História The Walking Dead: Family has a name and is Dixon - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Beth Greene, Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Dale Horvath, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Gareth, Glenn Rhee, Hershel Greene, Lizzie Samuels, Lori Grimes, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Mika Samuels, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Shane Walsh, Sophia Peletier, Tara Chambler, Tyreese
Exibições 44
Palavras 1.332
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - My fault?


O resto do grupo voltou e eu como estou lerda ultimamente só agora percebi que se tratava de irmos para uma comunidade,chamada Alexandria o cara que vinha nos seguindo se chama Aaron e ele disse que foi ele quem deu a água e isso me faz pensar, que bom que não matou ele senão agora não teríamos lugar para ficar, mesmo que esse lugar não seja seguro.

Eu estava sentada no chão e Carl estava ao meu lado, acho que só demos uma trégua por ele sentir pena de mim e esse é um sentimento bem ridículo.

Me levantei e ele me segurou.

Evvie: Que foi vaqueiro? Vai prestar atenção em cada passo que eu der? Isso tá estranho- me soltei dele que me olhava com vergonha.

Carl: Não é nada só não quero perder você de vista...meu pai quem mandou- corrigiu no final, tá ele ta estranho.

Evvie: Não vou fugir seu esquisito, só vou marcar as árvores para... a Lili antes de irmos embora- ele concordou e se levantou.

Carl: Tá mas eu vou com você sem retirada de olhos- concordei depois de revirar os olhos claro.

Evvie: Tanto faz vaqueiro- a baixei seu chapéu só para implicar e deu certo me olhou com cara de tédio.

Depois disso nós andamos em silêncio e eu fui marcando tudo.

Carl: A quanto tempo faz isso? Quer dizer, a quanto tempo procura? - não gosto de tocar nesse assunto principalmente quando eu estou mentindo.

Evvie: A quase dois anos ou a dois anos quase três não me lembro se passaram muito tempo não gosto de tocar no assunto mas há que começou acho que tenho direito de fazer também.

Carl: Tipo jogo de perguntas e respostas? Tudo bem- concordou enquanto andávamos de volta.

Evvie: Vai ser simples, qual é a do chapéu de vaqueiro? - ele riu.

Carl: Meu pai, ele era policial nós nos separamos depois que entrou em coma depois de levar um tiro, eu levei um tiro também então ele acho que devesse ficar comigo- entendi mesmo quase não fazendo sentido.

Evvie: Legal, acho que eu queria ter isso...

Carl: Isso o que?.

Evvie: Ter alguém que se importe, ou um lugar ao que pertencesse sei lá, esquece odeio esse papo de sentimentalismo, chegamos acho que eu vou pegar o resto das minhas coisas- saí de perto dele e segui andando pra pegar as coisas.

Pov's Carl on

É estranho parar pra pensar sei lá ela me deixa seguro e ao mesmo tempo desconfiado, não sei se está falando a verdade quando fala sobre sua irmã os olhos dela brilham diferente deve amar muito ela por sinal, mas acho que as suas chances de encontrar ela são mínimas mas quem sou eu para dizer alguma coisa, e nem sei porquê me importo tanto com isso sei lá ela é muito bipolar e me faz ficar de um jeito estranho, nem devia confiar nessa garota mas ela tem alguma coisa que me deixa mais confuso que tudo nesse mundo, fique a observando de longe o vento batendo em seu rosto jogando todo o cabelo para trás, balancei a cabeça assim que veio até mim estalando os dedos chamando minha atenção.

Evvie: Carl, tá tudo bem? você tá babando- disse rindo, e que sorriso... Não pera.

Carl: Er... Eu não babo- levantou uma sobrancelha e começou a rir.

Evvie: Tá, tá, sei vamos logo eles já voltaram tô te chamando a um tempo já.

Nem disse nada só fui junto, eles me obrigaram a sentar no banco de trás, junto com ela, eu tentei não ficar olhando muito pra ela mesmo sendo impossível, mas ela não reparava toda hora olhava pela janela e mexia no cabelo ou batia com as unhas no vidro inquieta, mesmo assim para mim ela parecia calma sem falar e era um milagre, ela parou de ter seus "tics" nervosos do nada e apertou sua bolsa com força, não entendo bem o que estava acontecendo sei lá era muito estranho ver ela sim, de certa forma estava me incomodando.

Tomei coragem e toquei seu braço.

Carl: Vai ficar tudo...bem Evvie- ela me olhou estranho e tirou minha mão de perto dela de uma forma rude.

É tava demorando pra ela voltar ao normal.

Pov's Evvie on

Eu não aguentava mais ficar naquele carro junto com eles, o que eu estava fazendo?isso é errado eu tenho que sair daqui mas não posso pular de um carro em movimento, eu estava super nervosa e tudo era angustiante por que eu não consigo fazer isso? Não devia me apegar a eles isso é ridículo e como eu ainda quero ficar? Isso é errado demais até para mim acho que eu passei dos limites, o plano não era esse e eu estou fazendo completamente ao contrário, me odeio eternamente por isso eles conseguiram me deixar fraca.

" Sabe muito bem que o contato com qualquer grupo um dia vai te fazer sentir culpada não é? "

" Você não vai conseguir vai ter um dia que estará fraca demais, não posso te ajudar nisso também"

" Evvie, nós só fazemos o que é preciso para nos mantermos vivos"

" Como pode deixá-la no comando quando não consegue nem nos manter seguros? "

Respirei fundo lembrando de coisas ditas a mim ou sobre mim, olhei mais uma vez pela janela e vi que estav nos observando, não posso deixar que entre nessa comunidade, seria como levar um lobo faminto para um campo com ovelhas.

Apertei minha bolsa só de pensar nas coisas que eu poderia, deveria fazer.

Carl tocou meu braço me deixando mais que atenta a tudo a minha volta.

Carl: Vai ficar tudo...bem Evvie- disse de uma forma gentil mas cortei qualquer coisa que ele possa pensar, tirei sua mão de cima de mim e voltei olhar a janela até pegar no sono.

Quando acordei ainda estávamos na estrada mas agora ja estava anoitecendo, não sei por quanto tempo dormi mas estava enjoada de ficar no carro, coloquei minha cabeça pra fora da janela e fiquei apreciando o vento que batia em meu rosto.

[...]

Nem acredito que finalmente chegamos, só que eu fui trollada não era a tal de Alexandria era um lugar qualquer mas iríamos passar a noite aqui, encontramos o amigo do Aaron e ele tinha torcido o pé ou algo parecido eu ando distraída demais ultimamente, agora eu estava sentada num sofá encarando eles é esperando o Rick com o restos do grupo, eles estão demorando demais e eu estou caindo de sono, com certeza tem alguma coisa errada comigo não sei tanto tempo me privando do sono merecido e agora eu quase caio de tanto sono.

Beth: Por que ultimamente anda parecendo um bicho preguiça? - sentou ao meu lado e só percebi quando começou a falar, ela estava com a Judith no colo e eu não conseguia parar de olhar.

Evvie: Eu pouco muito o meu sono por não confiar em ninguém e acabo me cerrando por isso, não sou uma máquina - respondi normal mas acho que para ela soou um pouco rude.

Beth: Quer segurar ela um pouco? Percebi que não para de olhar- esticou Judith sorrindo esperando que eu a pegasse.

Evvie: Ficou louca? Odeio crianças tira essa coisa de perto de mim- me afastei um pouco e ela me olhou assustada.

Beth: Nossa, por que odeia crianças? - retirei os olhos.

Não queria responder essa pergunta, me nego a dizer uma só palavra sobre isso.

Evvie: Só precisa saber que não é pessoal, só não gosto e ponto final, você é curiosa demais- ela abaixou a cabeça.

Beth: Família não escondem nada um do outro...

Evvie: Nós não somos uma família, pelo menos não a minha- ela pareceu chocada por um estante.

Beth: Então tudo o que disse foi mentira? - respirei fundo pensando.

Evvie: Não são minha família, lamento- depois disso ela saiu de perto de mim.

Evvie: Ótimo Evvie faça igual a sua irmã e afaste todo mundo- zombei da minha própria cara com isso.


Continua...




Notas Finais


Oi oi pessoas, voooooltei tá não demorei tanto é que agora eu tô tendo uma "folga" digamos assim, amanhã eu não vou para escola e vou tentar escrever e postar ou nessa ou na outra fic, se Deus quiser talvez nas duas😄😃.

Então acho que é isso, bjs de neon💋💋💋

Vlw, flw, fuuuui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...