História The True... - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroko no Basuke
Personagens Akashi Seijuro, Alexandra Garcia, Aomine Daiki, Furihata Koki, Himuro Tatsuya, Hyuga Junpei, Izuki Shun, Kagami Taiga, Kise Ryouta, Kiyoshi Teppei, Kuroko Tetsuya, Makoto Hanamiya, Midorima Shintarou, Mitobe Rinnosuke, Momoi Satsuki, Murasakibara Atsushi, Nijimura Shuuzou, Personagens Originais, Riko Aida, Shoichi Imayoshi, Shougo Haizaki, Takao Kazunari, Yukio Kasamatsu
Exibições 19
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Fala galera, beleza? Olha só quem voltou! O bloqueio criativo está me fazendo algumas visitas, mas ele não veio hoje!
Espero que gostem!😙

Capítulo 19 - Cap. 19 - Ameaça!


Fanfic / Fanfiction The True... - Capítulo 19 - Cap. 19 - Ameaça!

Ao chegarem no Japão cada um seguiu para a sua casa, Himuro e Murasakibara decidiram alugar quarto em um hotel já que moravam em outra parte do Japão e eles queriam estar perto do ruivo. Já Akashi decidiu se hospedar com Midorima, já que antes de voltarem para o Japão ninguém poderia morar na casa do ruivo por causa de dois motivos:

1 - Eles ainda estavam disputando pela atenção do ruivo, apesar de já estarem namorando!

2 - Eles respeitavam a privacidade de Kagami. Além disso, Ayaka mora com ele no apartamento e eles não estavam tão afim de.... sei lá.... morrer! Francamente, ela dava muito medo!

Kagami e Ayaka chegaram no apartamento e se depararam com uma visão horrível: A casa estava totalmente destruído! O sofá estava destruído, a televisão com um buraco gigante no centro, os armários desmontados, as paredes arranhandas e sujas de sangue e os objetos todos quebrados, Ayaka e Kagami olharam o resto da casa e viram que estava tudo no mesmo estado. O único cômodo diferente era o quarto do Taiga. Ele estava muito destruído, porém havia uma frase também escrita de sangue:

"Je regarde! Si fuite il y aura des conséquences!"

Ayaka e Kagami sabiam o significado e também sabiam quem havia feito aquela destruição! Aquilo não era uma brincadeira e o sangue não era falso! Basicamente, uma pessoa foi vítima!

Nem mesmo deu tempo de eles conseguiram arrumar aquilo, eles receberam um ligação. Os dois estavam incertos se atendiam ou não, mas Kagami pegou o telefone e atendeu a chamada:

- Alô! - falou sério

- K-Kagami-kun... - Essa voz era...

- Kuroko! - falou e olhou para Ayaka que havia relaxado. Mas ainda havia algo estranho, escutou o azulado fungar do outro lado da linha...

- Kuroko, está chorando? - o ruivo pergunto fazendo sua irmã entrar em alerta novamente. Ele não teve resposta. - O que aconteceu?

- K-Kagami-kun, minha... a-avó....ela... - Kuroko não precisava dizer mais nada. O azulado morava com os avôs, pois os seus pais viajavam muito. Kagami já foi na casa de Kuroko e conheceu seus avô e sua avó. Eles eram bem carinhosos! Não precisava de muito para saber que eles eram próximos. Se for parar para pensar, os avôs de Kuroko praticamente o criaram, pois por seus pais viajarem demais por causa do trabalho, ele começou a morar com os avôs desde pequeno.

- Estamos indo Kuroko! - Kagami falou e olhou para Ayaka que vestia o casaco dela para sair

- Obrigado, Kagami-kun.... - Kagami desligou e ele e Ayaka foram para o onde Kuroko havia dito que estava, no hospital, porém antes eles fecharam todo o apartamento janelas, varandas e portas todos trancados. Se alguém visse aquilo, logicamente chamaria a Polícia e a última coisa que os irmãos ruivos queriam agora era chamar atenção indesejada.

Eles nem demoraram muito de chegar no hospital, apesar de ser longe os dois ruivos tinham seus truques. Após chegar no hospital eles encontraram Kuroko e pergutaram o que havia acontecido, a resposta de Kuroko que os deixaram mais preocupados:

- Eu não sei! Eu cheguei em casa e vi meus avós no chão da sala! O-Os policiais d-disseram que eles foram baleados, mas... - Kuroko parou de explicar a situação e começou a tremer, Kagami e Ayaka não podiam culpa-lo. O azulado estava em choque! Kagami se aproximou de Ayaka e susurrou:

- Vai na casa do Kuroko e tente descobrir o que aconteceu... - Ayaka apenas assentiu e se afastou de forma silenciosa. Ayaka foi descobrir o que aconteceu enquanto Kagami consolava o amigo desamparado.

*Quebra de tempo*

Alguns minutos depois, Ayaka havia voltado e Kuroko havia dormido. Ao notar Ayaka se aproximando Kagami levantou e os dois se afastaram de Kuroko e do resto das pessoas e chegaram em um corredor vazio.

- 4 minutos exatos! Você foi rápida dessa vez! - Kagami falou se sentando em um banco

- Eu faço o que eu posso! - Ayaka se senta ao lado dele

- Então me diga, o que descobriu? - Kagami perguntou

- O que Kuroko falou estava correto! Os dois, tanto avó quanto avô, foram baleados! Porém, os policiais não conseguiram impressões digitais do culpado! Não havia nada! Nem armas, balas, fios de cabelo, impressões digitais ou pegadas! A casa estava em perfeito estado! Ou seja...

- Foi um trabalho feito por um profissional! - Kagami interrompeu fazendo Ayaka assentir - Logicamente, não foi um acidente! Foi proposital! Continua, Ayaka!

- Esse cuidado me incomoda, mas outra coisa também me chamou a atenção! Os dois avós foram baleados 5 vezes, em lugares não fatais, porém os lugares baleados foram exatamente iguais! Se medissemos a distância de uma ferida para a outra nas suas vítimas daria, exatamente a mesma distância! - Ayaka termina de falar e os dois permaneceram em silêncio, até o silêncio incômodo ser cortado pela fala de Kagami:

- "Je regarde! Si fuite il y aura des conséquences!" - Ayaka olha para seu irmão que repetiu a frase escrita em seu quarto. Como sempre, a pronúncia de Kagami era perfeita! O ruivo olha para sua irmã e fala:

- "Eu estou de olho! Se fugir haverá consequências!"


Notas Finais


Foi isso! Vejo vocês no próximo capítulo ou talvez nos comentários!
Eu espero que vocês tenham gostado!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...