História The two side of life - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Jack and Jack, JC Caylen, Kian Lawley, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Old Magcon
Visualizações 60
Palavras 2.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - Acampamento||


Fanfic / Fanfiction The two side of life - Capítulo 39 - Acampamento||


Kian: -Maryanna!

Cat: -ACORDA GALINHA.- se joga em cima de mim.

Kian: -Joga água nela.

Eu: -Joga não.

Cat: -A professora está te esperando para fazer a gincana.

Eu: -Afferson, que horas são? 08:00 da manhã? Que tipo de pessoa faz gincana de manhã cedo.

Cat: -14:20.

Arregalo os olhos, levanto rápido da cama fazendo com que eu sinta uma rápida tontura. Banho e me visto no banheiro. (Midia).

Passo rimel e um batom roxo para tirar a minha cara de morta. Saio do quarto sendo acompanhada por Cat e Kian.

Fomos para dentro da mata, as árvores são grandes me fazendo ter medo de cair alguma cobra ou algo do tipo, a grama é um pouco maior do que a do acampamento. Por quê diabos ela vem fazer uma gincana no mato?

Me posiciono entre Shawn e Kian.

Shawn: -Não vai nem dar bom dia pro seu namorado lindo e maravilhoso?

Eu: -Não.

Ele arqueia as sobrancelhas, sorrio e dou um beijo em sua bochecha.

Professora: -...As três pessoas que estão dividindo o quarto vão se reunir e decidir quem vai ficar guiando, os outros dois vão amarrar a perna um no outro e os braços, mas só uma perna e só um braço e uma venda nas pessoas que estão amarradas, a outra pessoa vai ficar guiando apenas com palavras não vão poder tocar na dupla, entenderam?

Eu: -Não.- falo baixo.

Kian: -Quando é que você entende alguma coisa?!

Eu: -Viado.

Professora: -Só se arrumem e depois eu explico de novo.

(Professor/M: professor de matemática )

Professor/M: -Eu ajudo a Mary.

Eu: -Maryanna.- tento cortar a intimidade que ele acha que tem.

De onde esse homem saiu? Não tinha notado a presença dele.

Arqueio as sobrancelhas, vou para onde Aaron e Erick estavam. Depois de alguns minutos o professor chega para nos ajudar, sinto seu olhar sobre minha coxa enquanto ele amarrava minha perna direita na perna esquerda do Erick, depois fez o mesmo com nossas mãos e seus olhos foram para os meus seios.

Erick: -Conseguimos amarrar a venda sozinhos, obrigado.

Aaron cuidou dessa parte, amarrou a venda em mim e depois no Erick, ele nos posicionou onde a professora pediu.

Professora: -Vocês vão obedecer a pessoa do seu trio que está sem o troço no olho, pano, se ele falar que é para ir para esquerda vocês vão para esquerda, até chegarem do outro lado e pegarem a bandeira vermelha. Vocês estão divididos em grupos, rosa, preto e amarelo, o grupo que pegar a bandeira primeiro, ganha.

Aaron: -Quem for do grupo preto se esforça para pegar a bandeira, a Mary e o Erick vão cair no primeiro segundo tenho certeza.

Ouço algumas pessoas rirem.

Erick: -Vou pegar a bandeira só para esfregar na tua cara.

Professora: -UM, DOIS, TRÊS, VAI!

Erick deu o primeiro passo com a perna direita e eu também, acabou que nós caímos sem nem sair do lugar.

Aaron: -Eu disse.

Eu: -Agora vai.- me levanto.

Erick: -Primeiro a perna amarrada depois a outra.

Aaron: -É só ir reto, vocês ficarão em um lugar sem obstáculo.

Andamos um pouco rápido e acabamos batendo a cara na árvore.

Erick: -AARON EU VOU TE MATAR VAGABUNDO.

Eu: -Essa bosta de pano deve ter coisado meus cílios.

Aaron: -É só virar para esquerda e seguirem reto.

Piso em uma poça de lama e deslizo um pouco, seguro o ombro do Erick para não cair.

Eu: -Não vou mais, Aaron eu nunca mais confio em você.

Ouço Aaron rir.

Erick: -Tira a venda.

Tiro a venda e olho para Aaron, ele estava sentado no chão rindo.

Balanço a cabeça negativamente.

Eu: -Vou banhar... de novo.

°°°°°°°

O almoço já havia passado e eu estou morrendo de fome. Não trouxe comida pois esqueci de comprar.

Procuro Kian, não o encontro mas vejo meu irmão sozinho em uma rede amarrada entre dois coqueiros perto da cachoeira, caminho até ele, me sento em uma pedra grande.

Eu: -Lucas?

Lucas: -Hm.

Cat: -Oi gente, estão fazendo o quê?

Lucas: -Estava dormindo, né.

Eu: -Estava procurando por comida.

Caitlyn se senta ao meu lado e me abraça. Ficamos em silêncio, apenas observando algumas pessoas banharem e outras jogarem futebol. Me distraio vendo Shawn conversar com a Chloe.

Cat: -...Eu não acho que as pessoas tristes fingem estarem felizes, a maioria das pessoas falam que apenas fingem serem felizes mas não acredito muito nisso.

Demoro para entender o que ela quis dizer.

Lucas: -Por quê não acredita? Uma pessoa triste pode sim apenas fingir ser feliz.

Cat: -Acho que não, as pessoas não fingem serem felizes, elas são... nem que seja só um pouquinho ou só por aquele momento.

Lucas: -Então burra, elas fingem serem felizes quando estão com pessoas a sua volta, ou tentam ser.

Cat: -Eu tô falando que elas não fingem só porque as pessoas estão a sua volta, elas são felizes, e depois voltam para a tristeza.

Eu: -Vivemos em um mundo onde as peças fingem serem o que não são apenas para se sentirem melhor, você acha mesmo que elas não podem fingir ser feliz?!

Cat: -Não vejo sentido em uma pessoa fingir sentir algo que não sente, se eu estiver triste vou demonstrar, não vou fingir estar feliz.

Eu: -Te parabenizo pela coragem mas nem todos são assim, alguns fingem serem felizes apenas para evitar que os outros se preocupem.

Suspiro tentando manter a calma.

Cat: -Mas se alguém se preocupar é porque ela gosta de você, isso é bom.

Lucas: -Ou esse alguém só está fingindo se preocupar.

Eu: -Nem todos pensam igual você Cat, nem todos querem que outros se preocupem, não querem ser um fardo, digamos assim.

Lucas: -Igual a Mary...

Eu: -Quê?- faço uma careta.

Lucas: -Antes ela era mais triste, só que fazia um esforço para ninguém perceber.

Como ele sabe disso? Privacidade está em falta.

Cat: -Mary!?

Lucas: -E quando passava alguma cena triste na tv ou em qualquer lugar, ela chorava.

Cat: -Mas isso é normal Lucas.

Lucas: -Não para a Mary, ela já foi mais alegre, nunca tinha visto ela chorar igual ela chorava por qualquer coisa.

Meu irmão é tão observador, nunca notei isso. Fico em silêncio por não saber o que dizer.

Kian: -CAT, CHLOE ESTÁ TE CHAMANDO.- ele está no lado oposto em que estamos.

Olho incrédula para ela, Cat dá de ombros e sai.

Ouço minha barriga roncar me fazendo sentir fome novamente.

Lucas: -Sabe quando peguei seu celular para falar com o Adam?

Eu: -Quê que tem?

Lucas: -Antes de colocá-lo na mesa, chegou uma mensagem.- um frio pecorre minha barriga.

Eu: -Sabe a minha senha?

Lucas: -Deu para ler mesmo estando bloqueado... Mary você é minha irmã, Shawn é meu amigo, se ele estiver errado vou defender você mas se você estiver errada vou defender ele.

Eu: -Como assim? Não estou te entendendo.

Lucas: -Está se envolvendo com outro cara? Foi o que deu a entender pela mensagem que ele mandou, e se estiver traindo Shawn, sinto muito mas sentirei nojo de você, a mensagem toda que ele mandou foi apenas te chamando de gostosa e coisas do tipo, quem sairá perdendo no caso não será o Shawn.

Fiquei pasma ao ouvir isso, não acredito que meu irmão acha que eu faria algo do tipo. Lembro de um dia em que ele me disse que não aceita traição e muito menos uma homem gritar com uma mulher ou tratá-la com ignorância.

Eu: -Pelo amor né Lucas, nunca faria algo do tipo ainda mais com Shawn, não sou baixa a esse ponto.

Minha vontade é de mandar ele ir se fuder mas não posso fazer isso.

Lucas: -Então quem é que te manda mensagem praticamente te assediando? Nem o número da pessoa você tem salvo.

Eu: -Se eu não tenho o número da pessoa salvo é porque não sei quem é.

Lucas: -Ou é a sua desculpa.- finjo não ter ouvir -Quando começou a receber essas mensagens? Não tem idéia de quem seja?

Eu: -Faz muito tempo. Não sei quem é, já perguntei mas não me respodeu e aí dei block no contato mas a pessoa comprou outro chip, decidi não bloquear mais já que teria que bloquear o mesmo anônimo de novo.

Lucas: -E simplesmente deixou ele ou ela ficar mandando mensagens?

Eu: -Foi, qual o ponto de bloquear uma pessoa várias vezes e ela continuar mandando mensagens?

Lucas: -Vou contar para nossa mãe quando chegarmos em casa.

Minha mãe sempre foi cheia de preocupações, não quero ser mais uma sendo que eu mesma posso resolver, não quero que ela perca seu tempo comigo.

Eu: -Lucas não, ela tem tantas coisas para resolver, seria bem melhor se nós a poupase de...

Lucas: -A poupar por quê? A poupar de quê? Mary você não faz nada a respeito e não aceita ajuda, vai viver suportando essas mensagens até quando?

Eu: -Não sei, isso é um assunto meu sou eu quem está sendo assediada e sou eu que vou resolver isso.

Lucas: -Resolver como? Ignorando? Solução maravilhosa, com certeza vai dar certo, tudo o que você omite alguma hora surge e vai ser bem pior.

Eu: -Entenda uma coisa, não vou dar uma preocupação a mais para nossa mãe, você não tem o direito de contar nada para ela, isso se trata de mim e não de você.

Lucas: -Para de ser idiota. Só estou tentando te ajudar, você não toma uma atitude para acabar com isso mas nós podemos te ajudar, só não quero que você seja assediada até não aguentar mais, existe uma solução para isso e você sabe qual é, você sabe a quem pedir ajuda mas ignora, eu só quero o seu bem e estou tentando te livrar de algo que só te faz mal.

Não sabia o que falar, não posso deixá-lo contar para nossos pais.

Eu: -Okay, quando voltarmos vou resolver isso, me dê um prazo de uma semana e se eu não conseguir deixo você falar com nossos pais.

Ele fica em silêncio, provavelmente pensando na proposta.

Lucas: -Uma semana, e não omita nada.

Eu: -Não conta para ninguém.

Lucas: -De boa.

Me levanto e vou procurar alguém para me dar comida, nunca mais saio de casa sem levar ao menos um biscoito.

°°°°°°°°

São 21:10, está tendo uma festa em que não entendi o motivo mas, ok. Estou no meu quarto porque não tive vontade de sair, trouxe minha janta para o quarto.

Não sei por quê, mas depois da conversa com meu irmão fiquei desanimada. Não conseguirei criar força para denunciar quem me assedia por mensagem, nem sei se posso ir na delegacia já que sou menor de idade, e então meu irmão vai contar para nossos pais e minha mãe vai começar a desconfiar de todos e meu pai não vai me deixar nem respirar sem ele ao meu lado.

Agora estou assistindo the flash, falta dois episódios para que eu terminei skam mas decidi começar logo outra série.

Ouço baterem na porta e mando entrar. Shawn adentra o quarto, ele está arrumado, me senti culpada por fazê-lo vir aqui ao invés de ficar na festa.

Eu: -Se eu mandar você voltar para festa, você volta?

Shawn: -Percebi que prefiro estar aqui cuidando da sua saúde emocional do que estar em uma festa cheia de pessoas vazias tentando se encher de álcool.- fala sorrindo. -Não vou voltar.

Algum dos meninos que divide o quarto comigo deve ter falado com Shawn sobre o meu desânimo repentino.

Afasto dando espaço para ele se sentar ao meu lado. Shawn me abraça e depósita um beijo no topo da minha cabeça.

Eu: -Não quero que fique aqui por minha causa, seus amigos estão na festa e você nesse quarto.

Shawn: -Você também está no quarto, seus amigos também estão na festa.

Eu: -É diferente.

Shawn: -Não é não.

Dou de ombros, volto a assitir the flash. Erick entra no quarto com uma menina.

Erick: -Foi mal, não sabia que estavam aqui.- fala já saindo.

Eu: -Como está sendo dormir no mesmo quarto que sua ex e seu inimigo?

Shawn: -É horrível, Deus deve estar me castigando agora.

Eu: -Fiquei sabendo que a escola vai fazer uma festa antes das férias e nessa festa vai ter um tempo para as pessoas mostrarem seus dons, qual é o seu dom?

Shawn: -Ser lindo, maravilhoso e cantar.

Dou um sorriso bobo.

Eu: -Qual música vai cantar?

Ele fica um pouco desconfortável por conta da pergunta.

Shawn: -Eu que escrevi então só vai saber no dia.

Eu: -Canta para mim? Erick tem um violão aqui.

Me levanto e procuro o violão do Erick, o encontro e entrego para Shawn, me sento de frente para ele.

Shawn: -Não vou cantar, é surpresa.

Eu: -Tu me deixou levantar e procurar o violão que nem é meu para me dizer que não vai cantar?! Pode cantar, nem que seja outra música.

Ele fica algum tempo em silêncio e depois começa a fazer acordes.

Shawn: -You're an angel in disguise, when you call on your eyes, but angels don't need covering

(Você é um anjo disfarçado

Quando você apura seus olhos

Mas anjos não precisam de disfarce)

Shawn: -You're a princess, you're a queen

You don't need finer things

But I'll buy you diamond rings just because

(Você é uma princesa, você é uma rainha

Você não precisa das coisas mais finas

Mas eu vou te comprar anéis de diamante só porque)

Shawn: -Cause you break the rules of beautiful

So stay with me for a minute more

No need to fix what's beautiful, you're beautiful

(Porque você quebra as regras da beleza

Então fique comigo por mais tempo

Não há necessidade de corrigir o que é bonito, você é linda)

Shawn: -Like a flower all alone in a field of weeds

You don't need to change you just need to be

The way you were made is just for me

You're beautiful, cause you break the rules of beautiful

(Como uma flor sozinha em um campo de ervas daninhas

Você não precisa mudar, você só precisa ser

A maneira como você foi feita é apenas para mim

Você é linda, porque você quebra as regras da beleza)

Shawn: -The rules, as they are, overlook your heart

But we got history that's deeper than these scars

Oh and I'll take it all, all of your secrets and flaws

You make history by being who you are

(A regras, como elas são, ignoram seu coração

Mas nós temos a história que é mais profunda que essas cicatrizes

Ah, e eu vou tirar isso tudo, todos os seus segredos e falhas

Você faz história por ser quem você é)

Shawn: -Cause you break the rules of beautiful

So stay with me for a minute more

No need to fix what's beautiful, you're beautiful.

(Porque você quebra as regras da beleza

Então fique comigo por mais tempo

Não há necessidade de corrigir o que é bonito, você é linda.)

Sorrio e o beijo intensamente, o que me desanimou não foi falta de auto-estima, mas Shawn conseguiu me animar e tirar todo o nervosismo e ansiedade que estava em meu corpo.

•••••••••


Notas Finais


Não lembro se coloquei durante o capítulo, a música que Shawn cantou é Rules of beautiful do Jacob W.
Gostaram do capítulo?
Me desculpem pelos possíveis erros de ortografia.
♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...