História The Vampire and the Hunter - Jikook - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!hoseok, Bottom!namjoon, Jikook, Namjin, Sugamon, Top!jin, Top!jungkook, Top!yoongi, Vhope
Visualizações 98
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - The new guy


Um anos antes...


Cidade de Busan, 12 de março de 2015


Eu tinha um novo colega de cela. Um cara novo que acabara de ser transferido de outro cadeia por ser muito violento e agressivo. Eu não sabia muito sobre ele. Era um cara quieto que passava horas deitado na antiga cama de Song. 


Kim Namjoon.


Esse era o nome do cara. Um homem bem bonito, diga-se de passagem. Ele tinha a pele bem moreninha, um tom bem bonito que caia bem nos seus cabelos tingidos de um rosa bem desbotado. Parecia aqueles adolescentes rebeldes que vivem vadiando por aí, tinha um rosto jovem apesar de eu saber que ele possívelmente era mais velho que eu.


- Aonde vocês almoçam? - Perguntou bem baixinho enquanto eu continuava olhando para o teto pensando se eu era sortudo ou azarado por ter caído com um cara como aquele.


- Existe um pátio lá atrás, e onde nos comemos.


- E os guardas?


- Nenhum que saia vivo. As celas são trancadas automaticamente sempre que entramos e abertas automaticamente sempre que o alarme toca.


- Uhm...Entendi 


E permanecemos calados por um tempinho. Aquela conversa foi o suficiente para eu poder ouvir sua voz. Era uma mistura de rouquidão com um tom suave e calma, era como misturar água e fogo. 


Não demorou muito para que o alarme tocasse e logo fossemos liberados para comer. Levantei-me calmamente e caminhei pra fora da cela sendo seguido por Namjoon. Não era novidade nenhuma perceber que todos a volta começavam a sussurrar,  ouvi alguns até mesmo dizerem: "Esse é a nova vítima do Park?"


Eu já estava acostumado com aquilo. 


- Do que eles estão falando? - Namjoon perguntou enquanto ambos pegávamos aquela gororoba e botavamos em nossas bandejas. 


- Meu colega de cela foi morto a pouco tempo atrás, eles dizem que fui eu.


- Devo me preocupar com isso?


- Eu não vou matar você, se é o que pensa.


Procurei o lugar mais vazio que tinha para me sentar e percebi que Namjoon continuava ao meu lado.


- Não deveria ficar aqui comigo. Logo eles vão te odiar tanto quanto me odeiam.


- Você é o único que eu conheço aqui, eu não ligo se me odiarem.


- Jimin. - Falei enquanto enfiava a comida na boca.


- O que?


- Meus nome é Jimin.


Finalizamos aquela conversa em pouco tempo já que estávamos ocupados demais tentando engolir aquela comida. Ou sopa. Era bem grossa. Parecia uma massa mal feita. Em contrapartida, Namjoon comeu rapidamente como se estivesse maravilhosamente bom.


- Como você consegue?


- Já comi coisas piores.


- Tipo?


- Nem queira saber - Riu baixinho mostrando as covinhas bonitinhas que tinha nas bochechas. Realmente, Kim Namjoon não batia nem um pouco com aquilo que os outros diziam sobre ser um cara bem perigoso.


- Jiminie, posso sentar aqui com você... - Em um segundo vi Namjoon mudar completamente ao encarar Yugyeom.


- Namjoon, eu não quero brigar. - Yugyeom largou a bandeija no chão e caminhou para trás enquanto o moreno se levantava.


- Engraçado, eu quero. Você matou um dos meus amigos desgraçado, passamos anos te caçando.


- Foi um acidente. Eu não sabia que ele era um bru...


Mal terminou a frase e Namjoon já estava em cima de si, segurando seu pescoço com brutalidade. Yugyeom segurava os punhos de Namjoon numa tentativa falha de o afastar. Mesmo assim o menor não parecia estar perdendo o ar mesmo com Namjoon quase quebrando seu pescoço.


Não parecia nem mesmo estar respirando.


- Namjoon, para! - Pedi tentando o tirar de cima do Yugyeom.


- Nós íamos nos casar naquela noite...ele estava a caminho quando você o abateu. Você acabou com a minha vida Yugyeom. Matou o Jackson.


Soltou-o devagar e de cabeça baixa, não o suficiente para não ver que estava chorando. Andou rumo às celas e aparentemente foi embora.


- O que você fez Yugyeom? - Perguntei enquanto o ajudava a levantar, o mesmo me abraçou forte por um instante e depois se afastou.


- Não foi culpa minha, eu estava em woge, não sabia que iria acontecer.


- O que diabos é woge? Ei, Yugyeom! 


Então o mesmo saiu correndo me deixando ali plantado com todos a minha volta me encarando. 


- Droga.


Caminhei até minha cela assim que o alarme tocou e encontrei Namjoon deitado em sua cama soluçando baixinho.


- Você tá bem?


- Não.


- Quer conversar?


- Não.


- Quer alguma coisa?


- Quero que fique quieto.


E foi assim que todas as minhas chances de conhecer aquele cara foram por água a baixo.






Notas Finais


Passando pra dizer que Namjoon é um bruxo e Yugyeom um vampiro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...