História The torture of "A" 2 temporada - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Ian Harding, Keegan Allen, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shay Mitchell, Troian Bellisario, Tyler Blackburn
Personagens Ashley Benson, Ian Harding, Keegan Allen, Lucy Hale, Sasha Pieterse, Shay Mitchell, Troian Bellisario, Tyler Blackburn
Tags Pretty Little Liars
Visualizações 12
Palavras 1.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente esse é o primeiro capítulo da 2 temporada espero que vocês gostem e comente

Capítulo 1 - "The "A" Return"


VihVegas.

Muito tempo havia se passado desde daquela tarde. A maldita tarde, em que Jade despencara das escadas de sua casa, e morrera.

As garotas assistiram juntas na sala da casa de Troian, o Canal de Notícias anunciar sua morte.

–Preciso vê-la no caixão.-Disse Lucy, torcendo o nariz.

E assim foi feito. Com suas vestes negras, Shay, Sasha, Troian, Ashley e Lucy foram ao enterro de “A”. E quando puderam, aproximaram-se do caixão de Jade, e fitaram o corpo morto e frio dela no caixão de vidro.

–Ashley, o que você ta fazendo?-Shay sussurrou em autoridade.

–Preciso saber se a vadia, é de verdade e não um boneco.-A mesma revirou os olhos, enquanto levantara a tampa do caixão.

–Ah, você vai tocar no cadáver?-Sasha estava enojada.

–Já toquei, é um cadáver de verdade.-Ashley recolheu a mão.

E logo depois, viram o caixão ir para debaixo da terra, e ser coberto com a mesma.

–Essa tá morta mesmo, não há como negar.-Disse Troian.

Havia muitos parentes chorando, ela era jovem, cheia de vida., mas elas se mantiveram firme. Afinal, era “A”. Merecia a morte.

Sasha reencontrara Ryan. Ele a esperava na soleira da porta de sua casa, eles se agarram em um beijo quase que sem fim. E disseram seus “eu te amo” um para o outro.

Ashley e Tyler, estava juntos. Assim como Troian e Keegan, e Lucy e Ian.

Shay. Pois bem, ela e Ian ainda se encontravam as escondidas, Ian ainda traía Lucy.

Se foram 5 meses enfim. De muitas mudanças e transformações. Sofia desaparecera, assim como Kelly, as últimas Team A restantes.

E melhor. “A” desaparecera, ela realmente havia morrido.

E os segredos das meninas, continuavam bem escondidos e elas não tinham nenhuma intenção de contar.

E a melhor decisão que as mesmas tomaram, foi se mudar para New York.

O que não era muito longe de New Orleans. Mas longe o suficiente de suas vidas atormentadas por um letra.

–E aí, observando o que?-Ashley se encostara no lado esquerdo da porta, ao lado de Lucy.

–Acho que poderíamos pintar aquela cerca de branco.-Apontou Lucy para a cerca em frente da casa.

–Não sei, pensei em cor de carvalho.-Disse Ashley.

–Eu já disse que prefiro vinho.-Troian se intrometeu, entregando xícaras de chocolate quente para as meninas.

As garotas reviraram os olhos e sentaram-se no sofá, em frente á lareira.

–Trouxe a última caixa!-Avisou Sasha, saindo da garagem e indo até a sala.

–Então a mudança, está oficialmente terminada!-Shay sorriu e jogou-se em uma poltrona.

–Não, até eu pintar a cerca de vinho!-Insistiu Troian entregando chocolate quente para Sasha e Shay, e logo depois pegando sua xícara e sentando-se ao lado da lareira.

–O que tem na caixa?-Lucy perguntou apontando para a mesma, ao lado de Sasha.

Sasha deu os ombros e começou a remexer na tal caixa. Podia-se logo perceber lágrimas saindo do rosto de Sasha.

–Sas, o que foi?-Troian perguntou preocupada.

Daí a mesma ergueu algumas coisas de Ester.

–Claro, os pertences de Ester, aqueles que sua mãe pediu para que ficássemos.-Lucy ajoelhou-se ao lado da caixa e remexeu na mesma.

–Já faz quase um ano que ela se foi. Por nossa culpa.-O choro de Sasha agravou-se.

Assim como o de todos nós.

–Mas a maldita se foi. E nós não tínhamos culpa que ela matou uma pessoa importante pra nós.-Ashley abraçou Sasha.

–Hã, ok. Tenho novidades.-Sasha limpou o rosto, respirou fundo e fechou a caixa.

–E quais são?-Perguntou Shay.

–Os nossos boys, vem nos ver hoje! Vão passar o fim de semana com a gente!-Sasha sorriu.

–Ah.-Shay revirou os olhos.

–Ah Shay, nós vamos para uma baladinha pra arrumarmos um homem gostoso pra ti!-Lucy beijou a bochecha da mesma e foi até a cozinha.

Shay deu um sorrisinho fraco e logo desviou seus pensamentos disso.

Uma coisa nostálgica aconteceu no segundo que Lucy adentrou na cozinha.

O Samsung de Shay, o Nokia de Sasha, o Motorola de Ashley, o BlackBerry de Troian e o iPhone de Lucy em cima do sofá, tiveram toques em uníssono.

O que não acontecia á 5 meses.

Os rostos das garotas tornaram-se sombrios e assustados.

–Que foi meninas?-Lucy voltou saltitante da cozinha.

–Lucy, os nossos celulares...eles...

–Tocaram? Devem ser os meninos garotas. Estamos um pouco traumatizadas ainda.-Lucy suspirou e pegou seu celular.

Todas abriram a mensagem.

BIP BIP BIP: MENSAGEM DOS MORTOS.

Olá vadias. Como estão? Sentiram minha falta? Pois eu senti.

5 meses de férias pra vocês. Mas preparam-se para voltarem a perder o fôlego e...perder vidas.

Como se sentem ao saber que estapearam, xingaram, e deixaram o corpo no chão morto. De uma inocente?

Rá! Jade não era “A”. Nunca será.

“A” é de anônimo e não de amador, então baby, a profissional está de volta e eu estou louca para ver vocês enlouquecerem.

Beijos. -A.

Gritos absurdos e histéricos foram dados pelas meninas.

–Ela não era mesmo “A”! Nunca foi! Ah, meu Deus!-Sasha tinha as mãos trêmulas.

–Calma, calma. Isso deve ser um trote, sei lá. Mas não pode ser “A”.-Lucy afirmou.

A campainha delas tocaram. Fazia meses, que elas não tinham medo daquilo.

Lucy foi vagarosamente até a porta, contou até 3 e abriu a mesma. Ela nunca esteve tão feliz em ver a cara dos rapazes.

–Ah céus, são vocês.-Lucy abraçou Ian.

–Hã, esperava que fosse quem?-Ryan revirou os olhos e adentrou na casa com Tyler e Keegan.

–“A”.-Disse Troian em um tom monótono.

–Que?-Tyler sentou-se no sofá ao lado de Ashley.

–Exatamente o que escutaram.-As garotas entregaram seus celulares aos rapazes.

–Mas...Como?! “A” ta morta!-Tyler afirmou.

–Não tão morta assim. Jade nunca foi “A”. E caiamos na realidade, causamos a morte da garota.-Disse Sasha.

–A dela, de Ester, de Marlene...De Marylin.-Lucy chorou.

–Não. Vocês não podem voltar aquela vida.-Disse Tyler.

–Já voltamos.-Ashley abraçou-o.

–Rapazes, vocês precisam ir embora!-Exclamou Shay.

–Mas por que?-Ian perguntou.

–É, por que?!-Sasha questionou.

–“A” já feriu muita gente. Temo que vocês estejam na lista dela. Voltem á New Orleans, fiquem longe.-Disse Shay.

–Concordo.-Disse Lucy.

–Pois eu não!-Keegan exclamou.

–Nem eu.-Disse Tyler.

–Nem nós.-Ryan e Ian disseram em uníssono.

–Ela ta certa, Ryan. Vocês precisam ir.-Sasha passou a mão nos cabelos bagunçados de Ryan.

–Mas...

–Sem “mas”. Vocês precisam ir!-Disse Troian.

–Nós voltaremos.-Disse Keegan, arrumando sua jaqueta.

–Eu sei.-Troian beijou seu rosto.

Aquilo foi uma despedida doída. Eles tinham medo de que não pudessem ver elas de novo, e elas tinha o mesmo medo.

E é claro, o grande abraço em grupo épico.

–Se qualquer uma de vocês precisar de nós, não hesitem em chamar, uma ligação, uma mensagem, um sinalizador, uma bomba! Não sei. Nos chamem!-Disse Tyler.

–Bom saber, que se importam.-Disse Shay.

–É claro que nos importamos.-Disse Ian, fitando Shay.

Os rapazes saíram da casa e adentraram no Sedã de Keegan.

–Não me conformo!-Disse Ryan ao adentrar no banco traseiro.

–Eu também.-Disse Ian, ao entrar no carro.

–Elas não são as menininhas indefesas daquele seriado, elas não vão nos deixar interferir nisso.-Disse Tyler, sentando no banco do carona.

–Mas nós vamos.-Disse Keegan, sentando no banco do motorista.

–Como?-Perguntou Tyler.

–Ryan, como entramos em contato com “A”?-Perguntou Keegan, virando-se para Ryan.

–Cara, o que você quer com “A”?-Perguntou Ryan, espantado.

–Responda.-Insistiu Keegan.

–Eu não sei. Nunca tive contato com “A”, não sei quem é. Só falei com Sofia.-Respondeu Ryan.

–Tyler, onde encontramos a Sofia?-Keegan ligou o carro.

–Keegan, o que você ta armando?-Perguntou Ian.

–Vamos nos infiltrar no Team A.–Disse ele, com naturalidade.

Ashley Benson.

A agonia entre nós era grande. Tínhamos medo de alguém morrer, de perder alguém que amamos, medo de receber uma mensagem, medo de receber um email, mede de receber uma ligação, medo da campainha, medo de gnomos...Não, só eu tenho medo de gnomos.

Tive que me acostumar com Lucy quando a conheci.

–Já chega! Eu vou sair, respirar um ar, não sei!-Reclamou Lucy, ao pegar sua bolsa.

–Então vamos todas á Cafeteria.-Suspirou Troian.

Assentimos, pegamos nossas coisas e adentramos no Volvo.

Que antes era de Lucy, porém, nós vendemos nossos carros para comprar a casa em New York e optamos pela permanência do carro de Lucy.

Passamos por 3 quarteirões, até estacionarmos na nossa Cafeteria preferida.

–Huuuum! Lembro da nossa primeira viagem á New York, quando conhecemos essa Cafeteria dos deuses!-Sorri, me sentando na mesa 1.

–Também me lembro aquelas férias foram maravilhosas!-Lucy sorriu.

–Será que voltaremos a ter semanas como aquelas?-O olhar de Troian era distante.

–Sinceramente? Eu acho que não.-Shay foi honesta.

Um lindo Lamborghini prata estacionou na frente da Cafeteria. Meu Deus, aquele carro valia mais que a minha vida.

Uma mulher alta, de cabelos loiros dourados, de salto preto e óculos escuros descera do carro e caminhara até a mesa 2.

–Meu Deus, é Justice.-Sussurrei.

–Por todas as mentiras que já contei, ela deve ta milionária!-Sussurrou Lucy.

Justice ergueu o rosto e tirou os óculos escuros. E nos viu, é claro.

Com os olhos arregalados, pegou sua bolsa e caminhou precisamente até nós.

–Vocês?-Ela estava ofegante.

–Sim, nós.-Shay foi firme.

–Ótimo. Precisava mesmo falar com vocês.-Justice pegou uma cadeira, e pôs junto á nossa mesa.

{...}


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado desse capítulo amanhã eu posto mais um capitulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...