História The Virgin Suicides - INTERATIVA - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 80
Palavras 469
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Fluffy, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


VOLTEEEEEEEEEI!
Personagem criada pela ~EllaArmy
Adorei ela e posso considera-la uma das minhas favoritas entre as irmãs. ^^
Espero que gostem dela.

Capítulo 3 - O.2 - The seventeen-year-old daughter


Fanfic / Fanfiction The Virgin Suicides - INTERATIVA - Capítulo 3 - O.2 - The seventeen-year-old daughter


I'm a cool girl, I'm a, I'm a cool girl
Ice cold, I roll my eyes at you, boy

 

- Tove Lo, Cool Girl

 

Nome: Lee Seung Eller

Idade: 17 anos

Data de aniversário: 10/01

 

Eu realmente não sei o que meus pais pensavam ao ponto de mudar para a capital, eles sabem que nenhuma de nós irá se acostumar aqui, no máximo, teremos problemas com a Mi-Cha novamente e não quero que isso aconteça, poderíamos ter ficado em Busan, a nossa verdadeira casa.

 

Quando chegamos, o caminhão de mudança já estava lá, com nossas coisas, a nossa casa não era tão grande como imaginávamos, mas parecia ser boa, eu dividiria o quarto com a Soo Jin.

Eu poderia me matar agora só para não dividir o quarto com aquela idiota.

Nossos pais sabem que não nos damos tão bem, sempre estamos brigando, eu amo a minha irmã, mas ela é chata demais e minha mãe a "endeusa" demais, entre as cinco filhas, parecia que Soo Jin sempre se destacava aos olhos da mamãe.

O meu pai, sempre estava me cobrando notas boas e sempre estava "de olho" em mim, como podemos dizer, ele tem medo que eu faça alguma besteira como fiz em Busan, me tornando uma filha meio que rebelde para ele, mas, não era realmente isso.

 

...

 

- Eller, já arrumou o seu quarto? - Minha mãe perguntou enquanto preparava algo para comermos, era mais um dos típicos almoços em família.

- Sim mãe... - Disse com certo tédio.

- Fale direito com a sua mãe, ela não cuida de você para respondê-la assim! - Meu pai falou enquanto lia o jornal.

- Quer que eu responda como? - Aumentei o tom de voz com ele, e tudo começaria novamente.

- De um modo educado, sua mãe batalhou a vida inteira para cuidar de você e de suas irmãs, não a trate como se fosse nada.

- Para a sua informação, pai, eu amo a minha mãe, ela é uma pessoa maravilhosa e sempre admirei ela, por ser uma mulher forte, o senhor não deveria criar conclusões precipitadas, pois quase nunca está em casa e nunca dá atenção para nós! - Eu já estava gritando, tinha certeza, olhei para as minhas irmãs e ela estavam caladas e de olhos arregalados. - Mas quer saber? Eu vou andar um pouco, eu volto antes do jantar. - Me levantei e sai da sala de jantar, logo saindo de casa, eu bati a porta com força, tinha certeza.

Comecei á andar pelas ruas da vizinhança, chutando algumas pedrinhas que estavam por perto, eu sentia os olhos dos garotos da vizinhança em mim, então os encarei rapidamente e dei uma pequena piscada, e logo voltei á andar, estava sem rumo, mas só queria ficar longe de casa por um tempo...


Notas Finais


Eu não revisei e aliás que estou um pouco sem tempo, um capítulo meio curtinho.
Ella, espero que tenha gostado, tentei apresentar a sua personagem do jeito que a descreveu.
Mostrarei a próxima irmã em breve, beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...