História The Walking Dead - Uma Historia Incrivel... - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Exibições 84
Palavras 1.605
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OEWWW MORANGUENHOS
E MORANGUENHAS

MAS UM CAPP UHULL
BEM CEDO NÃO? HEUHEUHEU :3
No final desse Cap acho que vão
Ficar curiosos >.<

Mass bom espero que gostem
Boa Leitura!

Capítulo 34 - So pode ta brincando com a minha cara


    2 Semanas Depois

   POV'S KATHERINA

   Ja se passou tanto tempo desde que tudo aquilo aconteceu... As ruas estavam limpas novamente, as pessoas pareciam bem, minha ferida ja estava praticamente cicatrizada e parecia que tudo estava melhorando, eu e Noah ficamos bem proximos nesse periodo, ele que me trazia comida e ficava a maior parte do tempo comigo, Maggie e Carl prepararam uma surpresa de aniversario nesse meio tempo, eu não tinha uma desde que meus pais morreram e aquilo foi a melhor coisa que ja ganhei em anos. Glenn e Enid voltaram, e parece que Nicholas morreu, não me abalei muito com tal noticia alem do mais não gostava dele

-Oi - Carl diz abrindo a porta devagar e entrando no meu quarto

-Oi - digo soltando um sorriso e ele me da um selinho, e faz uma cara de felicidade apos nos separarmos - nossa porque esta tão feliz?

-Maggie quer falar com você

-Tudo bem - me levanto e caminho ate a porta, mas antes que eu pudesse colocar minha mão na maçaneta Carl me puxa pela cintura e me vira para ele - Carl eu tenho que sair - digo soltando um sorriso

-Eu sei, so mais um minuto - ele me puxa para um beijo, eu amava muito aquilo, me sentia completa com Carl, eu acho que estou me apaixonando por ele...

-Ta bom garanhão ja chega - digo ironica - tenho que sair agora - lhe dou um selinho rapido e desço as escadas entre pequenos pulinhos indo até a cozinha - Mag?

-Katy! - ela corre até mim e me puxa até a mesa se sentando a minha frente e segurando minhas mãos

-Ta bom oque aconteceu? - pergunto e ela solta um sorriso maravilhoso em seu rosto

-Você não vai acreditar - ela bate umas palminhas oque me faz rir

-Maggie fala logo, to curiosa

-Eu to gravida - ela diz e eu arregalo os olhos com a boca semi aberta esboçando um sorriso - eu to gravida Katy! - ela praticamente grita, me puxando para um abraço e eu retribuo rindo

-Eu vou ser a madrinha - ela ri e nos separamos do abraço - Glenn sabe?

-Sabe e ele ta muito feliz, e eu tambem - ela acaricia de leve sua barriga

-Eu estou tão feliz por você, por vocês na verdade- digo segurando sua mão e acariciando-a

-Eu tambem to, eu nunca pensei que teria um filho nesse mundo - rimos juntas de felicidade e ouço alguem descer as escadas

-Parece que alguem descobriu que uma ser humaninha esta gravida - Carl diz se aproximando e me abraça por traz, olho para Maggie e ela sorri

-Você sabe? - pergunto pra ela me referindo a mim e a Carl

-Claro dificil não perceber - ela sorri - quando iria me contar?

-Não sei na verdade...

-Katy - Abraham abre a porta nos assustando e Carl rapidamente sai se traz de mim

-Oi Abraham

-Podemos falar um minuto?

-Claro - digo e me levanto - até mais tarde - sussuro para Maggir e Carl, e vou caminhando até a porta - pode falar

-Eu to saindo pra uma busca, Noah me disse que se alguem saisse você queria ir junto. Então quer ir comigo?

-Claro nem precisa perguntar duas vezes - digo rindo e começamos a caminhar até o portão - Abraham - o chamo e ele me olha - vou começar a te chamar de Abry, é estranho mas seu nome é muito cumprido

-Como quiser - ele ri e entramos no carro

      […] Algumas horas depois

  Abraham e eu voltamos da busca com o maior sucesso, conseguimos suprimentos para mais de uma semana, ficamos bem amigos depois disso, ele era legal. Ja estava escurecendo e Carl havia me chamado até um pequeno lago que havia ali, disse que era uma surpresa, assim que chego no local ele estava encarando o lago de costas estava tão lindo que chegava a tirar o folego

-Ta sem o chapeu de Xerife? - digo e ele se vira

-Digamos que é uma ocasião especial - ele me da um selinho

-Muito bem, então qual é a surpresa? - digo com um tom curioso

-Você é muito curiosa - ele diz rindo

-Pois é

-Você sabe que estamos namorando, e você quase morreu - dou um sorriso e faço um sinal com a cabeça para ele continuar - isso me mostrou o quanto é importante vivermos cada momento como se fosse o ultimo, e como não te pedi em namoro adequadamente - ele tira um anel do seu bolso oque me faz ficar de boca aberta - Katherina não sei oque, você nunca me disse seu sobrenome - rio fraco

-É Mills, Katherina Mills

-Bom então, Katherina Mills, quer namorar comigo?... Oficialmente - ele ri

-Claro que quero - ele coloca o anel no meu dedo e me puxa para um beijo, seu beijo era caloroso oque me fazia perder totalmente o folego, tudo nele era perfeito, seu beijo, seu toque, seu carinho... Agora esta declarado, estou apaixonada por Carl Grimes

-A onde conseguiu o anel? - pergunto ofegante após me separar do beijo

-Enid me ajudou - ele sorri e me beija novamente

   Ficamos ali acho que quase a noite toda, conversamos bucados e eu não poderia querer estar com mais ninguem que não fosse Carl Grimes

     […] Na manhã seguinte

-Levanta! - ouço alguem gritar e em seguida sinto um impacto contra o chão - Katy preciso falar com você anda levanta! - era Matt gritando, ele me sacudia enquanto eu ainda estava no chão

-Matt, Matt, Matt! - gritei na ultima parte - Calma acordei - digo me levantando - Precisava de tudo isso?

-Sim você não acordava era isso ou agua

-Jogava agua então - ele ri - espera, eu tranquei a porta, cono entrou?

-Bom - ele coça a nuca com uma das mãos - eu aprendi a arrombar casas com grampos de cabelo - ele me mostra o grampo e pego o mesmo

-Você tem que parar com isso Matt, eu tambem gosto de durmir sabia? - digo rindo fraco

-Eu sei mas são 10 horas Katy, para se ser preguiçosa e senta - ele diz apontando para a cama e eu obedeço sentando na mesma

-Ta me fala oque você tem pra me contar de tão importante que me derrubou da cama - digo coçando os olhos para acordar

-Eu acho que to gostando da Enid - ele diz e logo solto um olhar malicioso - olha não começa eu disse que acho, você pode parar com isso

-Não tem como - digo rindo - meu garotinho ta crescendo - digo apertando suas buchechas e o vejo ficar corado

-Para Katy - ele diz envergonhado

-Parece que você não me conhece Matt, eu tinha que fazer uma piada sobre isso - digo ainda rindo

-Tem mais uma coisa, eu beijei ela ontem - minha alegria explodiu, peguei o travesseiro e começei a bater com o mesmo bele - para sua maluca - ele diz rindo tentando se defender

-Nunca - continuo a bater nele, ele consegue pegar o outro travesseiro que tinha na cama e aquilo virou uma guerra de travesseiros mortal, ele acaba me tacando seu travesseiro e me derruba no chão

-Que droga desculpa Katy - ele diz e me estende a mão, a pego mas o puxo para o chão junto a mim e começamos a rir descontroladamente

-Você é muito doida - ele diz rindo e eu retribuo, virando minha cabeça para o teto, ele faz o mesmo

-Ai meu Deus - digo rindo e ele me olha confuso - tenho que contar para o Carl - me levanto correndo e vou até a porta abrindo a mesma e saio correndo ate descer as escadas, passo por Glenn, Maggie, Abraham, Sasha e Noah que parecem não entender nada paro na frente da porta com as mãos atras da porta segurando a maçaneta e Matt para num degrau da escada

-Nem... Pense nisso - ele diz ofegante me apontando um dedo, meus cabelos estavam bagunçados e eu estava suada, mandei um sorriso de canto para ele

-Oque? - giro a maçaneta e abro a porta - isso? - me viro e saio correndo pelas ruas de alexandria rindo, olho para tras e Matt me seguia - Desiste eu so mais rapida que você! - grito e corro em direção a Carl que estava na frente do portão, corro até ele e paro ao seu lado

-Oque ta acontecendo? - ele pergunta confuso

-Tenho uma coisa pra te cont... - Matt chega por tras de mim e tampa minha boca não deixando eu terminar a frase

-Não ta acontecendo nada Carl - ele diz rindo, mordo sua mão e ele a tira - Ai Katy, pra que agressividade - ele diz balançando a sua mão

-Você que começou - Rio fraco e me viro para Carl que estava de costas para o portão - Como eu ia dizendo, eu tenho uma coisa pr... - sou enterrompida quando o portão começa a se abrir - ah qual é! - digo alto

   Vimos pessoas começarem a entrar e eu, Carl e Matt ficamos encarando o portao observando as pessoas

-So pode ser brincadeira - Matt diz e eu o olho confusa, olho novamente para o portão e vejo a pessoa que eu menos queria ver nesse apocalipse

-A não ta zuando com a minha cara né - digo, eu e Matt nos entreolhamos

-Quem é? - Carl pergunta nos olhando confuso

-O Diabo...

            CONTINUA?...


Notas Finais


AMORESSS
EAIII??
OQUE ACHARAM?
ESPERO QUE TENHAM GOSTADO *-*

MUITO OBG PELOS FAV E COMENTARIOS SERIO AMO
DEMAIS VOCÊS *-* ❤

~Se tiver errinhos perdonn

MASS BOMM
BJUSS E ATE O PROX CAP


~Leeh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...