História The Trip - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Exibições 45
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Romance e Novela, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 5


-Eu já vou indo! –Eu disse e nem dei tempo de ele responder. Eu já estava do lado do Edward.

-Billy, volto amanhã. –Eu disse ele sorriu e assentiu.

-Mari! –Jake me chamou. Mais eu estava com muita vergonha, então ignorei e fui para casa.

[....]

-VOCÊ O QUE? –Ed gritou

-FOI SEM QUERER! E NÃO GRITA COMIGO! –Eu gritei de volta.

-Aquele cachorro! –Ed disse bravo

-Não fala assim dele! –Eu disse furiosa. Realmente, o jeito que ele disse me deixou muito brava

-Mais é o que ele é! –Ed disse

-Cala a boca, e não ouse mais falar dele assim! –Eu disse grossa

-Você me mandou calar a boca? –Ed disse triste

-Sim. –Eu disse e sai do quarto dele. Eu estava muito brava era evidente.

Ligação on:

Eu: que é?

??: Cadê a educação que eu te dei?

Eu: Mãe, se for para me dar bronca, já pode desligar. E outra, se você não tivesse me mandado para cá, eu não teria brigado com o Edward!

Mãe:  você brigou com o Edward? Mais vocês nunca brigaram!

Eu: Existe uma primeira vez para tudo na vida!

Mãe: Fiquei sabendo que o Matt te salvou de um acidente.

Eu: Pois é. Ele é doido.

Mãe: Tenho que ir filha.

Eu: Tchau

Ligação off

- O que aconteceu querida? –Esme disse

-Nada, eu só vou sair para esfriar a cabeça. –Eu disse e entrei na floresta. Andei até minhas pernas doerem. Sentei em um tronco e de repente ouvi um galho se quebrando. Me levantei rápido e olhei em volta, mas não vi nada.

-Sabe, não devia andar sozinha na floresta. –Um cara negro de olhos vermelhos disse. Engoli em seco

-E quem é você para me dizer com devo andar? –Eu o desafiei.

-Deixa ela em paz Laurent! –Edward disse e Laurent foi embora.

-Está tudo bem? Ele te machucou? –Edward me olhou para confirmar se não tinha nenhum arranhão.

-Ainda estou brava com você! - Eu disse assim que entrei em casa. Subi direto para o quarto e não sai dele. Assim que acordei, fiz minhas higienes coloquei uma roupa 1 (notas finais), comi uma maçã e fui para casa do Jake. Edward me ofereceu carona mais não aceitei.

-O que aconteceu? –Jake disse

-Aff, briguei com o Edward. –Eu disse

-Por que? –Ele disse e por um segundo eu fiquei com vergonha de contar.

-Porque ele te chamou de cachorro. –Eu disse

-Sabe, ele não está muito errado. –Ele disse

-O que? Como assim? –Eu disse confusa.

P.O.V Jacob

É a hora!

-Me acompanha por favor. –Eu disse e ela me seguiu até o lado de fora de casa. Ela se sentou na escada. Tirei minha roupa ficando só de cueca. A vi corar. E logo me transformei em um lobo.

-Meu Deus! Você é um lobo! –Ela disse de olhos arregalados. Fui até e coloquei minha cabeça em seu colo, e ela começou a fazer carinho.

-Jake, você é tão lindo. –Ela disse com os olhos brilhando. Me transformei de volta coloquei minha roupa.

-Ma, hoje à noite vai ter a fogueira. Gostaria que viesse. –Eu disse

-Claro que eu venho Jake. -Ela disse

-Te pego as 20:00. –Eu disse ela assentiu.

-Pensava que você ia ficar com medo e ia sair correndo. –Eu disse

-Jake eu amo lobos! –Ela disse sorrindo. Meu Deus do céu cada vez mais eu amo essa garota.

P.O.V Mari

-Vamos no shopping? –Eu disse e nós fomos. Chegando lá nós almoçamos no Burger King e ficamos rodando o shopping até que resolvemos pegar um cinema. E lógico que eu pedi para ser filme de terror.

-Vamos tomar um sorvete? -Jake disse

-O que você vai querer? –Eu disse pegando o cartão.

-Ah não, deixa que eu pago! –Ele disse

-Jake você já pagou o almoço, deixa eu pagar pelo menos isso! –Eu disse eu peguei um milk-shake de oreo e o Jake pegou um de chocolate. Depois ele me deixou em casa.

-Tia, Jake me chamou para ir em uma fogueira. –Eu disse

-Que legal querida! –Ela disse

-O que eu visto? –Eu disse

-Coloca uma coisa confortável. Que horas ela vai vir te pegar? –Ela disse

-Às 20:00. –Eu disse

-Bom são 19:00. Vai tomar banho que eu separo a sua roupa 2 (notas finais). –Ela disse. Tomei banho coloquei a roupa e eu tinha ficado linda!

-Mari, ele chegou! –Edward disse fui até a sala e ele estava lá, lindo como sempre.

-Nossa, você está linda. –Ele disse me puxando para um abraço. Chegando lá Jake me apresentou para todo mundo. Aí, Billy começou a contar as lendas. E eu estava fascinada, era tudo tão incrível!

-Está gostando? –Jake disse

-Nossa, eu estou amando! –Eu disse sorrindo.

-Vou pegar refrigerante, você quer? -Ele disse e eu assenti e ele foi pegar

- E aí Mari, de onde você veio? –Seth disse

-Brasil, São Paulo. –Eu disse

-E você vai morar aqui? –Ele disse

-Não, só estou passando as férias. –Eu disse e Jake chegou nessa hora me entregando o copo. Faz tão pouco tempo que o conheci, mais eu não sei se vou conseguir ficar longe dele.

-E o que você faz lá? –Seth disse

-Ah, toda noite tem uma festa para ir, e minha mãe fica muito brava comigo. Porque eu volto bêbada. Eu sou a menina encrenca. –Eu disse

-Nossa não parece. –Ele disse


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...