História The two sides of the game - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Priya, Rosalya
Tags Amor Doce, Armin, Hentai, Romance
Visualizações 70
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom dia!
O capítulo de hoje tem hentai, é um dos primeros que eu escrevo, então me desculpa se tiver meio bosta kkk, mas eu juro que eu vou melhorar.
Boa leitura.

Capítulo 12 - Cap. 12


                              P.O.V Angel

Minha cabeça começou a doer com uma grande força me fazendo acordar. Já era segunda e eu me sentia um lixo, como se da quinta - que era véspera de feriado no meu país - tivesse pulado direto pra segunda. Algum tempo depois de ter enrolado na cama eu resolvi levantar, e só aí eu percebi que eu não estava no meu quarto e muito menos na minha casa, com o susto eu me levantei de uma vez e acabei ficando tonta e me sentei de novo na cama, foi quando eu vi as minhas roupas ou melhor a falta delas, eu estava só com uma camisa preta que batia até no meio das minhas coxas e com a minha lingerie. Eu me lembrava do que aconteceu na noite passada, - ou pelo menos acho que sim - só não me lembro como vim parar aqui. Eu fui até o banheiro que tinha ali mesmo no quarto, e lavei o rosto e prendi, de novo, o meu cabelo em um coque bagunçado, quando eu escutei alguém entrar no quarto.

 

Armin: Angel? Está tudo bem com você?

Angel: Sim, está. - eu saí do banheiro. - Armin, o que aconteceu ontem? Como eu vim parar aqui?

Armin: Eu te trouxe pro meu apartamento que é bem mais perto da boate de ontem. Você dormiu deitada no meu peito e eu não quis te acordar foi aí que eu te trouxe dormindo até aqui e antes que você pergunte, sim foi eu que troquei as suas roupas. - foi inevitável não ficar  vermelha- Eu pedi pra que tragam café da manhã, então se você quiser pode tomar um banho, tem toalhas limpas na primeira gaveta da pia e escovas de dente novas na segunda. - ele saiu do quarto.

 

Eu fui tomar banho, tinha uma banheira enorme no banheiro mas eu tomei banho no chuveiro mesmo. O meu banho foi bem rápido, tirando a parte que eu lavei o meu cabelo. Como o Armin havia dito tinha toalhas e escovas de dente novinhas no armário do banheiro, mas depois de me secar, pentear os meus cabelos e escovar os dentes eu me lembrei de um detalhe muito importante, onde estava as minhas roupas? Na hora me bateu um desespero, o que eu faria agora? Então a única coisa que me veio à cabeça foi gritar o Armin pra que ele viesse pegar elas pra mim, e assim eu fiz, eu fiquei durante um bom tempo gritando pelo Armin mas nada dele aparecer e eu já estava ficando angustiada. Eu me enrolei na toalha e sai pelo quarto procurando minhas coisas e adivinha? Nada, eu saí pela casa atrás das minhas coisas quando eu escutei o barulho de vídeo game vindo de um cômodo no final do corredor então o segui até que eu parei em frente ao um quarto que me deixou de boca aberta, o lugar parecia uma casa de fliperama dos anos 80, tinha jogos de todos os tipos desde os mais antigos até os mais modernos. O Armin estava a jogar um jogo no computador no canto do cômodo e usava fones de ouvido, eu me aproximei dele pra ver se ele notava minha presença, mas nada dele notar, eu encostei no seu ombro para chamá - lo, no susto ele se virou rapidamente com a cadeira me fazendo desequilibrar e caindo no seu colo, ele me olhou da cabeças aos pés com um olhar perverso e quando eu menos esperava ele me beijou. Eu não tive reação imediata, apenas retribui ao seu beijo, estava tão bom que eu nem me dei conta do que estava acontecendo e der repente o beijo ficou mais quente, Armin pegou na minha coxa e começou a subir com mão, por reflexo eu segurei a sua mão e parei o beijo arfando.

 

Angel: O que você está fazendo? - eu ainda estava com a testa colada na sua.

Armin: Deixa que eu te mostro. - ele ia voltar a me beijar mas eu coloquei a mão em seu peito pra impedir.

Angel: Mas a gente não po…

 

Armin me interrompeu com um beijo muito selvagem fazendo com que eu desligasse o meu cérebro e ligasse e já que o meu corpo não estava respondendo sos meus comandos acabei deixando rolar. Depois de uns instantes me beijando Armin me pegou no colo e me levou pro seu quarto, ele se sentou na cama e me pôs sentada em cima do seu colo e sem aviso nenhum colocou sua mão por debaixo da toalha penetrando dois dentro de mim.

 

Armin: Você está toda molhada, você queria isso tanto quanto eu. - eu fiquei um pouco vermelha.

 

Todo o meu corpo estava em êxtase a única coisa que me vinha à cabeça era, como aquilo estava bom, automaticamente os meus quadris começaram a rebolar sobre os seus dedos.

 

Armin: Isso… rebola pra mim. - ele estava visivelmente excitado.

 

Em um movimento rápido Armin me jogou na cama ficando sobre mim e começou a me beijar com muita vontade, ele desceu seus lábios para o meu pescoço mas logo desceu ainda mais até chegar no meu peito onde ele deu uma mordida me fazendo arquear as costas, não doeu, na verdade foi bem prazeroso. Logo ele continuou a descer até dar leves beijou na minha virilha e depois abriu as minhas pernas devagar e sem demora começou a chupar toda a minha intimidade, eu gritei de prazer ao sentir seus lábios em um lugar tão íntimo, já haviam feito sexo oral em mim, mas nunca como o Armin, ele sabia bem o que estava fazendo. Em pouco tempo eu já sentia que não aguentava mais, eu ia chegar ao meu limite.

 

Angel: Ar… Armin… eu vou gozar. - eu falava entre gemidos.

Armin: Ainda não, eu quero ver você gozar olhando pra mim. - ele se levantou e tirou a sua calça.

 

Ver Armin pelado na minha frente só aumentou o meu tesão, ele ficava ainda mais lindo pelado, nunca imaginei que isso fosse possível. Em um movimento automático eu olhei pro seu pênis, ele era enorme e grosso, não tive como evitar em pensar em como isso ia caber dentro de mim.

Quando já estava pelado Armin veio até a mim mesmo olhando no fundo dos meus olhos sem piscar, como se me prometesse algo, e independente do que fosse eu tive a certeza que ele não iria me decepcionar. Ele se pôs em cima de mim, estendeu uma de suas mãos até a cômoda do lado da cama, a abriu e tirou uma camisinha de lá e rapidamente a colocou, ele voltou a me beijar e segurou minhas mãos sobre a minha cabeça.

 

Armin: Se eu te machucar me avisa. - ele olhava pra mim com cautela e eu apenas concordei com a cabeça.

 

Sem demora Armin me penetrou, eu dei um grito, eu tinha razão ele era grande demais e com penetração veio uma grande dor, Armin esperou até que eu me acalmasse e quando percebeu que a dor tinha passado ele voltou a me penetrar devagar, logo a dor se transformou em prazer então comecei a rebolar pra estimular ele a aumentar o ritmo, e assim ele fez, aumentando ainda mais o meu prazer.

 

Armin: Meus Deus. Como eu queria isso. - Armin gemia ao pé do meu ouvido.

 

Ele não exitou em ir bem fundo, as vezes eu tinha a sensação que ele chegaria até o meu útero. Eu estava ficando louca de prazer não parava de gemer às vezes até alto demais, aquilo estava sendo muito mais do que eu esperava, eu nunca havia sentido tanto prazer assim, até que eu não aguentava mais.

 

Angel: E-eu vou gozar, Armiiiiin!

Armin: Angel!


Eu gozei loucamente, com uma intensidade feroz e ao mesmo tempo senti Armin gozar comigo gemendo o meu nome. Com certeza aquele foi o melhor sexo da minha vida. No fim eu estava exausta e o Armin também, ele saiu de dentro de mim e se deitou ao meu lado e ficamos nos encarando em silêncio, até que a campainha tocou.


Notas Finais


Desse capítulo em diante terá muito mais hentai.
Até amanhã.
Bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...