História The Teacher? The Boss! - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Aluna, Amor Proibido, Bangtan Boys, Bebida, Brigas, Comedia, Daddykink, Drama, Drogas, Escolar, Imagine, K-pop, Professor, Sadomasoquismo, Submissão, Traição, Triângulo Amoroso, Violencia
Visualizações 45
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem pela demora, mas aí está o novo capítulo

Capítulo 2 - The Teacher? The Boss!²


Fanfic / Fanfiction The Teacher? The Boss! - Capítulo 2 - The Teacher? The Boss!²

Finalmente o dia seguinte chegou. Acordei cedo e me arrumei, tomei café sozinha, até porque meus pais estavam brigando no quarto. A hora de ir finamente chegou, entrei no carro e fui calada até o colégio, meu pai dirigia com o som desligado, pela primeira vez estava calado e dirigindo normalmente. Ao chegar, apenas sorri e desejei um bom dia para o meu pai. Entrei no colégio e Jimin veio correndo em minha direção, não deu tempo de perguntar nada, o garoto saiu me arrastando pelo braço.

— Calada para ouvir tudo! — Sussurrou Jimin se escondendo atrás da porta da quadra.

Como o mesmo mandou, fiquei quieta para ouvir a conversa. Namjoon e Yoongi discutindo, até Yoongi sussurrar algumas coisas e os dois começarem a rir. Então Yoongi é "amigo" desse professor? Agora entendo o motivo da bipolaridade dele. 

— Eles não falaram nada de interessante depois a sua chegada, mas estavam falando de "brinquedos", aqueles de "babys" — Disse Jimin com os olhos brilhando.

— Um dos dois terão filhos? — Perguntei assustada.

— É uma idiota mesmo. Besta de peitos grandes, babys e daddys, masoquismo, sexo, tapas, beijos e mais sexo. — Disse Jimin suspirando baixo.

— Aquele fetiche nojento que você me contou aquele dia da festa? Jimin, isso é horrível, cara, o Namjoon vai fazer o Yoongi de baby! — Exclamei arrastando Jimin para a biblioteca.

— Bom saber que você vê o Yoongi como passivo de uma relação. — O branquelo deu risada. — Mas creio que eles viraram amigos e agora terão uma baby. É, pequena S/N... Você perdeu o Yoongi.

Jimin era meu melhor amigo, de vez em quanto me dava alguns choques de realidade. Ele havia percebido bem antes de mim que eu gostava do querido professor.

— Imagine ele na cama com outra, gemendo o nome dela e não o seu. — Completou ele.

— Chega! O professor tem o dobro da minha idade, ele é apenas meu professor predileto, não tenho esses pensamentos maliciosos como você. Nunca sentiria nada por ele, pare de dizer coisas idiotas! — Falei séria e encarei o mais alto.

— Isso é para esquecer ele, sei que no fundo sente algo pelo "querido" professor de geografia. Mas agora sobre o outro... O novato. Eles se tornaram tão amigos ao ponto de compartilhar idéias daquele tipo? — Jimin suspirou, não estava gostando daquela conversa. Para minha sorte o sinal tocou.

Ignorei as conversas de Jimin, a primeira aula foi de matemática. Uma professora chata que não calava a boca e adorava falar de novela mexicana. Logo a segunda aula chegou, geografia... Porém, Yoongi nem olhou para mim. Ignorou todas as minhas dúvidas em relação à matéria e ainda me deu uma bronca desnecessária. Mais duas aulas se passaram, finalmente o intervalo, o momento certo para discutir. Logo ao entrar, acabei ouvindo uma conversa paralela na sala dos professores.

— Ela gosta de rosa, não gosta? — Disse Namjoon.

— Dá para parar de falar isso aqui? E se alguém ouvir? Já mandei se calar. — Yoongi sussurrou irritado.

— Tem medo de ser preso por fazer de sua aluna uma baby? — Namjoon deu risada, mas quando me viu, seu sorriso se desmanchou.

Uma aluna? Então eles estavam "gostando" de uma aluna?

— Vocês são doentes? Eu não esperava isso de você, professor! Mas dele... — Falei com um tom decepcionado.

— Você entendeu errado. — Yoongi respondeu se aproximando.

— Não entendeu errado não, tudo oque ouviu é verdade. Teremos a baby mais boazinha do mundo e isso começa agora. — Disse Namjoon.

Eu devia ter fugido, mas não... Fiquei parada sem reação alguma, quando fui reagir já estava nos braços de Namjoon. Naquela sala tinha uma pequena porta que levava para um corredor com armários dos professores. Os dois entraram ali comigo, Yoongi mandava Namjoon me soltar, mas mesmo assim parecia ser inútil. 

— Ouça, pequena. Teremos regras, você já foi muito levada comigo e não pense que esqueci. Uma das regras e ficar calada enquanto falamos, a outra é ser obediente à nossas ordens. Com o passar do tempo vai descobrir as outras a partir de seus atos. — Disse Namjoon após me colocar no chão.

— Y-Yoongi... Eu não acredito que você está fazendo isso! Aquele professor doce que você era desapareceu! — Gritei, porém, Namjoon fez sinal de silêncio.

— As coisas mudam... Sabe, não queria fazer isso... Mas à três anos estou dando aula para você e não dá mais para ter a mesma relação. Você sempre está linda... Em todas as aulas. Sabe como é difícil ver uma garota perfeita e se controlar? — Yoongi disse baixo.

— Apaixonado? Achei que só achasse ela gostosa. — Namjoon lançou sua "brincadeira" de mau gosto.

— Já disse para não se referir assim dela! É uma garota de respeito, não as vagabundas que você está acostumado. — Yoongi disse furioso.

— Agindo assim porque chamei ela de gostosa... Pelo jeito não lembra que eu também irei tocar no corpo dela. — Uma risada rouca saiu da boca de Namjoon.

Só ouvi o barulho de uma pancada forte. Um soco forte no rosto do Namjoon. Eu ouvi tudo aquilo e apenas consigo tremer... Não posso fazer nada além disso. Medo é a palavra que define meu sentimento no momento. Saber que dois professores tarados irão me fazer de baby. Eu terei que realizar todos os desejos deles... Se eu pudesse, me mataria agora mesmo. Eu devia correr? Gritar? Implorar? Devia! Mas apenas estou encolhida assistindo aquela confusão toda. Eles finalmente pararam, Yoongi estava com a boca machucada e Namjoon estava com uma marca roxa no rosto. 

— Espero que saiba oque deve ou não fazer. Vá aproveitar o intervalo, querida aluna e agora minha nova baby. — Namjoon deu risada enquanto abria a porta.

Não esperei mais nenhum segundo, saí de lá rapidamente e me dirigi até o refeitório. Com medo, calada e tremendo, me sentei ao lado de Jimin sem dizer nada. Ele é um bom amigo, mas sua língua não para dentro da boca, não posso confiar em contar tudo para ele. 

— Porque a princesa está com carinha de choro? — Perguntou o mais velho.

— Não é nada... Já vai passar. — Essa foi minha resposta. 

As aulas se passaram rapidamente, não havia visto Namjoon e Yoongi por quase duas horas, ainda bem. Já na hora da saída, Jimin me abandonou para ir atrás de uma garota, apenas beijou minha bochecha e saiu andado. Agora aqui estou eu. Na frente do colégio, sozinha, a cada segundo que passava mais vazio ali estava. Meu pai não chegava logo, já estava tremendo. Pior ainda foi quando ouvi a voz de Namjoon.

— Eu levo minha aluna para casa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...