História The War Between Gods - Capítulo 8


Escrita por: ~

Visualizações 101
Palavras 2.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá armys

Sim, eu sei que mereço um tiro por ter demorado para postar e não tenho um motivo pra não ter postado semana passada.

Na verdade tenho, minhas aulas voltaram na semana passada e eu não podia mais ficar até as duas da manhã escrevendo capítulos. Então, deu dez da noite e eu não tinha nada. Acabou que não escrevi.

Mas aqui estou eu kaka

Boa leitura!

Capítulo 8 - He is the hot one but also the one i hate


Casas queimando, gritos e pessoas correndo. A paisagem já não era mais feliz com cores vivas e o canto dos pássaros, tudo era cinza por conta da fumaça do fogo, sangue pintava as ruas de pedra junto com os corpos mortos jogados em qualquer lugar, pessoas eram perseguidas pelos guardas de metal. 

Taehyung observava aquilo com lágrimas descendo seus olhos e sua boca aberta, tinha vontade de gritar contudo nenhum som saída de sua garganta. Via todos que conhecia serem mortos diante de seus olhos e não podia fazer nada contra, parecia que todos os seus membros não funcionavam mais. 

Até que olhou um pouco mais na frente e encontrou Jin ajoelhado no chão com seus braços amarrados e uma mordaça na boca, tinha machucados espalhados por todo o seu corpo e um de seus olhos tinha uma marca roxa. O professor olhava o acastanhado em um pedido de socorro, o seu aprendiz fazia tudo para se movimentar e ir até o superior. 

Sai de um beco do lado do mais velho aparece o tão temido deus do metal, com uma grande espada feita do mesmo material que controlava. Olhou o homem ajoelhado ao seu lado depois passando seu olhar até Taehyung, deu uma risada alta e levantou a espada. O mais novo começa a gritar tentando se movimentar ao mesmo tempo que a espada cortava o ar em direção ao pescoço de Jin. 

— Acordem. — Jimin entra no quarto batendo nas paredes com a sua espada, todos os meninos começam a reclamar sobre terem despertado tão cedo. O acastanhado somente agradece por ter sido tirado do seu terrível pesadelo, não queria ter visto o que iria ocorrer. — Está na hora de irmos treinar. 

— Quem treina antes do sol nascer? — resmunga Hoseok com seu rosto enterrado no travesseiro. 

— Eu. — responde o moreno encostado na porta com um sorriso, era engraçado ver as atitudes dos mais jovens. — E agora vocês também. Vocês têm menos de dez minutos para aparecerem lá fora arrumados. 

O homem sai e deixa que os jovens se arrumem calmamente, eles começam e se levantar e colocarem suas roupas. O sono falava mais alto que tudo, entretanto lá no fundo de suas cabeças havia uma certa curiosidade das atividades do dia atual. 

[...] 

O clima era frio, neve cobria a terra e era possível ver as montanhas no fundo da paisagem, tudo era muito bonito e calmo. O sol já se mostrava presente junto com o moreno que os aguardava com sua pose majestosa. Ele realmente tinha um ar de algo a mais, um ser mais poderoso, alguém com sabedoria. Era de se ficar pensando por horas, os meninos queriam saber mais sobre este indivíduo, porém o mesmo não contava nem o básico sobre si. 

Andaram até que ficassem parados na frente do ancião e se posicionaram um do lado do outro, passaram-se cinco minutos em silêncio, incomodava Taehyung de certa forma, já que o mesmo queria começar logo seu treinamento. Estava ainda pensando sobre tal assunto e não prestava atenção no que ocorria ao seu redor, quando de repente Jimin levanta sua espada e avança em cima do acastanhado. Iria ficar sem sua cabeça se não tivesse defendido no último minuto segurando as mãos do mais velho. 

— Está louco?! — pergunta eufórico com sua respiração pesada, sentia o poder de corte da lâmina bem na frente de seu nariz, um fio de cabelo foi cortado e caiu em cima de suas vestes. 

— Se estivesse nos flutuando em uma luta como estava agora, seu fim teria sido rápido e fácil para o inimigo, somente precisaria dar três golpes. — diz sem piscar seus olhos uma vez, seu olhar era ameaçador, de um leão faminto por sua presa, de uma onça correndo veloz atras de uma zebra. No momento, Taehyung era o animal listrado. — Teriam feito que nem eu fiz agora, ameaçando cortar sua cabeça pelo seu pescoço com uma espada bem afiada, você iria defender segurando suas mãos. No entanto, como ficou atento somente nos membros superiores, se esqueceu que o oponente ainda tem pernas. Receberia um chute certeiro que o derrubaria no chão, por último a espada seria fincada nos locais onde a morte seria imediata, no coração ou na sua testa. 

Todos em choque observavam a forma como o mestre os contava, era de alguém com experiência e era estranha a o modo que citava passo-a-passo como seria morte do amigo. Taehyung era o mais assustado, sua mão tremia ao segurar a do mais velho, sentia que a espada se aproximava de seu rosto a cada palavra. O moreno na sua frente da o seu típico sorriso e retorna a sua posição normal apoiandso a ponta de sua espada no chão, sua expressão foi de lutador a uma pessoa gentil em segundos. 

— Tomem cuidado com esse tipo de coisa, sempre mantenham atenção aos seus arredores. — atraente era a definição do moreno na mente do controlador do fogo, perigoso era a nova palavra a se adicionar a lista. Encontrava-se alerta agora, preparado para receber um ataque. — Hoje veremos sobre golpes, as melhores táticas de lutar contra o inimigo sem ter nenhum objeto que possa ser usado como arma. 

Isso era exatamente o que queriam ouvir. Suas técnicas com luta corpo-a-corpo eram terríveis, mesmo que tivessem aulas sobre isso no templo, nunca tinham aprofundado o conteúdo com os alunos. Só tinham certa experiência com seus poderes, todavia não podiam dizer que eram avançados no que faziam. 

— Irei separá-los em duplas que serão alteradas no termino do combate. Mas, antes disso, demonstrarei o que aprenderão hoje com um de vocês, e farei o mesmo nos próximos dias. — explica fazendo movimentos com as mãos, os jovens sentiram os corpos esquentarem com adrenalina ao ouvirem que um deles seria escolhido na demonstração. Olhavam um aos outros, apertavam suas mãos em punhos, mexiam as cabeças em duvida. — O que usarei como cobaia hoje será... você. 

Ele move aponta a sua espada a Jungkook e a move na frente de todos os meninos até que finalmente para no controlador do fogo. Pensavam que o escolhido séria o mais novo entre todos contudo estavam errados. 

— Por que "eu"? — questiona o acastanhado, não que achasse ruim a ideia, queria demonstrar ao seu tutor o quanto era forte e habilidoso com seus poderes. 

— Eu assisti um pequeno pedaço da luta de vocês contra os caçadores na floresta, a sua atitude me despertou curiosidade. — reponde com um sorriso sacana, sempre que mostrava seus dentes os jovens não sabiam se era de felicidade ou de maldade. — Se enaltece tanto a si mesmo, devo testar se o que diz é verdade. 

— Verá que não era preciso ter feito essa luta, provarei que sou bom no que faço. — fala indo até o meio do campo. Jimin o seguiu se posicionando do outro lado, parecia que até que seria um grande evento. 

— Eu aposto metade do meu pão do jantar que o Taehyung vai ganhar. — dita Hoseok se virando para seus companheiros. 

— Eu aposto a minha sopa que o Jimin vai dar uma surra no Taehyung e ele irá ficar enfurecido depois. — disse Jungkook apertando a mão do alaranjando, Yoongi somente balança sua cabeça em negação sendo que já sabia quem seria o ganhador dessa aposta.  

O acastanhado foi o primeiro a avançar, correu na direção do moreno levantando seu punho, quando foi acerta-lo no rosto do homem, esse desapareceu. O menino quase foi com seu rosto no chão se não fosse pelos seus reflexos, começou a se virar olhando todos os lados procurando o seu oponente. Sentiu o chão atras de si tremer e se virou protegendo-se da espada, o educador usava a parte da lâmina que não cortava visando não machucar seu aluno. 

— Que bom, está fazendo o que falei há alguns minutos atrás, continue assim. — dizia fazendo gestos graciosos com a sua arma – era quase impossível de ver o instrumento cortando o ar. Taehyung bloqueava todos com certa dificuldade por serem desferidos com força. 

— Eu aprendo rápido. — disse e em um dos bloqueios usou sua perna para chutar a barriga do mais velho, os pés do homem arrastam no chão alguns metros. — Como pode ter visto agora. 

— Acho que estou escolhendo o meu favorito. — sorriu com animação ao notar que o clima do local tinha mudado. — Desculpem meninos! Mas, o amigo esquentadinho de vocês é peculiar é interessante. 

O acastanhado fica com raiva do moreno achar graça nas suas atitudes, queria que esse o visse como um oponente a sua altura, decide que já estava na hora de mostrar o que era de verdade. Fez movimentos com os braços e fogo apareceu na palma de suas mãos, jogos as bolas no mais velho de dava piruetas para trás se desviando. 

— As coisas estão esquentando. — Jimin exclama se agaixando em um ano das partes do gelo que foram queimadas pelo fogo e a analisando. — Literalmente. 

— Você se acha muito engraçado. — ditou Taehyung semicerrando os olhos enfurecido, como alguém com aquelas atitudes iria ensiná-los a ganhar de um deus poderoso. 

— Pode ter certeza que sou, mais que você. — o controlador do fogo já batia seu pé contra o chão fazendo uma grande flama no formato de uma onda ir na direção do moreno, o homem somente a corta ao meio como nada. 

O mais novo encontrava-se nervoso, tudo que fazia era desviado com uma facilidade extrema, de repente se vê determinado e faz o que a maioria faria em uma situação de pânico: começou a desferir diversos ataques ao mesmo tempo. Jogava fogo, lançava golpes, bloqueava, o menino fazia tudo que vinha na mente, mas de nada adiantava. O moreno se defendia com maestria e atacava igual a um profissional, era possível ver o tédio em seu rosto. Taehyung para e apoia suas mãos nos joelhos com cansaço, suor escorria por seu rosto e sua respiração era pesada. Com seus olhos fechados, não viu quando Jimin levantou sua espada na sua direção, só a notou quando sentiu a ponta da mesma em seu queixo o levantando. 

— Isso é tudo que pode fazer? Esse é o poderoso garoto que até alguns minutos atras disse que iria demonstrar todo o seu poder? — suas palavras eram duras e atingiam em cheio o controlador do fogo, a ponta da lâmina afiada se encontrava a milímetros do seu pescoço o que não melhorava em nada. — Não sou um ser incrível, porém devo dizer que também não és. Tem muito o que aprender ainda, deve sim ter autoconfiança no que faz, mas não tanta. Reconheça os seus erros e que ainda precisa melhorar. 

Dito isso, ele somente se vira e começa a ajudar o seu outros meninos. Taehyung fica no chão respirando fundo e absorvendo o que tinha acontecido. Só sabia de uma coisa, Jimin além de ser o indivíduo mais bonito do mundo, era o maior merda. 

[...] 

Neve caia sem dó nem piedade, os jovens corriam pela floresta densa e escura devido às árvores que bloqueavam a luz do dia. Taehyung somente pensava em como os últimos dias tinham sido péssimos. 

Tinha perdido em todas as lutas contra o seu tutor, em nenhuma delas sequer acertou um golpe contra o homem. Isso o deixava com uma ira imensa e rancor do moreno, que somente ria e dizia que o acastanhado tinha que continuar tentando. Não sabia se ele estava zombando-lhe ou o ajudando. 

Agora todos faziam uma corrida, tinham que contornar uma das montanhas e atravessar a floresta até a casa que estão ficando, claro que Taehyung estava em primeiro lugar. 

Bem perto da construção de madeira, ouviu passos atras de si, virou a parte de cima de seu tronco e viu Jimin trotando. Cerrou os olhos e abriu sua boca em descrença. 

— Voce está bem? Parece que comeu algo estragado. — disse o mais velho que possuía um olhar de curiosidade. O menino sabia que tudo isso era um grande ato para engana-lo, então deu um sorriso sarcástico. 

— Estarei melhor quando ganhar essa corrida.

Apressou os passos indo o mais rápido que podia, tudo passava borrado do seu lado. Ao avistar a casa, sentiu felicidade e aumentou ainda mais a sua velocidade. Quando encontrava-se bem perto da linha de chegada, tropeça em uma pedra e cai no chão, rolava raspando toda a sua pele. Para e geme com dor, se senta e vê o sangue escorrer pelos machucados da sua perna, põe um dos dedos no canto da boca sentindo o líquido quente. Vira para trás e vê Jimin trotando, ele passa do seu lado e ganha toda a corrida. 

— Vamos, temos que cuidar doando seus machucados. — oferece a sua mão ao acastanhado, Taehyung sentia fúria correr por todo o seu sangue.

Hoje era o dia em que deveria ter ganhado uma das competições que vem tendo, entretanto igual ao resto da semana, isso não aconteceu devido ao moreno. Olha o membro estendido na sua frente e ignora levantando por si só, vai até a porta de madeira a abrindo e fechando com violência. O homem somente ri das ações do controlador do fogo e fica ali aguardando a chegada doando outros. 


Notas Finais


Foi isso manas

Brigas e mais brigas mas no próximo... rsrs

Espero que tenham gostado
xoxo, sarrah


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...