História The tricky reality - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, Hailee Steinfeld, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn Malik
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jaurengui, Norminah, Vercy
Exibições 395
Palavras 2.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cheguei mais cedo hoje pessoallll 🙌🙌
Desculpa por não ter postado ontem, mas tive alguns probleminhas...
Mas para me redimir cheguei mais cedo e se vocês se animarem eu posto mais um hoje, o que acham?? Vão querer mais??

Pfv ignorem os erros e boa leitura

Amo vcs💗💗

Capítulo 21 - No


Fanfic / Fanfiction The tricky reality - Capítulo 21 - No

- E agora??- Lauren perguntou colocando a mão na cabeça nervosa , as batidas não paravam e sua mãe lhe chamava constantemente.

- Lauren, coloca a porra de uma roupa, se tua mãe te ver assim vai piorar a porra toda - Camila falou sussurrando, mas num tom mais grave. E Lauren finalmente acordou para vida colocando a primeira roupa que viu 

- Já vai - gritou para porta. 

- Lauren , abre agora - Dona Clara falou e pelo seu tom, ele com certeza não estava feliz. Camila estava involuntariamente fazendo todas as orações possiveis.

- Camila, faz alguma coisa, liga a televisão e finge - Disse Lauren indo em direção a porta e Camila rapidamente pulou na cama e pegou o controle ligando a televisão. 

Lauren abriu a porta após contar até três e sorrir.

- Oi mãe, desculpa a demora - Lauren disse mas Dona Clara nem olhou para sua cara empurrou mais a porta para entrar no quarto . - eu tava tomando banho e escovando os dentes e.. 

- Cade ela? Cade a Camila?- perguntou olhando para Lauren que engoliu seco antes de responder 

- É ela tá ai, ela trouxe café, sabia que o café daqui é maravilhoso, na verdade é divino - Lauren tentava fazer sua mãe conversar, mas ela entrou feito um furacão.

 Clara parou em frente à Camila que estava fingindo estar concentrada na televisão .

- O-oi tia Clara, é-é tudo bem? - perguntou Camila se preguejando por gaguejar .

- Com certeza está tudo bem, o que tá assistindo de tão interessante?- perguntou Clara ja sabendo de tudo que se passava por ali.

- An um.. an jornal?! É jornal - Camila falou ao olhar para televisão nem sabendo o que se passava até aquele momento.

- Não sabia que gostava de estar tão atualizada assim, você está sempre assistindo desenhos e séries - Dona Clara disse cruzando os braços e arqueando a sobrancelha. Lauren que estava atrás da mãe ja via a hora que ela iria arrancar cada verdade dali.

- É-é.. bom.. faz bem ver as notícias um pouco- Camila disse alternando o olhar entre Lauren como se pedisse socorro e dona Clara que lhe fuzilava e vendo que não teria chance decidiu esticar a conversa - meu pai sempre diz para assistir jornal, é importante para saber das coisas, apesar de eu ja ler sobre tudo na internet, mas eu pensei em ver um pouquinho não é, acho que não mata ninguém - Camila divagava até ser interrompida por uma Clara ja irritada.

- Ta bom, ja chega dessa palhaçada, Lauren me deixe só com Camila por favor - Clara disse sem desviar os olhos de Camila que endireitou sua postura na cama e engoliu seco, ela ja previa a sua morte, ja estava pensando no enterro, será que no seu velório os fãs marcariam presença, ela ainda queria fazer tanta coisa na sua vida, tantos sonhos, tantos lugares para visitar, mas tudo parecia acabar nesse momento, tudo isso passou na sua cabeça no momento que Clara lhe lançou um olhar mortal 

- Mãe, eu não vou sair do meu quarto, muito menos deixar a senhora sozinha com Camila - Lauren disse cruzando os braços e sua mãe lhe olhou desacreditada 

- Oh sim, você vai, eu quero conversar com Camila - Disse dona Clara

- Pode ir Lauren, acho que precisamos conversar mesmo - Camila falou se rendendo e levantando da cama ao ver que se não interferisse as coisas iriam piorar a situação 

- Não, Camila, eu não vou sair - disse Lauren lhe olhando e Camila se aproximou passando por  Clara e tocando seus braços.

- Laur, não tem problema, acho que não tem para onde fugir não é - disse Camila tentando rir - vem - disse indo em direção a porta segurando sua mão , mesmo que Lauren estivesse relutante - qualquer coisa eu grito - sussurou rindo.

- Desculpa - sussurrou Lauren por ela ter que passar por isso.

- Não se preocupe - disse antes de fechar a porta.

Camila respirou fundo antes de se virar e olhar para a Clara que estava de costas.

- É ..- Camila falou coçando a nuca e Clara sr virou para ela.

- Como eu nunca imaginei isso antes? - Clara disse como um sussurro e Camila franziu o senho.

- O que? - perguntou observando a mãe de Lauren se sentar na ponta da cama e lhe olhar 

- Como eu nunca percebi que minha filhinha estava namorando bem debaixo do meu nariz? - Clara se perguntou, mas acabou sendo em voz alta.

- Dona Clara...- Camila tentou falar algo mas foi interrompida.

- Sabe Camila, eu sempre te tratei como uma filha para mim, você sempre foi tão amiga da minha bebê, ela sempre falou mais sobre você ... eu pensava que ara apenas uma boa amizade, mas vocês estavam namorando, namorando debaixo do meu nariz e nem minha filha nem você tiveram a decência de falar comigo - Clara falava olhando para Camila que agora parecia querer entrar em um buraco.

- Eu..ela..- Camila tentava formular uma frase de desculpas mas não conseguia e na mesma hora foi interrompida por Clara.

- Me deixe falar, eu já tive essa conversa com Lauren, na verdade não fo bem uma conversa porque eu explodi e estou tentando me controlar aqui.. Camila, vocês namoraram por dois anos,dois anos e eu não soube de nada, sabe como uma mãe se sente com isso?? - perguntou quase se alterando novamente e parou um pouco - sua mãe com certeza vai ficar do mesmo jeito que eu - Clara falou e na mesma hora Camila lhe olhou diferente, porque sua mãe sabia de tudo. Clara viu aquele olhar e automaticamente percebeu - Oh - colocou a mão na boca (impressionada) e se levantou da cama - ela ja sabe? - perguntou e Camila relatou um pouco para responder e não lhe deixar mais abalada, mas ja era tarde demais.

- Ela sabe - disse Camila 

- Desde quando?- perguntou 

- Não muito tempo depois, ela conseguiu arrancar tudo de mim, na verdade ela desconfiou e ficou até o último minuto me tentando me fazer falar a verdade - disse Camila soltando um sorriso ao lembrar da inteligência da mãe para lhe arrancar informações.

- Porque ela sabe e eu não sei, eu pensei que você não queria contar nada a ninguém... - Clara disse como se estivesse pensando sozinha

- Bom...- Camila tentou falar , mas novamente foi interrompida

- Foi minha filha não foi? A Lauren que não quis me contar ... - Clara perguntou se aproximando com e camila abaixou a cabeça - Camila, por favor me diga ao menos isso...acho que você me deve - implorou com a voz embargando e  segurando levemente os ombros de Camila que levantou o olhar.

- Foi uma escolha que ela fez, eu não poderia interferir nisso - Camila respondeu e no mesmo momento Clara sentou quase desabando na cama .

- Eu não sou uma boa mãe? Porque ela não queria me contar? Porque ela nunca falou comigo? - Clara começou a chorar e Camila foi pegar um copo de água para lhe entregar.
- Aqui - disse Camila entregando um copo de água que ela rapidamente aceitou - No início eu também não queria contar a ninguém - Camila começou a falar se sentando ao lado - eu tinha medo da reação da minha mãe, da reação do meu pai, tinha medo de ser rejeitada de certo modo, mas quando minha mãe soube ela teve a mesma reação que a senhora ela queria saber antes... - Camila disse e levantou a sua cabeça vendo que a outra lhe escutava - Durante esse tempo, eu e Lauren brigamos muito porque eu queria que ela contasse, mas depois que eu terminei, justamente por isso... eu vi que o momento que eu estive preparada, não é o mesmo dela... pode parecer fácil, que é só uma notícia, que é só um detalhe da sua vida, mas não ...é algo importante para nós. Na verdade eu só descobri que ela contou praticamente um segundo antes da senhora bater a porta... mas Dona Clara, a senhora nao pode se culpar por nada disso, cada um tem seu momento e quando ela estava preparada ela contou.- Camila falou tudo olhando para sua ex ou atual sogra e tocou em seu ombro para lhe passar conforto. 

- Eu acho que entendo... Camila?- Dona Clara falou olhando para o chão e logo desviou para Camila que assentiu para que continuasse. - Você realmente gosta da minha filha? - perguntou e um sorriso se abriu no rosto de Camila.

- Pode parecer estranho para a senhora, mas eu a amo, mais que tudo - disse Camila sincera olhando nos olhos.
- Eu só peço uma coisa... por favor cuide do meu bebê,  mesmo sem saber desse término de vocês eu percebi que Lauren estava triste porque vocês não estavam tão juntas como sempre, então.. só não a machuque, por favor - Disse Clara

- Pode deixar, se depender de mim isso não vai acontecer - disse Camila sorrindo e Clara lhe acompanhou - bom, já que estamos nesse papo, eu é .. bom.. a senhora, finalmente, permite que eu namore a sua filha? - Camila perguntou 

- Como é que você ousa me pedir uma coisa dessas? - perguntou Clara se levantando e ficando de costas

- Eu- eu pensei - Camila gaguejou com a reação de Clara 

- Meu Deus ! Minha filha deveria ver sua cara agora, desculpe não resisti a brincadeira, depois de tudo que me fizeram passar eu tinha que fazer uma pequena vingança - disse Clara ao se virar rindo e Camila colocou a mão no peito como se achasse que fosse morrer mais uma vez

- Isso não tem graça.. mas o que diz? - perguntou Camila com uma cara de cachorro pidao

- Vish, não sei como minha filha se apaixonou por isso ai- respondeu apontando para cara de Camila que se fingiu de ofendida - mas eu acho que você seria uma boa nora - disse colocando a mão no queixo de forma pensativa

- Acho que a senhora é uma ótima sogrinha também - disse Camila e Clara se aproximou rindo e lhe deu um abraço

- Bem vinda a familia, meu amor...e desculpa por ter te assustado, eu estava um pouco fora de mim - disse Clara. Camila lhe abraçou mais e no meio do abraço escutaram a porta se abrir.

- Por favor, me diga que não matou a Camila, mãe..o que é isso? - Lauren falou abrindo a porta e se deparando com as duas 

- Desculpa, filhota, mas na verdade a Camila ta de olho na Jaurengui mais velha - disse Clara rindo ainda abraçada  e Camila resolveu entrar na brincadeira.

- Desculpa, lo . É que eu não consegui resisti - disse Camila piscando para Clara que soltou uma risadinha. Lauren olhava perplexa aquela cena, tudo bem que sua mãe e Camila sempre ficavam brincando uma com a outra, mas dá última vez que ela checou sua mãe queria matar Camila...

- Alguém me explica o que ta acontecendo - Lauren pediu e Clara foi até a sua filha pegando em suas mãos 

- Eu e Camila tivemos uma conversa um tanto esclarecedora - disse olhando para Camila e voltou a olhar sua filha - desculpa por toda aquela cena, eu estava um pouco alterada - disse puxando sua filha para um abraço - eu te amo meu amor - sussurrou em seu ouvido 

- Eu também te amo mãe - disse Lauren 

- Bom, eu vou indo, mas não esqueçam que daqui a pouco vocês têm coisas para fazer - disse se soltando do abraço e indo em direção a porta

- Não vamos - disse Camila antes da porta bater 

- Eu pensava que você estaria morta essa hora, tava tão silencioso que eu decidi entrar - disse Lauren 

- Nahh, eu e minha sogrinha nos damos muito bem - disse Camila se aproximando de Lauren que arqheou a sobrancelha.

- Desde quando você tem uma sogra?- perguntou cruzando os braços

- Desde que eu pedi a ela - respondeu Camila como se fosse óbvio 

- Pediu a ela, mas a principal não pediu - falou Lauren mantendo a pose e Camila lhe olhou tentando entender o que se passava naquela cabecinha .

- Como assim? - Perguntou Camila 

- Bom, eu não recebi nenhum pedido então suponho que você não tenha sogra nenhuma - respondeu Lauren e Camila entendendo se aproximou olhando naqueles olhos verdes e descruzando seus braços para entrelaçar seus dedos.

- Você aceita namorar comigo de novo Lauren?- perguntou Camila e Lauren deu um sorrisinho, mas depois fingiu seriedade

- Eu sou muito difícil, meu bem, vai precisar de um pedido melhor para eu te aceitar - disse rindo e deixou um selinho nos lábios de Camila que olhou indignada para Lauren que saiu rindo do quarto.

Onde ja se viu a sogra aceitar, mas a garota não... só Lauren mesmo viu... pensava Camila. Mas se ela queria algo diferente, ela vai ter algo assim.. 

 


Notas Finais


Obrigada Senhor Camz está sã e salva e
Tia Clara voltou ao seu normal 🙌🙌

O que será que Camila vai preparar para dona se faz de difícil, vulgo Jauregay??

Vocês querem mais um cap HOJE????

Me ajudem com uma coisa, vocês gostam do casal Vercy ? 😉😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...