História The Twelve Curses - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Astronomia, Chanbaek, Kaisoo, Kristao, Sobrenatural, Sulay, Xiuchen, Yaoi
Visualizações 7
Palavras 988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oy

Capítulo 3 - Date?


Fanfic / Fanfiction The Twelve Curses - Capítulo 3 - Date?

05 de Fevereiro de 2017

17:30 PM


Autora P.O.V. 

Yang Mi estava desde o dia anterior com seu pulso direito engessado, depois de uma lesão durante o treino noturno. Sua rotina havia mudado completamente, depois que a mesma foi proibida de fazer qualquer esforço com o braço direito, envolvendo as práticas de piano, violão, dança, ginástica e principalmente, os treinos de boxe.

E lá estava ela, deitada no sofá da sala de estar, assistindo dorama, enquanto fazia o dever de casa de álgebra. 

Diamond Cristal - EXO CBX 

O raciocínio de Yang é interrompido pelo som do toque de seu celular. 

» Park Yoda 

O nome mostrado na tela fez Yang Mi revirar os olhos de tédio antes de atender a ligação.

– O que é?! 

– Nossa, pensei que ficaria mais feliz em ouvir minha voz... – Park solta uma risadinha inasalada fazendo Yang Mi bufar irritada. 

Você tem vinte segundos pra me dizer o que quer antes que eu desligue na sua cara. – Yang Mi com certeza não era nada paciente quando se tratava de Park Chanyeol. 

Okay! Eu preciso... Conversar com você... Posso... Ir na sua casa? – Ele parecia com medo. Yang Mi riu só de imaginar Park afastando o celular do ouvido para não ouvir seus surtos. 

Tá. Vou pedir pra Sun Hee deixar você entrar. – A fala dela soou indiferente, o que, de certa forma, deixou Park ainda mais assustado, porém, sem chance de dizer mais nada antes que a ligação fosse encerrada pela mais nova.


♦•♦•♦•♦•♦


– Senhorita? – A voz baixa e suave de Sun Hee soou no quarto de Yang Mi, que desviou o olhar para a mesma. – Chanyeol está lá em baixo. Eu peço para ele subir, ou digo pra esperar? 

– Diga a ele que já vou descer. Obrigada, Sun Hee. – A mais nova sorri de lado, sem mostrar os dentes e observa a empregada sair de seu quarto depois de fazer uma pequena reverência. 

Yang Mi usava um moletom branco comprido, até os joelhos, um shorts curto de algodão rosa bebê e seus óculos redondos para ajudar nos estudos. Seu cabelo estava preso num coque bagunçado e seu rosto estava completamente a mostra, sem nenhuma maquiagem.

Ela desceu as escadas correndo, descalça mesmo, se deparando com Chanyeol sentado no sofá, aparentemente, muito nervoso. 

– Eaí, Park? O que quer conversar? – Ela se senta em uma poltrona a frente dele.

– É... Eu... É uma longa história. – Ele realmente estava muito nervoso. 

– Pois então, resuma. Não tenho o dia todo. 

Park suspira, se arrependendo amargamente de ter ganhado aquela corrida e entrado naquele maldoso óvulo. Aos poucos e com muita dificuldade, ele contou toda história para Yang Mi, que escutou tudo boquiaberta. 

– VOCÊ QUER O QUÊ??! – O grito de Yang Mi ecoou pela sua casa, que felizmente estava vazia, tirando o gigante Yoda e ela. 

– Aceita ou não? – Ele fala fitando suas mãos enquanto brincava com os dedos por nervosismo.

– O que eu ganho com isso? – Yang Mi realmente achou a proposta interessante. Sua fama aumentaria e ela gostava disso. Mas ainda sim, queria ver até aonde Park iria para conseguir o que quer.

– Seu segredo ficaria a salvo por mais tempo. – Yang Mi sorriu de canto. Park estava jogando sujo. Aquilo era algo típico de Yang Mi, ela gostou disso. 

– Okay. Feito. – Park arregalou os olhos. Não esperava que fosse tão fácil assim. – Mas com uma condição.

– Eu sabia... – Ele revirou os olhos e bufou frustrado. 

– Isso tudo não vai passar de uma atuação. Como quando nos conhecemos. Então, se for pra fazer isso, vamos fazer direito, okay? Como nas gravações de um dorama. – Yang determinou e Park assentiu. – Ah! E não tente nada, ou eu quebro seu nariz. 

– Sim, senhora! – Chanyeol sorriu satisfeito e estendeu o mindinho para Yang, que sorriu também e entrelaçou o seu mindinho com o dele. – Amigos e futuros namorados?

– Amigos e futuros namorados! 


♦•♦•♦•♦•♦


19:30 PM 


Baekhyun P.O.V. 


Faz duas horas que Chanyeol saiu e não voltou. Não que eu esteja preocupado. Eu não ligo. Mas... Onde será que ele foi? Aish... Quem se importa?


– Ei, hyung! Está tudo bem? – A voz de Sehun interrompeu meus devaneios e eu olhei para o mesmo que estava sentado ao lado de LuHan, na sala de estar, enquanto os outros estavam espalhados pela casa.

– Ah... Sim, estou! Sabe onde Chanyeol foi? – O semblante de Sehun passou de preocupado para confuso – Emprestei uma coisa pra ele e preciso pegar de volta. Só isso. 

– Hm, sei. Ele está na casa da Yang Mi. – Ele deu de ombros e eu fiquei boquiaberto.


Como assim?! Chanyeol odeia Yang Mi! Yang Mi odeia Chanyeol! Qual é a desses dois?! Eu não sei se sinto mais ciúmes dele ou dela. Espera. O QUÊ?! NÃO! Claro que é dela. Eu não sentiria ciúmes do Chanyeol dessa maneira. Não. Jamais... Será? Talvez.

Vou até o meu quarto, que tinha a varanda direcionada justamente para a casa de Yang Mi e fico fitando a casa. 

Pego meu celular e mando uma mensagem para Yang Mi. 


Byun Baekhyunnie: 

Mi-ya! 

Kim Mi-Ya:

Annyeong, Baekkie! Como vai?


Byun Baekhyunnie:

Ah, estou ótimo e você? O que está fazendo? 


Kim Mi-Ya:

Estou muito feliz! Assistindo Falling in You com o Yeollie Yoda e você?


Byun Baekhyunnie: 

Yeollie Yoda? O Chanyeol? 


Kim Mi-Ya: 

Hahaha Sim, Baek! Ele mesmo! Ele veio aqui em casa conversar sobre algumas coisas e convidei ele para relembrar o ano passado, quando atuávamos juntos ^^


Byun Baekhyunnie:

Então, fizeram as pazes? 

 

Kim Mi-Ya:

Com certeza! Acho que agora, seremos grandes amigos!


Byun Baekhyunnie:

Woa! Que bom, Mi-ya! Fico feliz por vocês!

Kim Mi-Ya: 

(Áudio) Obrigada, Baekhyunnie! (Chanyeol): Ei, Mi-ya! Sai do celular! Agora é a nossa cena favorita!


O quê?! Isso é sério?! Ele chamou ela de Mi-Ya?! Mas, isso é só para os íntimos! Quem Chanyeol pensa que é??


Aish... A quem você quer enganar, Byun... Você não pode se meter entre os dois assim... 


Byun Baekhyunnie:

Annyeong, Mi-ya! Bom dorama! 


Respondi a mensagem e joguei o celular na bancada. Bufando frustrado e me perguntando o que é que estava acontecendo comigo. 



 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...