História The Village Of Terror. (2°Temporada) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 5
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - 2°Temporada// O acampamento.


Emma--Júlia! Não pode fazer isso comigo! Júlia! --Tentei alcançá-la porém foi em vão. 

Baby--Tá, tá... O que houve dessa vez?--Perguntei com cara de tédio. 

Emma--Baby, vê se não amola! Não tô com saco pra ninguém hoje!--Disse impaciente.

Baby--Cara... Queria que a Valéria tivesse aqui, pra aturar suas crises!

Emma--Pois é! Só ela me entendia nessa droga de mundo! Pessoas boas vão mais cedo. E a Isa foi a culpada, aquela endemoniada dos infernos!

Baby--Ahh quer saber? Não sou obrigada a ouvir suas reclamações! E que saber? Tudo isso que você tá sentindo é ciúmes e inveja!

Emma--Pedi sua opinião? Pega seus comentários inúteis e enfia bem no...--Matt me interrompe.

Matt--No bolso.--Completei.--Emma, você tá nervosa, que tal se acalmar, tomar uma água com açúcar...

Emma--Matt, a única coisa que eu preciso é da Júlia aqui do meu lado, mas até isso essa porcaria de vida me tomou! Acho que se eu me matasse, eu iria fazer um enorme favor pro mundo!

Matt--AGORA JÁ CHEGA EMMA!--Me exaltei--A única coisa que você faz é reclamar, reclamar e reclamar! Sabe o que você é? Uma pessoa egoísta, chata pra cacete, invejosa e não pode se contentar com o que tem. Quer saber? Se mata! Vai, se mata...--Dou espaço pra ela passar mas a mesma fica inerte.--PEGA LOGO AQUELA DROGA DE CORDA E SE ENFORCA PORRA!--Praticamente berrei.--Não é isso o que tua cabeça egoísta pensa? A vida não é tua? Então se quiser se matar, se mata! Só não pense que eu vou tá lá fazendo homenagens, chorando e jogando flores no teu caixão e falando coisas que tú nunca foi. Então pega a merda daquela corda e para de enxer a porra do meu saco e a da Baby.--Ela me olhou com raiva, mas nada falou e antes que eu saísse--E eu aplaudo a Júlia pelo o que ela fez, escapou a tempo de um inferno que ia viver contigo. E o lendário que tá com a gente, tem muito mais maturidade, alegria e amor no coração do que você.--Saí da sua presença juntamente de Baby.

Emma--Idiota, ordinário, TE ODEIO!! Eu quero ver que feitiço daquele coss play de Harry Potter irá fazer pra me afastar da Júlia.--Disse com os olhos negros de raiva, cheguei a gritar--AAAAAAAAAHHH!

Sim, eles haviam parado em um posto de gasolina próximo a Hancks Veel, a próxima cidade que teriam que passar para chegar a Nova Térssia. Foi um dia cheio de brigas, discussões, ameaças... Eles partiram pra uma longa viagem, a próxima cidade era pequena e num instante saíram dela, mas tiveram um pequeno probleminha... Para chegar a Nova Térssia, teriam de atravessar o rio, Chiara não teve outra escolha se não deixar o carro na casa de um amigo que morava por lá, e como estavam sem o carro, teriam de passar pela mata... Então resolveram passar a noite ali, pois muitos estavam cansados. Mal sabiam eles, que teriam muitas surpresas nessa mata. (...) Júlia tem uma conversa com Knox.

Júlia--Oe...--Sentei-me ao seu lado.

Knox--Olá.

Júlia--Eu quero pedir desculpas por não ter sido sincera com você. Até por que, o que eu sentia pela Emma, era só amizade e amor de irmã... Resolvi dar uma chance pra ela e experimentar esse mundo. Só que não me agradei muito. 

Knox--Tudo bem, não precisa se explicar. A vida é sua, não devo determinar o que é certo pra você. Se quiser volte com ela.

Júlia--Knox, eu não seria feliz. A Emma se tornou uma pessoa egoísta, invejosa, vigarista e muito chata. Já você é uma pessoa doce, compreensivo, lindo, e um...

Knox--Bruxo.--Completei.--Não podemos Júlia... E como vai ser quando isso acabar?

Júlia--Daremos um jeito.

Knox--Júlia, sente algo por mim?

Júlia--Eu...--Quando eu ía falar, Emma nos interrompe.

Emma--Olá! Knox, posso falar com você?

Knox--Claro.--Me levanto e vamos para perto das barracas.--Fala.

Emma--Desista dela.

Knox--Sabia...--Ri.

Emma--Para de rir! Só desista dela.

Knox--E como pode ter tanta certeza que gosto dela?

Emma--A maneira que a olha, como conversam. Isso não vem ao caso!

Knox--Se eu me afastasse não mudaria nada. Pois o que a Júlia pensa de você agora, vai ser perda de tempo tentar alguma coisa.

Emma--Mentira! Ela deve estar de cabeça quente.

Knox--Ela tem muita razão em dizer que você é egoísta. Só pensa em si mesma, que se dane os outros. 

Emma--Ruuummm!--Sai irritada. 

Knox--Que garota problemática.

Emma on: Andei depressa e com fogo nos olhos, nem dei bola se estava perdida ou não. Parei no caminho, olhei pra cima e só vi o topo das árvores tampando as nuvens. Como eu queria que a Val estivesse aqui...--Suspirei--Estava destraída nos meus pensamentos quando ouço algo se mover entre as moitas--Quem está aí?--Pergunto assustada, e de repente uma pessoinha aparece em meu campo de visão...--Não pode ser...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...