História The Unfinished Work - Capítulo 1


Escrita por: ~, ~Hey_Usagi e ~Pyxidis

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adultério, Sequestro, Shoujo
Exibições 29
Palavras 749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eu e minhas amigas estamos escrevendo juntas essa fic. Esperamos que gostem. ♡

Capítulo 1 - O Acordo


Fanfic / Fanfiction The Unfinished Work - Capítulo 1 - O Acordo

Era uma manhã chuvosa . Henry acordou com a ligação de um numero salvo como "SK". Ficou animado com a ligação, porém não podia atende-la naquele momento.
Desligou o celular e foi acordar sua esposa, Mary, que estava atirada na cama como se não dormisse a dias.
A mulher enrolou para levantar e, quando finalmente levantou, deu um beijo estalado na boca do marido, se arrumou e foi cumprir sua rotina.
O homem aproveitou a saída da mulher para ligar para alguém especial, que ja queria ligar fazia um bom tempo.

-- Eu preciso que me encontre no velho deposito, tenho um trabalho pra você.
Sem deixar a outra pessoa responder, desligou. Trocou sua roupa, pegou suas chaves e saiu em direção ao local de encontro.

Era uma manhã chuvosa e tediosa para Ethan, fazia exatamente um mês desde o seu último trabalho e ele estava na cama com uma estranha aproveitando o " descanso ", a mulher dormia profundamente quando o celular toca e Ethan atente, já era um número bem conhecido então nem foi preciso falar muito, a informação foi dada e o mesmo desligou. Ethan se levantou da cama e foi até o banheiro tomar um banho rápido e vestir sua calça preta, uma blusa cinza com uma jaqueta de couro por cima e seu coturno de sempre, saindo do banheiro ele pegou as chaves da moto e foi acelerado em direção ao local marcado.

Chegando no deposito, Henry avistou o homem na moto e o chamou para mais perto.  Sem enrolaçao, Henry abriu logo o jogo, o que fez o outro se espantar.
-- Ethan, eu preciso que você sequestre a Mary.

Ethan estacionou a moto atrás do depósito e foi até o homem com calma e seriedade de sempre até ouvir o pedido do mesmo que fez com que ele arquear uma das sobrancelhas espantado pelo pedido.

- Quer que eu sequestre sua mulher ? Isso vai sair mais caro que o habitual.

-- Eu tenho dinheiro suficiente pra comprar a máfia inteira. -- Henry deu um sorriso maléfico -- Quanto me cobra por este pequeno trabalho?

--Henry, um dia você vai aprender que seu dinheiro não é tudo nesse mundo - Ethan suspirou olhando para o homem - Sabe o valor da última ? Triplique.

-- Metade agora e outra metade depois que eu ver ela morta.

-- Não é só um simples sequestro ? Devia ter dito isso antes, vamos ter que aumentar esse valor então - Ethan sorriu debochado.

-- Quer ainda mais dinheiro?  -- Henry deu um sorriso de canto -- Você não mudou nada. Faremos assim: O valor não muda e você não morre nas minhas mãos. Acho uma boa proposta.

- Acho melhor a gente fazer assim, você paga o que estou pedindo e todos os trabalhos que fiz pra você não vazam na mídia - Ethan apenas suspirou - Pegar ou largar?

--Ok, Ok. Eu pago. Mas terá de ser do meu jeito.

--Tudo bem, qual o seu jeito ? - Ethan se sentou em um caixote qualquer olhando para Henry.

-- Quero que cuide dela por uma semana antes de mata-la. Esse sequestro precisa parecer que foi feito para me tirar dinheiro. E eu, como um homem humilde, não terei o dinheiro do resgate. Não se preocupe com comida e roupas, eu irei lhe mandar isso através do C.

- Aceito, vai ser mais um trabalho fácil vindo de você. - Ethan se levantou olhando para Henry - Quando me pagar a metade adiantada eu começo o trabalho, preciso da rotina dela para programar tudo.

-- Fácil? Quero ver você aguentar ela nessa tal semana. Vai querer mata-la no primeiro dia. -- Henry sorriu.--Lhe passo a rotina dela por mensagem,  agora tenho que voltar para casa antes que a ... -- Henry travou ao lembrar que Ethan não sabia que o motivo do sequestro era outra mulher e preferiu não comentar,  trocando de assunto.  - ... A faxineira chegue para limpar a casa.

--Eu sou uma pessoa paciente, não se preocupe. Vou esperar a mensagem e o dinheiro cair na conta. - Ethan disse dando as costas para o homem, porém se virou rapidamente - Aproveite bem a " faxineira limpando a casa " - Ele riu e subiu na moto sumindo de la.

Henry ofereceu um sorriso maléfico a Ethan.

-- Ela sempre faz uma boa faxina.

Entrou em seu carro e partiu para uma cafeteria. Após comprar o café foi direto para sua casa.


Notas Finais


Avisem se acharem algum erro, obrigado por lerem 😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...