História The Uchiha of my Dreams - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 10
Palavras 349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello Amorés Mio! Desculpem a autotomia aqui viu? Aliás, se ficaram confusas no cap anterior vocês logo entenderam, ok? No cap 3 no máximo, vocês vai entender! Amo vocês, obrigada por lerem🌧🖤🎐

Capítulo 2 - Cap 2- Hey, Konoha...my New House


Fanfic / Fanfiction The Uchiha of my Dreams - Capítulo 2 - Cap 2- Hey, Konoha...my New House

Akamaru esta roncando diretamente na minha boca, seu hálito quente de cachorro soprando em mim cada vez que solta o ar

-Bem,isso explica Pinkumun-resmungo

-Quem é Pinkumun?- meu pai diz do banco do motorista

-Ninguem-Digo depressa, e ele não nota. Meu pai é um cara de cérebros. Um neurocientista muito conhecido-o que não significa tanto, a não ser que vc também seja um- ele entende coisas da mente que são um mistério para outras pessoas. Mas, quando se trata de coração, ele não tem a menor noção. Não tenho interesse algum em lhe contar sobre Sasuke, em momentos assim, as imperfeições do meu pai funcionam a meu favor.

Eu me espreguiço s me endireito no acento 

-Devo ter cochilado-digo com a voz um tanto rouca

-Estar em movimento sempre faz você adormecer, desde que era recém-nascida-meu pai começa a explicar, eternamente como um professor- Aviões, trens e automóveis... Você e Akamaru estão a horas apagados, mas, acordaram no melhor momento- Ele sorri no espelho do retrovisor-De uma olhada na sua nova cidade

Ele faz um leve aceno estilo tapete vermelho de Hollywod, como se Konoha fosse uma área cheia de fãs histéricos gritando por você. Acabamos de sair da autoestrada K-20, e o  centro histórico da cidade nos cumprimenta educadamente por trás do pitoresco Rikudou, O sábio dos 6 caminhos. Faz com que Tokyo, por onde moramos por 10anos se pareça com... bom, com Tokyo. Será que alguma coisa tem comparação de verdade?

Os sons de nossas rodas na rampa de saída de concreto criam um ritmo- 1-2-3, 1-2-3 -, e eu nervosamente bato de leve os três dedos do meio de minha mão direita acompanhando o ritmo, como se tocasse teclas de piano. Nunca fui muito boa no piano. Meu sensei disse ao meu pai que eu "não tinha disciplina" antes de desistir de mim, o que deve ter acontecido pela primeira vez na história de aulas musicais. Mas Ainda sou apaixonada por música, em especial, RITMOS. Eu fico batucando algum ritmo sempre que estou nervosa ou insegura. Ritmos são padrões, e padrões são sentido as coisas....

 

{Continua...}


Notas Finais


Gostaram? Desculpem os errinhos, amo vocês!🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...