História The untold story - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Emma Swan, Killian Jones, Regina Mills
Visualizações 65
Palavras 1.831
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora,mas aqui está.
Apreciem!

Capítulo 33 - The true love kiss


Coraline correu dentro da floresta com a pequena Evie nos braços.

Coraline correu o máximo que pode na noite fria.

Depois de quase uma hora correndo ela se sentou próximo a uma árvore.

—Eles pegaram a mamãe e o papai Evie.(Coraline Disse)Eles Vão machuca-los, e não podemos fazer nada, porque nós precisamos nos proteger.(Ela encontrou a testa na de Evie e começou a chorar)Eu prometi ao papai que iria te proteger e eu vou.

Ela levantou e carregou a irmã, ela tinha que chegar até a linha da cidade, ela tinha que tirar Evie dali.

 

•••

 

Emma estava na floresta, procurando as malditas bruxinhas, ela caminhou por horas floresta a dentro, tentou usar magia, mas algo a impediu.

Mas ela não pararia, ela não pararia. Quando o sol estava quase nascendo, um choro alto cortou o silêncio da floresta e Emma sabia que só poderia ser o bebê Jones.

Ela correu em direção ao choro e encontrou a pequena Coraline com o bebê no colo, ela Estava tentando acalmar a criança, mas parecia impossível.

—Olá pequena bruxinha.(Emma disse)

Coraline a olhou assustada e deu um passo para trás, encostado numa árvore.

—Vá Embora Emma!(Ela gritou)

—E deixar vocês sozinhas? Jamais, não sou sua mamãe.

—O que você quer conosco? Papai não te ama, nos deixe em paz!(Ela disse enquanto tentava fazer Evie parar de chorar)

—Eu só estou cuidando de vocês (Ela murmurou)Só quero dar um destino a vocês, um digno.

—O que você quer dizer?

—O destino digno para duas bruxas indignas..(Ela murmurou enquanto se aproximava das meninas)A morte, lenta e dolorosa.

—Papai não vai voltar para você assim.(Coraline disse)Ele vai te odiar!

—Eu não quero mais amor, agora eu quero vingança!(Ela colocou a mão sobre o rosto do bebê)Ele vai pagar, vendo suas pequena filhinhas mortas,seus corações pequenos em minhas mãos.

—Por favor Emma,deixe isso..Deixe a gente em paz.(Ela murmurou) Não temos culpa,ninguém nunca tem..A história é criada e nós não sabemos o próximo passo,eu não sei como você caiu na nossa história ou o porquê,mas mamãe e papai sempre deveriam estar juntos..Eles tiveram vidas difícil,pais horríveis,destinos terríveis,amores tirados deles,vidas as quais eles não tiveram escolha..coisas que os uniram a tanto tempo,deixe nós ir.(Ela suplicou)

—Belo discurso pequena bruxinha,mas isso não vai salvar vocês, então se despeça de sua irmã.(Emma disse e se afastou um pouco para atacar as duas com magia)

Coraline sabia que não tinha chance contra Emma,ela não sabia nenhum feitiço para para-la e bem Emma era a salvadora.

—Desculpa por não ser forte para salvar você Evie.(Coraline Disse entre lágrimas)Espero que pelo menos encontremos o vovô.Eu te amo Evie.

Coraline Deu um leve beijo na testa de Evie e um vento varreu toda a cidade, um vento tão forte que derrubou Emma no chão e quando ela olhou para fonte da magia, as duas haviam sumido.

 

•••

 

Eles sentiram o vento bater em seus rostos e viram os olhares do pessoal da cidade, como se não estivessem entendendo nada.

—Coraline e Evie.(Regina disse e sorriu para Killian)

—Eu Não acredito.(Ele disse sorriu)

—O que aconteceu com vocês?(A voz de Snow chamou a atenção dos dois)

—Emma,Ela enfeitiçou a cidade inteira e iniciou uma caçada contra nós!(Regina disse)Nós soltem agora!(Ela exigiu)

Ruby e Dorothy soltaram os dois, que se abraçaram rapidamente.

—Se elas fizeram magica, significa que elas ainda estão aqui.

—Sim, precisamos acha-las.(Regina disse)

—Precisamos achar nossa filhas, Emma deve estar atrás delas, então precisamos acha-las antes.(Killian Disse)

—Filhas?(Henry perguntou confusa)

—Sim, Coraline e Evie.(Regina Disse e segurou a mão de Killian)Precisamos acha-las agora.

O povo da cidade assentiu e começaram a procurar as duas.

 

•••

 

Coraline e Evie acabaram caindo num lugar estranho, Coraline demorou alguns instantes para descobrir aonde estavam, até que ela viu a gaiola da Evil queen vazia.

Elas estavam na loja de Gold.

—Olá minha pequena princesa.(A Evil queen disse e se aproximou de menina)Essa é sua irmãzinha?

—Sim.(Coraline disse assustada) Você vai nós machucar?

—Eu jamais machucaria você meu amor(A Evil queen fez carinho no rosto da menina)E jamais machucaria minha pequena salvadora.(Ela olhou para Evie.)Posso pegá-la?

Coraline assentiu e passou a pequena Evie para a rainha.

—Ela me lembra você.(Ela sorriu a Coraline),ela tem uma magia muito forte, uma das mais fortes que já senti.

—É porque ela é fruto do amor verdadeiro?

—Amor verdadeiro? é poderia querida, mas há coisas mais poderosas(ela sorriu a filha)E você e sua irmã são fruto disso, de um amor criado das cinzas, que sempre renasce, como uma Fênix.(A Evil queen levantou)Agora vamos, Regina deve estar preocupada.

Coraline sorriu e abraçou a mulher.

—Eu te amo mamãe.

—eu também te amo querida.

 

•••

 

Regina e Killian estavam procurando na rua principal, quando viram a Evil queen com as duas meninas, Coraline estava extremamente sorridente e não parecia assustada.

—Ali estão eles.(Eles ouviram a Evil queen dizer)

Coraline olhou os pais e correu até os dois, que logo a abraçaram.

—Você está bem amor?(Killian perguntou quando pegou a filha no colo)

—Estou(Coraline sorriu)Evie Nós salvou.

Regina olhou para Evil queen que caminhou até ela e entregou Evie.

—Parabéns, Ela é uma bela menina.

—Eu sei(Regina deu um meio sorriso)Obrigada por trazer elas até nós.

—Nunca as deixaria longe dos pais.(Evil queen Disse e olhou para Coraline)Mesmo que você tenha uma parte minha.

—Ela é(Killian disse)Essa família só existe por sua causa.

A Evil queen sorriu levemente e olhou mais uma vez para filha.

—Você é a melhor coisa que eu já fiz.

Coraline olhou para o pai rapidamente e ele assentiu, então ela esticou os braços pra ser pega pela rainha.

—melhor entrarmos no Grannys e avisarmos que já a encontramos.(Killian disse)

—É melhor eu ir embora (A rainha disse)Até logo meu amor(Ela disse a filha e sussurrou algo na orelha dela)

—Até logo mamãe dois.(Coraline disse alegre)

E então a rainha sumiu em uma nuvem roxa e a família Jones foi para o Grannys.

•••

 

Emma acordou e viu que estava sozinha no meio da floresta, maldita sejam aquelas crianças, tinham que se amar a ponto de serem o amor verdadeiro.

Mas ela ainda não desistiria assim

 

•••

 

Assim que todos chegaram ao Grannys Killian e Regina explicaram o que havia acontecido, o povo da cidade havia ficado chocado, principalmente a família Charming,Eles não podiam acreditar que sua Emma fosse capaz de tal ato, mas ao ouvirem o relato da pequena Coraline, eles tiveram que acreditar.

—e então o que faremos?(David perguntou)

—Bem..(Regina olhou para Killian)Ainda temos nossa casa fora da cidade.

—Se é o que você quer amor, vamos ir embora.(Ele disse)

—É o melhor.(Ela sorriu levemente e olhou para os Charmings)

—Mas e o que nós vamos fazer?(Mary Margareth perguntou)Com e Emma e a Rainha má por aí.

—Mamãe não vai fazer maldade, ela jura.(Coraline disse inocentemente)Até porque ela não vai ficar aqui.

—E aonde ela vai ficar?(Henry perguntou)

—Ela me que existe uma terra aonde se pode recomeçar, se chama reino dos desejos.(Ela olhou para Regina)Ela disse que vocês já viram esse lugar com o chapeleiro, lembra?

—sim.(Regina disse)É um bom lugar para ela.

—E enquanto a Emma?(Henry perguntou receoso)

—Acho melhor deixá-la por um tempo no sanatório, apenas até sairmos da cidade.(Regina disse)Depois vocês podem solta-la e ajudá-la com os problemas dela.

—E se ela vir atrás de nós de novo, vamos cortar a cabeça dela.

—Calma aí o rainha de copas.(Killian disse e pegou a filha no colo)Cada dia que passa e o temperamento dela se parece com o da sua mãe, espero que isso não signifique problemas.

—Ela é sua filha, isso já é um problema.(Regina disse o encarando.)

Os Charmings riram levemente e em seguida se afastaram, para falar com Ruby, sobre a busca por Emma.

—Podemos conversar sozinhos mãe?(Henry perguntou)

—Claro querido.(Ela sorriu e esperou Killian colocar Coraline no chão e pegar Evie.)

Henry e Regina foram para uma parte mais tranquila do restaurante para poder conversarem.

—Eu acho que te devo desculpas (O menino disse enquanto coçava a cabeça)Eu te persegui e queria te matar junto com as minhas irmãs, isso foi errado.

—Você estava sob uma maldição filho, tudo bem.(Regina tentou o tranquilizar)

—Eu estava com tanta raiva mãe por você ter ficado com ele, por tirar o final feliz de Emma..Eu não sei, é tudo estranho.

—Ele não era o final feliz dela, nem meu, estamos apenas numa parte da jornada meu pequeno príncipe, ele é só parte do caminho.(Ela sorriu)E eu e Killian nos conhecemos a mais anos do que eu gostaria de admitir, nossas histórias se cruzam à séculos.

—Eu sei.(Ele sorriu e viu a mãe olhar para ele) Você o ama? Como amou Daniel e Robin?

—Eu o amo, mas não dá mesma forma, nunca se ama da mesma forma.(Ela sorriu ao ver Killian e as filhas)Eu amo muito, tanto que nem sei como ficaria se ele fosse tirado de mim também. (Ela olhou para Henry)ele é meu grande amor.

—Seu verdadeiro amor?

—Ai eu não sei(Ela riu)Mas eu o amo e sei que ele me ama.

—E então vocês vão sair da cidade?

—Vamos.(Ela disse e viu o menino ficar visivelmente triste)Sabe, se quiser há um lugar no carro.

—Serio?(Ele perguntou ansioso)

—Sim, há sempre lugar para meu pequeno príncipe.(Ela o abraçou)Eu te amo muito Henry.

—Eu também te amo mãe.(Ele se soltou do abraço) Será que eu posso conhecer minha irmãzinha?

—Claro, você vai ver que ela é tão bonita quanto eu.

 

•••

 

Após alguns minutos, enquanto a família Jones estava sentada ao redor da mesa esperando para tomar um café da manhã.(Com uma pequena e sonolenta Coraline no colo de seu pai),a fada azul se aproximou deles.

—Olá(A mulher disse)

—Olá(Eles disseram.)

—Sinto muito pelo o que ocorreu, mas foi tudo culpa da maldição, você sabe.

—De maldição eu entendo (Regina disse sarcástica)

—Bem,apesar de tudo, nós da cidade gostaríamos de conhecer sua filha.

—Vocês querem que nós a apresentemos?

—Apenas se você quiser.

Regina trocou uma breve troca de olhares com Killian que assentiu enquanto segurava uma risada, ele realmente achava engraçado essas tradições reais.

Então eles levantaram e foram ao centro do restaurante.

E a fada azul começou a falar.

—Pessoal!(Ela chamou a atenção dos moradores que ainda estavam no restaurante) Eu gostaria de pedir a todos que prestassem atenção, pois Regina irá apresentar sua filha mais nova.(A fada sorriu e deu a palavra a Regina)

—Bem,não estamos aqui pelos melhores motivos, mas já que estamos reunidos então..(Ela ajeitou a filha no colo)Eu,meu Marido o capitão Killian Jones, Nossa filha  a princesa Coraline Esperanza e meu filho o príncipe Henry Daniel, apresentamos mais nova integrante desta família a princesa Evie Rosalín Jones.

As pessoas no restaurante aplaudiram alto a nova princesa, que estava adormecida nos braços da mãe.

Regina deu um leve sorriso e olhou para o filho que também sorriu levemente para ela e em seguida para Killian e estava ao seu lado e colocou um dos braços envolta de sua cintura.

Não era perfeito, mas era o que ela precisava agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...