História The visit of a love - (Camren) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Visualizações 1.165
Palavras 878
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Orange
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.
Amanhã vou tentar fazer mts caps sério

Capítulo 22 - Zzz


Vero Pov.

As coisas não vai nada bem comigo e a Lucy, depois que eu atendi o celular dela, quando a mesma estava dormindo e eu não queria de fato vê-la acordar ela dormia tão lindinha. Uma voz masculina falava do outro lado da linha, no começo achei que poderia ser alguém que trabalhasse pra ela ou de alguma revista mas depois que eu ouvi um ‘’Ontem me divertir muito com você’’ eu já não tinha tanta certeza que era alguém de sua equipe.

E por um acaso ontem Lucy não pode sair comigo, segunda ela iria fazer um ensaio e ficaria pra próxima, bom eu não sei vocês mas eu tenho minhas conclusões feitas. Obviamente eu não as tiraria tão cedo, mas claro que desejo uma explicação para isso. Bom o cara foi tão desatento que nem sequer prestou atenção em sua voz por achar que realmente era ela na linha.

[Flashback On]

Pela 5 vez o celular de Lucy insiste em tocar eu estou preparando nosso jantar enquanto ela dorme, sua aparecia cansada era grande quando chegou aqui mais cedo. Eu sei que não tenho toda essa liberdade mas irei atender pode ser que seja emergência ou algo assim.

Caminhei até a banca onde o aparelho se encontrava, olhei a tela e tinha o nome de ‘’Life’’ apenas atendi sem mais enrolação.

-Alo?

-Lucy, meu amor como vai? Eu sei que eu não poderia te ligar hoje, mas não precisa responder só queria te lembrar que eu me divertir muito ontem a noite, caso queira mais uma dessa me manda mensagem depois de sair da sua vida ‘normal’, beijo meu amor.-Ele simplesmente disse essas palavras e desligou.

[Flashback Off]

Deveria ter contado quantas vezes ele à chamou de amor? Quanta intimidade é essa? Ok Vero respira fica calma, não é nada do que você tá pensando ou pelo menos eu espero que não seja. Voltei pra cozinha pelo menos tentar terminar o jantar já que as palavras insistiam em rodear meus pensamentos.

Será que ela me traiu? Não Lucy não seria capaz... ah para Vero ela também não é essa santa toda que você acha.—Pensei.

Em segundos sentir mãos rodearem minha cintura e logo eu voltei a atenção pra realidade.

-Boa noite meu amor!.-Ela tentou me virar, mas evitei e sai em direção a geladeira.-O que aconteceu?

-Não sei.... pergunta pro cara que você dormiu ontem a noite.

-Do que você está falando?

-Você sabe muito bem, não preciso explicar! Não se faz de sonsa não sério isso me irrita. Tudo me irrita, mentiras me irritam, seu jeito me irrita, seu rosto me irrita.-Falei encarando ela.

-Verônica não pira, eu realmente não sei o que...-Deixei ela falando e fui em busca do seu celular peguei e mostrei o contato que havia ligado pra ela.

-Vamos lá senhorita ‘’eu não sei do que você está falando’’, será que vai arrumar argumentos pra falar sobre isso e me fazer de trouxa?

-Você não deveria ter atendido meu celular!

-Está certa eu não deveria! Aliás você estava me traindo teria que esconder isso de algum jeito. De um jeito muito mal.

-Vero eu posso explicar meu amor.

-Explicar o que? Vai me contar o detalhes da sua transa hétero? Não quero saber.... sai daqui agora, não quero mais olhar pra você.

-Vero.-Ela se aproximou em busca do meu rosto.

-SAÍ AGORA! NÃO VOU PEDIR OUTRA VEZ.-Perdi a paciência, ela já estava se desmanchando em choro.

Lucy Pov.

Uma noite eu fui para uma festa da revista no qual estou trabalhando lá presente havia varias pessoas importante, infelizmente Vero não pode ir mas isso não me dava liberdade de nada. Estava tudo ocorrendo bem, se não fosse os malditos copos de whisky que me deixaram um pouco alterada demais da conta, eu já não sabia muito o que estava se passando ali.

Quando eu me dei conta estava dançando com um homem, depois eu já estava acordando ao seu lado com uma enorme dor de cabeça, ele me trouxe café na cama, mas até ali eu nem sequer sabia o nome dele. Depois de muita conversa soube que seu nome era Jonas, Jonas era piloto mas estava fazendo alguns trabalhos pra mesma revista eu estava preste a ir pra casa quando ele pediu meu número, a única burrada foi ter feito isso, ele salvou com o nome Life e eu sequer percebi, só avisei pra ele não me ligar no dia seguinte perto do anoitecer não queria problemas com a Vero.

Por mais que ela não goste de mentiras mas eu nem sei como isso aconteceu, então eu meio que não queria estragar nossas coisas logo agora. Bosta eu tenho que maneirar quando vou beber.

E infelizmente cá estou eu sem saber pra onde ir, o que fazer, não sei de mais nada, eu sou uma burra mesmo deixei a mulher que eu amo ir assim por um deslize, talvez eu não mereça seu amor, ela é tão atenciosa, cuidadosa e  eu retribuo como? Traindo!. Eu deveria ter apagado a merda desse número antes, mas não deixei lá droga.- Dei um soco no volante do

Também não era pra menos a reação dela, se fosse comigo provavelmente teria quebrado uns copos na cara dela, dado alguns tapas coisas assim.

 


Notas Finais


lalalalala


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...