História The Tiger's Heir - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Maldição do Tigre, Os Instrumentos Mortais, Saga Crepúsculo
Personagens Alagan Dhiren Rajaram (Tigre Branco "Ren"), Alice Cullen, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Clary Fairchild (Clary Fray), Collin Littlesea, Durga, Edward Cullen, Embry Call, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jace Herondale (Jace Wayland), Jacob Black, Jared Cameron, Jasper Hale, Kelsey Hayes, Leah Clearwater, Nilima, Paul Lahote, Personagens Originais, Quil Ateara, Renesmee Cullen, Rosalie Hale, Sam Uley, Seth Clearwater, Sohan Kishan Rajaram (Tigre Negro)
Exibições 32
Palavras 1.241
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, so avisando que eu tive uma ideia a mais de add os instrumentos mortais nas categorias da fic e transformar a Sophya na Clary (dos instrumentos mortais) e colocar o Jace (tb dos instrumentos mortais) na fic. A unica coisa que vai mudar é o nome dela.

Espero que gostem!

Capítulo 2 - Cullens House


Fanfic / Fanfiction The Tiger's Heir - Capítulo 2 - Cullens House

Eu fui pra casa escolher uma roupa de festa, mas não encontrei nenhuma que servisse, então tive que ir ao shopping comprar um. Minha mãe foi comigo, pois ela era muito boa quando se trata de moda.

Nós paramos em uma loja só de vestidos e depois de experimentar uns 500 acabei escolhendo um branco rendado com decote em V e nas costas era só a renda o que deixava aparecendo um pouco minha pele. O vestido era curto e ia até a metade das coxas. Depois, em outra loja, escolhi um salto alto branco bem simples com detalhes atrás. Fui pra casa e subi direto pro meu quarto, queria tomar um banho antes de ir me arrumar.

Meu celular vibra, acho que deve ser a Alice me enviando o endereço, mas não era ela, era a Ali querendo saber com qual roupa eu iria. Tirei fotos e mandei pra ela. Depois não chegou mais nenhuma mensagem. Fui para o banheiro e liguei a torneira que enchia a banheira e despejei alguns sais de banho dentro. Me despi e entrei na banheira já cheia. Quando a água quente entra em contato com a minha pele meu corpo inteiro se relaxa e fecho meus olhos aproveitando aquela incrível sensação.

Levantei e fui me enxugar com a toalha. Saio do banheiro e olho meu quarto. Não sei o que aconteceu, mas meus sentidos estão mais aguçados. Meu cheiro estava mais forte, eu estava escutando minha mãe lavando a louça na cozinha, e quando olhei pela janela do meu quarto consegui ver muito mais além do que eu conseguiria. Não liguei muito pra isso, deve ser coisa de tigres. Vejo algo pela janela, no meio das arvores la em baixo, uma garotinha vestida com um vestido rosa olhando pra mim, me aproximo mais da janela e então reconheço essa garota, me afasto o mais rápido possível e acabo tropeçando nos meus próprios pés e caio no chão. A janela se fecha sozinha e abre de novo e fecha de novo e vai se repetindo, a mesma coisa acontece com todas as portas do meu quarto. Me encolho no chão assustada e tampo meus ouvidos, o som estava muito alto e as batidas machucavam meus ouvidos. Fecho os olhos com força e deixo algumas lagrimas caírem.

- Você me abandonou! Você me deixou pra morrer! – Escuto a voz da garota dizer. Abro meus olhos e a vejo parada bem a minha frente.

- Não! – Grito e então tudo escurece.

Abro meus olhos com a respiração acelerada e olho em volta. Ainda estou no banheiro. Respiro aliviada e me levanto. Quando vou sair da banheira algo agarra meu pé e olho pra banheira assustada. A garota estava deitada dentro da banheira cheia de algo vermelho escuro... Sangue.

- Você me matou! – Ela grita e me puxa pra dentro da banheira.

Acordo em pânico e me jogo pra fora da banheira. Olho dentro da banheira e a agua estava normal. Respiro fundo e fecho meus olhos tentando me acalmar. Droga de pesadelos! Me levanto do chão e me enrolo na toalha. Vou ter que limpar tudo isso aqui depois. Penso olhando pro chão todo encharcado.

Fui para o closet, mas antes peguei meu celular, já eram 16:23 e tinha uma mensagem de um numero desconhecido, era da Alice e ela explicou certinho como chegar no endereço, pois a festa seria longe da cidade. Bom, agora só falta eu me arrumar porque a festa será daqui a algumas horas. Coloco o vestido e o salto, faço uma maquiagem básica com lápis, rímel, delineador e um batom vinho. Solto meu cabelo do coque que tinha feito antes de entrar no banho e meu cabelo cai como cascatas pelos meus ombros. Me olho no espelho satisfeita com o resultado, pego uma capinha branca com gliter e coloco no meu celular e tiro uma foto no espelho e mando pra Ali.

Ali: Uau! Que gata!

Clary: Obg <3. Como você vai?

Ali: (Foto) O que acha assim? Com salto preto ou branco com prata?

Clary: Preto. E ta pft assim.

Ali: Obg. Vou terminar de arrumar meu cabelo e terminar de assistir o ep da minha serie. Ate amore.

Clary: Ok. Bye.

Nossa! Tem tanto tempo livre assim? Olho no celular e falta apenas meia hora ate dar o horário que a Alice me passou. Espero que aquele episódio já esteja acabando. Saio do quarto descendo a escada devagar me apoiando no corrimão pra não cair com esse salto. Caminho até a cozinha e quando minha mãe percebe minha presença se vira com o queixo caído.

- Querida, você está linda! – Ela diz tirando o avental e vindo me minha direção. – Nem parece mais aquela minha menininha que vivia correndo pela casa com sua melhor ami... – Ela começa a dizer, mas quando percebe minha expressão para de falar. – Desculpe. Vamos? – Ela pergunta pegando a chave do carro em cima do balcão. Até hoje ela continua me assombrando nos sonhos. 

- Tudo bem. Vamos. – Digo a seguindo até a garagem.

Saímos e entramos no carro. Passei o endereço pra ela e quando chegamos eu vi uma casa enorme, a maioria das paredes eram de vidro e estava bem iluminada. Depois de uma conversa com a minha mãe sobre bebidas, drogas e blá, blá, blá, nos despedimos e sai do carro. Antes de chegar a porta ela se abre e vejo a Alice com um sorriso no rosto. Ela faz tchau com a mão pra minha mãe que sai com o carro indo em bora e me encara.

- Adorei o vestido! – Ela comenta. – Entre. Você chegou cedo, ainda estamos arrumando tudo. – Ela diz dando passagem pra mim entrar.

- Na verdade está no horário que você me passou. – Digo e ela me olha confusa.

- Ai! Me desculpe, devo ter enviado a mensagem errada a você. – Ela diz conferindo o celular.

- Tudo bem. Posso ajudar em alguma coisa? – Pergunto. 

- Não precisa. Já está quase tudo acabado. Vem, vou te apresentar pro pessoal. – Ela diz me puxando pelos cômodos da casa até sairmos em um tipo de quintal onde haviam umas 15 pessoas ou mais. – Bella, Edward, Renesmee ou Nessie, Rose, Emmet, Carlisle, Esme e Jasper. – Ela diz apontando pra cada um ali. – E... Sam, Seth, Poul, Leah, Quil, Embry, Jared, Collin, Jacob e Jace. – Ela diz pros outros que faltaram.

- Ooook. Talvez demore um pouquinho pra decorar os nomes... – Digo.

- Gente, essa aqui é a Clary. – A Alice diz alto pra todos ouvirem. Todos me encaram e alguns acenam com a mão pra mim. Retribuo com um sorriso amigável e logo todos voltam a fazer o que estavam fazendo antes. Os cheiros das pessoas ali eram apenas 2: cachorro molhado e o outro era do tipo de algo sem vida, morto. Alguém liga o microfone pra testa as caixas de som pela casa e depois começa a tocar uma música eletrônica. A Alice some do nada e eu fico sozinha lá no meio do pessoal. Pego meu celular pedindo pra Ali vim mais cedo explicando o que aconteceu e ela diz que já estava saindo. Sinto uma mão no meu ombro e me viro encarando um cara alto e musculoso, ele tem cabelo louro-dourado escuro e os olhos claros. Seu rosto é bem bonito e angular e sua boca é estreita.

- É Clary né? – Ele pergunta e eu assinto com a cabeça. – Sou o Jace. Jace Wayland. 


Notas Finais


Links:
*Vestido Clary: http://mlb-s1-p.mlstatic.com/vestidos-747111-MLB20487908148_112015-Y.jpg ;
*Sapato Clary: http://www.nettendencias.com/wp-content/uploads/2014/10/sapatos-branco-de-salto-vizzano.jpg


OBS: NÃO PRECISA TER LIDO OU ASSISTIDO A SERIE DOS INSTRUMENTOS MORTAIS PRA ENTENDER A FIC, POIS A CLARY E O JACE SERÃO OS UNICOS PERSONAGENS DA CATEGORIA.

obg e desculpe o caps ativado, mas era so pra chamar atenção mesmo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...