História The True Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow, Legends of Tomorrow, Supergirl, The Flash
Tags Capitão Canário, Kanel, Kendrisco, Olicity, Snowallen
Exibições 61
Palavras 1.599
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Ficção Científica, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente, nunca achei uma capa tão perfect para o cap, e PLEASE, não fiquem bravos comigo porque eu PROMETO que o próximo cap não terá foco em Olicity!!

Capítulo 3 - The Pain and The Love


Fanfic / Fanfiction The True Love - Capítulo 3 - The Pain and The Love

POV Cisco Ramon

Eu jurei ter ouvido uma garota chamando um tal de Oliver no corredor ontem de noite, meu deus, não ta nem no primeiro dia de aula e essa cambada já quer ficar correndo atrás do novato, mas vamos parar de falar deles, cara, a minha colega de quarto é muito foda, a Kendra é linda e super divertida, ela gosta de várias coisas que eu gosto e tem grande fascinação por passáros, especialmente gaviões, tá é estranho, ou não? Mas eu achei legal! 

- Então Kendra, você curte passáros? - Eu perguntei sentando no tapete e entregando uma lata de cerveja para ela.
- Aham! - Ela respondeu dando um gole na bebida. - Mas não passarinhozinhos, gosto mesmo é de gaviões.
- Legal! - Eu disse bebendo um grande gole da minha cerveja.
- Você gosta do que Cisco? - Ela perguntou.
- Ah, muita coisa! - Respondi. - Vídeo game, técnologia, coisas do tipo.
- Que divertido! - Ela disse soltando a latinha de cerveja vazia no chão.
- Quer outra? - Perguntei pegando outra lata do meu lado.
- Eu aceito! - Ela disse pegando a lata da minha mão, aproveitei e peguei uma também.

Se passaram horas e mais algumas latas foram esvaziadas por mim e por Kendra, ela já estava com as maçãs do rosto bem vermelhas e parecia bem alegrinha ao meu ponto de vista, que também estava alegre.

- Cisco, eu tenho que dormir! - Kendra disse com a voz meio lenta.
- Acho uma boa ideia! - Eu disse com a voz menos lenta que a dela.
- Me ajuda a subir no beliche? - Ela pediu fazendo beiço. - Eu tenho medo de cair.
- Eu te ajudaria a fazer qualquer coisa! - Cisco disse dando um beijo no nariz de Kendra e pegando ela no colo.

 Em menos de 5 minutos os dois já estavam ferrados em um sono profundo que com certeza ia resultar em uma ressaca profunda.

POV Felicity Smoak (Quebra de tempo 4 dias) 

Era sexta-feira e eu estava conhecendo os arredres da escola, lojinhas de perfumaria, roupas e coisas pra cabelo que ficavam ali perto, mas dava calafrios passar por uns becos escuros que tinham em alguns lugares. Eu e Oliver haviamos discutido sobre ele ter tentado me beijar na segunda, eu gosto dele, mas não tenho certeza se gosto tanto assim, mas vou mudar de assunto porque isso me deixa na bad, enfim.

- Ei, psiu! - Ouço alguém em um beco, olho para os lados mas finjo que não ouvi e sigo em frente. A rua estava sem muito movimento pois ainda não era final de semana e quem estava ali estava dentro das lojas, passo por outro beco e sinto um braço me puxando, ele tapa minha boca me impedindo de emitir qualquer som. Então outra silhueta aparece, está escuro, não consigo reconhecer quem é, mas deveria ser o cara que estava no outro beco.

- Solte a garota Mick, você disse que só iramos assusta-la! - A silhueta fala e ESPERA EU CONHEÇO ESSA VOZ.
- Mudei de ideia! - O homem que me segura diz, EU CONHEÇO MAIS AINDA ESSA VOZ.
- O que você vai fazer com a garota Mick? - O Snart (Silhueta) pergunta.
- Talvez só deixa-la com algumas maracas! - Rory (O cara que me segura) responde com voz de mau. Comentário que faz eu me debater em seus braços.
- Não acho que seja uma boa ideia! - Snart diz se aproximando, o que faz eu me debater nos braços de Rory.
- Quanto mais você lutar, mais vai doer! - Rory diz me segurando mais forte.
- Não quero participar disso Mick! - Snart diz e sai do beco.
- Aparentemente somos só nós dois. - Rory disse com um sorriso maléfico.
 

Tento me soltar  ou ao menos gritar mas ele me aperta com muita força, então tento morder a mão dele. Mas ao fazer isso mal consigo dar um grito, ele me joga no chão e da um chute na minha barriga. Logo depois de abaixa e tapa minha poca com algo, pega meus cabelo pela nuca e me levanta com demasiada força o que me faz gemer e começar a bater as pernas com esperança de acerta-lo.

- Eu já felei, quanto mais você lutar mais vai doer! - Rory fala e da um soco na minha cara, fazendo escorrer sangue do meu nariz e do canto do meu lábio. Ele me coloca contra a parede e me dá outro soco, continuo lutando por liberdade e acabo chutando entre suas pernas com muita força o que faz ele ficar com fogo nos olhos, ele agarra o meu pescoço e começa a me levantar do chão, eu estou ficando sem ar e minhas pálpebras começa a pesar enquanto tento manter ar nos meu pulmões, então uma silhueta entra no beco e joga Rory longe, chuta ele no chão e se abaixa para perto de mim, minha visão está embaçada e o escuro não me ajuda a indentificar, só sei que ele me pegou no colo e quando saímos do beco eu o reconheci.

- Ollie... - Eu sussurrei e logo depois desmaiei, sem ar o suficiente para permanecer acordada.

POV Oliver Queen

Eu vi um movimento estranho em um beco, parecia que alguém levantava uma garota no ar, parecia estar sendo enforcada, então quando chego mais perto me espanto, reconheço aquela silhueta em qualquer lugar, era a Fel, e aquele deveria ser o tal do Rory, não penso duas vezes antes de empurrar o babaca no chão e chuta-lo, pelo menos para ter tempo de pegar a Fel e sair correndo dali.

Quando estou saindo do beco com Felicity no colo, vejo que Caitlin e Barry estão saindo de um café ali ao lado, eles se espantam ao me ver com Felicity nos braços, ela tinha várias marcas de sangue no rosto e alguns vermelhões nos braços.

- Meu deus o que aconteceu? - Caitlin pergunta se aproximando de um carro preto. - Quer que eu leve ela para um hospital?
- Por favor! - Peço desesperado.
- Barry e Caitlin sentam nos bancos da frente enquanto eu sento atrás e largo suavemente a cabeça de Felicity sobre meu colo, assustado e chorando eu começo a acariciar sua cabeça, até naquele estado seu cabelo continuava brilhante e macio, como Oliver foi capaz de deixar com que Fel saísse sozinha depois de ela dizer que havia garotos enchendo o saco dela?!

- Da pra me explicar o que aconteceu? - Perguntou Caitlin que tentava desviar de todos os carros para chegar mais rápido ao hospital.
- Eu não sei ! - Digo chorando. - Eu estava passando e vi ela em um beco sendo enforcada.
- O que? - Barry pergunta horrorizado. - Mas por quem?
- Acho que um tal de Rory. - Eu digo.
- Ele é um problemático, passou anos em um reformatório por incendiar sua casa durante a noite e não acordou seus pais que acabaram morrendo queimados. Até onde eu sei nenhuma escola tem permissão para expulsa-lo. - Caitlin me contou. - Pronto chegamos, mantenha a cabeça dela erguida.

Entramos no hospital em desespero, algumas enfermeiras trouxeram uma maca com pressa e levaram a Felicity para uma sala, eu estava com medo, ela significa muito para mim, não posso deixar que a machuquem outra vez.

POV Felicity Smoak

Eu acordei toda dolorida, estava usando uma camisola verde, cheia de curativos e tive certeza que estava em um hospital, logo que e acordei vi a enfermeira trazer alguém.

- Mãe? - Pergunto espantada.
- Me ligaram dizendo que minha menininha estava no hospital, vim assim que pude! - Minha mãe, Donna, disse.
- Eu to bem! Foi só um garoto estúpido! - Eu disse para tranquiliza-la.
- Não não está, está toda machucada! - Minha mãe disse acariciando minha bochecha.
- Não é nada de mais! - Eu insisto mas a verdade é que minha cabeça dilata.
- Minha bebê, por que fizeram isso com você? - Minha mãe pergunta.
- Eu não faço a mínima ideia! - Respondo.
- Agora vou deixar Oliver Queen entrar! - Minha mãe diz se levantando.
- O que? Ollie ainda está aqui? - Pergunto e Oliver surge na porta.
O QUE??? O OLIVER ESTAVA ME ESPERANDO ATÉ AGORA??? POR QUANTO TEMPO EU DESMAIEI MEU DEUS???
- Fel, que bom que você está bem! - Ele disse entrando no quarto e me dando um abraço.
- Obrigada por salvar minha vida Ollie! - Eu sussurrei para ele durante o abraço.
- Eu faria tudo por você! - Oliver diz e sai do abraço para me encarar. 

Eu e Ollie ficamos nos encarando por algum tempo, os olhos belos olhos azuis dele brilham mais do que o normal, estavam cheios de lágrimas, ele encarava meus olhos como se quisesse me passar uma mensagem, ou me pedir permissão para algo porém ele parecia receoso, e eu percebi que estava completamente caidinha pelo cara que havia acabado de salvar a minha vida, então, sem pensar duas vezes eu inclino minha cabeça e roubo um selinho do Ollie, que se senta na maca, me envolve com os seus braços pela minha cintura e me puxa para um beijo, aquecedor e apaixonante, ele me beija como se desejasse isso a anos e eu percebo que esperava isso tanto quanto ele, nossas línguas invadem na boa um do outro como se dançassem salsa ferozmente, eu em fim achei alguém que se importava comigo e que me amava.


Notas Finais


Gente, que dó da Fel, mas o Ollie salvou o dia :-3 Obs: Sentindo cheiro de Snowallen no ar! S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...