História The Walking Dead : O Apocalipse - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Andrea, Beth Greene, Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Dale Horvath, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gabriel Stokes, Glenn Rhee, Hershel Greene, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, O Governador, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tara Chambler, Tyreese
Tags Apocalipse
Exibições 26
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oeee gente!!! Boa leituraaaa ❤

Capítulo 2 - Rick?


Acordo com um barulho no mato, mas não de Walkers e sim de pessoas, acordo Isabelly rápido e pego minha arma e lhe entrego sua faca. Devia ser umas oito horas da manhã por isso dava pra enchergar bem, mas meus olhos ainda estavam se acostumando com a luz. Logo avistamos três homens de aparentemente quarenta anos e um menino que parecia ter a minha idade. Um dos homens parecia mais novo e era japonês ou coreano, não sei distinguir. O outro tinha uma roupa de xerife. E o outro uma jaqueta preta, e uma besta presa a suas costas, o menino me chamou a atenção ele tinha olhos azuis brilhantes de uma cor linda e um chapéu de cowboy, mas voltando ao foco, tínhamos visto somente um grupo de pessoas durante todo esse tempo, ainda me lembro. 

Flashback ON

- Miranda!!! Tem pessoas ali olha!

Eu não acreditei muito, andamos praticamente um ano por aí e não havia sinal de ninguém. Mas a segui, logo avistei e eram pessoas mesmo, Isabelly queria se aproximar mas eu a puxei para uma moita onde nos escondemos e ela me olha confusa e pergunta :

- Oque estamos esperando Miranda? São uns de nós! Sobreviventes!

Apesar de ser novinha Isabelly sempre soube que precisávamos nos proteger e não confiar em qualquer um. Então lhe disse calmamente :

- Isa, você sabe que existem pessoas más nesse mundo, vamos esperar pra ter certeza de que essas pessoas são boas.

Mal terminei a frase e ouvi um tiro Isa se assustou e me abraçou a acalmei e dei uma espiadinha, vi um homem ensanguentado e o outro apontando uma arma pra ele. Sem esperar muito eu e Isa corremos para longe deles e desejando não o encontrarmos no nosso caminho.

Flashback OFF

"E por sorte não os encontramos ... eu acho ..." pensei.

Mas me despertei com Isabelly que quase escorregou do galho por sorte não caiu mas fez um barulho enorme, fazendo com que todos os homens e o menino olhassem pra mim e apontassem suas armas pra nós duas.

- Droga! - sussurrei.

- Quem é você? - O homem com roupa de xerife perguntou, talvez o líder do grupo, não respondo e ele pergunta novamente - Responda! Quem é você?

- M-miranda.

- Onde está seu grupo?

- Eu não tenho grupo. Sou só eu e ela. - Aponto para Isabelly que parecia assustada com tantas armas.

- Eu acho bem difícil duas crianças sobreviverem sozinhas. - O homem com a besta disse com ironia oque me irritou.

- Eu não sou criança! - Praticamente grito.

- Quantos anos vocês tem? - O asiático me pergunta.

Apesar de eu estar com medo ele parece ser simpatico, então voltando ao normal respondo calmamente :

- Quinze. Olha por favor não nos machuquem não temos suprimentos, por favor vão embora.

- Calma, eu sei que é difícil confiar em pessoas estranhas mas ... queremos ajudar. Temos um abrigo seguro e el...

Não o deixo terminar e respondo :

- Seguro? E que lugar nessa merda de mundo está seguro? 

- A garota é esperta Rick. - Vejo o cara da Besta falar para o xerife. 

- Olha, esse lugar tem muros altos e tem mais gente conosco. Nós temos armas, suprimentos, e cuidados médicos. Venha com a gente.

- Não sei ...

Olhei para Isabelly e vi em seus olhos ela implorar para eu falar sim, imaginei que deve ser difícil ser uma criança e ter que se esconder no meio do mato contra mordedores e ter que ser cuidada por uma menina que não é nem de sua família, mas que no momento é a única que tem, olhei para seus olhos e me vi na sua idade, órfã que acabara de receber a notícia que seus pais morreram e que teria que morar com seus vizinhos e também lembrei da promessa que fiz a mim mesma sobre Isabelly :

"Eu farei de tudo para te manter viva Isabelly de tudo. Nem que isso custe a minha vida."

- Tudo bem ... aceitamos ...

Não sabia se tinha feito a escolha certa mas algo me dizia que sim, descemos da árvore e Rick me para antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, ele me pergunta :

- Quantos zumbis já matou?

- É sério isso? Vários, parei de contar depois de vinte.

- Quantas pessoas já matou?

Instantaneamente me lembro de Sam, e em seguida de Jasmin, eu também havia matado ela, pois os zumbis haviam pego ela, e eu não queria que ela morrese sentindo toda aquela dor. Então dei um tiro em sua testa, tomei fôlego e fui responder mas não sei se devia ter falado:

- Duas. Os zumbis os pegaram, não iria deixar eles sentirem mais dor do que já sentiam.

- E ela? - Ele apontou para Isabelly.

Logo me coloco a  sua frente e digo:

- Não toque nela.

- Só quero saber o nome dela.

- Isabelly.

- Sua filha?

- Claro que não! 

- Então quem é?

- Minha irmã.

- Rick chega de interrogatório, a garota parece ser boa, vamos leva-la.

- Tudo bem Daryl.

Eles pegaram as coisas mas antes de sair o tal de Rick se vira novamente para mim e diz:

- Eu sou Rick, ele é Daryl - Apontou pro cara da Besta, depois para o asiático. -Ele é Glenn - O asiático sorri pra mim e sorrio de volta - E esse é meu filho Carl. - Ele apontou para o garoto que logo me olhou, aqueles olhos azuis simplesmente me encantaram mas eu não podia perder o foco.






Notas Finais


Continuo? Comentem ❤
Favoritem também!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...