História The Window Boy - Larry Stylinson - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Larry, Larry Stylinson, Louis Tops, One Direction
Exibições 189
Palavras 1.315
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, eu nem sei como começar isso, mas eu só queria dizer agora que eu agradeço muito pela preocupação comigo no último capítulo e que foi muito importante para mim todo essa carinho, eu estou bem graças a vocês meus amores! Eu amo vocês, de verdade.
Eu não vou me aprofundar muito em agradecimentos já que vou postar um "capítulo" apenas para agradecer tudo o que foi importante para mim e que eu acho importante ressaltar. E sim, a fanfic vai ter especiais!
Nos vemos nas notas finais?!

Capítulo 40 - Window Boy


Fanfic / Fanfiction The Window Boy - Larry Stylinson - Capítulo 40 - Window Boy

  Poucos meses depois... 

  Louis empurrava o carrinho com sua bagagem pela estação com cuidado para não esbarrar em ninguém, tentando dividir a sua atenção entre guiar o carrinho e entre o grupo de sete pessoas que caminhava junto com ele e tentava roubar a sua atenção de modos diferentes

  Eles chegam na plataforma da qual o trem partiria e encontram Zayn com sua família e Liam no mesmo clima que eles, o de despedida. Todos sabiam que não era um adeus e como diria em Peter Pan: nunca diga adeus porque dizer adeus significa ir embora e ir embora significa esquecer.

  -Tome muito cuidado lá, Boo Bear, Se alimente direitinho, não fique com frio e se precisa de qualquer coisa ligue para mim, promete que vai ligar? –Jay fala tentando conter as lágrimas e segura o rosto do filho com carinho, analisando bem as feições nervosas dele antes de puxá-lo para um abraço apertado- Eu vou sentir tanta saudade de você...

  -Eu também vou sentir saudades e prometo me cuidar –o garoto fala com um sorriso doce e tranquilizador no rosto e Johanna apenas concorda com a cabeça, as vezes ela esquecia que o filho já era um homem e tentava ignorar o fato de que ele já estava indo atrás dos próprios sonhos- O tempo vai passar rápido e eu vou estar aqui para o Natal!

  -Eu sinto tanto orgulho de você –ela funga baixinho e seca uma lágrima teimosa que escorria por seu rosto, logo abrindo um sorriso cheio de orgulho que fez o peito de Louis aquecer-

  -Louie, quando você ligar vai falar com a gente também, né?! –Phoebe pergunta se aproximando junto com a gêmea e o garoto abre um sorriso largo para as duas, se abaixando um pouco para ficar da altura delas-

  -É claro que eu vou falar com vocês, minhas princesinhas –as duas sorriem no mesmo instante e se jogam nos braços do irmão, o abraçando com força enquanto murmuram o quanto elas sentirão saudades em meio a pedidos de que ele volte logo-

  Elas soltam o mais velho após pouco tempo, as maças do rosto banhadas de lágrimas fazem o coração de Louis apertar um pouco mas em seguida elas já estão rindo novamente de alguma brincadeira do irlandês que acompanhava o grupo. As duas suspiram juntas e piscam os olhos de modo que Louis tem que conter a risada alta ao perceber que as elas tem uma quedinha por Niall.

  Lottie e Fizzy se despedem brevemente do irmão e o mais velho quase deseja que ela tivessem demorado mais um pouco quando lembra quem é o próximo que precisaria se despedir. Ele falou diversas vezes que o mais novo não precisava se preocupar com isso, mas agora que ele estava tão próximo daquele momento ele estava pensando seriamente em desistir de ir para outra cidade e para longe do garoto que ele amava:

  -Lou… -o de olhos verdes praticamente sussurra quando para na frente do namorado e observa os seus detalhes. Ele odiava pensar que aquela era a última vez que poderia fazer aquilo por um longo tempo mas tinha que aceitar aquela realidade e tentar não chorar naquele momento que era tão importante para alguém que ele amava-

  -Hazzie... –o mais velho devolve o sussurro e abre os braços levemente, de modo que o cacheado não pensa duas vezes antes de se atirar em seus braços quentinhos e esconder o rosto na curva do seu pescoço, aspirando o seu cheiro único e sorrindo levemente-

  -E-eu vou sentir a sua fa-alta, Lou, mas eu estou t-tão feliz por você afinal você está realizando um sonho! –os olhos verdes de Harry parecem ficar ainda mais lindos com as lágrimas de alegria e emoção brilhando, um sorriso doce em seu rosto enquanto ele analisa com carinho o rosto do namorado-

  -Eu já realizei um sonho quando encontrei você, Hazz, as vezes nós achamos o amor bem onde estamos –Tomlinson acaricia levemente o rosto do mais novo e seca com cuidado uma lágrima teimosa que acaba escorrendo por sua bochecha um tanto rosada-

  -Eu amo você –as palavras deslizam facilmente pelos seus lábios e é possível sentir toda a sinceridade do cacheado, ele amava Louis de um modo que nunca amou alguém e as vezes esse amor parecia doer de tão intenso-

  -Eu amo muito você –Louis aproveita para afagar os cachos do namorado com carinho, sentindo a maciez que ele tanto adorava entre os dedos. Ele deixa um beijo na bochecha do menor e fita os seus olhos verdes querendo guardar aquele momento na memória para sempre-

  Harry se inclina e sela levemente seus lábios ainda mais rosados pelo choro fraco com os lábios finos do namorado, eles se aproximam inconscientemente durante o beijo e as borboletas em seus estômagos acordam, começando a bater as asas e dando aquela sensação do primeiro beijo entre os dois.

  O beijo é partido após alguns segundos e eles se abraçam com força, quase sendo possível sentir os corações batendo em sintonia e o calor dos corpos juntos se misturando, o abraço deles com aquele encaixe perfeito que era único dos dois.

  -Tommo, o trem já vai sair! –eles se separam ao ouvirem a voz agitada de Zayn e os olhares se conectam, causando aquela mistura de azul e verde-

   Um pequeno sorriso surge no rosto de Harry e ele dá um selinho rápido em Louis, sem querer falar nenhuma palavra enquanto os seus olhos expressam tudo o que ele estava sentindo, mas de qualquer forma ele nunca encontraria as palavras certas para descrever os seus sentimentos. O mais velho apenas retribui o sorriso brevemente e acaricia mais uma vez o rosto macio do namorado, guardando seus detalhes na memória e analisando as íris verdes da cor que ele mais gostava.

  E o resto acontece muito rápido, Louis se despedindo com abraços breves das irmãs, murmurando juras de que logo ele estaria de volta e tentando não chorar quando abraça a mãe com força e beija a sua bochecha. O mais velho segura a mão de Harry enquanto caminham até a entrada do trem, ele entrega o bilhete para o funcionário encarregado que faz um pequeno furo e o devolve:

  -Nunca esqueça que eu amo você, Harry –ele murmura baixo e deixa um pequeno beijo nos lábios rosados do garoto, que abre um pequeno sorriso-

  -Eu te amo muito –é tudo que ele consegue falar com a voz falha e rouca pelo choro baixinho-

  As mãos que pareciam atreladas uma a outra como dois navios se soltam lentamente e Louis reúne coragem para entrar no trem, deixando o mais novo com um sorriso pequeno no rosto molhado por lágrimas. A porta se fecha depois que o moreno entra no vagão e os dois sentam na mesma cabine, eles acenam mais uma vez para os que ficaram na plataforma antes que o apito do trem soe alto e ele comece a se mover para longe.

  Uma lágrima tímida escorre pelo rosto de Louis e ele abre um sorriso que faz as pequenas rugas aparecerem embaixo de seus olhos azuis. Ele olha para o céu enuviado e não consegue segurar mais o choro.

  Ele mentiu quando disse que o tempo passaria rápido, não seria fácil passar quase um ano longe de quem ele ama mas ele iria conseguir apenas para ver o sorriso com covinhas do namorado de volta e ouvir a sua risada doce e tímida. Seu amor por Harry crescia cada vez mais a cada segundo que se passava.

  -I’ll look after you –ele sussurra baixinho o trecho da música dos dois e olha para o céu desejando que a mensagem de algum modo chegue até Harry, ele realmente cuidaria do menor e o teria sempre em seu coração.

  Afinal eles se amavam e Louis não conseguia mais imaginar a sua vida se ele não tivesse se apaixonado pelo menino da janela... 


Notas Finais


Lembrem-se das palavras de History: this is not the end.
Eu amo muito todos você e amo essa fanfic, então não é uma despedida. Assim como o Louis não está se despedindo para sempre eu também não estou.
Eu não tenho palavras para descrever tudo o que eu estou sentindo nesse momento, mas eu amo muito vocês e obrigada por tudo mesmo que vocês me proporcionaram ❤ #BeijinhosDeSorvete


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...