História The three mermaids - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 20
Palavras 756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee, desculpa demorar pra postar 😥
Deixei o cap pequeno pra poder ter mais assunto pro próximo.
Boa leitura, amores 🌈

Capítulo 3 - "Crush"


Fanfic / Fanfiction The three mermaids - Capítulo 3 - "Crush"

Lívia_

- Oii Amaravilha - Morgana disse, quando nos sentamos à mesa se juntando à Amara.

- É cada apelido - ouvi Amara murmurar - Nossa, Lívia, eu notei como todos te olhavam, você chamou atenção por aqui.

Morgana olhou para Amara

Ri e senti minhas bochechas queimando - obrigada...

- Adorei sua saia, querida... - Amara disse.

Morgana cochichou um "para" que eu não entendi porque.

- É que me lembra a mendiga da praça

- Não acredito, Amara! - ouvi Morgana sussurrando.

Saí assim que ela deu de ombros. Corri até o mar. Com a impressão de que alguém me seguia. Me sentei na areia e senti a brisa gelada bater em meu rosto e movimentar os fios do meu cabelo.

Não acredito nisso, não sei o que eu fiz pra essa menina pra ela me odiar tanto, e isso porque a gente se conheceu hoje de manhã. Senti, meus olhos começarem a arder. Vi uma sombra e ouvi um leve barulho de respiração, me virei e quando eu vi um moço alto, rapidamente me levantei.

- Você tava me seguindo? - perguntei ao indivíduo que eu ainda não sabia o nome.

- É que eu vi você saindo correndo do café e vim atrás, não é seguro andar por aqui sozinha. - ele respondeu

- E falar com um desconhecido no meio da praia é seguro?

- Não, principalmente se for um maníaco assassino. - ri de leve - Mas pode confiar, eu não sou um maníaco assassino.

- É isso que um maníaco assassino diria.

- Verdade, então bora de novo. Oi, meu nome é Luke Athanas.

- Athanas? - perguntei

- Sim, por quê?

- É que eu acho que já ouvi seu sobrenome em algum lugar

- Todos nessa cidade já ouviram meu sobrenome - ele disse, rindo - Você ainda não se apresentou.

- Ah, desculpa. - rimos - Meu nome é Lívia Mitchell

- Por que você saiu correndo daquele jeito, Lívia?

Pensei um pouco se responderia ou não - É uma história longa.

- Relaxa, eu tenho tempo. - ele disse olhando no relógio imaginário.

Me sentei na areia e ele me seguiu.

- Hoje eu conheci duas garotas, fomos dar uma volta no meu barco. Uma delas é super simpática e nós nos damos muito bem. Mas a outra ficou me olhando feio o dia todo. Ela disse que tava se sentindo mal, e eu falei que ela podia dormir na minha cama se quisesse. Ela não gosta de mim e eu não sei porque. Eu tava com elas agora há pouco, e eu fui gentil com ela, mas ela fez o contrário. Eu só queria ser amiga dela, pow. - começou a brotar uma lágrima no meu olho.

- Calma. Não fica triste com isso, deixa ela se acostumar com você.

- Mas não dá pra ela se acostumar se nem ela, nem eu queremos ficar no mesmo metro quadrado.

- Perai, eu pensei que você quisesse ser amiga dela.

- Mas ela acabou de me xingar de "Mendiga da praça".

notei que ele segurou a risada - Isso é bem coisa dela!

- Não entendi - eu disse.

- Acho que estamos falando de Amara Athanas.

- Droga, vocês têm o mesmo sobrenome. - me levantei rápido.

- É... Ela é minha irmã

- Droga, e a trouxa aqui contando pro irmão dela que não gostei da irmã dele! - comecei a andar rápido em direção ao café, que já estava um pouco longe, porém, ainda estava no meu campo de visão.

Ele veio atrás - Pelo o que eu conheço dela, ela só está com ciúmes.

- Não acredito que eu saí contando uma coisa pessoal pro primeiro que me deu atenção!

- Não fala assim, Lívia. - comecei a andar bem mais rápido. - Para de correr, por favor!

Eu não parei, e apressei ainda mais, agora sim estava correndo, literalmente. - Aposto que foi sua irmã que mandou você me seguir.

- Ela não fez isso, Lívia, até porque eu eu não aceitaria.

Não respondi, apenas me concentrei em correr rápido, o mais rápido possível. Senti ele puxar meu corpo, e em um piscar, eu já estava envolvida em meio aos seus braços músculosos. Senti ele passar uma das mãos pelo meu cabelo e acariciar o mesmo. Meu nervosismo passou, eu estava calma e me sentia segura, poucas vezes me senti tão bem como naquele momento. Tentei me conter, mas involuntariamente, minhas mãos foram até o pescoço do Luke e se cruzaram lá. Queria nos manter assim, ele também. Queríamos que esse momento durasse para sempre. Mas isso é errado, eu não devia estar abraçando assim um cara que eu conheci há mais ou menos uma hora atrás, até porque que tenho namorado.




Notas Finais


Me digam se gostaram por favorzinho 😥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...