História The Weeding - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Exibições 22
Palavras 1.407
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Rellou.

Viajei de ultima hora.

Além de ter que arrumar as coisas da formatura (¬_¬)'' help

Bom.
Enfim.
Espero que gostem ♡´・ᴗ・`♡

Capítulo 12 - Conversa


Vernon On 

Hospital

 

-Eu vou sair pra buscar algo , meu estomago ta vazio - Miho diz saindo do quarto e eu a observo.

- Sua namorada? -  a enfermeira que eu estava conversando diz. Minha primeira reação é pensar em negar mas acabo mudando minha resposta.

-Quem sabe. - Respondo mas logo sou interrompido por alguém abrindo a porta.

- Desculpe Miho está aqui? - O homem diz e vai fechando a porta.

- Ela acabou de sair pra buscar comida. - respondo- Você é...

- Desculpe não me introduzir  - ele diz sorrindo e se aproximando pra sentar em uma cadeira do lado da cama que estou. - Sou pai da Miho - ele estende a mão e o cumprimento. Confesso que gelei na hora que ele falou mas isso são apenas detalhes, tentei parecer o mais confortável possível, alias eu estava em uma cama de hospital e caso algo desse errado eu dizia que estava sobre efeitos de sedativos.

- Me chamo Vernon - digo

- Miho me contou - ele diz e novamente congelo por dentro e pelo que parece ele percebeu porque riu discretamente. Que ótimo Vernon , agora o pai da garota acha que você provavelmente é medroso.

- Senhor, eu gostaria de falar com você sobre algo importante. - Digo 

-Algo Importante? Seria sobre?.. - ele diz desta vez mais sério .

- Sua filha. - digo e ele concorda com a cabeça para eu continuar. A afeição dele agora vai para mais seria ainda.

Talvez porque eu tenha tomado remédios demais.

Ou porque eu só tinha comido gelatina desde que cheguei.

Ou porque eu simplesmente sou burro o bastante.

Mas por algum motivo eu abri a boca.

 

 

- Eu gostaria de avisa-lo que futuramente pretendo pedir a sua filha em namoro. E não vai ser um desses namoricos que as pessoas tem por ai. Eu estou falando de algo que irei me esforçar para das certo. Sei que o senhor não me conhece e que deve me achar louco, e talvez eu seja um pouco, acredite , eu tomei bastante remédio nas ultimas horas. Mas disso tenho certeza. E enfim, o que quero dizer é que , não quero que o senhor fique surpreso se um dia eu a aparecer na frente da sua casa pedindo para conversar com o senhor.- termino e o olho. Ele simplesmente dá um sorriso de canto. O que isso quer dizer? Sou distraído por Miho entrando no quarto. - Falando nela , olha quem chegou.

Miho entra com uma cara de confusa no quarto.

- P-pai? - ela diz - o senhor chegou aqui faz tempo?

 

Miho On

 

-Não muito, só deu tempo de conversar um pouco com seu amigo. - ele diz e forço um sorriso. Conversar sobre o que? 

- Q-Que bom que se conheceram. - digo e vou sentar do lado da cama - então, sobre o que estavam falando? - Digo tentando não parecer curiosa

- Sobre você principalmente - Vernon diz e meio que congelo.

- Nada de muita importância. - meu pai diz sorrindo -Seu amiguinho é bem corajoso! - ele diz batendo fraco no ombro dele - Gosto disse.

- Isso.. É bom - digo. - Quanto tempo você vai ficar aqui? - pergunto.

- Já vou embora amanhã a tarde. - Vernon diz sorrindo - Por mim eu já ia embora, mas meu médico disse para ficar mais um pouco

- Entendo - Sorrio - deve obedecer.

- Ela está certa. Tem de ouvir o seu médico -meu pai reafirma o que eu disse

- Eu irei sim senhor - Vernon diz fazendo um gesto com a mão. 

- Ótimo.- meu pai continua - então acho que devemos ir. Seu amigo precisa descansar. 

- Na realidade - digo- Eu vou ficar mais um pouco , s-se ele não se importar - digo e Vernon sorri concordando. - eu pego um táxi depois com Jisoo.- termino e meu pai me olha surpreso.

- Tudo bem...eu acho.. - ele diz. - mas vou mandar Jisso ficar de olho - ele sorri um pouco mas parece estar falando serio , o que me deixa um pouco confusa por não saber se ele estar brincando. Meu pai é desses que faz esse tipo de coisa. 

- Pai, o senhor es...- digo mas acabo sendo interrompida

- Não se preocupe - Vernon diz sorrindo

- é... Eu vou tentar. - Meu pai completa e se despede de nós.

- Bom, você conheceu meu pai. - digo ainda tentando discernir o que aconteceu

- Ele é um cara legal, bem amoroso - ele diz ironizando o que me faz rir.

- Ele fica mais legal depois que o conhece 

- Que bom, quem sabe mais pra frente ele goste mais de mim - Ele diz e eu coro.

- Sabia que Jisoo está jogando pokémon lá fora ? - digo tentando mudar de assunto e ele ri.

- É que você não viu ele jogando aqui dentro. Ele ficou revoltado pelo pokémon ter escapado - ele diz e eu rio.

- Para um hospital, aqui não parece muito sossegado. - Digo

- Bom, pelo menos a gelatina vale a pena - ele diz e rio

 

~•~•~•~•~•~•~•~•~

 

Ficamos conversando até a hora de ir embora. Parecia que o tempo passava rápido. Contei sobre como eu tinha feito os dois homens fazerem negócio com meu pai e ele me contou como o acidente havia feito ele perder a aula que ele menos gostava. 

Fui embora com Jisoo , alias estávamos indo pro mesmo caminho (mas ainda fiquei um pouco desconfiada , pensando que talvez meu pai tenha mandado ele ir comigo) . 

- Eu estava em duvida se você iria vir ao hospital. - Jisoo comenta .

- Porque? 

- Bom, você conheceu o garoto semana passada. - Jisoo comenta e tenho de concordar com a cabeça. Era verdade - Mas o jeito que você chegou desesperada no hospital me fez mudar de ideia - ele diz rindo

- Ei! - rio- não é todo dia que se recebe um telefonema que um amigo seu sofreu um acidente de carro.

- Lógico , porque está é a única razão de você vir correndo - ele diz em tom de ironia rindo.

- O que você quer dizer Hong Jisoo? - digo 

- Nada não - ele ri - Você é muito lerdinha pra entender isso .

 

~•~•~•~•~•~•~•~•~•

 

No dia seguinte , após a universidade , acabei indo ao hospital. Jisoo já estava lá , no mesmo corredor, mas dessa vez não estava sozinho. Ele estava conversando com dois adultos e mais um outro garoto. 

- Annyeong - digo  me aproximando 

- Ah , essa aqui é Miho - Jisoo diz apresentando brevemente pro grupo - Aqueles são os pais do Hansol e um amigo nosso, wonwoo.  - faço uma reverência a todos e eles fazem o mesmo.

- Você é a Miho ? - a mulher diz sorrindo.

- Sou sim senhora - digo

- Ah, ouvimos falar de você - O homem diz e coro um pouco. 

- Espero que tenham sido coisas boas - digo sorrindo e eles fazem o mesmo. 

- Bom, já estamos indo - o homem diz - Jisoo e Wonwoo disseram que vão levar Vernon para casa. - Wonwoo concorda com a cabeça.

Nos despedimos do casal e não muito tempo depois entramos no quarto onde Vernon já está pronto para ir.

- Annyeong - Dizemos em trio.

- Wow , um coro - Vernon diz sorrindo

- Cara - Wonwoo diz - Você tá um caco - ele ri. Vernon estava com algumas olheiras de fato, mas não havia notado tanto.

- Não consegui dormir muito bem aqui - Vernon.

- Você não conseguiu dormir muito bem ou você não dormiu? - Jisoo pergunta.

- Bom, acho que você já sabe a resposta. - Vernon responde .- Mas sem mais elogios, é melhor irmos. 

- Eu preciso pegar minha mochila que tá no corredor , a chave do carro está dentro - Wonwoo diz.

- Pegue a minha também - Jisoo diz

- Eu não, não sou seu escravo - Wonwoo diz saindo do quarto enquanto Jisoo revira os olhos e vai atrás. Nos fazendo rir

- Aan.. Eu só passei para dizer um Oi , então ... Oi - digo sorrindo.

- Na realidade... Eu precisava falar com você - Vernon diz segurando minha mão

 


Notas Finais


Rellou.

Como estão amores?

Tentei fazer mais bunitinho e mais longo porque estava inspirada.

Apesar de não ser muito boa com coisas bonitinhas.
Sou um cavalo.

Mas enfim.


Espero que tenham gostado (。・ω・。)

Bye bye ( ˘ ³˘)❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...