História The Weight - Shawn Mendes - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Carter Reynolds, Jack & Jack, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Carter Reynolds, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Ação, Carter Reynolds, Drama, Jack And Jack, Mahogany Lox, Matthew Espinosa, Nash Grier, Romance, Shawn Mendes, Suspense, Taylor Caniff
Exibições 238
Palavras 1.892
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem pela demora, eu estava fazendo alguns exames e minha amiga não conseguiu atualizar aqui 💔 Enfim, nesse capítulo não tem nada demais, mas espero que vocês gostem ❤️

Capítulo 46 - Eu acredito em você


Aquela garota só podia estar de zoação com a minha cara. Ninguém queria ser amigo dela. A não ser Shawn. 

- Ele disse que viria e não está aqui - falei sozinha. - Como eu sou idiota.

Ouvi alguém abrir a porta com toda a força que tinha. Só tinha uma pessoa que fazia isso. E ultimamente eu estava sentindo muito a falta dessa pessoa. 

- Oi Mahogany, sumida. - Falei falei dando um abraço nela.

Nós nos viamos sempre, mas não ficávamos tanto tempo juntas como antes. 

- E então... Como você  percebeu, eu estou desesperada para saber o que está acontecendo com você, garota.- Ela disse sentando-se ao meu lado. 

- Espera os outros chegarem - Falei.

- Ah, eles pararam na lanchonete. Pedi para trazerem algo para nós duas.

- OK. Enquanto eles não chegam eu vou falando o que acabou de acontecer aqui.

- Pode começar.

- Eu e Shawn estamos meio que brigados.

- O que? Como assim. Vocês não brigam nem de mentirinha. Como isso aconteceu?

- Foi a Megan - Pronunciar aquele nome não me fazia bem.

- Então quer dizer que a vadia está de volta para a cidade? 

- O que? Você a conhece desde quando?  - Perguntei um pouco surpresa. 

- Ela sempre vem passar alguns dias aqui e quando isso acontece sempre tem uma confusão entre os garotos. Da última vez, Shawn e Nash brigaram por causa de um boato que ela espalhou, e o Shawn acreditou nela, claro. Eu nunca a vi a garota, estou dizendo o que Nash me contou. Mas sei que Matt e Cameron também nunca viram . Mas enfim, sabe à quanto tempo ela está aqui? - Lox perguntou.

- Shawn disse que faz algumas semanas. E esses últimos dias ela dormiu na casa dele. E assim chegamos ao motivo da nossa briga.

- Não acredito que ele fez isso. Ele está em casa? - Ela perguntou levantando-se bruscamente.

- Sim. E não está sozinho.

- Eu preciso falar com ele. Agora mesmo. 

- Não. Não precisa ir lá falar com ele. Daqui a pouco ele vai estar aqui, junto com os outros e ai eu vou contar a notícia.

- Que notícia? - Ela perguntou com uma expressão de quem estava muito preocupada e que poderia me matar a qualquer momento se eu continuasse fazendo mistério.

- Eu vou contar quando todos eles chegarem. Não quero ter que repetir duas vezes. 

- Tudo bem. Então vou mandar mensagens apressando os meninos.

Ela escreveu uma mensagem em menos de dez segundos e enviou para os meninos. E logo obteve uma resposta de Nash avisando que estavam no quarteirão próximo à minha casa.

- Então só esperar - Falei.

- Por favor me diz que vocês não vão terminar por causa dessa cobra. Vocês fazem um casal maravilhoso, nem sua mãe toda ricaça e poderosa conseguiu separou vocês, por que uma garota de 19 conseguiria? O amor de vocês vai muito além disso -  Lox falou segurando minha mão entre as duas dela.

- Não é só a Megan...

- Tem mais alguma coisa que você queira me contar? 

- CHEGAMOS - Cameron gritou. 

- Nós percebemos e não somos surdas. Agora senta aí e vamos acabar com esse mistério de uma vez por todas - Lox disse. 

- Não podemos comer antes? - Nash perguntou.

- Não!  - Eu e Lox dissemos juntas.

- Quanto mais rápido começar, mais rápido termina e mais rápido a gente come. -Matt disse me fazendo fuzilar o mesmo com os olhos - Entendi, entendi. Mas cadê o Shawn? - Ele perguntou.

- Não importa. Ele recebeu o recado e já sabe do que se trata. Vem se quiser, não temos obrigação de ir buscá-lo- Lox falou. Eu agredeci mentalmente por não ter que responder a essa pergunta.

- Enfim... Eu Chamei todos vocês aqui para dizer que vou ficar um tempo fora. Eu vou fazer um tratamento sério. E preciso do apoio de todos vocês - comecei.

- O que? Como assim ? - Nash disse um pouco assustado.

- Por que não nos disse que estava doente? - Matt perguntou.

- Por que não sei se é exatamente uma doença. Vou tentar explicar tudo direito. Matt, aquele dia que nos encontramos perto do tal prédio abandonado, eu não fazia idéia de que estava lá... na verdade eu nem me lembro disso, até hoje. À algumas noites Shawn me encontrou no meio da mata seguindo uma garota e a chamando de Sarah. 

Expliquei mais algumas coisas para eles, e expliquei também como funcionava o tratamento e que eu precisava ficar uns dias longe, na casa do meu pai.

- De jeito nenhum você vai ficar sozinha! - Lox disse um pouco "alterada".

- Está tudo bem, meu pai estará comigo. 

- Mesmo assim, eu vou com você. 

- Não, de jeito nenhum. Você tem seus planos para o resto do mês, não vou estragar nada disso. Eu vou ficar com o meu pai, e vou mandar notícias todos os dias. Prometo.

- Não adianta. Eu vou com você. Não adianta dizer que não precisa. Todo mundo precisa de amigos em momentos como esse, e eu vou por livre e espontânea vontade. Nem ouse  dizer a palavra "não" outra vez. - Ela disse. Já estava bem decidida a não desistir. E eu já a conhecia à tempo suficiente para saber que ela não desistiria. Me restava aceitar. E foi o que eu fiz. 

Nós conversamos por mais algum tempo sobre o assunto mas Cameron não concordava em algumas coisas. 

- Por que você e Shawn não contaram para todos nós? Não confiam na gente? 

- Eu não queria deixar vocês assim, preocupados. Mas também não queria esconder. Eu estava muito perturbada e não sabia o que fazer e nem como começar a contar.

- E onde o Shawn está agora? Não devia estar aqui cuidando de você? - Cameron perguntou. 

Em partes ele estava certo. Mas eu não era totalmente inútil à ponto de não conseguir me cuidar sozinha. Eu apenas não tinha o controle da situação no período noturno.

- Eu não preciso de babá. Mary é quem fica comigo durante os dias, acho suficiente. - Respondi tentando não ser grossa. 

Com certeza eu gostaria que Shawn estivesse comigo naqueles momentos, mas eu estava muito chateada com a consulta e com o fato de ele simplesmente não aparecer quando havia uma "reunião" marcada entre nós. Eu estava torcendo para que ele não voltasse a ser o antigo Shawn, desligado de tudo e que não se importava com ninguém.

- Ah, pela sua cara eu já entendi tudo. Vocês estão brigados. Só assim pra ele desgrudar de você. - Matt.

- Que seja! Chamei vocês aqui para falar sobre os meus problemas, os que eu não consigo resolver fora de um consultório médico e Shawn não é um deles.

- Ok, mas agora a gente já pode ir? Temos um compromisso. Não pense que nós te abandonamos tá? Hayes está doente e está sozinho em casa, e eu estou de carona com o Matt e ele tem que ir também. - Nash disse.

- Por que não disse antes? Mande um abraço pra ele, e vai logo, ele pode estar precisando de você - Falei praticamente empurrando ele para fora de casa. 

Me despedi de todos eles, exceto Lox que implorou para ficar e cuidar de mim, já que Mary não passava mais as noites na minha casa. Ela também não fazia idéia do que estava acontecendo comigo, mas eu contaria à ela assim que ela chegasse no dia seguinte.

Subimos para o quarto e assistíamos um pouco de tv. Estava frio e nós duas nos encontrávamos iguais a duas panquecas enroladas de baixo do cobertor.

- Estou com fome - Lox resmungou.

Nós não tínhamos comido o lanche que os garotos trouxeram, somente eles comeram. 

- Lá na cozinha tem lasanha, Mary fez hoje cedo mas eu almocei fora, então tem o suficiente para nós duas e quem mais quiser. 

- E quem vai lá colocar para nós duas? - Ela perguntou praticamente me obrigando a descer e fazer por nós duas.

- Eu desço. Mas só se você prometer que não vai sujar minha cama. Promete? - Perguntei levantando da cama. Lox era desastrada  demais.

- Prometo. De dedinho. - Ela disse levantando o dedinho como prova de que cumpriria a promessa.

Eu joguei o travesseiro de leve em seu rosto e desci antes que ela jogasse de volta.

Coloquei a lasanha em um prato grande, e coloquei para esquentar no microondas, não era o mesmo gosto de quando feita na hora, mas ainda assim era maravilhosa. 

Olhei na geladeira e tinha suco natural e um pouco de coca-cola. Coloquei o suco em um copo para mim e tomei um gole. Em seguida dividi a lasanha quente em dois pratos e subi para o quarto e as entreguei para Lox. Depois desci de novo para pegar os copos, o meu já se encontrava vazio então coloquei mais suco e subi.

- Seu celular não para de piscar e vibrar, já está começando a me irritar - Lox resmungou.

Peguei o celular e desbloqueei a tela. 7 novas mensagens. E todas eram de Shawn. Ele pediu para que eu fosse na casa dele. E uma das mensagens dizia que a gente precisava conversar urgente. Eu Respondi apenas uma.

"Nat: se aquela loira nojenta estiver ai nem adianta, eu não vou."

Obtive resposta mais rápido do que eu imaginei. 

"Shawn: Ela não está. Foi embora logo depois de conversar com você... É um assunto muito sério e eu preciso te mostrar uma coisa."

Eu nem pensei duas vezes, só engoli o líquido do meu copo em um gole e saí apressada, por um momento eu esqueci que estávamos brigados.

- Ei, aonde você vai, garota ? - Lox perguntou quase gritando em meu ouvido.

- Na casa do Shawn. Eu volto logo.

Desci as escadas correndo. Eu queria saber qual era a dele. E o que ele estava pensando? Se ele achava que ia ficar naquela palhaçada ele estava enganado.

Eu o encontrei sentado no banco em frente à sua casa. Apenas sentei ao seu lado e resmunguei:

- Vai ficar me encarando ou falar logo?

- Em primeiro lugar eu queria que você soubesse que eu te amo muito. E nunca trocaria você por alguém como a Megan. Nós nunca tivemos nada, nem teremos. - Ele parou de falar e segurou meu rosto para que eu olhasse em seus olhos. Depois continuou - Eu não preciso dela, eu tenho você e não quero te perder por causa disso, e também tudo o que eu disse para a psicóloga era verdade. Mas o que eu sentia pela Sarah era apenas atração. Com você é diferente, é amor e verdadeiro. Espero que você acredite nisso.

Era incrível como as palavras dele soavam sinceras. Em momento algum eu duvidei de uma palavra que ele disse. Eu sentia o mesmo.

- Eu acredito sim... Acredito por que eu sinto o mesmo. Eu te amo demais, quero ter você perto de mim para sempre. E prometo que nunca mais vou duvidar de você. 

- Já posso te beijar? - Ele perguntou me fazendo rir igual uma boba em meio as lágrimas de emoção.

- Sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...