História The Vampire Diares - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 26
Palavras 906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Mistério, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi ooi :3 como estão? Espero que bem!

Não está tão grande mas enfim... Espero que gostem ❤ (°~°)

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
!
!
!

Capítulo 3 - 2 Capitulo


Anteriormente em The Vampire Diares:

_Quem é ela? -ele diz parando de frente a secretaria e eu paro ao seu lado

_Não sei, só estou vendo... As costas -eu digo e o olho

_Só isso ta bom -ele diz e eu rio, vejo Miley entrando no banheiro

_Já volto -eu digo e ele assente, caminho para o banheiro e ouço o Luke dizer para ele mesmo "por favor... Seja gostosa" rio e adentro o banheiro

 

Atualmente

Ao adentrar o banheiro vejo algumas garotas me olhando estranho, sorri fraco para elas e suspiro, vejo Miley pingando colírio nos olhos, me aproximo e pego o colírio de suas mãos

_Ótimo Miley! Primeiro dia de aula e já ta chapada! Olha, eu passei as férias de verão vendo você se destruindo, mas já chega! Onde ta? Ta com você? -eu digo já alterado e fico procurando pelos bolsos da sua roupa

_Para ta?! Fica na tua! -ela diz me empurrando pra longe

_Fica na tua? Você ta doida! -eu digo negando com a cabeça e volto a revistá-la

_Eu não estou com nada ta ok? Você ta doido? -ela diz me empurrando novamente

_NÃO MILEY! EU NÃO ESTOU DOIDO! VOCÊ AINDA NÃO ME VIU DOIDO! -Eu digo praticamente gritando suspiro me acalmando- Miley... Eu sei que você não é essa pessoa... Então não seja essa pessoa -eu digo olhando em seus olhos

_Eu não preciso disso -ela diz saindo do banheiro e suspiro passando a mão no meu cabelo.

 Ouço o barulho da descarga de uma das cabines e o barulho da tranca, uma garota loira me olha arqueando uma sobrancelha mas não pergunta nada, suspiro e saio dali quase esbarrando em uma jovem de pele branca e cabelos negros

_Ah... Me desculpe... -eu digo passando a mão pelo meu cabelo

_hã... Esse é o banheiro feminino?-ela diz me olhando confusa

_Ah... Sim... É que... Ah é uma longa história -digo e rio fraco

***

As aulas terminaram e caminho em direção do cemitério, chegando lá me sento perto do tumulo dos meus pais e começo a escrever

 

"Querido diario, Eu sobrevivi ao dia de hoje, eu devo ter dito "Estou bem, obrigado" umas 37 vezes, nenhum deles era verdade mas ninguém percebeu, quando as pessoas perguntam se você está bem, na verdade, eles não querem a resposta..."

Paro de escrever ao ver um corvo, me assusto, vejo ele olhar pra mim e arqueio as sobrancelhas

_Ta... Oi ave -digo e volto a escrever, logo percebo que o corvo ainda continua a me encarar, logo uma neblina aparece no local, me levanto e olho pro corvo que fazia aquele barulho irritante


_Shô ave! -digo tentando espantar aquela ave de penas negras, logo vejo um corpo atrás de um túmulo e saio correndo.

Chego perto de um lago, ainda próximo ao cemitério ofegante

_Esta tudo bem? -me viro rapidamente e vejo a garota de pele branca e cabelos negros da escola me olhando

_Ahn... Está sim... -digo a olhando e logo arqueio uma sobrancelha- você estava me seguindo?

_Ah... Não, não -ela diz negando vo a cabeça

_Aham... E por acaso veio dar uma volta perto do cemitério -digo e ela coloca as mãos no bolso da calça me olhando

_Eu.... Uh... Tenho parentes aqui... -ela abaixa a cabeça e logo volta a me olhar

_Ah... Me desculpe... Sinto muito... É que foi aquela neblina que me deixou tonto e apareceu um corvo estranho... Parecia aquele filme de pássaros, já assistiu? -eu digo, sua expressão parecia querer rir e eu levo a mão na nuca- sou Justin -eu digo espremendo os lábios

_Sou Selena -ela sorri

_Eu sei, temos aula de história juntos

_Francês e inglês também -ela diz sorrindo, mas logo sua expressão muda- ahn... Ta tudo bem com sua perna?

_Ah! -eu digo e me aproximo de uma pedra, levanto a calça e vejo um pequeno corte- olhe só...

_Acho melhor cuidar disso ai-ela diz

_Ah. Foi só um arranhão... -eu digo e olho para trás, ela não estava mais ali

***

POV Selena

"Querido diário, perdi o controle hoje, simplesmente não consegui resistir, tudo que mantive guardado, veio a tona."

 


POV Narradora


_Oi -Miley diz ao ver Cody

Miley estava no Grill, e como "sempre"-desde o verão- estava atrás de Cody, Cody Donovan

_Trabalhando! -ele diz e vai até a mesa de Taylor e Perrie- querem mais alguma coisa? -ele diz

_poderia trazer mais uma bebida para nós? -Perrie diz e Cody assente, Miley estava lá no balcão observando o showzinho, Cody sai de perto delas e Taylor olha para Pezz

_Me diga que você não está pegando meu irmão -ela diz erguendo uma sobrancelha

_Eu não estou pegando seu irmão -Perrie diz e Taylor ri

_Idiota-Taylor diz

Enquanto elas conversavam, Cody se aproxima do balcão para encher os copos de sua irmã e de Perrie

_Qual é hein? No verão tava de um jeito e agora que acabou as férias está me evitando! -Miley diz arqueando as sobrancelhas

_Olha Miley, eu fiquei mó de boas no lance dos remedinhos mas acabou, não quero que fique atrás de mim igual a uma cachorrinha!

_E qual foi a última vez que transou com a cachorrinha? -Miley diz erguendo um pouco o tom de voz sem perceber

_Fale baixo! Não quero que saibam que deflorei a irmãzinha do Justin! -Cody diz baixo e Miley cruza os braços

_É e deflorou muitas e muitas vezes! -Miley diz irônico

 

....

 

Continua?


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Enfim, dessa vez o próximo capítulo vai sair logo logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...