História The walking dead - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Beth Greene, Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Dale Horvath, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Gareth, Glenn Rhee, Hershel Greene, Lizzie Samuels, Lori Grimes, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Mika Samuels, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Shane Walsh, Sophia Peletier, Tara Chambler, Tyreese
Tags Drama
Exibições 29
Palavras 1.736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - If you had stayed silent you guys would be together.


Fanfic / Fanfiction The walking dead - Capítulo 14 - If you had stayed silent you guys would be together.

Peguei a minha mochila da mão do Carl e coloquei ela na minha costa.

Vi que o Rick ja estava saindo da prisão, o Carl correu até ele é o abraçou.E o Rick falou alguma coisa só pra ele esculta.O Carl se aafatou dele. 

-O que aconteceu lá dentro?-Falou a Meg segurando a Michone que tinha torcido o pé.

-O Patrick ficou doente ontem a noite, um tipo de gripe que age rápido.Achamos que ele morreu e atacou o bloco de celas.-O Rick se abaixou pra fala com o Carl-Olha eu sei que ele era seu amigo, ele era um bom garoto.Perdemos muitas pessoas boas.-O Rick se levantou e apontou pra Meggie-O Glenn e seu pai  eles estavam lá dentro então e melhor manter distância deles por um tempo.

A Meggie e o Carl ajudaram a Michone a entra na prisão, o pé dela estava torcido, e ela precisa de ajuda.

- Rick -Comecei a fala-Posso ajuda em alguma coisa?.

-So tente ficar longe das pessoas que estavam lá dentro.-- Ele foi pra dentro da prisão e eu o seguir mais não ia continua com ele, só estava procurando o Carl.


Achei o Carl, nossa eu pensei como se ele fosse um objeto.

Ele estava fazendo cruzes de madeira, afinal morreu umas 4 pessoas lá dentro, talvez ele precise de ajuda.

-Você...quer ajuda?- Perguntei sem graça pra ele.

-Não- Ele tinha falado muito friamente comigo agora.

- Mas...-Ele me interrompeu.

-Por que você foi lá pra dentro?-Perguntou ele curioso.

-Não poderia ficar parada vendo as pessoas morrerem, de novo não.

Me sentei do seu lado e ele não se incomodou, e estava fazendo mais uma cruz.

-O qeu foi que aconteceu com você?Antes.-- Ele largou o martelo e me olhou.

-Eu não gosto de fala sobre isso, e muito...Não sei, so não gosto.

-E seu pai?-Eu não gosto de fala sobre esse assuntos, principalmente com pessoas que eu não confio, tipo o Carl.

- NÃO- Gritei e a Carol me olhou-Não gosto de fala sobre isso não dá pra entender?Eu não quero e talvez seja melhor você fala pro seu pai que eu vou sair-Me levantei e fui pra dentro da minha cela batendo o pé.

Me deitei na cama com a cara enfiada no travesseiro pra ninguém esculta meu choro.Acho que fiquei uns 15 minutos chorando e meu rosto ja tava inchado, meus olhos também é não seria conveniente deu sair com essa cara.Talvez se eu dormi eu esqueça um pouco.

Me deitei de peito pra cima observando o teto, imaginando se meu pai está vivo, mais eu acho muito dificil dele tá vivo.Já foi dificel pra mim sobreviver, imagina pra ele, esse filha da mãe não sabe nem que eu estou viva.

Dei um riso.

Já deve tá morto. Eu juro que quando eu ver ele qualquer dia desses irei da um soco no meio da cara dele, e fala tudo o que tenho direto, e se ele me provoca eu irei mata-lo.

-Ágata?-Olhei pra porta e era o Carl denovo aquele merdinha. 

-Que é?Não ta vendo que eu to me derramando em lágrimas, será que esse lugar não se pode nem fica sozinha.-Uma lágrima caiu dos meus olhos, desse jeito serei um fraca, e eu não sou uma fraca.

-Desculpa eu só queria te dizer que...-Quando ele falou aquilo me levantei da cama e abracei ele- Você tá bem?Não acho que esteja.

-Carl eu queria te dizer que... eu te odeio.

-O que ?-Perguntou ele confusso-Achei que você gostava de mim, ou algo do...-Comecei a rir.

-Não eu só te odeio mesmo, não te vejo como namorado- Nossa a expressão dele, ele estava muito confusso- E desejo que você me esqueça, não irei ficar com você, nunca, e mesmo se ficasse não seria por uma noite.-Ta agora eu ja tava ofendendo ele-E sabe o que eu acho?Acho que sua mãe morreu por que ela merecia. Quem manda engravida num apocalipse.E você não irá dura muito, vai morre Carl, você vai morre.

Ele não falou nada, então pude percebe que uma lágrima caia do seu rosto mais a sua expressão não mudava, ele estava muito sério.

-E...vai embora, aqui não é seu lugar, nunca foi, pensei que você gostava de mim, mais eu errei, e você me magoou.Vai embora Ágata eu não fico com vadia, muito menos com você-Eu levantei a mão em sinal que iria da um tapa no seu rosto-Então vai me bate? Vai em frente vadia.

O que?Ele não falava isso, mais eu adimito eu falei da sua mãe, eu exagerei na dose de ofensas.Abaixei a mão.

-Eu já vou só quero minha mochila e a minha arma, vou pega-las e espero nunca mais ver a sua cara.

-Eu digo o mesmo-Completou ele quando sair da cela.

Fui andando, mais estava chorando.

-O que foi que aconteceu?-Olhei pra cima e era a Beth.

-Nada...E que eu me lembrei do meu pai-Como se eu chorace por ele.

-Entendi, aonde vai? 

-Não te enterressa agora me deixa em paz.-Eu tinha gritado com ela.

Quer saber acho que so vou leva a minha faca, não vou aguenta mais nenhum segundo aqui.

Sair de dentro da prisão e vi que a cerca estava qualse caindo e o Rick o Daryl, a Meggie o Glenn, eles estavam matando os zumbis.Essa seria uma boa hora pra escapar.

Sair correndo e abri o porta pra sair da prisão.

-Ágata-Gritou o Rick-O que você ta fazendo?

Não respondi so sair correndo pra fora daqui, indo direto pra floresta.


Eu corri, e corri, pro mais longe que podia.

Parei e me sentei de costas pra uma árvore.

-Olha so o que temos aqui-Olhei pra cima e era o governado, mais ele estava vivo?Como?.Antes que eu pudesse fala ele me deu um soco no meu rosto que eu acabei desmaiando.



Acordei dentro de uma barraca de acampamento.Minha cabeça estava doendo um pouco.

Abri a barraca e quando sair pude percebe que era noite.E tinha vindo um zumbi pra morde a perna do governado mais um cara matou antes que o morto pudesse morde ele.

-Por que não se junta a nós?-Falou ele sem se vira, parecia que ele sabia que eu estava atrás dele.

-Não-Falei com ignorância.

-A esta altura acho que eu estou em vantagem-Falou ele se levantando e olhando pra mim-O que você tem?Uma faca-Ele estava zombando de mim.

Coloquei a minha mão na minha cintura procurando a faca e não estava comigo.

O governado levantou a faca me mostrando que estava com ele.

-Eu gostei dessa faca de prata, será que ela é bem afiada?Vamos testa, segurem-a-Falou ele pros dois homens.

Eles me seguraram um em cada braço, e me botaram de joelhos no chão.

- Por favo não faça isso-Ele riu.

-Sabe eu acho que você já se esqueceu que você é seu grupo destruíram a minha cidade né? E talvez eu faça muitas coisas com você, você não pode fazer nada-Ele ficou com o rosto dele na minha frente.Então eu cuspi na cara dele-Sua...-Ele ia me chingar mais o que ele fez foi corta o meu braço, ele estava sangrando.

-Agora vou te mata bem...devaga-Ele riu e me deu um soco no meu rosto que saiu sangue pela minha boca-Olha a princesinha ta sangrando.

-Para por favo, o que você quer?-Eu estava chorando.

-Foi muita burrice sua sair assim, sozinha.Quantos anos você tem 12 ?.

-Não importa-Ele pegou o meu cabelo e pucou pra trás.

-Importa, agora fale ou você morre aqui.

-Vai me mata por que eu não disse minha idade?14 seu puto.-Ele me deu mais um soco dessa vez mais forte que eu fiquei até tonta. 

Ele me deu mais um e dessa vez eu acabei apagando.



Acordei de manhã com a boca inchada e o meu braço estava doendo muito.

Sair da barraca e não vi ninguém apenas marcas de pneu.

-Cadê voce?- Grite mais ninguém me respondeu ou me deu um soco- Agora você vai se fazer de tapado-Comecei a rir--Vamos apareça-Agora eu tenho certeza eles me deixaram aqui.

Entrei na floresta, isso será meio que suicídio por que eu não tenho nada pra matá, ninguém.


Fiquei andando por uma hora e estava com sede. Eu não tinha nada.

Acabei caindo no chão por que eu tava muito desidratada.Eu queria fica aqui no chão, talvez algum zumbi bonzinho venha e me morda,na esta na hora de coloca um fim nisso.

Escultei passos pela floresta, mais eu não tava nem ai, eu só quero morrer.

-O que você ta fazendo aqui?-Era uma voz de menino, ele me colocou de peito pra cima, mais não pude ver seu rosto por que o sol tava cobrindo. 

-Me ajuda-Falei.

-Tudo bem, Rayan me ajuda-Então são duas pessoas, pra minha infelicidade.

Um deles pegaram nas minhas duas pernas e o outro nos meus braços, e me levaram pra algum lugar.


Quando cheguei eles me colocaram no chão e foram correndo pega uma garrafa, ela estava com água .

E me deram.

-Ela deve ta desidratada-Falou uma voz feminina, agora são três para minha infelicidade, será mais dificel de mata-los.Sim.Eu vou ter que mata-los, não posso confiar neles.

-Garota você ta bem? -Perguntou um menino.

- Sim.-Tentei me levanta, e conseguir, não sei como mais conseguir. 

Olhei e vi que eram uma menina e dois meninos por volta de uns 15 a 16 anos.

A menina era loira e estava segurando um revolve.

E um outro menino era loiro também, talvez eles fossem irmãos.

E o outro menino tinah cabelo preto  com lindos olhos verdes.

-Quem são vocês?E por que me ajudaram?

-Eu sou Adam-Falou o garoto de cabelo preto-Esse é o Rayan-Apontou pro garoto loiro-E essa é a Holly.

-E você?-Falou a Holly.

-Ágata.

-Nome escroto.

-Minha mãe que escolheu, e eu também acho que é escroto-Ela riu.

-E ai estão com fome?Trouxe uns esquilos, conseguir eles por que tinha um ninho numa árvore. E por sorte eles estavam lá. Vou prepará.

-Da pra princesinha prepara, vamos ver se ela serve pra alguma coisa-Falou a Holly.

-Para com isso Holly-Falou Rayan pra ela-Deixa que eu faço.

- Vai sair uma merda esse esquilo se você prepara-Zombou a Holly.

-Você não saber.

-Claro que seu Rayan.

Me desliguei um pouco da briga deles dois.

-Eles vivem brigando-Falou o Adam-E você veio de onde?-Não posso fala que vim de uma prisão, por que eu não confio totalmente neles.

-Eu sempre fui sozinha.

-Deveria ser dificel, sozinha, sem ninguém, mais agora você tem a mim.-Ele ficou um pouco vermelho-E eles-Falou sem graça.

-Ok.Tem algum rio pra toma banho aqui?.

-Sim vem comigo.Eu vou mostra o riacho pra ela-Falou pros dois que pararam de briga.

-Mais ja vai pegá ela?-Perguntou a Holly a ele, e eu pude percebe que ele tinha ficado vermelho.

-Vamos logo antes que esses dois comecem a briga denovo.

Agora eu vou toma um banho, pelos menos eu não estou com o Carl, esse garoto não vale nada.E egoísta.Não quero nunca mais ver ele. Ele vai morre logo . Odeio ele, antes não mais agora sim.










Notas Finais


Oi, oi eu sei que eu demorei muito, mais e por que eu to postando uma vez por semana.
Todo domingo eu posto um, sabe né? Por que dia de domindo tem the walking dead.Humm.
Espero Qu tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...