História The two side of life - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Jack and Jack, JC Caylen, Kian Lawley, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Old Magcon
Visualizações 56
Palavras 2.386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 41 - Fix you


Quinta-feira.

Fix you - Coldpaly

When you try your best, but you don't succeed When you get what you want, but not what you need When you feel so tired, but you can't sleep Stuck in reverse

And the tears come streaming down your face When you lose something you can't replace When you love someone, but it goes to waste Could it be worse?...

And high up above or down below When you're too in love to let it go But if you never try, you'll never know Just what you're worth Lights will guide you home And ignite your bones And I will try to fix you!

Quando você tenta o seu melhor, mas não tem sucesso Quando você consegue o que quer, mas não o que precisa Quando você se sente cansado, mas não consegue dormir Preso em marcha ré

Quando as lágrimas começam a rolar pelo seu rosto Quando você perde algo que não pode substituir Quando você ama alguém, mas é desperdiçado Pode ser pior?...

Bem no alto ou bem lá embaixo Quando você está muito apaixonado para esquecer Mas se você nunca tentar, você nunca saberá O quanto você vale Luzes te guiarão até em casa E aquecerão teus ossos E eu tentarei, consertar você!

Já se passaram duas semanas desde que Shawn terminou comigo. Seguir em frente é bem mais difícil do que pensei que seria, ainda mais quando tenho que vê-lo todos os dias.

Deveria ir perguntar o motivo pelo qual terminamos mas não fui mais atrás dele, na realidade, tenho evitado até mesmo contato visual.

Minhas noites de sono tem sido poucas, na maioria das vezes tenho que ir beber qualquer remédio que me dê um pouco de sono.

Os chocolates que Shawn havia me dado comi todos em uma semana enquanto assitia filme ou fazia atividades escolar. As nossas fotos continuam na minha estante ao lado das maquiagens, deveria tirá-las de lá mas não consigo.

Decidi não contar para nenhum dos meus amigos sobre o fim do meu namoro, se abrisse minha boca para falar disso provavelmente choraria. Chorar é a última coisa que quero agora. Creio que Shawn não tenha contado para seus amigos também, mas assim como Kian, Jc e Cat, eles já devem ter percebido algo de errado entre nós.

Mãe: -Maryanna eu não acredito que não dormiu de novo, não vai faltar dessa vez, desliga esse notebook e vai se arrumar.

Faço o que ela manda. Visto uma calça preta cós-alto e um cropped azul escuro escrito "holy shit!", calço um tênis roxo e tranco meu quarto antes de sair.

Lucas: -Seus olhos estão inchados.

Eu: -Droga.

Pego dua colheres e as coloco no congelador, termino de tomar meu café da manhã e as pego de lá. Pressiono as colheres contra meus olhos fazendo eles arderem um pouco depois de alguns segundos, tiro as colheres.

Eu: -Está muito inchado?

Lucas: -Não, está melhor agora.

Mãe: -Se eu te pegar às 07:00 da manhã mexendo em notebook eu te deixo de castigo.

Pai: -Já deveria ter colocado de castigo a muito tempo.

Eu: -Oi? Não faço nada de errado, simplesmente não entendo vocês.

Pego meu celular e vou para a sala.

~Mensagens on~

Kian: Tem como eu ir com vocês hoje?

Eu: Pera aê

Eu: -LUCAS! Nós vamos de carro hoje?

Lucas: -Vamos com o Shawn, a moto está na oficina e nosso pai vai usar o carro.

Eita porra, Lucas só fode a minha vida.

Eu: Pelo amor de Jesus Cristo, vamo comigo para escola

Kian:

Eu: Lucas pediu para SHAWN nos levar

Kian: Okay, quando chegar na escola você me explica, tô indo aí

~Mensagens off ~

É só agir normalmente, entrar no carro, desejar bom dia e seguir em silêncio, agradecer a carona, sair do carro com cuidado para não tropeçar e ir procurar a Cat.

Alguém bate na porta e meu coração acelera.

Lucas: -Shawn avisou que está nos esperando, vai lá e agorinha eu vou.

Eu: -Kian vai ir com a gente.

Ele não responde então decido sair, abro e porta e vejo Kian sorrindo com uma flor branca e pequena na mão.

Eu: -Por algum acaso pegou essa flor no jardim da minha mãe?- faço uma expressão confusa.

Kian: -Ela não vai brigar, nem vai sentir falta.

Rio enquanto balanço minha cabeça negativamente.

Mãe: -KIAN, JÁ TOMOU CAFÉ DA MANHÃ?

Kian: -COMIDA? QUERO.

Eu: -Quer nada não.

O empurro em direção ao carro, abro a porta para me sentar no banco de trás. O que seria pior, ficar ao lado da namorada do meu irmão ou ficar ao lado meu ex?

Kian: -Dá para entrar logo?

Emily: -Eu não mordo, Mary.

Pressiono os lábios, é uma decisão difícil.

Eu: -Não deixe o meu amorzinho de vela.

Dou a volta no carro para poder sentar no banco do passageiro. Me arrependo ao fechar a porta.

Eu: -Bom dia.- sussurro.

Puta merda Maryanna, nem dar bom dia você sabe.

Shawn: -Bom dia, cadê seu irmão?

Shawn não colabora e puxa assunto.

Eu: -Meu irmão? Acho que ele foi pegar alguma coisa no quarto.

Minha voz saiu um pouco falha, Shawn sorriu sem mostrar os dentes, provavelmente por causa do meu nervosismo.

Aperto minhas unhas contra a palma da minha mão, espero que ninguém mais puxe assunto.

Abro minha mão quando sinto arder, um pouco da minha pele saiu. Olho para Shawn e aproveito que ele não viu e viro a palma da mão.

Lucas entra no carro e assim seguimos para o colégio. Shawn dirige na mesma velocidade de sempre, mas agora parece estar demorando muito mais.

Emily: -Ahn, não ia perguntar mas não estou aguentando, vocês dois terminaram ou brigaram?

Eu: -Shiu, fica de boa aí na tua.

Lucas: -Maryanna!- me repreende.

Eu: -Ah pelo amor né, Lucas! Não sou nem obrigada.

Lucas: -Na verdade é obrigada sim, já se passaram duas semanas desde o acampamento e eu não vi você arranjar uma solução.

Eu: -Solução? Tá tudo bom contigo?

Lucas: -Desconhecido, mensagens e pá.- dá um sorriso cínico.

Nem lembrava mais disso, o anônimo continuou mandando mensagens mas não lembrei de ir na delegacia.

Eu: -Não vale, tinha esquecido.

Shawn: -Mensagens, quê? Alguém me explica.

Kian: -Eu tô só o Shawn.

Lucas: -Nada não, se a Mary não contou, quem sou eu para contar.

Eu: -Enfim, já chegamos.- pego minha mochila que estava no meus pés.

Emily: -Ninguém respondeu a minha pergunta.

Eu: -É porque ninguém aqui te deve satisfação.

Shawn: -Terminamos.

Saio do carro. Esqueci de agradecer. Espero Kian descer.

Kian: -Fica aqui, me encontra na segunda aula na arquibancada do campo de futebol.

Eu: -Por quê vou ficar aqui?

Shawn: -Precisamos conversar.- segura minha mão, a puxo de volta antes do arrepio se espalhar por todo o meu corpo.

Eu: -Não precisamos.- Kian sai nos deixando sozinhos. -Não te devo mais satisfação de nada.

Shawn: -Por quê está defensiva? Mary, sei que terminamos mas não precisa me tratar como me tratava no início, se não quer nem minha amizade então ao menos seja gentil. Tenha caráter.

Olho para os lados procurando algo que me ajude a sair daqui.

Eu: -Certo, desculpa, obrigada pela carona.

Shawn: -Você sabe que não é isso.- fala rindo.

Eu: -Foi mal, tentarei melhorar. Pensei que afastar a pessoa que me provocou a dor seria melhor, fui burra.

Shawn: -Não quero ser chato, mas... o quê a Emily fez para você tratá-la mal?

Eu: -Está sendo chato.- me viro com o objetivo de sair dali.

Shawn me vira e me abraça impedindo que eu faça qualquer coisa. Sinto um frio bom na barriga, tenho que parar de sentir isso.

Shawn: -Só sai se me falar.

Eu: -Só não gosto dela, quando Lucas está comigo ele é tão legal mas aí ela chega ele nem sequer olha para mim.

Shawn: -Eu perguntei qual o seu problema com ela e não com o Lusca.

Eu: -Está chamando meu irmão pelo apelido que eu chamo ele? Não aceito isso.

Shawn: -Ok, Mary. Agora é sério, ela faz seu irmão feliz então o deixe viver em paz e pare de ser rude com ela, faça isso pelo seu irmão.

Tento me soltar, falho.

Shawn: -Poderia pedir para prometer, mas você não cumpre suas promessas.- me deixa sozinha.

Sei que ele está se referindo ao dia em que fumei no acampamento, reviro os olhos.

Pego meu livro da primeira aula e vou para a sala. Tento prestar atenção na professora mas fica complicador quando se tem Shawn Mendes te olhando o tempo inteiro.

Cat: -Mary.- sussurra.

Eu: -Pois não.

Cat: -Vamos amanhã para uma festa?

Eu: -Vou ver, te mando mensagem ainda hoje.

Cat: -A festa vai ser...- a professora a interrompe.

Professora: -Mary meu bem, você e Kian eram meus alunos favoritos, agora Kian nem aparece mais nas aulas e você só conversa e dorme.

Eu: -Que dia sai as notas?

Professora: -Olha quê que essa menina está falando, eu digo uma coisa e ela diz o oposto.

Eu: -Foi malz.

Não tiro os olhos dela durante toda a explicação, porém, meus pensamentos estavam em Shawn e nas suas palavras durante o acampamento, talvez ele tenha até falado o por quê mas como sou lerda acho que não percebi.

O sinal toca e vou para a arquibancada. Kian, Jc e Cat já estavam lá.

Eu: -E aí.

Pego meu celular no meu bolso.

Jc: -Oi piranha.

Eu: -O que eu faço para o meu celular parar de esquentar?

Kian: -Coloca perto do seu coração.

Olho incrédula para ele.

Cat: -Coração? Ela nem sabe como é ter um.

Eu: -Nossa gente, vou até ir embora.

Me viro só para fazer drama.

Jc: -Vai então, otária. Nós vamos ir para alguma lanchonete.

Eu: -Kian paga um café para mim?

Kian: -Você está me devendo 5 dólares, ou acha que esqueci?

Cat: -Eu pago, só vamos logo.

Kian: -Eu ia pagar né, mas você já se ofereceu.

Guardamos nossas bolsas no nossos armários e conseguimos chegar até o muro sem ninguém nos ver. Jc e Kian pulam sem fazer muito esforço, ajudo Cat a pular. Procuro algum buraco no muro que possa me ajudar mas não encontro

Eu: -Gente, não tem nada para me ajudar a pular aqui.

Lucas: -Te ajudo se me der 20 dólares e de bônus nem conto para minha mãe.

Eu: -De onde tu saiu, menino?- coloco a mão no peito.

Lucas está acompanhado por Shawn e Carter.

Lucas: -Da barriga da nossa mãe.

Jc: -OU DA VAGINA.

Eu: -Te dou quando chegar em casa. Para quê que tu quer?

Lucas: -Comprar qualquer coisa que me deixe inconsciente.

Carter: -Cerveja, ele vai comprar cerveja.

Eu: -Se eu souber que tu comprou drogas eu corto teu pescoço.

Shawn: -Ele não vai usar drogas, Maryanna.

Lucas: -Tem que parar de se preocupar tanto.

Ele me dá 'pezinho' e eu pulo, quase cai mas tudo bem. Corremos até ficarmos longe do colégio.

Decidimos não passar vergonha, até Jc começar a contar umas piadas ruins e Cat rir igual uma louca, a risada dela nos fez rir.

Entremos em um Starbucks e fizemos nossos pedido, pedi uma cappucino, Kian disse que vai dividir um torta de morango comigo.

Nossos pedidos chegam e comemos enquanto conversamos.

Cat: -Quando vai nos contar?

Todos ficam em silêncio então sei que a perguntar foi direcionada a mim, afinal, estou escondendo algo e eles estão olhando para mim curiosos.

Eu: -Desculpa, não contei que Shawn tinha terminado comigo porque estava com medo, na primeira semana fiquei muito emotiva e iria chorar se falasse sobre isso, na segunda semana pensei que conseguiria superar sem falar dele com ninguém.

Jc: -E na terceira? Ia esperar completar um mês?

Eu: -Não, estou um pouco insegura e não quero conversar sobre isso.

Kian: -Só uma pergunta, por quê ele terminou?

Eu: -Não sei, ele não disse mas repetia o tempo todo que não era o que ele queria mas era o que ele precisava fazer.

Cat: -Contou para Aaliyah?

Eu: -Não, Shawn deve ter contado.

Cat: -Você não tinha contado pro seu irmão, por quê ele teria contado para ela!?

Eu: -Porque Shawn não é um irmão desnaturado.

Kian: -Aviãozinho.- coloca um pedaço de torta na minha boca.

Jc: -Como que vocês terminam e não falam para ninguém?

Dou de ombros.

Como um pouco mais de torta. Espero eles pagarem a conta para voltarmos para o colégio.

Jc: -Ainda hoje toma esse cappucino menina?

Eu: -Aham, Kian me segura.- Pulo em suas costas e nós acabamos caindo. -Porra, Kian.

Kian: -Puta merda, achei que não iria passar vergonha pelo menos hoje.

Cat: -Achou errado.

Jc: -Mary, não olha agora mas teu cappucino está todo no chão.

Eu: -Desgraça.

Erick: -Estão perdidos?

Jc: -Você não fica no colégio não?

Erick: -De vez em quando.

Me levanto com a ajuda do Kian.

Eu: -Oi, Erick lindão.- o abraço.

Erick: -Eita, me abraçou por quê? Alguém deu drogas para ela?

Eu: -Só preciso de outro cappucino.

Erick: -Dentro da minha mochila tem algo mais forte, vocês querem?

Olho para todos, eles concordam.

Erick: -Vamos para praia então.

Eu: -Vender arte?

Jc: -Só se for a tua arte de ser trouxa.- dou um chute em sua canela. -Ai porra ruim.

Erick: -Alguns amigos meus estão me esperando, entrem no meu carro, vou só comprar um cigarro.

Não sabíamos qual era o carro, Cat tentou abrir um mas um homem destravou ele na mesma hora e ela tentou disfarçar, não deu muito certo.

Esperamos Erick voltar. Ficamos bebendo na praia até a hora do almoço, depois compramos alguns salgadinhos e um refri para comermos no terraço de um shopping. Terminamos de comer e fomos andar, Kian estava um pouco alterado por causa do álcool.

Eu: -Gente aqui tem seguranças, acho melhor levar Kian para outro lugar.

Kian: -Caitlyn, quando te vi montei em um jegue e fugi, bateu a saudade, não aguentei, montei em uma cobra e voltei.

Cat: -Que lindo.- o abraça.

Eu: -O certo é vaca e não cobra, Kian.

Kian: -Falei cobra para combinar contigo.

Jc: -Woow.

Kian: -Água para ser água tem que ser limpa, beijo para ser beijo tem que ser de língua.- abraça o Jc.

Jc: -Não vou te beijar, Kian

Erick: -Terminou com o Shawn ou é só fogo?

Kian entra em uma loja de brinquedos nos obrigando a ir atrás dele.

Eu: -Terminamos, não quero ser rude mas... não tô afim de falar sobre isso, não agora.

Erick: -De boa. -passa o braço em volta do meu pescoço.

Jc: -Kian, encontrei a Moana.

Kian: -Manda a Moana ir tomar no cu dela, agora eu quero a Cinderela.

Meu celular toca.

~Ligação on~

Lucas: -Vai voltar com a gente?

Eu: -Não, fala para mãe que fiquei fazendo um trabalho.

Lucas: -Aonde você está?

Eu: -Lugar nenhum.

Não consegui pensar em nenhuma desculpa, Lucas sempre sabe quando estou mentindo.

Lucas: -Quem é que vai dar recado para nossa mãe?

Eu: -Shopping.

Lucas: -Com quem?

Se ele não fosse fazer um favor para mim, teria mandado ele ir se fuder.

Eu: -Kian, Jc e a Caitlyn.

Lucas: -O Erick também? Estou atrás de você, do lado de fora da loja. Toy city? Não tinha loja melhor não?

Eu: -Kian está um pouco bêbado e quis vir aqui, se quiser falar comigo é só entrar.

~Ligação off~

Ficamos um pouco mais no shopping, fui direto para o meu trabalho e pela primeira vez em semanas, consegui dormir bem, estava tão cansada que só me joguei na cama e apaguei.

••••••••••


Notas Finais


Vocês conseguem sobreviver com o fato deles terminado, eu sei que conseguem♥
Me perdoem se tiver algum erro de ortografia no capítulo.
Acho que amanhã não vou postar capítulo.
Vocês lêem as letras das músicas dos capítulos?
♡♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...