História The Wedding date - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~spidey-girl

Postado
Categorias Deadpool, Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Loki, Natasha Romanoff, Peter Parker, Thor, Tia May, Wade Willson (Deadpool)
Tags Spiderpool, Spideypool
Visualizações 89
Palavras 1.134
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey hey meus amores tudp bomcom vcs
Eu amo feriado
Parece que a imaginação flui melhor
Aqui esta mais um Cap mata

Tenham uma boa leitura a todos

Capítulo 8 - Cap - 8


Wade on

Depois da noite incrível que tive com Peter, fiquei deitado na cama pensando em como eu ia contar pra ele que eu estava apaixonado, e que eu iria largar tudo por ele, talvez no casamento, eu poderia fazer uma surpresa pra ele e tudo mais. Sou interrompido de meus pensamentos quando Peter tenta se levantar da cama, e cai direto no chão

- Meu Deus, tá tudo bem? - perguntei acendendo a luz, e indo ver como Peter estava

- Tá sim - o mesmo disse um pouco baixo

- O que houve?

- N-nada, só me deixe hum? - Peter tentou levantar novamente mas falhou miserávelmente

Ajudei o mesmo a se levantar, e quando ele sentou na cama ele murmurou um Ai. Foi aí que eu liguei os pontos

- Peter vai dizer que, você está assim, porque peguei muito pesado com você? - falei segurando o riso

- Q-que? Claro que não seu idiota - o mesmo falou corado

- Desculpe amor - falei distribuindo beijos por seu rosto - É porque estava tão bom, que eu não pude me conter

- Tudo bem Wade, eu também gostei, na verdade, acho que foi a melhor transa da minha vida - Peter confessou

Será que é muito cedo pra dizer que eu amo esse menino e que eu quero casar com ele?!

- Wade? Waaade? - Peter estava chamando a minha atenção - Ow, entrou em transe foi?

- Não, eu só estava pensando em uma coisa

- Bom, eu também

- Pode falar

- Você.. não quer dormir comigo hoje? Digo, abraçado? - Peter ficou extremamente corado

Eu vou morde esse menino!

- Hey, mas é claro que pode - abracei o mesmo que ronronou como um gatinho - Boa noite Pete!

- Boa noite Wade - depositei um beijo na testa de Petey, e dormimos.

No outro dia..

Acordei cedo, já que hoje era dia do último ensaio para a dança do casamento, levantei, fiz minhas higienes pessoais e resolvi acordar Peter

- Bom dia flor do dia! - falei pulando em cima de Peter, e abraçando o mesmo

- Ai, bom dia Wade

- E então, pronto para nossa última aula de dança? Faltam poucos dias para o casamento

- Ah Wade, hoje eu não vou, não estou conseguindo nem levantar quem dirá dançar!

- Ah não tem problemas Pete, vou buscar uns remédios pra você, e já volto para te fazer companhia

- Tá bom Wade, obrigado

Sai da mansão, pedi um Uber e fui até uma farmácia que havia por ali, comprei uns remédios e voltei para Petey

- Hey, voltei! Pete, cadê você?

- Estou no banheiro Wade, já vou aí

Entreguei os remédios a Peter, e já estava deitando na cama quando sou interrompido por Peter

- O que você acha que está fazendo?

- Estou deitando pra passar o dia com você - falei simples

- Na na não senhor, você vai para o ensaio, você ainda precisa melhorar seus passos, anda levanta essa bunda daí e vai

- Ah não Pete, deixa eu ficar aqui com você, podemos fazer umas coisinhas, umas preliminares e tal, o que acha?

- Wade, não me faça falar novamente! Vai vai, quando voltar eu posso pensar no seu caso

- Ta bom vai! - falei me rendendo - Mas quando eu voltar, você vai ter que fazer o que eu mandar!

- Hm, adoro! Agora vai

Troquei de roupa e já estava saindo

- Hey hey hey, Nem vai se despedir? - Peter falou fazendo cara de cachorrinho pidão

- Desculpe querida

Avancei e dei um leve beijo em Peter, o mesmo me puxou novamente e me deu um beijo que tirou o meu ar

- Tem certeza de que quer que eu vá?

- Tenho! Tchauzin Wade

Me virei e fui saindo, Peter me deu um belo tapa em minha bunda

- Seu gostoso!

Dei risada, e fui em direção ao lugar que foi combinado para o ensaio. Chegando lá, já vi a demonia da Jane, a mesma veio em minha direção

- Cadê seu namoradinho, não veio hoje? Sabia que ele ia te largar!

- Ele não está se sentindo muito bem

- E mandou você vir sozinho, pra mim?

- Jane, me erra!

E assim, fui falar para a professora que eu estava sem par

- Então, o Peter não pode vir hoje, tem como me arrumar um par, só para ensaiar hoje?

- Ah tem sim, pode ser..

- Eu eu eu! Jane veio correndo em minha direção, pode ser eu, meu par também não veio

- Isso, pode ser a Jane, tudo bem por você Wade?

- Não tem outra pessoa não? Eu não me sinto muito confortável

- Ah qual é gato! Está se sentindo intimidado por uma beldade como eu?

- Jane, por favor, sai daqui

- Ah não Wade, agora você vai me ouvir! Você tem que parar de ser gay! Você é um baita de um gostoso e fica com aquele viadinho do Peter? Faça me um favor né! Desencana!

- Jane eu estou avisando

- Duvido que você vai querer saber daquele magrela quando experimentar esse meu corpinho - Jane avançou em mim querendo me beijar

- Já chega! Quer saber, eu cansei, deixa de ser vadia se enxerga garota! Ninguém gosta de pessoas atiradas como você, dê o seu valor, e para de dar em cima de mim! Você não vê que eu e Peter estamos apaixonados! - falei gritando, sem me importar com quem ouvia

- Você acha que o Peter gosta mesmo de você?

- Tenho certeza!

- Ah é olha isso então!

A vadia chegou perto de mim e me mostrou uma coisa que fez meu coração se partir em pedaços incontáveis, era um vídeo de Peter na despedida de solteiro, ao que parece, ele estava se divertindo muito, mas ele estava dançando com vários strippers, e tinha um que comia o Peter com os olhos, e estava quase passando a mão em Peter, quando ele está próximo o suficiente para apertar a bunda de Peter, o maldito vídeo acabou.

- E então, o que acha de seu precioso Peter agora?

Não tive a capacidade de responder nada, apenas dois sentimentos estavam impregnados em mim, raiva e tristeza, fui andando até meu quarto e o de Petey pensando, por que ele fez isso? Será que ele me traiu? O que aconteceu no final daquele vídeo? Eu realmente quero saber o que aconteceu.

Cheguei na porta do nosso quarto, respirei fundo

- Bom vamos lá - sequei uma maldita lágrima que insistia em cair

Entrei no quarto e Peter veio correndo em minha direção

- Wade, a dor já passou, podemos terminar o que íamos fazer de manhã

Peter me abraçou e veio me beijar porém eu desviei

- Hey Wade o que foi?

- Precisamos conversar - falei olhando no fundo de seus olhos. 


Notas Finais


Iiiiiiiii fudeu

O que sers que vai acontecer????

Até o próximo capítulo

Beijosss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...