História The Walking Dead(BTS) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, The Walking Dead
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Jikook, Zumbi Twd
Exibições 51
Palavras 1.550
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boam leituram....

Capítulo 15 - #13


POV Jimin(on)      

Jungkook e "sua turma" foram falar algo com Jin, e depois foram embora, e eu fiquei sentado perto da barraca olhando para o nada, e logo Hoseok se sentou do meu lado.

-Você esta bem? -Ele perguntou, olhando para mim preocupado.

-Estou Hyung. -Falei, desanimado, e tentando forçar um sorriso, que não saiu.

-Ok, você não esta bem, o que ele disse? -Hoseok se ajeitou, e olhou para mim, esperando explicações.

Hoseok é uma daquelas pessoas que se você mentir, ele desmente na hora, ele era uma das pessoas que me entendiu, só pelo meu olhar, se eu estou triste, feliz, solitário ou...apaixonado.

-Ele...-Soltei um suspiro, olhando para o céu.

-Pode falar Jimin...vai que eu posso te ajudar? -Ele sorriu, e segurou minha mão.

-Tá... -Olhei para ele. -É que ele me deixou triste dizendo que não gostava mais de mim. -Algumas lágrimas desceram, Hoseok soltou minha mão, enxugando minhas lagrimas.

-Não fique assim. -Ele me puxou para um abraço apertado, e eu apenas retribui, e fomos interrompidos por Taehyung.
                 
-Vocês ficam fofos juntos. -Ele disse, juntando as mãos, colocando debaixo da bochecha.

Olhei para Hoseok, e ele olhou para mim, sorrimos, e olhamos para o    chão.   

-Cadê? Quero pelo menos um selinho. -Taehyung disse, colocando a mão na cintura.

Olhei para Hoseok, e depois para Taehyung.  

-Ah Tae. -Olhei para Hoseok, e fui me aproximando, mais desviei de sua boca, beijando sua bochecha. -É...somos só amigos.

-Aaahh, sem graça. -Ele disse, se juntando a nós, sentando em nossa frente. -Posso contar uma piada?

-Vai, conta. -Falei, já pressentindo uma merda.

-Vocês sabiam que quando você canta um hino de trás para frente, ele passa a não ser mais hino, e sim voltando? -Ele termiu, demorei um ano para processar, mais logo comecei a rir, e Hoseok olhou para nós dois, confuso.

-Não entendi. -Ele disse, estendendo a mãos para o lado

-Olha só: quando você vai fala indo, você fala ino, que é maia fácil, né? -Ele concordou. -Então, quando você canta um hino de trás para frente, você esta voltando...entendeu?

-Ah...meu deus, que bosta. -Ele soltou uma risada, e ficamos em silencio.

-Eu tenho uma. -Falei. -Por que o Bin Laden não batia em seus filhos?

Os dois disseram não.

-Por que ele Osama. -Soltei uma risada, e os dois também.

-Tá, tá...minha vez. -Hoseok levantou a mão. -O que um escorregador disse para o outro?

-O que? -Eu e Taehyung falamos juntos.

-Os anos passam rapido aqui...-Hoseok parou no ar, e esperou a gente capiturar a informação, olhei para Taehyung e ele olhou para mim, e começamos a rir.

         POV Jungkook(on)    

-Por que demônios eu falei aquilo? Por que Jesus? -Gritei, correndo pela floresta sozinho. -E agora? Como vou me desculpar?...-Pensei por um bom tempo. -Já sei...-Corri em direção ao acampamento, que não fica muito longe do Cemitério De Carros.
                      (/-.-)/

Cheguei no acampamento, e logo avistei Jimin rindo descontroladamente perto de Taehyung e Yoongi, corri em direção a ele, por trás das coisas, para ninguem me ver.

Quando cheguei perto dele, eles me olharam.

-O que você quer? -Hoseok perguntou. -Sai daqui...

-Não...Hope, me esperem aqui. -Jimin se levantou e me puxou para trás de um carro preto, e sem abaixou do meu lado. -O que você quer aqui?

-A sua ajuda. -Falei.

-Pra que? -Ele perguntou, fazendo cara de confuso.

-A cura...vamos achar a cura juntos. -Falei, olhando em volta.

-Eu, você, Hoseok, Yoongi e Taehyung, topa?

-Não. -Ele se levantou, mais eu puxei ele, fazendo o mesmo cair por cima de mim.

-Por favor. -Sussurrei.

-Não Jungkook, você já me magoo demais. Só quero que você some daqui, vai lá pra sua "turminha". -Ele saiu de cima de mim, e eu fui atrás dele.

-Não fale assim, eu só quero fazer o melhor para você. A cura vai te salvar, deixa...eu te salvar. -Falei, puxando ele de novo.

-Pra quem não gosta mais de mim, você está muito protetor. -Ele se distanciou de mim.

-Jimin...

-Vem cá Jungkook, é...você já ouviu o ditado: "O mundo da voltas."? -Ele colocou a mão na cintura, fui dando passos curtos de costa, e abaixei a cabeça.

-Sim. -Sussurrei, me virando, e começando a andar para longe de Jimin.

Nesse momento, varias pessoas armadas olharam para mim, e miraram suas armas em minha direção, dizendo: "É aquele traidor, mate-o", todos começaram a atirar em minha direção, mais as balas pareciam socos do crianças, bem fracas, e, de nenhuma forma, me atingiam, continuei andando de cabeça baixa, e eles pararam de atirar, e correram, olhei para trás, e Jimin vinha em minha direção.

-O que foi isso? -Ele perguntou, passando a mão pelo meu corpo. -Eu pensei que ia perder você.
      
-E-eu não sei...não sabia que isso...não sabia...isso. -Comecei a gaguejar descontroladamente.

-Jungkook? O que tá acontecendo? Por que está falando assim? -Ele foi se distanciando de mim. -Está me deixando comedo.

-Jimin...-Senti meu corpo pesar, e parecia que alguem tinha entrado no meu corpo. -A cura. Temos que achar a cura. Antes...antes que seja tarde. -Comecei a tremer, e depois apaguei.

                 POV Jimin(on)   

Quando Jungkook desmaio, corri em direção a ele, e ajoelhei do seu lado.

-Jungkook! Acorda. Jungkook! -Coloquei ele sobre minha coxas, e dei tapinhas leves em sua bochecha, e os lugares que foram atingidos pelas balas, começaram a sangrar, sujando, totalmente, a sua blusa branca. Sorte que as balas eram balas de borracha, e não foram muito fundo, mais ainda sim feriu de mais.

Rasguei a blusa dele, que já estava totalmente suja de sangue, e comecei a passar a mão sobre os seus machucados.

-Jungkook? Acorda. -Então, as lagrimas desceram, encostei a cabeça em seu peito, sujando meu rosto e meu cabelo de sangue, o coração de Jungkook ainda batia, muito rapido por sinal, e a cada minuto ia mais rapido.

Até que ele acordou com um suspiro grande, gemendo de dor, ele mantia a boca aberta, respirando por ela.

-Jungkook, você está bem. -Perguntei, passando a mão pelo seu cabelo, sujando ele.

-Jimin...temos que encontrar a cura, rapido. -Ele se levantou com dificuldade, e eu levantei junto, passando o seu braço por cima dos meus ombros, para ajudá-lo a andar.

Levei ele até a mesinha aonde estava Yoongi, Hoseok e Taehyung, ele sentou, e abaixou a cabeça sobre a mesa,

-Jungkook, da pra você explica o que diabos esta acontecendo? -Falei, cutucando ele, e todos olharam para o mesmo, que foi levantando a cabeça, e olhando para mim.

-Vocês lembram que a cura esta numa tal de BigHit? -Ele perguntou, e todos disseram sim. -Então, essa BigHit está mais perto que vocês imaginam, ela é uma empresa que ajuda a varios famosos a seguirem sua carreira de cantores, e ficarem mais famosos, e eles colocaram essa cura lá, por que aquilo seria o nosso futuro.

-Isso que dizer que seríamos famosos? -Perguntei.

-Sim, seríamos. -Ele assentiu. -Quando desmaiei, tive esses pressentimentos, e um deles, eu vi uma imagem de uma parede branca, com letras de sangue, escrito: A BigHit é o fim.

-Então...se formos para esse lugar, vamos achar a cura, vamos achar o fim pra isso tudo. -Falei, organizando todas as pistas. -Temos que ir para lá...agora.

-Mais...tem que ser pouca gente. - Jungkook disse. -No maximo...umas 14 pessoas.

-Eu, você, Hoseok, Yoongi, Taehyung, Jin, Namjoon...-Pensei. -Tem que ter mais 7.

-Jimin. -Jungkook me chamou, olhei para ele. -Já sei quem são esses 7. -Ele apontou para trás de mim, e eu me virei para ver quem era.

Era JB e sua turma, andando em nossa direção, dava 7 pessoas, certinho, me virei, para Jungkook.

-Tem certeza disso? -Perguntei, e ele sorriu.

-Tenho, pode confiar neles. -Ele falou, enquanto JB parava perto da mesa, e estendia um mapa enorme por cima dela.

-Prestem atenção. -Ele disse. -Estamos exatamente aqui. -Ele colocou o dedo em cima de varior desenhos de árvores no mapa. -E a tal BigHit fica aqui. -Ele aponto para uma cidade grande, que ficava um pouco longe do acampamento. -Pelos meus calculos, são maia ou menos 5 dias andando, e...2 a 3 dias de carro.

-Acho melhor ir de carro, não? -Falei, olhando para Jungkook.

-Também acho...é mais rapido, temos que chegar lá bem rapido. -Jungkook se levantou. -Vou falar com Jin e Namjoon.
    
-Espera, vou com você. -Me levantei, e andei do seu lado. -É...não esta doendo não? -Perguntei, apontando para suas feridas.

-Muito não, com você do meu lado, não há dor. -Ele sorriu, e eu retribui, corando um pouco.

-Me notou né desgraça? -Soltei uma risada, e ele também.

-Dificil não notar, com essa fofura. -Disse ele, apertando minha bochecha.

Chegamos em frente a porta da casa de Namjoon e Jin, e batemos juntos, gritando o nome dos dois, e logo Kloey atendeu.

-Oi...AI MEU DEUS. -Ela levou a mão até a boca. -Vocês está bem cara, por que não parece.

-Ah sim, eu estou bem, é...Namjoon e Jin estão ai? -Jungkook perguntou, enquanto Namjoon e Jin desciam as escadas juntos, ofegantes, e com os cabelos todos desarrumados. -O que vocês estavam fazendo?

-Nada. -Oa dois falaram juntos, e eu soltei uma risada.

-Anrram, sei. -Jungkook sorriu, malisiosamente, e Kloey riu. -Enfin, precisamos falar com vocês, urgentemente.

-Sobre o que? -Namjoon perguntou.

-Sobre...-Eu e Jungkook nos entreolhamos, e depois olhamos para oa doía. -A cura...


Notas Finais


"Então me diz o que o amor pra você, até agora eu não consigo entender, se eu fui o que muitos procuram, me diz o que é amor pra você, com quantos corações você vai ter que brincar, quantos eu te amos voce vai desperdíçar..."

Adoro essa musica 😌😌😌😌

As perguntas vão ser respondidas no proximo capitulo, então, pra quem não deixou pergunta no capítulo anterior, deixem nesse também, ai eu aproveito e me apresento....

Kissus molhadinhos....i love vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...