História The Teacher (Min Yoongi) - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Suga
Tags Drama, Romance, Violencia
Visualizações 97
Palavras 925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura amores <3

Capítulo 42 - Envelope


Fanfic / Fanfiction The Teacher (Min Yoongi) - Capítulo 42 - Envelope

- Hoje você vai ser toda minha...

Aquelas palavras me arrepiaram por completa, eu sentia falta de seus toques e beijos, não que naquela lugar não nos beijávamos mas não se passava daquilo, e imagino que Yoongi também não deveria mais estar aguentando então separei nosso beijo o empurrando para dentro do quarto logo fechando a porta de vidro já que estava um pouco. Quando me virei o mesmo já estava sem suas roupas apenas com sua Box preta, mordi os lábios diante daquela cena, fui para cama e Yoongi rapidamente me envolveu em seus braços me prensando contra o colchão, arfei quando senti seus dedos deslizarem por baixo de minha blusa.

-yoongi... não me torture assim- pedi sentindo minha respiração falha conforme rosávamos nossos lábios, Yoongi desceu suas mãos até minha saia a puxando junto a minha calsinha.

-Como senti falta de seu corpo (s/n)- confessou com seus lábios em meu pescoço, sorri com seu comentário, conforme seus beijos desciam meu corpo um arrepio novo radiava por meu corpo, seus lábios macios envolveram o interior de minha coxa me fazendo gemer por mais... Olhei suas feições completamente maliciosas conforme retirava meu sutiã.

Seus lábios foram direto a meus seios me fazendo corar um pouco, seus dedos faziam movimentos circulares em minha intimidade e o único lugar que conseguia descontar todo aquele prazer era em seus cabelos  suas costas, os meus lábios eram completamente machucados por Yoongi ter colocado seus dedos dentro de minha intimidade sem aviso algum. Os meus gemidos eram o único som que se ouvia no quarto, Min não parecia satisfeito então desceu seus lábios novamente entre minhas pernas.

-Quero ouvir meu nome entre seus gemidos amor... É tão excitante...- sua voz rouca contra minha vagina me causou um arrepio indescritível até sentir sua língua ir ao encontro de meu clitóris.

-Yoongi-ah...- senti seus sorriso entre minha intimidade me fazendo arfar, ele era realmente bom no que estava fazia me fazendo gozar rapidamente, o puxei para mim invertendo nossas posições- Deixa eu ti recompensar...- sorri maliciosamente para o mesmo que retribui selando rapidamente nossos lábios.

Coloquei Yoongi sentado na cama e abaixei sua Box ficando com meu rosto entre sua ereção e suas pernas.

-(s/n)...- ofegou quando passei a língua em seu falo inchado.

Yoongi pendia a cabeça para trás respirando ofegante. Suas mãos puxavam o lençol fortemente. Dei varias lambidas por sua extensão e sentei em seu colo lentamente estimulando-o mais ainda. Min arfou e ergueu seu quadril arrancando um gemido de nós dois.

-(s/n)...- dizia ainda rouco e ofegante, eu amava aquela sua voz. Especialmente daquela forma...

Yoongi investiu mais algumas vezes, nossos corpos se juntavam freneticamente. Ambos não queriam parar e muito menos estávamos cansados. Rapidamente senti seu orgasmo misturando-se ao meu. Seu corpo suado se deitou ao meu lado me puxando para seu peito.

-Senti falta disso- riu selando seus lábios ao meu, nos tempo e aprofundei meu rosto em seu pescoço.

-Agora podemos matar a saudade a vontade- beijei seu pescoço vendo o mesmo se arrepio, ri me afastando do mesmo- já volto

-Não demora- me puxou para mais um beijo, seu sorriso era hipnotizante. Coloquei sua camisa e minha calcinha e sai do quarto, estava louca de sede, provavelmente teria alguma bebida na cozinha para trazer para Min e eu. A casa ainda estava com alguns abajures ligados mas a principio bem escura. Entrei na cozinha ligando a luz e buscando as taças e logo achando o vinho. Peguei alguns cachos de uva e coloquei em uma pequena sexta que encontrei no balcão, desliguei a luz e fui em direção as escadas, antes que subisse percebi um papel branco próximo a entrada da casa, deixei as coisas que estavam em minhas mãos e me aproximei pra ver do que se tratava, o cheiro no papel me era familiar... um perfume que me lembrava alguém.

Abri o pequeno envelope  com um cartão em tom avermelhado, a letra e as palavras fizeram meu corpo estremecer, aquilo não era possível eu deverias vendo coisas...

“Oi meu amor... como senti sua falta, eu irei lhe buscar! Vai ficar tudo bem ok? ...

Ah eu não suporte vê-la nos braços dele, você me decepciona as vezes querida mas tudo bem... ele deve ter feito sua cabeça. Eu estou chegando.”

Meu olhos lagrimaram e minha garganta secou rapidamente.

-Meu amor porque demora tanto?....- Yoongi me encarando correndo em minha direção me segurando antes que caísse ao chão, eu estava com medo e tremula- Ta tudo bem? Por favor me diz algo! – estendi o pequeno papel, o mesmo me encarou confuso mas primeiro me ajudou a sentar no sofá, colocou as coisas que eu havia pego na pequena mesa de centro.

Seus braços foram em volta de meu corpo me fazendo sentar em seu colo, apoei meu queijo em seu ombro conforme me acalmava, Yoongi retirou aos poucos o papel do bolso e começando a ler. Sua expressão se tornou completamente fria sem transmitir absolutamente nada, me preocupei quando sua mao apertou fortemente minha coxa.

-Yoongi? –o encarei atraindo sua atração –o que faremos? –minha voz havia saído em um sussurro praticamente.

-Voce não vai fazer nada!- juntou nossas testa, parecia estar pensando em algo que não queria me contar.- Eu irei, não deixarei aquele psicopata encostar um dedo em você!- disse ríspido, o abracei calmamente vendo seu ombro relaxar- Não precisa ter medo okay? – assenti encarando seus olhos, que transmitiam completa segurança me fazendo sorrir minimamente.

-Eu te amo Yoongi- sussurrei.

-Eu também meu amor- sorriu depositando um selar em nossos lábios.


Notas Finais


Eai oque acharam?! :3 (Sempre irei perguntar isso kkk eu realmente gosto de ler os comentarios de vocês <3 )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...