou rindo ela usava uma saia preta justa e uma blusa social, seus cabelos estavam amarrados em um rabo de cavalo, usava um salto de tamanho médio vermelho e tinha pouca maquiagem no rosto
- Não, é que eu não gosto muito de séries infantis
- Foi você quem arrumou essa casa?
- A Vero que não foi - falei rindo e Vero me olhou e mostrou o dedo do meio depois voltou a atenção para a TV, estava passando Gravity Falls - Eu vou fazer o jantar, se comportem vocês duas
 - Coisa chata, lembra quando a gente assistia esse desenho? - Vero perguntou
- Claro, mas nós tinhamos apenas doze anos na época
- Você amava a Mabel, lembra?
- É, ela era fofa
- Eu não acredito que você cresceu Lauren, você e eu eramos tão infantis quando mais novas porque tinha que crescer e se tornar tão chata?
- Bem, essa é a vida. Humanos são assim, eles nascem, crescem e morrem - Lucy veio até a sala
- Esqueçi de fazer compras, não tem nada aí - Lucy disse com um celular na mão - Quem quer uma pizza?
- Eu! - Vero gritou ainda encarando a TV e eu praticamente fiquei surda
- Meu ouvido porra! - falei e ela riu


Notas Finais


Eu tenho quatorze anos assisto Gravity Falls e Hora da Aventura mesmo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...