História Unknown good? - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys(bts)
Visualizações 37
Palavras 1.787
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 22 - The spiral


Fanfic / Fanfiction Unknown good? - Capítulo 22 - The spiral

Jk:eu e a Naeyeon estamos namorando-diz dando um sorriso forçado,vejo Naeyeon esperando uma ação minha.

S:bom-dou uma pausa e vejo Naeyeon esperando para fazer drama-felicidades ao casal-digo e pego um copo brindando com o copo deles. Observo a expressão de Naeyeon e ela parecia brava, vejo jungkook e ele parecia confuso.

S:também tenho uma novidade-digo e olho para suga,que logo entende e se levanta ficando ao meu lado-eu e suga também estamos namorando-digo e suga entrelaça nossas mãos, vejo jungkook nos olhar com um semblante triste,misturado com raiva e ciúmes, vejo Naeyeon com uma cara que parecia que um cachorro tinha cagado nela, olho os meninos e eles pareciam confusos demais.

S:suga vem-digo e puxo ele para fora de casa,andamos um pouco e chegamos no campo de rosas vermelhas que eu tanto amava.

Nos sentamos na beira do penhasco que era o campo, estava quieto suga e o lugar.

Sg:então estamos namorando?-pergunta me olhando.

S:sim é só por um tempo,até eu arranjar um plano pra matar aquela vaca-digo e ele entrelaça nossas mãos.

Sg:sun seja sincera,você me ama mais do que irmão?-pergunta me olhando no fundo dos olhos.

S:aish-suspiro-amo,mas também amo o jungkook-digo e ele parece ver nos meus olhos que não estava mentindo.

Sg:lembra quando éramos pequenos,você sempre se apaixonava por duas pessoas ao mesmo tempo-diz rindo-eu sempre tinha que te aguentar falando o quão lindo eles eram,e parece que continua a mesma indecisa que eu sempre amei-diz chegando mais perto de mim,continuo no mesmo lugar,suga me beija e eu cedo. Paramos por falta de ar,encosto minha cabeça em seu ombro e pego no sono.

 

Q.D.T

 

12:00

 

Acordo em minha cama,desço e vejo apenas jungkook,ignoro sua existência e vou até a cozinha,pego um copo e pego a água bebendo em seguida. Estava de costas pro balcão,admirando a bela vista do lugar pela janela da cozinha, sinto mãos em minha cintura,esperava que fosse suga,mas eu conhecia aquele toque,perplexo e complexo, um toque doce e sexy ao mesmo tempo,um toque que quando eu sinto tomo um choque,como se toda eletricidade do mundo encostasse em mim, era o toque que eu tanto amava,o toque de jungkook,me viro e vejo jungkook,ele parecia,estranho?

Jk:sun,termine com o suga-diz sério,era isso que estava estranho,jungkook sério, começo a rir do meu pensamento e vejo jungkook confuso.

S:não-digo e guardo o copo, tento fazer jungkook me soltar,mas eu não quero machuca-lo.

S:jungkook me solta,não quero te machucar-digo tentando me soltar sem usar meus poderes.

Jk:você já me machucou quando cedeu o beijo dele, mais que isso você consegue mas não irá me machucar mais do que ficar longe de você,sem poder te tocar,sem poder acordar e vê-la ao meu lado,sem poder sentir seu doce cheiro de baunilha,sem poder te sentir,e nem poder dizer que você é minha,minha namorada e dona do meu coração-diz chorando.

S:j-jungkook,e-eu... você não pode me amar, você namora,e quem fez isso tudo foi você, você nem se quer quis me deixar explicar-dou uma pausa-você deveria confiar em mim, e também eu estou namorando com o suga,a pessoa que confia em mim-digo e vejo ele abaixar a cabeça,ele me solta e eu subo pro meu quarto me jogando na cama, estava cansada,não aguento mais,tantos problemas,Naeyeon, a Loba,Suga,Jungkook,muitos problemas,aish. Acabo pegando no sono novamente.

 

16:00

 

Acordo e vou para o banheiro,tomo um banho e coloco uma camisola Branca, vou até a varanda que tinha no quarto também e fico admirando a vista,estava frio,mas o frio não me incomodava,desço e não vejo os meninos, vejo um bilhete na geladeira escrito: "sun,fomos caçar,estávamos a algum tempo sem caçar, levamos Naeyeon junto,vamos ver se conseguimos algo dela."

S:dela eles só vão conseguir capim e mugidos-digo e jogo o papel no lixo,subo as escadas e vou em direção à porta do meu quarto,quando eu ia abrir eu escuto um barulho,olho em direção ao barulho e vejo que era a porta que namjoon havia falado para eu não entrar(invadir) ando lentamente até ela e giro a maçaneta,estava trancada. Vou até o quarto de namjoon e procuro a chave nas gavetas,encontro uma chave prata,com um símbolo estranho(Mídia),pego a chave e vou até a porta a abrindo,vejo o lugar e parecia uma biblioteca misturada com um escritório,era bem bonito,tinha uma janela com a visão para um lago,encosto a porta e analiso o lugar,detalhe por detalhe. Vejo algumas caixas,pareciam arquivos, coloco as caixas em cima da escrivaninha que tinha e começo a mexer nos arquivos. Vejo que são arquivos sobre a alcateia de Yin,mexo mais um pouco e encontro um arquivo que tinha um tipo de código,como o lugar era uma biblioteca deveria ter algum livro com algum código ou sei lá. Procuro um pouco até que vejo um livro que me chamou a atenção,pego ele e quando abro algo cai no chão,era um papel dobrado, eu iria abri-lo para ler,mas algo me chamou a atenção, o carpete parecia estar em cima de algo, como se quando eu andasse pelo lugar o carpete não escondesse a elevação do piso,tinha uma parte mais elevada perto da estante de livros. Solto minhas garras de lobisomem e levo minha mão até onde acaba o carpete, arranco um pedaço do carpete e vejo que tinha realmente algo embaixo dele,puxo p resto do carpete e vejo o mesmo símbolo da chave. Vou até a escrivaninha e abro o notebook que tinha,pesquiso esse símbolo e vejo o significado. 

Nome: The spiral

Origem: As espirais são alguns dos símbolos mais antigos conhecidos dos celtas. Visível em artefatos que datam muito antes da escrita na Irlanda. Estas espirais místicas estão entre os mais antigos símbolos associados com a arte celta. Muitas das formas naturais são espirais, como conchas, padrões de crescimento, flores entre outros e acredita-se que representam o equilíbrio espiritual entre a consciência interior e exterior. É um símbolo que anúncia a intenção de buscar vingança para si ou para sua alcateia.

 

S:se o namjoon estava escondendo esse lugar então de quem ele quer vingança-fico confusa viro a cabeça e vejo a resposta, os arquivos do Yin,devem estar aqui por ele ser a pessoa que namjoon quer vingança. Começo a mexer em seus arquivos,encontro uma foto de Yin e uma mulher,uma mulher que me parecia familiar,só que não reconheço. Ouço barulho de passos e permaneço onde estava.

Nj:então você descobriu-suspira-eu sabia que uma hora você deveria saber,mas eu que queria contar-diz 

S:descobrir o que? Me explique o que isso tudo significa,vingança? Que vingança namjoon? ME RESPONDE QUE VINGANÇA-digo.

Nj: A DOS MEUS PAIS-da uma pausa-quando éramos mais novos você era bem apegada a meus pais,no dia que fomos embora de seul para busan, uma alcateia atacou meus pais,eu consegui ver o rosto do assassino,aquele rosto me perseguiu a minha vida toda, até que um dia eu descobri que era Yin,comecei a pesquisar mais sobre ele, no dia que você ia matá-lo eu só impedi porque eu queria ter essa honra,eu queria honrar a morte de meus pais,queria mostrá-los que eu cresci-diz suspirando.

S:ei nam,eu irei te ajudar nessa vingança,mas os meninos precisarão saber, você deve contar,mas não agora,não com a Naeyeon aqui-digo e ele assente. Saio do escritório e vou até meu quarto,quando entro vejo Naeyeon e jungkook deitados em minha cama,nus,subiu uma raiva inexplicável em mim, no mesmo instante eu corro e pego Naeyeon pelo cabelo e a jogo no chão.

S:DESGRAÇADA QUAL O SEU PROBLEMA-digo prensando ela na parede e apertando seu pescoço.

N:v-você n-nunca vai me matar-diz fraca, a jogo no chão e vejo jungkook assustado,olho para ele como se pedisse para sair do quarto,olho para porta e todos estavam lá,mas não tentaram impedir, a pego pelo cabelo e a jogo fazendo com que suas costas batessem na parede,vou até ela e pego ela pelos cabelos novamente,olho para minhas mãos e as tatuagens voltaram,sinto meus olhos mudarem de cor,provavelmente estava preto,minhas garras apareceram, jogo Naeyeon no chão e sento em cima dela,faço ela olhar em meus olhos e ela começa a se debater, olho para uma de minhas mãos e nela tinha um machado,pego o machado e enfio em sua perna,ela grita,mal sabe que seus gritos são como música para meus ouvidos,começo a rir,passo minhas unhas por seu rosto até chegar em seu olho,dou um tapa em sua cara com tanta força que chegou a fazer um barulho enorme,ficou a marca de minha mão em seu rosto,parecia que ela tinha levado um soco no rosto. Sorrio e levo minha mão arranhando até seu pescoço,arranho seu pescoço de novo e ela grita de dor, desço minhas mãos e chego perto de seu coração, enfinco minha mão em sua pele e aprofundo,puxo seu coração para fora e ela me olha assustada,pego o coração e jogo no chão,me levanto e chego perto dele,logo em seguida pisando,voou sangue nos meninos e eles pareceram gostar, vou até Naeyeon e mesmo morta ainda tenho raiva, para acabar piso em sua cabeça,voando mais sangue. Como tinha sangue em minhas mãos,coloco em minha boca,sem deixar nada de sangue em meus dedos, vou até os meninos e chego perto de jungkook.

S:se você transar com mais alguém na minha cama, eu arranco teu pinto,e acredite vai ser pior do que o que fiz com ela-ele arregala os olhos e eu sorrio,desço lentamente.

S:da para vocês ajudarem ou esta difícil,eu fiz a maior parte,da para trazerem até aqui embaixo o corpo-digo mudando meus olhos para preto novamente,eles assustados vão pegar o corpo descendo com ele em seguida. Pego o corpo e coloco no ombro,vou até um lugar bem afastado da casa junto com os meninos e enterro o corpo,jin fez uma magia para ela ressuscitar e ser desenterrada fique amaldiçoada. Voltamos para casa e eu subo pro quarto,entro embaixo do chuveiro tentando relaxar, sinto mãos em minha cintura me viro e vejo suga. Sorrio e o beijo,entrelaço minhas pernas em sua cintura e ele sai do banheiro andando até a cama,ele me coloca nela e começa a dar chupoes por meu pescoço arfo e ele aperta minha coxa,gemo e ele sorri vitorioso. Ele desce a boca até meus seios e começa chupar o direito enquanto massageia o esquerdo,estávamos excitados demais. Suga sem mais delongas me penetra dois dedos. Gozo e ele lambe seus dedos, sem avisar ele penetra seu membro em minha intimidade,ele começa a estocar com força e cada vez mais rápido, os gemidos eram tão altos que poderiam ser considerados gritos.  Ele goza e se deita ao meu lado,me puxando para seu peito,me aconchego e adormeço.

 

9:00

 

Acordo e vejo suga me observando.

Sg:bom dia pequena-diz sorrindo e beijando meu rosto.

S:bom dia-digo rindo, me levanto para ir até o banheiro,mas acabo caindo e suga começa a rir.

S:se você continuar rindo eu arranco te-ia terminar de dizer mas suga me interrompe.

Sg:está bem já parei-ele diz e me ajuda a levantar.

               

                   Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...