História The Village Of Terror. (2°Temporada) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 7
Palavras 738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - 2°Temporada// Fique longe!


Matt narrando: Eu me encontrava confuso, com dor de cabeça e com raiva pela volta dela. Por que agora? Não quero e não irei ficar com ela, podem me chamar de insensível, ignorante ou sei lá o que, mas tô pouco me lixando pra ela, não irei perdoá-la... Agora que... Estou com interesse por uma pessoa aí. A Valéria pensa ser assim: Ela aparece, eu esqueço de tudo e a perdoo e vivemos felizes para sempre correndo em volta do campo, vomitando arco-Iris e brincando com os unicórnios. Ela tem que saber que essa é a vida real, e que é difícil, a vida é difícil. Vou me controlar ao máximo, não quero receber o certificado do trouxa do ano, pois o de chifrudo eu já recebi, e não foi fácil arrancá-los.

Estava perdido em meus pensamentos quando sinto uma mão repousar em meu ombro. Quando me viro, vislumbro a linda face de Baby.--Oe...--Não desfarçando meu desânimo.

Baby--Cê tá legal?--Me sento ao seu lado, perto da fogueira.

Matt--O que você acha?--Disse em tom de desânimo. 

Baby--Tá sendo um dia difícil pra ti. Eu entendo, seu coração tá fechado e morrendo de medo não é?--Ele assentiu.--Vai passar.

Matt--Você sempre sabe quando eu preciso desabafar. Como não te percebi antes?

Baby--Como assim? Eu sempre estive aqui. Você e a Valéria formam um casal muito bonito. Logo estaram juntos de novo.

Matt--Baby, você não entendeu... Eu não amo mais a Valéria. Tudo que sinto por ela é raiva.

Baby--Matt...--Meu coração começou a acelerar.

Matt--Peguei suas mãos.--Você sempre foi uma ótima amiga, sempre me ajudando... Mas...

Baby--Matt não quer ser mais o meu amigo?--Fiquei nervosa.

Matt--Na verdade eu...--A Valéria sai da barraca e nos interrompe.

Valéria--Olá pessoas! --Os encaro. 

Baby--Val, você melhorou?--Eu e Matt soltamos as mãos. 

Valéria--Sim, Matt podemos conversar? 

Baby--Licença.--Me retiro.

Valéria--E aí? Podemos conversar?

Matt--Não.--Respondi ríspido. 

Valéria--Não?--Indaguei incrédula.

Matt--É!--Respondi ríspido. 

Valéria--Matt, eu já disse que eu to arrependida e...--Cortou-me.

Matt--Eu te falei que não quero conversar.--Tornei a ser ríspido e arisco, mas antes que eu saísse, ela me puxa e me beija.

Valéria--Eu não vou mais perguntar, só vou agir!

Matt--E eu vou ficar bem, mais bem longe de você!--A empurrei e saí.

Emma--Nossa, por que ele fez isso?--Estranhei.

Valéria--Tá magoado, mas daqui a pouco passa.--Disse tranquila.

Emma--Queria ter essa sua autoconfiança.

Valéria--Por que?

Emma--A Júlia...

Valéria--O que tem ela? 

Emma--Nós estávamos juntas e depois que conheceu aqui Knox, terminou comigo.

Valéria--Você e a Júlia?--Gargalhei alto--Eu devia ter visto isso, por que eu perdi isso??

Emma--Para de rir.

Valéria--Perdão amiga, mas se eu conheço bem a Júlia, para ela foi apenas uma fase que já passou... E pra ser sincera ela gosta de HOMEM, se ela chupasse até o caroço da fruta que tú come, não teria te deixado pelo tal Knox.

Emma--Aff. E o Matt, vai voltar pra você? 

Valéria--Já disse que é so uma fase que ele ta passando. Eu realmente o amo e não vou deixá-lo escapar.

Emma--Aé? Pois se eu conheço bem o Matt, ele não vai te perdoar e pelo que fiquei sabendo ele tá com uns interesses ai.--Só disse e saí.

Valéria--Que história é essa? Emma Salmon!!--Fui atrás. 

(Perrys Emmild's...)

Magnus--Eu vou perguntar só uma vez. Quem libertou a prisioneira?

Xxx--Qual?

Magnus--Valéria Sanlie. Quem a soltou?

Kath--Por certo perde seu tempo, o culpado não vai confessar facilmente.

Magnus--Tem razão Katherine.--Peguei a espada e fui até um de nossos reféns e cortei a cabeça. 

Kath--Hmmm.--Pus as minhas mãos na boca e segurei as lágrimas. 

Magnus--Calma Katherine... Não significa nada pra você certo?--Me aproximei dela.

Kath--Se acha que fui eu. Tá perdendo o seu tempo. E pra que precisamos dela? É insignificante não é mesmo? 

Magnus--Oh não querida! Essa é especial. 

Kath--Especial? 

Magnus--Sim. Por que através do sangue dela, acharemos a duplicata de Yara, pois é o que falta para o sacrifício acontecer. 

Kath--E por que ela?

Magnus--Desde o momento em que a vi, soube que tinha ligação com a duplicata. Por isso precisamos encontrá-la. Se a encontramos, encontramos a duplicata e deixamos a Valéria ir. Porém se não acharmos a duplicata o sangue dela será bastante útil. 

Kath--Magnus, então ao invés de só matar, por que não manda um de nós para procurá-la?

Magnus--Por isso que te amo Katharine.--Depositei um beijo na sua testa.--Que a busca se inicie.--Me virei para os demais.

Renágy--Sinto falta do Knox, pois ele localizava como ninguém. 

Magnus--Não irei matá-lo, é um de nós, Lendário que mata Lendário, merece ser banido da convenção. Além do mais, eu entendo os seus motivos. 

Adam--Eu não entendo o por que de tanta compreensão com ele.

Magnus--E nem quero sua compreensão. O que estão fazendo? Já estão com sua capa?--Todos se movimentam apressados.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...