História The Weird | Min Yoongi - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Amor, Blackpink, Bts, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rapmonster, Rose, Sadomasoquismo, Sexo, Suga, Tortura, Vampiro, Violencia
Visualizações 254
Palavras 1.270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mas cheguei, espero que gostem do capítulo de hoje. A partir de hoje eu postarei apenas depois das 19:00 todas as minhas fics, por causa de alguns probleminhas. ^~^

Boa leitura 📚❤

Capítulo 2 - Maldito Yoongi - Cap 2


Fanfic / Fanfiction The Weird | Min Yoongi - Capítulo 2 - Maldito Yoongi - Cap 2

(S/N) P.O.V

Acordei completamente dolorida, minhas pernas estavam doendo e minha cabeça estava rodando. Sentei-me na cama e olhei em volta, a janela do meu quarto estava aberta, fazendo com que o quarto ficasse completamente gelado.

Levantei-me e caminhei até a mesma e observei a neve no jardim, logo fechei a janela e fui até o guarda roupa. Coloquei meu uniforme e uma blusa de frio comprida. Calcei meu tênis e amarrei meu cabelo.

Desci as escadas e o café já estava na mesa, meu pai estava lendo o jornal da manhã e as empregadas estavam preparando alguma coisa na cozinha. Sentei-me na mesa e encarei a comida que estava ali perto.

— Está tudo bem? – Escutei a voz do meu pai.

— Não muito, não se preocupe. – Falei e o mesmo assentiu voltando a ler o jornal. — Kim. – Chamei a empregada. — Faça um chá para mim, por favor. – Sorri simpática para a mesma e ela saiu caminhando até a cozinha.

"Toc toc"

Escutei o barulho da porta e logo uma das empregadas foi abrir. Avistei o garoto da noite anterior com uma roupa completamente preta, literalmente, ele estava usando preto dos pés a cabeça. Encarei ele e o mesmo me encarou cínico.

Revirei os olhos e comecei a tomar meu chá.

— Olá Yoongi. – Meu Appa levantou-se da mesa e deu um abraço no pálido.

Tentei ao máximo não fazer contato físico com ele.

— E então...ela vai comigo? – Escutei a voz de Yoongi e logo encarei meu pai.

— Sim, leve ela. – Meu pai falou e Yoongi sorriu.

— Levar onde? Na escola? – Perguntei olhando os dois.

— Uhum. – Yoongi assentiu.

Levantei-me da mesa, não queria discutir com meu pai. Subi as escadas e fui para o banheiro, escovei os dentes e voltei para meu quarto. Peguei minha mochila e desci as escadas rapidamente.

Encarei Yoongi sentado no sofá conversando com meu pai. Ele se levantou e sorriu me encarando, revirei os olhos e caminhei até a porta. Abri a mesma e fiquei esperando no portão.

— Vamos logo, não queria ter que te aguentar. – Falou arrogantemente.

— Idiota. – Sai caminhando na frente.

{...}

Entrei na escola logo dando de cara com a Gullia, eu e ela somos melhores amigas a 4 anos. Ela é americana e sempre estamos juntas.

Yoongi já havia ido embora e eu fui conversar com a Gullia.

— Oiii. – Falei abraçando a loira.

— Ah, oii. Achei que não iria vir a aula hoje. – Falou e eu ri.

— Claro que vinha, não iria te deixar sozinha. – Falei e a loira sorriu largo.

— Quem era o garoto que estava com você? – Perguntou referindo-se ao Yoongi.

Revirei os olhos e a mesma me encarou com os braços cruzados.

— Um amigo do meu pai, ele me trouxe para a escola hoje. Meu pai estava muito ocupado. – A loira sorriu enquanto me olhava e batia palminhas. — O que foi? – Encarei ela.

— Nada não... – Falou encarando os dedos.

— Ok, vamos. – Falei e a loira assentiu.

{...}

O professor tinha passado tarefa e eu apenas conversava com o Hobi. Hoseok é um garoto muito fofo e carinhoso, ele é bipolar...mas é legal. Eu chamo ele de Hobi, conheço ele a 2 anos apenas. Nunca fomos muito próximos, apesar de que ele sempre quer conversar comigo.

— E então...vamos fazer juntos? – Hobi sussurrou e eu assenti.

Juntamos nossas cadeiras e começamos a fazer a tarefa. Assim que terminamos, separamos nossas cadeiras e entregamos a tarefa ao professor.

"TRIIMM"

Arrumei meus materiais e me levantei da cadeira com minha mochila em minhas costas, esperei Gullia. Despedi-me do Hobi e saí junto a minha amiga da sala. Descemos para o primeiro piso e caminhamos até o portão de saída.

Gullia entrou no carro do pai dela e foi embora, eu subi a rua e logo dei de cara com o garoto pálido de hoje mais cedo. Passei reto deixando o garoto para trás, mas o mesmo me puxou pelo pulso.

— Eu disse para você ir sozinha? – Encarou-me com raiva.

— Eu não preciso da sua permissão para fazer o que eu quero. – Falei com raiva.

— Olha aqui... – Tirou a mochila das minhas costas e em um simples movimento, prensou-me na parede que havia ali. — Você me respeita...não sabe com quem está mexendo. – Sussurrou em meu ouvido. Olhei ele com raiva e empurrei o garoto.

— Olha aqui, eu NUNCA pedi para que você viesse me buscar. Eu nem ao menos te conheço direito e mesmo assim não gosto de você, se você está querendo bancar a de "machão" pra cima de mim, saiba que você vai se dar mal. Eu não sou aquela garotinha indefesa que precisa de alguém para tudo. – Falei com raiva enquanto colocava meu dedo indicador em seu peitoral. — E quer saber mais? Eu não ligo para quem eu estou mexendo ou não, você pode ser até o Papa, mas nem por isso vai poder me diminuir e brigar comigo. – Falei pegando minha mochila que estava no chão, encarei ele e logo sai andando.

Quem ele acha que é? Eu nunca vi esse garoto na minha vida, e agora que ele apareceu tá achando que pode tudo? Ele tá muito enganado.

{...}

Cheguei em casa e joguei minha mochila no sofá, eu estava estressada. Aquele idiota do Yoongi me tira do sério.

— Cadê o Yoongi? – Perguntou e eu o olhei com raiva.

— Não sei, e pouco me importa onde ele está. – Falei. — E mais uma coisa, eu não sou secretária para ficar te dando informações das pessoas. – Peguei minha mochila e subi as escadas.

Bati a porta do quarto e me joguei na cama, bati várias vezes no travesseiro imaginando a maldita face do Yoongi. Minha raiva não ia embora, deitei-me na cama e pouco depois escutei meu celular vibrando. Quem iria me ligar agora?

Ligação on.

Eu: Quem é?

Xxx: Yoongi.

"Onde ele pegou meu número?"

Eu: Aaah, o que você quer, garoto?

Yoongi: Apenas te pedir desculpas.

Eu: Tá bem, o que deu em você?

Yoongi: Nada, apenas me arrependi de ter te falado aquilo. Esquece tudo o que eu te disse ok?!

Eu: Mas...

Ligação off.

Ele desligou na minha cara, aquele filha da puta. Levantei-me da cama e fui para o banheiro, decidi tomar um banho rápido e sair um pouco. Me despi e logo entrei no chuveiro, tomei um banho rápido.

Fui para o quarto e coloquei uma calça de moletom solta preta, uma blusa de frio branca com mangas pretas e um sapato fechado qualquer que havia ali.

Peguei minha toca e coloquei, abri a porta do quarto e desci as escadas.

— Onde pensa que vai? – Perguntou me olhando.

— Tomar um sorvete com a Gullia. – Falei e meu pai assentiu coma cabeça.

Ele me deu dinheiro e eu me despedi do mesmo, sai de casa e comecei a caminhar pela rua. Decidi passar na casa da Gullia e então fui até a casa dela.

{...}

Bati na porta algumas vezes e fiquei esperando até alguem abrir. Uma mulher que estava vestida com um belo vestido abriu a porta e me olhou sorridente.

— Entre. – Falou.

— Obrigada, a Gullia está? – Perguntei.

— Sim, lá no quarto com o namorado. – Falou e eu a olhei confusa.

"Namorado?"

— Obrigada. – Falei e a mulher saiu andando, escutei uma voz familiar vinda da cozinha mas não liguei.

Subi as escadas e procurei o quarto da Gullia, não foi difícil achar pois tinha uma placa com o nome dela. Bati na porta e esperei a mesma abrir, assim que ela abriu a porta vi alguém de relance correndo pelo quarto.

— Diga-me quem está aí? – Perguntei enquanto a mesma me encarava.

— Ninguém importante. – Falou e eu ri.

— Da licença. – Falei abrindo a porta e dando de cara com o satanás em pessoa.

— Y-yoongi? – Encarei o pálido.

— (S-s/n)... – Me encarou.

— Eu já vou indo, aproveitem. Até amanhã amiga. – Dei uma abraço nela e sai andando.

"Maldito Yoongi!"


Notas Finais


Obrigada por ler, espero que tenham gostado.

Segue aí: @Kpopper_Koitada

Comentem e me sigam.

Até mais ver ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...