História The Walking Dead ( One Direction ) - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, The Walking Dead
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, One Direction, The Walking Dead
Exibições 38
Palavras 882
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Último Capítulo Agora..

Está uma merda, me desculpem. Mas quando tiver tempo e vontade, irei reescrever, prometo.


OBRIGADA POR TUDO GALERA !

Capítulo 31 - End Part. 2


Fanfic / Fanfiction The Walking Dead ( One Direction ) - Capítulo 31 - End Part. 2

   " Assassino sanguinário é procurado pelas ruas de Doncaster!
 O psicopata tem cabelos ruivos, altura mediana, pele clara e um sorriso diabólico em seu rosto. Edward Sheeran assassinou mais de quinze homens, três mulheres e duas crianças ateando fogo em duas lanchonetes do centro da cidade. Esfaqueou três pessoas pelo caminho.


  Se por acaso alguém avista-lo, não se aproxime e ligue de imediato para a policia de Doncaster!


 Senhorita Troyl, pode nos dizer um pouco mais sobre esse Edward Sheeran?... "



   Desliguei de imediato a televisão, eu me lembro de meu sonho e lembro do que Edward fez com cada um de meus amigos. Não era uma surpresa saber que o ruivo também era louco aqui, na realidade. Mas aquela notícia me deu um embrulho na barriga, era... Assustador!


   Eu tinha recebido a alta a dois dias, e queria muito passear pela rua de minha cidade para saber tudo que mudou nesse último ano fora. Então, pedi para Louis e Niall virem comigo, mas ambos disseram que tinham que ir com Harry para a casa de seu amigo Zayn, pois eles disseram que o moreno passava por um péssimo momento.


  Sinceramente? Estava com curiosidade sobre Zayn Malik. Eu queria saber como ele era.. de verdade. Eu queria vê-lo, e queria saber quais eram os problemas que tanto falavam que ele tinha.
 Então, me ofereci para ir junto aos meus amigos. Eles disseram que viriam me buscar em minha casa, apenas me arrumei de qualquer jeito e esperei.


  Meia hora, foi o tempo que demoraram até chegar em minha casa, eu já tinha pensado que eles não viriam. Mas a desculpa foi: Niall quis parar para comer, e atrasou todo mundo. Eu soltei uma gargalhada, o loiro era muito distraído mesmo, mas era uma gracinha. Meu melhor amigo.
 Entrei no carro e fomos todos juntos para a casa do tal Malik.


 Fomos recebidos pelo pai do moreno, que tinha um sorriso triste no rosto. Me apresentei ao mesmo, e quis perguntar o motivo de sua tristeza, mas talvez fosse muito intrometido se fizesse isso, então não perguntei nada e segui meus amigos até o quarto de Zayn.




   Zayn Malik estava deitado em seu cama, e eu me lembrava perfeitamente do moreno dos meus sonhos, era igual! Ou quase igual. Pois naquele momento, sua pele estava pálida, olheiras a baixo de seus olhos, que estavam avermelhados denunciando horas de choro. Era de partir o coração.
 Harry se aproximou de seu amigo e o abraçou com força, o moreno logo recebeu abraços de meus dois melhores amigos, e então parei em sua frente, com um sorriso de canto dos lábios.


- O-oi! Eu sou Liam, Liam Payne. - Estiquei minha mão para uma apresentação formal, e ele encolheu seus ombros, sem retribuir à apresentação, e deixando minha mão sozinha. Nada legal. Mas ele parecia fraco demais para aquilo, não o julguei.

- Sou Zayn. - Sua voz estava fraca. - H-Harry me contou sobre seu sonho estranho.. Eu me senti especial por você ter sonhado c-comigo.


 
 Passamos algum tempo conversando, e nesse tempo, eu descobri que Zayn estava daquele jeito porque, sua mãe morreu a um tempo atrás, ele ficou tão triste que começou a se drogar. Mas nos últimos tempos, ficou internado por dias no hospital por conta de uma overdose, e isso só aumentou sua depressão. O moreno não sentia vontade de fazer nada, até chegar numa hora que realmente não conseguia fazer nada.

 
 Os garotos tiveram que ir embora, mas eu quis ficar e continuar conversando com Zayn. Pois, mesmo que ele estivesse naquele estado, eu sentia meu coração se aquecer a cada vez que ele falava alguma coisa.

 
 Ficamos conversando por algum tempo, até o pai dele adentrar o quarto, falando que era a hora do moreno tomar seus vários remédios e ir dormir, pediu gentilmente que eu fosse embora, então, o fiz. Sem antes de me despedir carinhosamente do moreno deitado em sua cama.

 
  No caminho de casa, eu pensava o quanto era estranho estar acordado e perceber que toda aquela história de apocalipse não era real, saber que meus amigos estavam todos vivos, era... Bom.
 Mas, mesmo assim, alguma coisa me incomodava naquilo tudo, um pressentimento ruim.


Mas claro que era apenas um mal pressentimento, nada de ruim iria acontecer. Pensamentos positivos, certo Liam? Nada de ruim iria acontecer comigo.


  Dormir na minha cama novamente era tão confortável. Era uma das melhores sensações do mundo. O problema era apenas um: Eu não conseguia pegar no sono de jeito nenhum. Então, decidi ligar a televisão e assistir qualquer merda que estaria passando naqueles canais.

 
 Fui passando os canais, parando por alguns instantes na programação para ver o que era realmente..


-- Bom, pessoal, depois é só deixar no forno por exatos quarenta minutos e logo logo estará... -- Troquei de canal.

-- Hoje teremos maratona de Supernatural, não deixem de assis... -- Troquei de canal.

-- Assassino Psicopata, Edward Sheeran, finalmente foi preso e será julgado mês que vem. -- Comemorei por alguns instantes até trocar de canal.

-- Cientistas conseguem trazer uma pessoa a vida. Bem, mais ou menos. A pessoa que morreu de febre alta, ressuscitou por causa de algumas misturas, mas ele não era o mesmo... Como um.. zumbi? -- Arregalei os olhos.



               Aquilo  iria   dar  muita  merda



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...